[RESENHAS][carousel][4]

30/08/16

[Resenha] O Segredo da Caveira de Cristal - Mallery Cálgara

13:29

Título: O Segredo da Caveira de Cristal (Livro #01)
Autor: Mallery Cálgara
Editora: Mundo Uno
Páginas: 326
Ano: 2016
ISBN: 9788567218021
Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse: Os habitantes de Heilland, cansados de décadas de guerra e fome, depositaram todas as suas esperanças no Rei Alphonsus, que governava com justiça e bondade. As esperanças cresceram com a notícia de que a Rainha Arápia estava grávida de gêmeos, embora muitos, no castelo, assegurassem que uma nova guerra estava sendo travada no ventre da soberana. Os gêmeos nasceram e, com o passar do tempo, Heilland compreendeu que havia um novo inimigo, ainda mais implacável: o sombrio futuro Rei. Dor, ódio, sangue, traição e mortes passaram a fazer parte da rotina do castelo, restando ao mago Mongho e à futura Rainha Driadh a perigosa busca por respostas!

Resenha: Esse é o primeiro livro que a Saga Literária recebe em parceria com a Editora Mundo Uno. Durante a leitura tomamos conhecimento de uma guerra iniciada pelo cruel príncipe conhecido como Sulco, um homem que se mostra capaz de cometer atrocidades, mesmo contra a sua família. Sulco vagava pela terra, levando a morte e desesperado por onde passava.

"Quando Záyrha era pequena, ouvia Erha que, sentada no palanque, contava para as crianças as histórias de como as guerras haviam assolado os reinos." p. 17. 

Durante sua trajetória Sulco tornava-se mais forte, mais poderosos, porém um poderoso mago estava em seguindo sua trilha de destruição, Mongho, estava juntando forças e esperando o momento certo para colocar seu plano em ação, para isso, conta com o apoio de Driadh, uma poderosa bruxa, mãe dos filhos gêmeos do rei.

Sulco foi o primeiro a nascer, cresceu pensando que seria o sucessor do Reino de Heilland, mas na última hora, devido uma previsão, o Rei Alphonsus passa a coroa para Heian, irmão de Sulco, o que gera uma fúria incontrolável no irmão que nasceu primeiro. Desse ponto em diante, o irmão que perdeu o trono, começa a elaborar um plano para se vingar, começando por eliminar "seus inimigos" de diversas formas imagináveis.

"Em frente à sala do trono, o desespero de Mongho aumentou quando foi impedido de entrar. Descontrolado, gritava e empurrava os guardas que o seguraram por tentar invadir a sala." p. 59.

No decorrer da leitura vemos as personalidades dos irmãos gêmeos, filhos do Rei Alphonsus. De um lado temos Heian, que se mostra amável e gentil, do outro Sulco, completamente o oposto, se mostrando arrogante, ambicioso e mau. Sulco então planeja utilizar-se das caveiras de cristal, que contem o poder dos elementos para se tornar o imperador do mundo.

"A vida tem seus altos e baixos, e nãos seria diferente com a família real de Heilland. A tragédia durante o nascimento do herdeiro de Heian fez os longos meses de felicidade serem substituídos por uma espessa nuvem de tristeza." p. 147.

Durante a história que se passa em um mundo medieval, por volta do ano 1160, Malley nos apresenta seis reinos e suas peculiaridades. São eles os reinos: Malecs, Vulcans, Heilland, Hurgans, Drutdas e Menfhis.

Opinião: A autora criou um enredo rico em detalhes, com uma trama envolvente e inteligente. Malley nos apresente cenários, lendas e personagens que surpreendem. A narrativa é realizada em terceira pessoa e a leitura fluiu muito bem, instigando o leitor a querer saber mais sobre os desdobramentos.
Gostei muito desse mundo criado pela autora, uma fantasia ambientada em um mundo medieval, cheio de mistérios, aventuras e magia. Deu para perceber que a autora escreveu a obra com muito carinho. O final é surpreendente.
Aguardo ansiosa pelo próximo volume e desde já recomendo a leitura de O Segredo da Caveira de Cristal. A Mundo Uno está de parabéns pelo trabalho realizado. O livro está bonito, a diagramação muito boa, possuindo mapa, folhas amareladas, orelhas e fontes confortáveis.

Por Mayara Frossard

[Grupo Editorial Record] Lançamentos da Semana #03 - Agosto/2016

08:54

Título: A Balada do Cárcere
Autor: Bruno Tolentino
Editora: Record
Páginas: 224
Ano: 2016
ISBN: 9788501104779
Onde Comprar: Saraiva

Sinopse: Com sua fusão de imagens imprevistas e ideias complexas, “A balada do cárcere” situa Bruno Tolentino no topo da modernidade literária brasileira. Polêmico, com um histórico de desavenças com compositores da MPB e professores da USP, entre outros, Bruno Tolentino se definia como uma língua ferina entortada pelo vício da ironia. Não exibia falsa modéstia quanto a seu papel no cenário literário brasileiro, tinha consciência do próprio talento: “mudei a história da Literatura, pus o Brasil no mapa internacional”, afirmava. Considerado um dos maiores poetas brasileiros de todos os tempos, ganhou três vezes o Prêmio Jabuti, tornando-se um dos únicos escritores a conseguir tal feito. Nascido da experiência de onze anos de prisão em Dartmoor, no Reino Unido, “A balada do cárcer” recebe agora uma segunda edição, comentada, com apresentação do poeta Érico Nogueira, e notas e organização de Juliana P. Perez, Jessé de Almeida Primo, Guilherme Malzoni Rabello, Renato José de Moraes e Martim Vasques da Cunha.



Título: Finanças Públicas
Autor: Felipe Salto e Mansueto Almeida
Editora: Record
Páginas: 308
Ano: 2016
ISBN: 9788501091710
Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse: O livro que explica por que a política fiscal do governo PT quebrou o Brasil e mostra soluções para o país retormar o rumo da estabilidade e do crescimento. Finanças públicas reúnem grandes nomes da área econômica. Os organizadores e Felipe Salto, assessor econômico de José Serra e colunista do jornal Valor Econômico, e Mansueto Almeida, secretário de Acompanhamento Econômico no Ministério da Fazenda do governo Michel Temer, além dos autores Pedro Jucá Maciel, Mailson da Nóbrega, Gustavo Loyola, Marcos Mendes, Sérgio Praça, Maurício Oreng, entre outros, analisam a história econômica do Brasil e propõe soluções para os problemas crônicos do país, intensificados nos governos Lula e Dilma, como inflação, dívida externa e alta taxa de juros interna. Entre as soluções apontadas, estão a estabilidade monetária e uma agenda da responsabilidade fiscal. Os artigos têm rigoroso embasamento histórico e técnico, com linguagem clara para todos os tipos de leitores.


Título: Neuropropaganda de A a Z
Autor: Antonio Lavareda e João Paulo Castro
Editora: Record
Páginas: 248
Ano: 2016
ISBN: 9788501107558
Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse: O que um publicitário não pode desconhecer. Neste livro, desde já referencial para o ofício, estudo e avaliação da comunicação publicitária, Antonio Lavareda e João Paulo Castro selecionam e explicam, com notável didatismo, conhecimentos básicos da neurociência, e mostram como – e por que – podem e devem ser aplicados à propaganda, num tempo em que a mensagem de natureza afetiva se impõe. Com um texto acessível e atraente também a leigos, os autores conduzem o leitor, com maestria, ao centro da revolução decorrente da explosão no volume de informações sobre o funcionamento cerebral – e aos modos diversos como tal abundância influenciou a prática publicitária.


Título: Diário de uma princesa improvável
Autor: Meg Cabot
Editora: Galera Junior
Páginas: 208
Ano: 2016
ISBN: 9788501076687
Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse: Olivia Grace Clarisse Mignonette Harrison é completamente normal. A única coisa que não é normal nela é seu nome (muito comprido e meio principesco), sua habilidade para desenhar animais (algo muito útil para sua futura carreira como ilustradora da vida selvagem) e o fato de ser quase órfã, pois não conhece o pai e depois que a mãe faleceu se vê forçada a viver com a tia e o tio (que quase a tratam como se ela fosse da família). Até que num dia que tinha tudo para ser como os outros — totalmente normal — as coisas parecem sair do controle: a menina mais popular da escola ameaça bater em Olivia, o diretor ameaça lhe tirar um ponto e... uma limusine com a princesa da Genovia, Mia Thermopolis, surge do nada. A menina na verdade é uma princesa, meia-irmã de Mia, e finalmente poderá conhecer o pai, a avó, a Genovia, para então perceber que todos somos mais especiais que pensamos.


Título: Confissões de um amigo imaginário
Autor: Michelle Cuevas
Editora: Galera Junior
Páginas: 176
Ano: 2016
ISBN: 9788501075949
Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse: Uma imperdível aventura de alguém que descobre existir apenas na imaginação de uma garotinha. Um livro para todos aqueles que, um dia, já se sentiram à margem, deixados de lado... invisíveis Jacques tem uma leve suspeita de que ninguém gosta dele. Professores o ignoram solenemente quando levanta a mão e até mesmo seus pais precisam ser lembrados de colocar um lugar à mesa para ele! Graças a Deus por Fleur, a irmã e companheira constante. Mas então Jacques descobre uma verdade devastadora: ele não é o irmão de Fleur; é seu amigo imaginário! E aí começa uma tocante e divertida busca por seu eu verdadeiro. Uma imperdível jornada em busca do significado da vida leva Jacques de encontro às mais peculiares crianças, imaginárias e reais, e o faz descobrir a incrível e invisível maravilha de ser quem se é.


Título: Amor Plus Size
Autor: Larissa Siriani
Editora: Verus
Páginas: 280
Ano: 2016
ISBN: 9788576865230
Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse: Uma jovem construindo uma jornada incrível de autoconhecimento, aceitação e empoderamento, enquanto descobre seu lugar no mundo. Maitê Passos é uma garota linda, de dezessete anos e mais de cem quilos. Ela passou a infância e a adolescência sendo resumida ao peso. Mas e quando é justamente esse o fator que pode mudar completamente a sua vida? Em meio ao turbilhão do ensino médio, com uma mãe obcecada por dietas, um crush antigo por Alexandre, o cara mais gato da escola, e uma amizade deliciosa com Isaac, fotógrafo amador, Maitê vai descobrir que não precisa ser igual a todas as outras meninas para ser feliz.


Título: Como Tatuagem
Autor: Walter Tierno
Editora: Verus
Páginas: 308
Ano: 2016
ISBN: 9788576865346
Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse: Um retrato empolgante e perspicaz das nossas vivências contemporâneas no amor. Artur é um cara rico, superficial e egoísta. Bonito e popular entre as mulheres, não tem o menor respeito por elas — sua vida amorosa se resume a colecionar parceiras na cama. Essa rotina de prazeres e privilégios é interrompida quando ele sofre um grave acidente de carro. Para ajudá-lo a se recuperar, sua mãe contrata a fisioterapeuta Lúcia. Desde criança, Lúcia sofre o preconceito que persegue os portadores de vitiligo. Sua mãe sempre esteve presente para apoiá-la e fazê-la enfrentar os obstáculos que a vida lhe impõe. De temperamento doce, porém decidido, Lúcia tem uma consciência peculiar e aguda sobre o mundo. Mas, quando se vê sem o amparo materno, suas certezas desabam. O encontro de duas pessoas tão diferentes vai gerar muito atrito, mas com o tempo Lúcia e Artur vão descobrir algumas das infinitas facetas do amor e, entre conquistas, medos, perdas e paixões, verão suas vidas transformadas para sempre.


Título: Criação Mortal
Autor: J. D. Roberts
Editora: Bertrand Brasil
Páginas: 420
Ano: 2016
ISBN: 9788528620658
Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse: Quando um caso de nove anos é reaberto, Eve Dallas sabe que pode estar diante do maior desafio de sua carreira. Nora Roberts escrevendo como J.D. Robb no novo volume da mais bem sucedida série policial do mundo.
Uma jovem, exposta artisticamente e com o corpo marcado por sinais de tortura, é encontrada morta no East River Park. De imediato, os pensamentos da tenente Eve Dallas a levam para um caso semelhante ocorrido nove anos antes. Na época, Nova York se viu à beira de um ataque de nervos quando quatro mulheres foram mortas em quinze dias por um homem batizado pela imprensa de “O Noivo”, porque colocava anéis de noivado no dedo das vítimas. O assassino está de volta e, dessa vez, torna-se claro que seus atos são um ataque pessoal. E existe uma grande possibilidade de que o seu maior objetivo seja raptar uma mulher em especial; aquela que vai testar suas habilidades de tortura e lhe proporcionará dias e dias de prazer antes de morrer em suas mãos: a própria Eve Dallas.


Título: O Sangue - Série As Aventuras do Caça-Feitiço - Vol. 10
Autor: Joseph Delaney
Editora: Bertrand Brasil
Páginas: 272
Ano: 2016
ISBN: 9788528620672
Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse: A batalha final entre Thomas Ward e o Maligno se aproxima. Quando a vida do próprio John Gregory é ameaçada por vampiros de uma terra distante, o aprendiz de caça-feitiço deverá aplicar todos os conhecimentos adquiridos durante seu treinamento — além de contar com a ajuda de potenciais aliados — para impedir uma enorme tragédia. Desolado e temeroso, ele deve arriscar a vida contra Siscoi, um deus vampiro mais feroz do que qualquer criatura que já tenha enfrentado. Mas Tom nunca se sentiu tão sozinho — principalmente após descobrir que destruir o Maligno de uma vez por todas pode envolver um sacrifício mais terrível do que ele podia imaginar.

Por Mayara Frossard

27/08/16

Livros para ler antes de morrer (publicados antes de 1800)

11:28


Tive a ideia de fazer essa lista baseada no livro 1001 livros para ler antes de morrer, mas não indicarei os 1001, claro. Vamos lá?


As mil e uma noites
Anônimo  
Primeira edição: c.850







Pode conter spoiler!!!!

A história conta que Xariar, rei da Pérsia da dinastia dos Sassânidas, descobre que sua mulher é infiel, dormindo com um escravo cada vez que ele viaja. O rei, decepcionado e furioso, mata a mulher e o escravo, convencendo-se por este e outros casos de infidelidade que nenhuma mulher do mundo é digna de confiança. Decide então que, daquele momento em diante, dormirá com uma mulher diferente cada noite, mandando matá-la na manhã seguinte: desta forma não poderá ser traído nunca mais.
Passam-se assim três anos durante os quais o rei desposou e sacrificou inúmeras moças, trazidas à sua presença pelo vizir (equivalente a um primeiro-ministro) do reino. Certo dia, quando já quase não havia virgens no reino, uma das filhas do vizir, Xerazade, pediu para ser entregue como noiva ao rei, pois sabia de um estratagema para escapar ao triste fim que alcançaram as moças anteriores. O vizir apenas aceita depois de muita insistência da filha, levando-a finalmente ao rei. Antes de ir, Xerazade diz à irmã, Duniazade, que lhe peça que conte uma história quando for chamada ao palácio do rei.
Xerazade, ao chegar na presença do rei, pede-lhe que permita a vinda de sua irmã, para despedir-se. O rei o permite, e Duniazade vem ao palácio e instala-se na câmara nupcial. Após o rei possuir Xerazade, Duniazade pede à irmã que conte uma história para passar o tempo. Após respeitosamente pedir a permissão do rei, Xerazade começa a contar a extraordinária "História do mercador e do gênio" mas, ao amanhecer, ela interrompe o relato, dizendo que continuará a narrativa na noite seguinte. O rei, curioso com o maravilhoso conto de Xerazade, não ordena sua execução para poder saber o final da história na noite seguinte. Assim, repetindo essa estratégia, Xerazade consegue sobreviver noite após noite, contando histórias sobre os mais variados temas, desde o fantástico e o religioso até o heróico e o erótico. Ao fim de inúmeras noites e contos, Xerazade já havia tido três filhos do rei, e lhe suplica que a poupe, por amor às crianças. O rei, que há muito havia-se arrependido dos seus atos passados e se convencido da dignidade de Xerazade, perdoa-lhe a vida e faz dela sua rainha definitiva. Duniazade é feita esposa do irmão do rei, Xazamã.


Os Lusíadas 
Luiz Vaz de Camões
Primeira edição: 1572






Os Lusíadas é composto por 1102 estrofes com 8816 versos e 10 cantos. Seus versos são feitos em oitavas decassílabas com um sistema rímico conhecido por AB AB AB CC, ou a oitava rima camoniana. A obra é dividida em 4 partes: Da Viagem, Da Mitologia, Plano do Poeta e História de Portugal.


Dom Quixote 
Miguel de Cervantes Saavedra








Pode conter spoiler!!!!!
O protagonista da obra é Dom Quixote, um pequeno fidalgo castelhano que perdeu a razão por muita leitura de romances de cavalaria e pretende imitar seus heróis preferidos. O romance narra as suas aventuras em companhia de Sancho Pança, seu fiel amigo e companheiro, que tem uma visão mais realista. A ação gira em torno das três incursões da dupla por terras da Mancha, de Aragão e da Catalunha. Nessas incursões, ele se envolve em uma série de aventuras, mas suas fantasias são sempre desmentidas pela dura realidade. O efeito é altamente humorístico. O encanto da obra nasce do descompasso entre o idealismo do protagonista e a realidade na qual ele atua. Cem anos antes, Quixote teria sido um herói a mais nas crônicas ou romances de cavalaria, mas ele havia se enganado de século. Sua loucura residia no anacronismo. Isso permitiu ao autor fazer uma sátira de sua época, usando a figura de um cavaleiro medieval em plena Idade Moderna para retratar uma Espanha que, após um século de glórias, começava a duvidar de si mesma.



Robinson Crusoé 
Daniel Defoe







Rebelando-se contra a vida pacata e metódica da classe média de York, na Inglaterra, o jovem Robinson Crusoé foge de casa e se torna marinheiro. Numa de suas viagens, vem para o Brasil, onde se estabelece como senhor de engenho. Sempre em busca de aventuras, parte para a Guiné, na África, a serviço de comerciantes de Salvador, mas uma tempestade leva seu navio para o mar do Caribe e outra o faz naufragar. Único sobrevivente do desastre, Crusoé consegue chegar a uma ilha deserta, ao largo da costa venezuelana, e ali passa 27 anos, dois meses e dezenove dias. As ferramentas, cordas, tábuas e outros utensílios que retira do navio o ajudam a enfrentar o desamparo e a solidão. Enquanto supera as numerosas dificuldades de seu desterro, Crusoé reflete sobre os valores da existência humana e se reaproxima de Deus.
Nos últimos anos de permanência na ilha deserta, salva a vida de um selvagem que estava para ser sacrificado por um grupo de canibais vindo do continente. Chama-o de Sexta-Feira - dia da semana em que o encontrou -, ensina-o a falar inglês, procura transmitir a ele seus valores éticos e religiosos e, quando volta para a Inglaterra, leva-o consigo. Depois de recuperar sua fortuna, casa-se e constitui família; ao enviuvar, já sexagenário, visita "sua" ilha, onde havia deixado três amotinados do navio que o resgatara e alguns espanhóis que naufragaram nas proximidades do local. Ele conclui o relato prevenindo o leitor de que poderá registrar novas peripécias.



As viagens de Gulliver 
Jonathan Swift






Nesta obra, Jonathan Swift conta as aventuras de Lemuel Gulliver, um cirurgião naval que faz às vezes de curioso, observador, repórter e, por vezes, vítima das circunstâncias nas terras mais estranhas. Em Liliput, Gulliver depara-se com minúsculas pessoas e vê a si mesmo como um gigante. Em Brobdingnag, o contrário acontece - ele é um ser minúsculo perto dos nativos gigantes A ilha de Laputa é o cenário da sua terceira viagem - os habitantes ocupam-se em complôs e conspirações enquanto o país esvai-se em ruínas. Finalmente, ele encontra os Houyhnhnms, cavalos que governam o próprio país, e também os yahoos, seres bestiais que lembram os humanos.

Vamos ter mais indicações como essa seguindo o livro. 
Até mais! 





25/08/16

[Resenha] Confissões do Crematório - Caitlin Doughty

13:33

Título: Confissões do Crematório
Autor: Caitlin Doughty
Editora: Darkside Books
Páginas: 260
Ano: 2016
ISBN: 9788594540003
Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse:
 Ainda jovem, Caitlin conseguiu emprego em um crematório na Califórnia e aprendeu muito mais do que imaginava barbeando cadáveres e preparando corpos para a incineração. A exposição constante à morte mudou completamente sua forma de encarar a vida e a levou a escrever um livro diferente de tudo o que você já leu sobre o assunto.
Confissões do Crematório reúne histórias reais do dia a dia de uma casa funerária, inúmeras curiosidades e fatos históricos, mitológicos e filosóficos. Tudo, é claro, com uma boa dose de humor. Enquanto varre as cinzas das máquinas de incineração ou explica com o que um crânio em chamas se parece, ela desmistifica a morte para si e para seus leitores.

Resenha: Confissões do Crematório é a primeira obra de não ficção que integra a linha DarkLove da Darkside Books. A autora Caitlin Doughty, nos traz informações e histórias de quando ainda era jovem, por volta dos seus vinte e poucos anos, quando começou a trabalhar em um crematório. 

"Uma garota nunca esquece o primeiro cadáver que barbeia. É o único evento na vida dela mais constrangedor do que o primeiro beijo ou a perda da virgindade." p. 17.

A autora quando começou a trabalhar, foi no cargo de operadora de forno crematório na Westwind Cremation & Burial, algo que durou um ano, até ela conseguir a licença de agente funerário, cargo em que ocupa atualmente. A autora com as experiências adquiridas diariamente através do seu trabalho e também por sua formação acadêmica (História), resolveu compartilhar as histórias, reflexões e como as culturas tratam o tema morte. 

"Embora você possa nunca ter ido a um enterro, dois humanos do planeta morrem por segundo. Oito no tempo que você levou para ler essa frase. Agora, estamos em quatorze." p. 51.

Durante a parte introdutória a autora nos traz informações acerca da autenticidade dos seus relatos, que foram baseados em história verdadeiras, com pessoas reais, deixando claro para o leitor o que o aguarda.  No decorrer da leitura vamos descobrindo histórias de pessoas que morreram sozinhas, como as pessoas próximas e suas respectivas famílias reagem diante do falecimento. 

A autora discorre sobre os bastidores de uma funerária, o que acontece com o corpor depois de entregue, como é preparado, os rituais fúnebres, os efeitos que a morte causa nos corpos das pessoas mortas e a necessidade de se preparar para o fim da vida, como os custos inerentes aos serviços funerários.

"Por mais que muitos vejam o suicídio como algo cruel e egoísta, acho que meio que apoiei a decisão de Jacob. Se cada dia da vida dele era pura infelicidade, eu não podia exigir que o rapaz ficasse vivo e aguentasse mais desse sentimento." p. 65.

Enquanto a autora nos conta a sua rotina, ela demonstra aspectos e fatos históricos, filosóficos e mitológicos que se relacionam com a mortalidade, deixando claro que cada povo tem suas peculiaridades no trato dos cadáveres.

"[...] Um cadáver não precisa que você lembre dele. Na verdade, não precisa de mais nada - fica mais do que satisfeito de ficar ali, deitado, apodrecendo. É você que precisa do cadáver. Ao olhar para o corpo, você entende que a pessoa se foi, que não é mais uma participante ativa do jogo da vida. Ao olhar para o corpo, você se vê nele e sabe que também vai morrer." p. 178.

Por fim, o livro é dividido em capítulos em que cada um revela os últimos momentos de determinada pessoa, antes dela ser consumida pelas chamas. A autora ainda, nos passa a mensagem de que todos somos iguais, não existem pessoas ricas ou pobres, pois o forno não faz essa diferenciação, apenas as transforma em cinzas quando podem pagar por isso. Quem não tem dinheiro, era bancado pelo estado.

Opinião: Confissões do Crematório retrata um tema complicado para muitos que é a morte. A autora aborda as nuances inerentes ao tema, as famílias, a sociedade, a prestação de serviço funerário e o seu funcionamento, detalhando magistralmente com diversas informações.
Caitlin impressiona através da sua narrativa que se mostrou envolvente e muito humorada, pois o tema morte é delicado, tendo em vista que os seres humanos em geral evitam falar e procuram prolongar a vida. Foi interessante ver o posicionamento da autora em relação ao mundo da indústria funerária, se mostrando contra a visão puramente comercial.
Gostei muito das reflexões filosóficas que Caitlin insere em seu livro, pois são pensamentos, frases que buscam desmistificar a morte. Caitlin ainda levanta o debate sobre refletirmos, pensarmos sobre nossa mortalidade, a importância de encararmos a morte como algo natural ao ser humano, levando em conta, que a morte é a única certeza que temos em vida.
Confissões do Crematório se mostrou um livro divertido, de rápida leitura, com uma narrativa simples e envolvente, além é claro de possuir inúmeras informações e curiosidades. Recomendo para todos que um dia vai morrer e deseja saber um pouco sobre a morte.
O projeto gráfico da Darkside Books está sensacional. Dos livros lançados esse ano, Confissões do Crematório está entre os três mais lindos. A capa é dura, padrão limited edition, possui imagens de anatomia, notas sobre fontes bibliográficas, folhas amareladas, marcador em fita tecido e as laterais das folhas em vermelho.


Unboxing
Por Yvens Castro

[Darkside Books] Lançamentos de Julho e Agosto/2016

11:00
Hoje a publicação é sobre alguns dos últimos lançamentos da Caveirinha mais querida do Brasil, a Darkside Books. É sempre um grande prazer escrever ou falar sobre a editora e seus livros. 

Eu recomendo a editora, pois a qualidade gráfica em seus livros é monstruosa, o catálogo é muito bom, tendo livros de terror, fantasia, romance, suspense e muito mais. Outro fato positivo é que a editora tem apenas 3 anos de existência e demonstra uma enorme competência, algo que reflete em seus números, como por exemplo, a quantidade de seguidores na fanpage e em sua conta no instagram.

Voltando aos lançamentos, abaixo deixo para vocês informações sobre 6 lançamentos referentes aos meses de Julho e Agosto.
Título: Evangelho de Sangue
Autor: Clive Barker
Editora: Darkside Books
Páginas: 320
Ano: 2016
ISBN: 9788566636857
Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse:
 Todo mal tem uma origem. Pinhead está de volta. Por aproximadamente trinta anos o Sacerdote do Inferno – conhecido por todos nós pela sugestiva alcunha de Pinhead – tem sido um dos mais ilustres e famosos personagens do universo do terror de todos os tempos. O aclamado escritor Clive Barker, seu criador, apresenta agora o capítulo final desta saga, que teve início com Hellraiser – Renascido do Inferno. Publicado pela primeira vez no Brasil em 2015, o clássico de Barker se tornou um verdadeiro sucesso e liderou a lista dos mais vendidos da Amazon Brasil. Além disso, a edição chamou a atenção do próprio Barker que considerou-a a mais bela já feita para a sua novela. E agora não será diferente. Você vai entender tudo sobre o universo dos Cenobitas. Evangelho de Sangue reconduz os leitores ao tempo marcado por dois de seus mais icônicos personagens – Harry D’Amour e Pinhead –, que conduzem a história em uma batalha entre o bem e o mal tão antiga quanto o tempo, onde o autor conecta a mitologia de Hellraiser ao Inferno bíblico. Segundo o escritor inglês Michael Marshall Smith, “o embate entre Harry D’Amour e Pinhead é meticulosamente construído, infinitamente criativo e tem muito bom humor”. Clive Barker retorna à sua poderosa voz narrativa em grande estilo. Evangelho de Sangue é o sombrio, sangrento e brutal épico do terror, narrado pelo mestre inquestionável do gênero, e ansiosamente aguardado pelos fãs. “Eu vi o futuro do terror, seu nome é Clive Barker.” – Stephen King, ao ler Hellraiser no ano de sua publicação, em 1986.

Título: Fábrica de Vespas
Autor: Iain Banks
Editora: Darkside Books
Páginas: 240
Ano: 2016
ISBN: 9788594540065
Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse:
 Um obra única, extremamente violenta e visceral. Considerado um clássico moderno, eleito entre os cem romances mais importantes do século XX, nunca antes editado no Brasil. Leia se estiver preparado! Narrado em primeira pessoa, sob o ponto de vista de Frank, a estreia literária do autor escocês Iain Banks polarizou a crítica e os leitores quando foi publicada, em 1984. Considerado um dos grandes romances do século XX, o livro evoca tanto O Senhor das Moscas (1954) como Precisamos Falar sobre Kevin (2003). Fábrica de Vespas consegue produzir um olhar ao mesmo tempo bizarro, imaginativo, perturbador e repleto de humor negro sobre o que se passa dentro da mente em formação de um psicopata. Iain Banks (1954-2013) nasceu e viveu na Escócia. Tornou-se amplamente conhecido pela controvérsia causada pelo seu primeiro romance, Fábrica de Vespas, publicado originalmente em 1984. Desde então, foi aclamado tanto pela crítica como pelos seus leitores por dezenas de obras de ficção e ficção científica. Foi considerado um dos Melhores Novos Escritores Britânicos em 1993.

Título: Confissões do Crematório
Autor: Caitlin Doughty
Editora: Darkside Books
Páginas: 256
Ano: 2016
ISBN: 9788594540003
Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse:
 Um livro para quem planeja morrer um dia. “Uma menina nunca esquece seu primeiro cadáver.” – Caitlin Doughty É a única certeza da vida. Então, por que evitamos tanto falar sobre ela? A morte é inevitável, sentimos muito. Mas pelo menos, como descobriu Caitlin Doughty, ficar a sete palmos do chão ainda é uma opção. Confissões do Crematório reúne histórias reais do dia a dia de uma casa funerária, inúmeras curiosidades e fatos históricos, mitológicos e filosóficos. Tudo, é claro, com uma boa dose de humor. Enquanto varre as cinzas das máquinas de incineração ou explica com o que um crânio em chamas se parece, Caitlin Doughty desmistifica a morte para si e para seus leitores. O livro de Caitlin – criadora da websérie Ask a Mortician e da – levanta a cortina preta que nos separa dos bastidores dos funerais e nos faz refletir sobre a vida e a morte de maneira honesta, inteligente e despretensiosa – exatamente como deve ser. Como a autora ressalta na nota que abre o livro, “a ignorância não é uma benção, é apenas uma forma profunda de terror”. Caitlin Doughty é agente funerária, escritora e mantém um canal no YouTube onde fala com bom humor sobre a morte e as práticas da indústria funerária.

Título: Labirinto
Autor: Jim Henson e A. C. H. Smith
Editora: Darkside Books
Páginas: 272
Ano: 2016
ISBN: 9788594540096
Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse:
 Trinta anos sem perder a magia. Tudo começou em um pequeno “labirinto” real na cabeça de James Maury, mais conhecido pelo nome de Jim Henson. O cartunista, músico, roteirista, designer e diretor sabia acessar como ninguém o coração das pessoas e o seu maior dom foi dar vida a seres inanimados. A nova geração pode não lembrar do seu nome, mas com certeza tem seus personagens gravados na memória: Os Muppets, Vila Sésamo, Muppets Babies e até a inesquecível Família Dinossauro. Além deste, Henson também criou fábulas como “Labirinto”, em parceria com George Lucas, filme que encantou toda uma geração quando foi lançado, há 30 anos, com David Bowie como Jareth, o Rei dos Duendes, e também responsável pela trilha sonora, e uma jovem Jennifer Connelly no papel de Sarah, a protagonista que deseja que os duendes levem Toby, seu meio irmão e – para seu espanto – é atendida. Arrependida, ela é desafiada pelo Rei dos Duendes a atravessar o sombrio Labirinto, repleto de perigos e seres mágicos. A novelização de Labirinto finalmente é publicada em português, em uma edição à altura do mestre. Escrita por A.C.H. Smith em parceria com Henson, a edição apresenta pela primeira vez as ilustrações dos duendes feitas por Brian Froud, que trabalhou no filme, além de trechos inéditos e nunca vistos com 50 páginas do seu diário, detalhando a concepção inicial de suas ideias para Labirinto, comemorando os 30 anos do filme em grande estilo.

Título: A Bolha (Trilogia The Game #03)
Autor: Anders de La Motte
Editora: Darkside Books
Páginas: 352
Ano: 2016
ISBN: 9788566636635
Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse:
 A Bolha, terceiro volume da “Trilogia The Game”, mantém em alta todo o suspense da série de livros. HP Peterson se isola do mundo, convencido de que é procurado pela polícia e pelo Mestre do Jogo. Será apenas paranoia? Ele está pronto a arriscar sua vida para provar que não, desmascarando poderes que o mundo nem desconfia que existam. 
Sua irmã, a detetive Rebecca Normén, deixou a polícia e passou a trabalhar com segurança de informação, seguindo os passos do autor da série, o escritor sueco Anders de la Motte. Ao contrário do criador, que se firma como o novo grande escritor sueco após Stieg Larsson, sua criatura, Rebecca, corre grandes riscos ao enfrentar o Jogo. Descobertas sobre o passado dos irmãos HP e Rebecca podem estar relacionadas com seus piores inimigos.

Título: O Homem que Caiu na Terra
Autor: Walter Tevis
Editora: Darkside Books
Páginas: 224
Ano: 2016
ISBN: 9788594540058
Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse:
 O Homem que Caiu na Terra tornou-se um verdadeiro clássico da literatura e uma das mais refinadas, sutis e delicadas ficções científicas já escritas. Publicado originalmente em 1963, ganhou reconhecimento em todo o planeta com a adaptação para o cinema dirigida por Nicolas Roeg em 1976. O filme também marcou a estreia de David Bowie no cinema encarnando o protagonista alienígena - para quem o papel parecia ter sido especialmente pensado (o que não foi o caso): um ser andrógino, impúbere, alto para os padrões terráqueos, delicado, magro, polido e que tenta se adaptar à vida terrestre para sobreviver entre os humanos.

Thomas Jerome Newton veio de Anthea para a Terra em uma missão desesperada para salvar os poucos habitantes que ficaram em seu longínquo e desconhecido planeta. Para isso, precisa construir aqui uma nave que possa trazer os 300 de sua espécie que ainda vivem em um planeta onde a água acabou e os recursos são cada vez mais escassos.
Com conhecimento e inteligência muito superior aos humanos, Newton logo se torna um bem sucedido empresário do ramo de patentes tecnológicas e também descobre a solidão, o desespero e o álcool - criando uma delicada parábola sobre as mudanças que estavam ocorrendo entre os anos de 1950 e o início da Guerra Fria.
Escrito com vigor e com uma prosa carregada de tensão poética, Walter Tevis produziu uma das ficções científicas mais realistas sobre um alienígena que vai absorvendo o dia a dia, o jeito e os vícios humanos pouco a pouco. Realista o suficiente para se tornar uma metáfora daquilo que todos nós carregamos: uma indescritível angústia e solidão existencial.
Espero que tenham gostado das novidades da Darkside Books. Esse final de ano promete com os livros com os lançamentos dos volumes 3 e 4 do Ciclo das Trevas, Os Pássaros de Frank Baker (Hitchcock), Noturno de Scott Singler, A Casa dos Espíritos e muito mais.

23/08/16

[Resenha] Supernatural | Coração do Dragão - Keith DeCandido

23:15

Título: Coração do Dragão
Autor: Keith R. A. DeCandido
Editora: Gryphus
Páginas: 245
Ano: 2015
ISBN: 9788583110453
Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse: VINTE E SETE ANOS ATRÁS, Dean e Sam Winchester perderam sua mãe para uma força sobrenatural misteriosa e demoníaca. Nos anos que se seguiram, o pai deles, Jhon, ensinou-lhes sobre o mal paranormal que vive nos cantos escuros e nas estradas vicinais da américa...e ensinou-lhes a como matá-lo. Quando o anjo renegado Castiel alerta Sam e Dean para uma série de assassinatos particularmente brutais na Chinatown de San Francisco, eles percebem que o Coração do dragão está de volta. Jhon Winchester enfrentou o aterrorizante espírito 20 anos atrás, e a família Campbell o combateu 40 anos antes - podem os rapazes ser bem sucedidos onde seus pais e avós falharam?

Resenha: A história é dividida em três partes, sendo a primeira com Castiel avisando Sam e Dean. A segunda parte quando os irmãos ainda eram crianças, onde vemos também John e Bobby. A terceira e última parte acompanhamos Sam e Dean na busca, na caçada pelo Coração do Dragão.

Coração de Dragão começa com a história do samurai Nakadai, que ficou conhecido como Doragon Kokoro (O Coração do Dragão). Nakadai era visto como um homem honrado, visto como alguém justo, até que surge um dilema envolvendo duas noivas, um demônio se aproveita da ocasião e acaba envolvendo Nakadai.

Após a apresentação, somos levados para 2009, onde temos Castiel contando para Dean sobre uma série de assassinatos, que está ocorrendo na Chinatown de São Francisco e, pede para os irmãos se dirigirem à São Francisco, onde existe o envolvimento com o Coração do Dragão, porém os irmãos não sabem o que isso pode ser.

John Winchester 20 anos atrás lutou enfrentou o Coração do Dragão e a família Campbell 40 anos antes, agora os irmãos Winchester devem enfrentar esse novo desafio que o pai e avô não foram capazes de vencer. Em meio ao caso que tem centenas de anos, o leitor vai acompanhar o passado da família Winchester, com aparições de Mary e John. Acompanhamos também um pouco da infância de Sam e Dean.

No decorrer da leitura, tomamos conhecimento que o Coração do Dragão é um espírito, que foi em vida acusado falsamente por um crime que não cometeu e o seu surgimento acontece mediante a invocação por um dos seus descendentes, que no caso em questão é Albert Chao, que o invoca para assassinar e realizar algumas vinganças, pois Albert é visto  como um mestiço, por ser metade chinês e metade japonês. Essa é uma nova aventura para os irmãos Winchester.

Opinião: Particularmente adorei a divisão da história em três partes conforme feita por Keith DeCandido, pois foi possível conhecer ainda mais a história da família Campbell, de John Winchester e Bobby Singer, além é claro dos irmãos. 
Gostei de ver mais sobre o caráter de John, um homem determinado, obstinado e consumido pela vingança, que sacrifica sua vida e o convívio com os seus filhos, para lutar contra os demônios. Outro ponto positivo é a aparição de Bobby, um dos meus personagens favoritos da série, que faz um papel de pai substituto para os irmãos.
O livro pode ser lido de forma independente, como um livro único. Porém, para quem está familiarizado com a série e outros livros de Supernatural, diversos detalhes vão fazer mais sentido. Coração de Dragão apresenta elementos intrínsecos da série como investigação de crime, diálogos sarcásticos, revelações, investigações e problemas pessoais. Recomendo a leitura para quem gosta de obras com thriller e sobrenatural, além é claro de investigações.
A Gryphus fez um ótimo trabalho de tradução e edição do livro, a capa está muito bonita, a diagramação muito boa, fonte em tamanho confortável, edição com orelhas. Eu senti falta apenas das folhas amareladas ou acinzentadas como na edição de O Diário de John Winchester.

Por Mayara Frossard

@sagaliteraria

Recent

recentposts

Popular Posts