[RESENHAS][carousel][4]

21/09/16

[Grandes Biografias no Cinema #05] O Evangelho Segundo São Mateus - Jesus Cristo

13:45


Título: O Evangelho Segundo São Mateus - Jesus Cristo
Autor: Cássio Starling Carlos
Editora: Coleções Folha (Folha de S. Paulo)
Páginas: 44
Ano: 2016
ISBN: 9788581933634

Produção: Itália / França, 1964
Preto e branco, 138 min.
Estrelando: Enrique Irazoqui
Direção: Pier Paolo Pasolini
Áudio original: Italiano
Legenda: Português

Livro com a biografia de Jesus Cristo, a cronologia da época e a apresentação do filme, do elenco e do diretor, em meio a fotos da produção.

Sinopse: A infância e a paixão de Cristo foram reconstituídas de tantas maneiras no cinema que os filmes acabaram consagrando uma imagem muito uniforme daqueles acontecimentos e de seus protagonistas. Com "O Evangelho Segundo São Mateus", o diretor italiano Pier Paolo Pasolini propôs um retorno à palavra bíblica. Sua intenção foi encenar o relato sobre a vida de Jesus de um modo mais próximo das origens, com um elenco e paisagens mais conformes aos daqueles tempos, e tentar reencontrar a mensagem perdida em meio a tantas releituras. A trilha sonora mescla cantos tribais e música clássica, intensificando a aproximação com um universo ao mesmo tempo primitivo e sagrado. A escolha de um jovem estudante espanhol para interpretar Jesus também afasta o filme dos estereótipos e dá uma nova face à imagem cristã.

Resenha: O livro é uma obra do crítico e professor de história Cássio Starling Carlos em conjunto com Mario Bresighello e Pedro Maciel Guimarães. O trio leva ao leitor diversas informações sobre Jesus Cristo, como identidade, nacionalidade, profissão, codinomes e local da morte.

Esse é o quinto volume da Coleções Folha Grandes Biografias no Cinema e pretende retratar Jesus Cristo, do ponto de vista de estudos históricos, buscando revelar sua crença e relação com a sociedade de sua época. Pois é notório que Jesus desejava convencer seus conterrâneos israelitas, de que Deus estava abrindo um novo diálogo, uma oportunidade de conversão.

"Jesus provavelmente conhecia bem o impacto da nova ordem imperial sobre os judeus comuns." p. 9.

É interessante ver ao longo das páginas, que existe diversas abordagens e análises sobre a figura de Jesus Cristo, sua inserção na sociedade e seu modo de agir, feitas por historiadores, por perspectivas escatológicas. O que se pode ver, é que Jesus de forma geral era um revolucionário, um rebelde, pois ele ia contra todo o sistema de sua época.

O presente volume está muito bem feito, o livro está impecável, capa dura, são diversas informações sobre Jesus Cristo, sobre o elenco, atores, diretor e o próprio filme. A mídia DVD também está bem legal, com a imagem de Enrique Irazoqui interpretando  Jesus Cristo. Super recomendo a coleção Grandes Biografias no Cinema. Lembrando que na compra do primeiro volume, o segundo é grátis.
Crítica (Filme): O presente filme aborda a vida de Jesus sobre a ótica do evangelho, texto de São Mateus, que foi escrito entre os anos 80 e 90 depois do nascimento de Cristo.
O diretor Pier Paolo Pasolini nos apresenta um cenário no qual objetiva retratar a simplicidade que permeia a sociedade da época, bem como a vida de Jesus Cristo. Pier criou uma Jesus politizado, que enfrenta aquilo que considera errado, desafiando os líderes locais e colocando sua fé acima de tudo.
Sobre a família de Jesus, ela não tem grande foco, pois Pier Paolo Pasolini considerou mais importante focar na peregrinação, o que por um lado caracteriza Jesus Cristo mais como um ser humano do que como um Deus.

Vemos no filme um Jesus inflamado em seus sermões e com um temperamento forte. Uma cena clássica e forte é a crucificação, onde Jesus verbaliza em um grito libertador toda a sua fúria divina, o que gera um terremoto. As cenas da convocação dos apóstolos, nos milagres de cura e na tentação que Jesus passou no deserto foram demonstradas sem nenhuma pompa.
Cabe ressaltar que o diretor mais ressaltou foram as tomadas sobre a vida do profeta em sua simplicidade, onde grande parte da sociedade daquela época não se importava com ele. Por fim, O Evangelho Segundo São Mateus é uma obra que foi incluída em uma lista elaborada pelo Vaticano com 45 filmes religiosos aprovados pela Igreja Católica.

[Resenha] Serviço Secreto - Lee Child

08:05

Título: Serviço Secreto (Jack Reacher #6)
Autor: Lee Child
Editora: Bertrand Brasil
Páginas: 420
Ano: 2016
ISBN: 9788528619393
Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse: Jack Reacher está acostumado a vagar sozinho de uma cidade a outra, sem destino, emprego, endereço ou identidade. Entretanto, ao ser procurado por M. I. Froelich, uma agente do Serviço Secreto, recebe um pedido bastante incomum: “Quero contratá-lo para assassinar o vice-presidente dos Estados Unidos da América”. Mais nova chefe de segurança do vice-presidente eleito, ela quer que Reacher tente encontrar as falhas na defesa de sua equipe, testando sua eficácia contra um potencial ataque. Reacher é a pessoa certa para isso: tem a habilidade e a furtividade de um ex-policial do Exército, além de ser totalmente anônimo. Ela só não fala que, na verdade, a ameaça é real e a vida do vice-presidente de fato corre perigo.

Resenha: Em Serviço Secreto temos Jack Reacher, um ex-policial do exército que está levando uma vida simples, viajando sem destino. Jack não tem pertences comuns como cartão de crédito ou celular, além disso nenhum emprego, vive do jeito que quer. Porém em dado momento Jack é encontrado por Froelich.

"Eles o descobriram em Julho e ficaram co raiva durante todo o mês de agosto. Tentaram matá-lo em setembro. Era cedo demais. Não estavam prontos. O atentado foi um fracasso. Podia ter sido um desastre, mas na verdade foi um milagre. Porque ninguém percebeu." p. 7.

M. I. Froelich é a nova segurança do vice-presidente eleito e parece que alguém não quer deixá-lo tomar posse. Dessa, forma, a chefe de segurança opta por contratar alguém de fora, com o objetivo de testar sua segurança e encontra possíveis falhas, além é claro de descobrir quem está por detrás das ameaças. É nesse momento que entra Jack Reacher, alguém que ela sequer conhece pessoalmente, mas que parece ser a pessoa perfeita para o trabalho.

"Reacher se virou um pouco de lado e olhou para ela novamente. O Joe tinha bom gosto, pensou. De perto, ela era bonita. Cheirosa. Pele perfeita, olhos lindos, cílios longos." p. 36.

Reacher resolve então aceitar a missão e com isso pede ajuda a sua velha amiga, Frances Neagley. Em questões de dias, Jack e Frances conseguem "matar" o vice-presidente por três vezes, ou seja, a falha é enorme e Froelich tem um grande problema em mãos, que é resguardar a vida do vice-presidente.

"Froelich atravessou a calçada até o suburban. Espalhou as pastas no banco do passageiro. Ligou o carro, metendo o pé com força no freio. Então tirou o telefone da bolsa e o abriu. Apertou dígito por dígito o número da casa de Stuyvesant e ficou com o dedo parado sobre o botão de ligar." p. 70.

Vemos então que a vida do vice-presidente realmente corre um grande risco, dessa forma Jack Reacher acaba por ajudar a proteger a importante figura política e ao mesmo tempo busca investigar para assim encontrar as possíveis ameaças.

Em dado momento Jack e Frances vão ter que correr contra o tempo para salvar o vice-presidente, pois as ameaças aumentam e estão mais perigosas. Mesmo que a dupla sigam as pistas, eles enfrentam diversas dificuldades para descobrir o que de fato está acontecendo. Por outro lado, eles acreditam que uma dupla os está ameaçando e parecem sempre estar um passo a frente, de forma que precisam agir rápido e descobrir tudo o que está acontecendo.

Opinião: Serviço Secreto é o sexto volume sobre Jack Reacher, mas é ao mesmo tempo um livro independente, não se faz necessário ler os outros cinco livros anteriores para entender o atual. Isso é algo válido e importante, pois considero um ponto positivo, de modo que pode atrair novos leitores.
Lee Child nos apresenta uma história muito boa, com personagens bem construídos e ágil. As cenas apresentadas ao longo da trama são nuas e cruas, melhor dizendo, fortes quando se faz necessário. Gostei da coragem e capacidade do autor de fazer o que quiser sobre o destino dos personagens.
O autor conseguiu prender a minha atenção com esse thriller fantástico, que se apresentou repleto de ação, suspense e adrenalina. Acredito que consiga prender a atenção de diversos leitores também, pois a obra é de muita qualidade. Lee Child foi magistral ao não deixar brechas para o leitor descobrir com antecedência o desfecho, o que aconteceria na trama. 
Sobre a parte editorial, a Bertrand Brasil acertou em cheio, a capa está bonita e em alto relevo. Não consegui perceber erros de revisão, se acaso existem, passou batido. Eu particularmente deixo como ponto negativo apenas as folhas, que são brancas, pois amo folhas amareladas, mas isso é bem pessoal. As fontes estão em um tamanho bastante agradável e a edição possui orelhas. No mais, recomendo a leitura para todos.

20/09/16

[Resenha] A Espiã - Paulo Coelho

21:17

Confesso nunca ter gostado da escrita do Paulo Coelho, eu só li "O Alquimista" e não me agradou, perdi o interesse em ler os outros livros, mas pela primeira vez o Paulo me surpreendeu com A Espiã que em breve será lançado pela editora Paralelo. Eu li o e-book  e vou compartilhar em primeiro mão a minha impressão sobre a obra.
                                                                                           

Título: A Espiã
Autor: Paulo Coelho
Editora: Paralela
Gênero: Literatura / Romance
Páginas: 184
Ano: 2016
ISBN: 9788584390373
Onde Comprar -  Saraiva

Sinopse: Mata Hari foi a mulher mais desejada de sua época: bailarina exótica que chocava e encantava plateias ao se desnudar nos palcos, confidente e amante dos homens mais ricos e poderosos de seu tempo, figura de passado enigmático que despertava o ciúme e a inveja das damas da aristocracia parisiense. Ela ousou libertar-se do moralismo e dos costumes provincianos das primeiras décadas do século XX e pagou caro por isso: em 1917, foi executada pelo pelotão de fuzilamento do exército francês, sob alegação de espionagem. Em seu novo romance, Paulo Coelho — um dos três autores mais admirados pelos leitores brasileiros — revisita com brilhantismo a vida dessa mulher extraordinária, mostrando ao leitor que as árvores mais altas nascem das menores sementes.


Resenha: Livros que falem sobre História ou sobre biografias chamam sempre a minha atenção. Posso dizer que em pouco tempo li o livro. Talvez a minha admiração pela obra seja pela fato de eu amar romances históricos, e Mata Hari é uma das favoritas. Eu conheço bem a história dessa bailarina exótica que viveu durante a Primeira Guerra Mundial. Em 2017 eu lançarei "O Silêncio das Armas" segundo volume da saga A Última Poesia, Mata Hari estará no meu livro. Uma mulher forte, que aproveitou o seu físico e a sua inteligência para atrair os homens, com a finalidade de conseguir sobreviver num país que não era o seu, mas com o qual sempre tinha sonhado.

Vítima de violência doméstica por parte do seu marido, Margaretha Zelke, natural da Holanda, decide mudar de nome e de vida e parte para Paris como bailarina exótica. Lá conhece muita gente, sobretudo homens, fascinados pela sua performance.

Paulo Coelho baseia a maior parte do livro nas aventuras amorosas de Mata Hari, e acaba por "desprezar" a sua importância enquanto espiã, se é que teve. No entanto, foi como espiã que a holandesa acaba por ser condenada à morte, com a acusação de traição durante a I Guerra Mundial.

Em A Espiã, o autor coloca Mata Hari na primeira pessoa, a defender-se das acusações que diz injustas, e a poucas horas de ser fuzilada. A Espiã acaba por contar parte da sua vida e proclama inocência, ao mesmo tempo que está convencida de que, até ao último minuto, algum homem importante com quem foi para a cama, a vai salvar. Repleto de frases feitas, mas que nos tocam ao longo da sua leitura, A Espiã ajuda a conhecer um pouco mais de Mata Hari e da sua vida amorosa. 

Alguns trechos do livro:

"Como é que uma mulher que durante tantos anos conseguiu tudo o que queria pode ser condenada à morte por tão pouco."

"Sou uma mulher que nasceu na época errada e nada poderá corrigir isso. Não sei se o futuro se lembrará de mim, mas, caso isso ocorra, que nunca me vejam como uma vítima, e sim como alguém que deu passos com coragem e pagou sem medo o preço que precisava de pagar."

"O amor é um veneno. Uma vez apaixonada, deixa de ter controle sobre a sua vida, já que o seu coração e a sua mente pertencem a outra pessoa. A sua existência fica ameaçada."


"Quando não sabemos aonde a nossa vida nos está a levar nunca estamos perdidos."
             
                                                                                                                                                         
Biografia: Margaretha Gertruida Zelle (Leeuwarden - Holanda, 7 de agosto de 1876 — Vincennes- França , 15 de outubro de 1917), conhecida como Mata Hari, foi uma dançarina exótica dos Países Baixos acusada de espionagem que foi condenada à morte por fuzilamento, durante a Primeira Guerra Mundial. Em diferentes ocasiões sua vida foi alvo da curiosidade de biógrafos, romancistas e cineastas. Ao longo do tempo, Mata Hari transformou-se em uma espécie de símbolo da ousadia feminina.

Mata Hari era filha de um empresário, Adam Zelle, e de Antje van der Meulen. A situação delicada de sua família piorou quando, aos 15 anos de idade, Mata perdeu sua mãe. No início do século XX, depois de uma tentativa fracassada de se tornar professora, um casamento igualmente fracassado com Rudolf John MacLeod e de ter dois filhos, Norman-John MacLeod e Jeanne-Louise MacLeod, ela se mudou para Paris. Morou por algum tempo na ilha de Java, de onde tirou inspiração para seu pseudônimo.

Ela posava como uma princesa javanesa e se tornou uma dançarina exótica. Seu pseudônimo Mata Hari quer dizer sol (mas literalmente "olho da manhã") em malaio e indonésio. Ela também foi uma cortesã que teve casos amorosos com vários militares e políticos.

Durante a guerra, Mata Hari dormiu com inúmeros oficiais, tanto franceses quanto alemães e se tornou um peão da intriga internacional, apesar dos historiadores nunca terem esclarecido com exatidão se ela fora realmente uma espiã, e se sim, quais eram as suas atividades como tal. Em 1917 ela foi a julgamento na França acusada de atuar como espiã e também como agente dupla para a Alemanha e França. Foi considerada culpada e no dia 15 de outubro do mesmo ano fuzilada.

Existem vários rumores em torno de sua execução. Um dos mais fantasiosos diz que os soldados do pelotão de fuzilamento tiveram de ser vendados para não sucumbir a seu charme. Outra história cita que Mata Hari jogou um beijo aos seus executores antes que começassem a disparar. Uma terceira versão diz que ela não só jogou um beijo, mas também abriu a túnica que vestia e morreu expondo o corpo completamente nu.

O filme de 1931, "Mata Hari", descreve seus últimos dias de vida. Greta Garbo interpretou o papel principal. Existe uma outra versão do filme Mata Hari de 1985 com a atriz holandesa Sylvia Kristel.

Mata também é mencionada na comédia Casino Royale (1967), quando é dito que, ela e James Bond tiveram uma filha, chamada Mata Bond, e Mata Hari foi o grande amor da vida de James. No seriado Charmed, no episódio 13 da sexta temporada, Phoebe Halliwell (Alyssa Milano) incorpora o karma de Mata Hari. É citada também como um "quase" caso de Dimitri Borja Korosek, personagem principal no livro "O Homem que matou Getúlio Vargas" de Jô Soares.
                                                         







  

                             





19/09/16

[Grupo Editorial Record] Lançamentos da Semana #01 - Setembro/2016

17:21

Título: Uma fuga perfeita é sem volta
Autor: Marcia Tiburi
Editora: Record
Páginas: 616
Ano: 2016
ISBN: 9788501104816
Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse: O novo romance da autora de Como conversar com um fascista. Funcionário da chapelaria de um museu, Klaus mora sozinho em um velho apartamento no bairro turco de Berlim. Depois de anos sem contato com a família no Brasil e após uma noite mal dormida, telefona para a irmã, Agnes, que, em meio a trivialidades, revela que o pai está morto há meses. A partir dessa descoberta, Klaus se entrega à dúvida entre voltar ao lugar em que nasceu e avaliar os motivos pelos quais escolheu a distância ou permanecer e lidar com a condição de estrangeiro, a dificuldade com a língua alemã, a gagueira e a configuração corporal sexualmente confusa que o aflige. Em um contexto de incansável meditação sobre questões éticas e afetivas, Marcia Tiburi desenvolve as questões de um narrador angustiado em constante fuga, mas que encontra, em uma saída surpreendente, um sinal para seguir com a vida.



Título: Os Reis do Sol
Autor: Stuart Clark
Editora: Record
Páginas: 252
Ano: 2016
ISBN: 9788501089427
Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse: A história do começo da astronomia moderna e da inusitada tragédia de Richard Carrington. Em setembro de 1859, a Terra foi envolvida por uma gigantesca nuvem de gás fervilhante, e uma aurora vermelho-sangue rompeu desde os polos até os trópicos. Ao redor do mundo, sistemas telegráficos entraram em colapso, máquinas irromperam em chamas e choques elétricos deixaram operadores inconscientes. Pela primeira vez, as pessoas começaram a suspeitar de que a Terra não estava isolada do resto do universo. Contudo, ninguém sabia o que poderia ter desencadeado forças tão estranhas sobre o planeta – isto é, ninguém a não ser o astrônomo amador inglês Richard Carrington. Neste relato envolvente, Stuart Clark conta pela primeira vez toda a história por trás das observações de Carrington sobre uma misteriosa explosão na superfície do Sol e como sua brilhante percepção — de que o magnetismo solar exerce influência direta sobre a Terra — ajudou a inaugurar a era moderna da astronomia.

Título: Uni-Duni-Tê
Autor: M. J. Arlidge
Editora: Record
Páginas: 322
Ano: 2016
ISBN: 9788501105264
Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse: Um assassino está à solta. Sua mente doentia criou um jogo macabro no qual duas pessoas são submetidas a uma situação extrema: viver ou morrer. Só um deverá sobreviver. Um jovem casal acorda sem saber onde está. Amy e Sam foram dopados, capturados, presos e privados de água e comida. E não há como escapar. De repente, um celular toca com uma mensagem que diz que no chão há uma arma, carregada com uma única bala. Juntos, eles precisam decidir quem morre e quem sobrevive. Em poucos dias, outros pares de vítimas são sequestrados e confrontados com esta terrível escolha. À frente da investigação está a detetive Helen Grace, que, na tentativa de descobrir a identidade desse misterioso e cruel serial killer, é obrigada a encarar seus próprios demônios. Em uma trama violenta que traz à tona o pior da natureza humana, Grace percebe que a chave para resolver este enigma está nos sobreviventes. E ela precisa correr contra o tempo, antes que mais inocentes morram.

Título: Boa Noite
Autor: Pam Gonçalves
Editora: Galera Record
Páginas: 240
Ano: 2016
ISBN: 9788501106698
Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse: "O novo livro de Pam Gonçalves Alina quer deixar seu passado para trás. Boa aluna, boa filha, boa menina. Não que tudo isso seja ruim, mas também não faz dela a mais popular da escola. Agora, na universidade, ela quer finalmente ser legal, pertencer, começar de novo. O curso de Engenharia da Computação — em uma turma repleta de garotos que não acreditam que mulheres podem entender de números —, a vida em uma república e novos amigos parecem oferecer tudo que Alina quer. Ela só não contava que os desafios estariam muito além da sua vida social. Quando Alina decide deixar de vez o rótulo de nerd esquisitona para trás, tudo se complica. Além de festas, bebida e azaração, uma página de fofocas é criada na internet, e mensagens sobre abusos e drogas começam a pipocar. Alina não tinha como prever que seria tragada para o meio de tudo aquilo nem que teria a chance de fazer alguma diferença. De uma hora para outra, parece que o que ela mais quer é voltar para casa."

Título: Caindo na Real
Autor: Jen Calonita
Editora: Galera Record
Páginas: 304
Ano: 2016
ISBN: 9788501092793
Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse: Uma história divertida para quem não perde um Reality show e, basicamente, adora um bom drama na TV. Da autora da série ''Segredos da minha vida em Hollywood''. Charlie é uma garota comum que, do dia para a noite, se tornou a estrela de um Reality Show sobre a sua vida. Junto com as melhores amigas ela terá seu dia a dia monitorado por câmeras o tempo inteiro. Tudo para mostrar ao mundo como é a vida de adolescentes reais. Mas logo as garotas percebem que o que passa na TV talvez não seja tão real assim. Manipulação, intrigas... O Reality Show não para de criar tramas para balançar a amizade delas. Então Charlie se vê obrigada a decidir até onde iria pela fama.

Título: Sou Dessas - Pronta pro Combate
Autor: Vários Autores
Editora: Best Seller
Páginas: 192
Ano: 2016
ISBN: 9788576849971
Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse: Valesca é, sem dúvida, uma das mais importantes representantes do funk no país. Com letras irreverentes e ritmo contagiante, suas músicas ajudaram a disseminar o ritmo carioca ao redor de todo o Brasil, quebrando tabus e levantando importantes discussões acerca do papel da mulher na sociedade. Em Sou dessas: pronta pro combate, Valesca Popozuda compartilha a sua visão sobre assuntos como feminismo e liberdade sexual, além de contar, de forma leve e divertida, detalhes de sua vida pessoal, de sua carreira e como o funk mudou a sua história.

Título: Zika do Sertão Nordestino À Ameaça Global
Autor: Debora Diniz
Editora: Civilização Brasileira
Páginas: 192
Ano: 2016
ISBN: 9788520013120
Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse: A primeira biografia da epidemia de Zika no Brasil. Nordeste do Brasil, dezembro de 2014. Multidões chegam aos consultórios médicos descrevendo sintomas de uma doença misteriosa: manchas vermelhas pelo corpo, coceira intensa, conjuntivite e febre baixa. Cientistas e médicos correm contra o tempo para desvendar o mistério. Tempos depois, mulheres que relatavam ter tido dengue fraca durante a gravidez recebem um aterrorizante diagnóstico no pré-natal: manchas brancas na cabeça e interrupção no desenvolvimento do sistema nervoso central dos bebês. Filas de recém-nascidos com cabeça miúda lotam as maternidades de cinco estados brasileiros. Em abril de 2015 o improvável vírus zika é detectado como o responsável pela doença misteriosa no Brasil. Apenas sete meses depois fica comprovada sua relação com a microcefalia e outras síndromes neurológicas – em recém-nascidos e adultos. Em fevereiro de 2016, a Organização Mundial de Saúde decreta situação de emergência global. Entre fevereiro e junho de 2016, Debora Diniz passou temporadas no nordeste brasileiro, convivendo com mulheres comuns, médicos e cientistas; no exterior, de dezembro de 2015 a abril de 2016, participou de grupos de trabalho da Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde. A partir desse ponto de vista original e de rigoroso levantamento bibliográfico, a autora conta a história da epidemia brasileira que ameaça o mundo. Muito além de informações sobre prevenção, transmissão, riscos do zika para mulheres grávidas, síndrome de Guillain-Barré e outras complicações, a antropóloga revela histórias até agora inéditas na imprensa.

Título: A Garota do Calendário - Julho
Autor: Audrey Carlan
Editora: Verus
Páginas: 144
Ano: 2016
ISBN: 9788576865285
Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse: "O que você faria para salvar a vida de seu pai? A vida é feita de escolhas. Mia Saunders fez a dela. O sexto volume do fenômeno editorial nos Estados Unidos, com mais de 3 milhões de cópias vendidas Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser... Em julho, Mia estará em Miami para ser a estrela principal do novo videoclipe do cantor de hip-hop Anton Santiago. Anton é lindo, confiante e está louco por Mia, mas, para ficar com ele, ela terá de resolver algumas questões do passado."

Título: A Garota do Calendário - Agosto
Autor: Audrey Carlan
Editora: Verus
Páginas: 160
Ano: 2016
ISBN: 9788576865292
Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse: "O que você faria para salvar a vida de seu pai? A vida é feita de escolhas. Mia Saunders fez a dela. O sexto volume do fenômeno editorial nos Estados Unidos, com mais de 3 milhões de cópias vendidas Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser... Agosto virá com uma tarefa diferente para Mia: ir a Dallas fingir ser irmã do jovem magnata e caubói Max. Mia sabe que sua contratação tem a ver com os negócios de Max, mas nunca poderia imaginar o que está prestes a acontecer."

Título: O Diário Secreto
Autor: Gusta Stockler
Editora: Verus
Páginas: 240
Ano: 2016
ISBN: 9788576865445
Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse: "Gusta Stokler divide com os leitores algumas de suas experiências e visões de mundo, que podem ajudar as pessoas a ser mais felizes e a acreditar nos próprios sonhos Este livro fala sobre sonhos, não os de padaria, mas tão gostosos quanto. Fala sobre a importância de descobrirmos nossos talentos secretos e nossos desejos mais ocultos. Nesta obra, Gusta Stockler fala sobre a importância de sonhar, mas também sobre se arriscar, ser criativo e se reinventar, e sobre os medos, a autocrítica e a falta de persistência que podem nos desviar do caminho. De maneira muito verdadeira, bem-humorada e despretensiosa, Gusta Stockler quer dividir com você um pouco da vivência dele sobre a arte de ouvir o coração e encontrar seu verdadeiro talento, incentivando você a perceber a importância de lutar e acreditar nos sonhos e, acima de tudo, persistir para alcançar uma vida feliz."

15/09/16

[Grandes Biografias no Cinema #04] A Mocidade de Lincoln - Abraham Lincoln

21:35

Título: A Mocidade de Lincoln - Abraham Lincoln
Autor: Cássio Starling Carlos
Editora: Coleções Folha (Folha de S. Paulo)
Páginas: 44
Ano: 2016
ISBN: 9788581933627
Onde Comprar: Coleções Folha - Livraria Folha

Produção: Estados Unidos, 1939
Preto e Branco, 100 min.
Estrelando: Henry Fonda
Direção: John Ford
Áudio original: Inglês
Legenda: Português

Livro com a biografia de Abraham Lincoln, a cronologia da época e a apresentação do filme, do elenco e do diretor, em meio a fotos da produção. Textos: Cássio Starling Carlos e Pedro Maciel Guimarães.

Sinopse: Estados Unidos, 1832. O jovem Abe Lincoln apresenta aos cidadãos de New Salem sua candidatura a deputado, quer estudar leis e um belo dia descobre o amor. Quando se torna advogado, assume a defesa de dois irmãos acusados da morte de um encrenqueiro, contra a fúria da população que só quer linchá-los. No tribunal, as versões se contradizem, mas a astúcia da defesa impede que o impulso e a retórica se sobreponham à razão. Os ideais da justiça e da verdade como pilares da sociedade estão no centro do filme dirigido por John Ford em 1939. O retrato da juventude do presidente mais cultuado pelos norte-americanos é também um retorno às origens dos valores que fundam a nação. No papel principal, Henry Fonda empresta sua imagem de solidez e sobriedade para dar vida ao mito.

Resenha: O livro é uma obra do crítico e professor de história Cássio Starling Carlos em conjunto com Mario Bresighello e Pedro Maciel Guimarães. O trio leva ao leitor diversas informações sobre Abraham Lincoln, como data de nascimento, personalidade, educação, experiência profissional e vida política.

Abraham Lincoln é filho de camponeses, nasceu em 12 de fevereiro de 1809 em Nolin Creek, um local escravista de Kentucky. Desde pequeno, Abe tem influência sobre desaprovar a escravidão, pois os seus pais e irmão não concordam com esse ato.

Em dado momento, Abe perde a sua mãe, mas ainda assim, a vida lhe foi boa, pois sua madrasta o incentivou a estudar. Desde então, Abe começou a apreciar a leitura, o que incluía livros de aventura e principalmente a bíblia. 


O que Abe não prevê é que seu nome surgirá nos debates políticos locais como possível candidato a deputado estadual." p. 8.

Aos 21 anos, Abraham mudou-se para New Salem e, foi lá que o jovem teve uma surpresa, pois mal sabia que seu nome surgiria nos debates políticos. Com a influência adquirida em New Salew, ele decidiu filiar-se ao Partido Whig, que tinha como política o protecionismo econômico e a modernização do país. A vitória para Abe veio apenas na segunda tentativa ou segundo pleito, tornando-se assim deputado estadual.

Acompanhamos durante a leitura, que com muita determinação, Abraham Lincoln tornou-se presidente dos EUA, conduzindo o país de maneira firme e bem sucedida durante a Guerra Civil Americana.

O presente volume está muito bem feito, o livro está impecável, capa dura, são diversas informações sobre Abraham Lincoln, sobre o elenco, atores, diretor e o próprio filme, além é claro de outras filmes baseados em Abe. A mídia DVD também está bem legal, com a imagem de Henry Fonda na pele do ilustrae político norte americano. Super recomendo a coleção Grandes Biografias no Cinema. Lembrando que na compra do primeiro volume, o segundo é grátis.
Crítica (Filme): A Mocidade de Lincoln é um filme que aborda parte da vida de Abraham, que foi presidente dos Estados Unidos entre 1861 e 1865. Abraham Lincoln foi um dos presidentes mais amado do país e ainda hoje é conhecido mundo afora.
O filme foi dirigido pelo marcante John Ford, responsável por filmes como As Vinhas da Ira e A Conquista do Oeste. John Ford neste longa, cria um retrato de Lincoln, antes deste tornar-se presidente dos Estados Unidos. O diretor aborda a vida de Abe quando ele ainda era um jovem, cheio de sonhos e aspirante a advogado em Sprinfield, Illinois.
Abraham Lincoln é interpretado por Henry Fonda, ator extremamente conhecido em Hollywood e por cinéfilos. Em A Mocidade de Lincoln Fonda consegue dar a imponência necessária para uma figura tão importante como foi Lincoln, demonstrando momentos de confiança e oratória espetaculares.
A trama apresentada no filme tem como ponto central o julgamento de dois jovens que foram acusados de cometerem assassinato e eles possuem Abe como advogado de defesa. Tal julgamento de fato existiu, porém Abraham Lincoln já era mais velho.

O filme é conduzido pela trilha sonora, por toques líricos e momentos recitados. A fotografia em A Mocidade de Lincoln está muito bonita, algo que em nenhum momento é prejudicada pelo fato do filme estar em preto e branco.
Confesso que apesar de ter assistido centenas ou talvez milhares de filmes, já que é uma grande paixão que tenho desde minha infância, não lembro da presente obra em questão, o que me foi uma grande surpresa, ressaltando a grande qualidade da obra. Recomendo esse volume para quem queira conhecer ainda mais a figura de Abraham Lincoln. Esse volume pode ser adquirido nas brancas de jornais e também no site da Coleções Folha.

[Tordesilhas] A Santa Aliança - A. J. Kazinski

17:47
Terceiro romance da dupla A. J. Kazinski, que já lançou os livros O último homem bom e O sono e a morte pela Tordesilhas, A Santa Aliança é um thriller eletrizante, de leitura dinâmica e cheio de reviravoltas, que mescla ficção e realidade com um toque de teoria conspiratória. Eva Katz tenta recomeçar a vida após o fim de sua carreira como jornalista e a morte do namorado na guerra do Afeganistão. Em seu primeiro dia de trabalho numa creche em Copenhague, ela não resiste à tentação de investigar a verdade sobre um crime relatado em um desenho infantil. Entretanto, na busca da verdade, Eva acaba mexendo com instâncias muito poderosas da sociedade dinamarquesa, e o que antes parecia um incidente isolado se revela como parte de uma rede de segredos que remontam à formação da Santa Aliança, uma coligação monárquica criada no século XIX.

Sinopse: Eva Katz tenta recomeçar a vida após o fim de sua carreira como jornalista e a morte do namorado na guerra do Afeganistão. Em seu primeiro dia de trabalho numa creche em Copenhague, ela não resiste à tentação de investigar a verdade sobre um crime relatado em um desenho infantil. Entretanto, na busca da verdade, Eva acaba mexendo com instâncias muito poderosas da sociedade dinamarquesa, e o que antes parecia um incidente isolado se revela como parte de uma rede de segredos que remontam à formação da Santa Aliança, uma coligação monárquica criada no século XIX. Este thriller eletrizante é o terceiro da dupla A. J. Kazinski, que já lançou os livros O último homem bom e O sono e a morte pela Tordesilhas. 

Onde Comprar: Amazon - Americanas - Saraiva

Sobre a Obra: Eva Katz é uma ex-jornalista que está tentando refazer a vida depois da morte do namorado, que faleceu durante um combate na guerra do Afeganistão. O casal havia acabado de comprar um imóvel juntos, mas como a união não fora oficializada, Eva se vê desamparada tanto emocional como financeiramente. No meio desse turbilhão, ela decide recomeçar a vida ao aceitar um emprego numa creche em Copenhague. No entanto, logo no primeiro dia, ela fica intrigada com o desenho de uma das crianças, Malte, que retratava um provável assassinato. 
Porém, logo Eva fica sabendo que a mãe de Malte, Helena Brix Lehfeldt, é dama de companhia princesa consorte da Dinamarca e que seu irmão, Christian Brix, havia acabado de se suicidar. Com a suspeita de que o menino fora testemunha do crime e com a sensação de que não há nada a perder em sua vida, Eva se sente impelida a tentar descobrir mais sobre a morte em questão. 
O que a protagonista não sabia era que estava prestes a se envolver numa trama muito mais complexa, permeada de pessoas dispostas a matar para que a verdade não venha à tona. Com a ajuda de um antigo professor da faculdade, Eva vai aos poucos superando seus antigos medos e frustrações como profissional enquanto tenta investigar os acontecimentos. No entanto, como para tudo há um preço, para conquistar seu objetivo, ela tem que se defender das investidas de Marcos e David, dois agentes a serviço da Instituição, organismo cuja função é servir à Santa Aliança e trabalhar para a manutenção dos privilégios das casas reais de toda a Europa.
A constituição da Santa Aliança é um fato histórico. Ela foi formada em 1815 pelo Império Russo, o Império Austríaco e o Reino da Prússia, depois das guerras napoleônicas, com o intuito de garantir a realização das medidas aprovadas no Congresso de Viena e combater a difusão de ideias liberais pelo continente europeu. 
É assim, mesclando realidade com ficção que se desenrola a trama do terceiro livro de A. J. Kazinski, pseudônimo da dupla de escritores dinamarqueses Anders Rønnow Klarlund e Jacob Weinreich. Dinâmico, eletrizante e cheio de reviravoltas, A Santa Aliança é, assim, um romance policial com requintes de teoria conspiratória cujos personagens secundários são as famílias reais europeias, na verdade uma única família cuja única função é lutar para manter seus privilégios e aspirar à restauração da monarquia. 
Sobre o Autor(es): A. J. Kazinski é o pseudônimo dos escritores dinamarqueses Anders RønnowKlarlund e Jacob Weinreich, que colaboram pela segunda vez numa produção literária. Seu dois primeiro livros, O último homem bom e O sono e a morte, foram publicados pelo Tordesilhas em 2012 e 2013, respectivamente.

Pontos Relevantes: – Este é o terceiro livro da dupla que escreve sob o pseudônimo de A. J. Kazinski. Os dois primeiros títulos, O último homem bom e O sono e a morte contam duas histórias envolvendo o herói Niels Bentzon, negociador da polícia. Dessa vez, o livro conta a história de Eva Katz.
– Ao mesmo tempo que o estilo de escrita de Kazinski atrai os leitores de O último homem bom e O sono e a morte, como o livro apresenta uma nova protagonista, também trata-se de um bom primeiro livro introdutório à obra do autor. 
– A protagonista passa longe do estereótipo de romances policiais. Enquanto acompanha o desenrolar da trama, ao mesmo tempo o leitor tem a oportunidade de testemunhar o desenvolvimento de Eva como investigadora e refazer sua trajetória como uma mulher independente. 
– A Santa Aliança é um thriller eletrizante, de leitura dinâmica e cheio de reviravoltas, que mescla ficção e realidade com um toque de teoria conspiratória. Dessa forma, promete agradar aos fãs de autores como Dan Brown e Ken Follett. 
– Já em seu livro de estreia a dupla dinamarquesa A. J. Kazinski alcançou o sonho de muitos escritores: produzir um best-seller. O último homem bom trazia uma trama intrigante que teve seus direitos de venda comercializados para mais de vinte países.

@sagaliteraria

Recent

recentposts

Popular Posts