[ARTIGO #08] REALISMO MÁGICO DE GABRIEL GARCÍA MÁRQUEZ - Saga Literária

Novidades

terça-feira, fevereiro 16, 2016

[ARTIGO #08] REALISMO MÁGICO DE GABRIEL GARCÍA MÁRQUEZ


Gabriel García Márquez, mestre do realismo mágico, nasceu em 1928, em Aracatca, Colôbmbia. É um dos principais expoentes dessa veia literária no século XX, vencedor do prêmio Nobel da Literatura em 1982, tem como principal obra Cem Anos de Solidão, livro sobre uma aldeia da América Latina e as ligações entre sete gerações de uma mesma família.

Márquez, inicia a carreira de escritor nos primórdios da década de 50, quando muda-se para Barranquilla, onde foi morar em um pequeno quarto de bordel. Nesse período trabalhou também jornalista para o El Heraldo e iniciou sua aventura pela leitura com uma grande diversidade de autores, passando por Franz Kafka, William Faulkner à Sófocles.

O primeiro romance publicado foi La Hojarasca, lançado em 1955 e tinha como fonte de inspiração William Faulkner. No ano anterior, Márquez foi trabalhar em Bogotá, no jornal El Espectactor, onde publicava textos para falar sobre a inoperância e corrupção no governo do ditador Gustavo Rojas Pinilla.



Cem Anos de Solidão e Ativismo Político: Cem Anos de Solidão foi lançado em 1967 na Argentina. A obra é a mais conhecida do autor, rendendo-lhe diversos prêmios e aplaudida pelo público e crítica. Durante a década de 70, Márquez ficou marcado pelo ativismo político, todavia continuou escrevendo obras de realismo mágico. Apoiou durante esse período causas e ideologias à esquerda da América Latina, posicionou-se ao lado do governo comunista de Fidel Castro em Cuba.

Em 1974, após um período considerável fora da Colômbia, Gabriel García Márquez retornou ao seu país de origem e fundou a revista Alternativa e, em 1975, publicou O Outono do Patriarca. Em 1981, Márquez teve que sair da Colômbia, pois o governo local pretendia prender o mesmo, com a acusação de Márquez apoiar um grupo armado esquerdista, indo residir-se no México. Em 1982 ganhou o prêmio Nobel da Literatura, algo que foi considerado uma vitória para a literatura hispânica.

Gabriel García Márquez, faleceu em 2010, considerava-se como um jornalista que escrevia ficção, todavia criou verdadeiras obras-primas da literatura que ainda são lidas em todo o mundo.

Por Yvens Castro.

23 comentários:

  1. Já ouvi muito falar do legado do Gabriel Garcia, mas nunca tive oportunidade ler, espero que tenha esse prazer esse ano. Vi um livro dele na Biblioteca da facul uma vez, não o peguei, rs' foi tempo suficiente pra viver sempre emprestado, pois acho que era filho único.
    Ótimo blog! :D

    http://literatwdo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado João, buscamos sempre melhorar! Gabriel García é clássico, compensa ler.

      Excluir
  2. Gabo é maravilhoso! <3
    Comecei bem com "Cem anos de solidão" e fui passando para os outros, não tem como não se encantar. Adoramos o post, sucesso!


    Beijos,
    Equipe Digaí, leitores!
    https://digaileitoresblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. oi Yvens. Tudo bem?
    Já li vários comentários sobre esse livro, mas ainda não tive oportunidade de ler. Gostei do seu post.

    Bjos

    http://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Acho que mesmo quem nunca leu já ouviu falar sobre a obra 100 anos de solidão, que de fato é uma obra riquíssima e de suma importância.
    Adorei seu post contando um pouco da vida e obra de Gabriel Garcia.
    Bj
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
  5. Há algum tempo comecei a ler Cem Anos de Solidão, estava amando, mas a edição que tinha era antiga e num determinado ponto em diante estava ilegível. Mas está na minha lista de leitura. bjs

    prosaencantada.blogspot.com.br/ valisedepalavras.wordpress.com

    ResponderExcluir
  6. Oee,
    nunca tinha ouvido falar de ambos, mas não me interessei muito não...

    Abraços!
    http://lendocomobiel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oie!
    Eu não conhecia o trabalho desse autor, e fiquei interessada no livro Cem anos de solidão. Fiquei curiosa após ler o trecho retirado do livro que indica obras para leitura.
    Bjks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  8. Cem anos de solidão é uma obra sensacional, gosto do Gabriel. Não sabia que ele tinha fundado uma revista, hehehehe fiquei me imaginando com um exemplar dessa revista...

    ResponderExcluir
  9. Oiee ^^
    Tentei ler "Cem anos de solidão" ano passado, mas não consegui ler muita coisa, achei um pouco cansativo *-* Mas vou tentar lê-lo novamente, principalmente porque o pessoal fala tão bem das histórias do autor.
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem?

    Não conhecia o livro,mas vou procurar saber um pouco mais sobre o autor e suas obras, quero ver se consigo pegar esse livro para ler. Adorei seu post.

    http://garotareading.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Quero muuuuito ler Cem anos de solidão!
    Tenho um livro do Gabriel, acho que "Cronicas de uma morte anunciada", algo assim.
    Adorei o post!
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Eu adoro o Gabo, ainda não li tudo, mas já li bastante coisa dele. Adorei seu post, sou uma mega fã de literatura clássica e Gabo já nasceu clássico. Fale um pouco mais em outros post dos outros livros dele.

    ;D
    Profissão: Leitora

    ResponderExcluir
  13. Oie
    quero muito ler essa obra do autor por sempre ouvir as pessoas falarem, mas vou querer mais para frente por ter mais paciencia e maturidade

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Eu curti a escrita de Gabo, apesar de confundir alguns personagens em 100 anos [aquela repetição de nomes era de dar nó na minha cabeça rsrss], mas a história em si eu gostei... quero ler Memórias de minhas putas tristes :D

    ResponderExcluir
  15. Oi, tudo bom?

    Li Crônica de Uma Morte Anunciada dele para um trabalho da faculdade e gostei muito! Pretendo ler o resto, principalmente Cem Anos de Solidão!

    Abraços,
    http://claqueteliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Gabriel García Márquez é um mito.
    O seu realismo mágico é incrível assim como tudo que ele escreve.
    Impossível não se apaixonar.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  17. Yvens, tenho aqui esse livro e pretendo lê-lo ainda neste ano. Estou bem animada! :)

    ResponderExcluir
  18. Olá, Yvens. O autor realmente é bem reconhecido, e pelo que falam, as obras dele são muito boas. Futuramente eu gostaria de ter o prazer de lê-las.

    ResponderExcluir
  19. Olá, tudo bom?
    Eu ainda não li, mas gostei bem muito de saber sobre a trajetória do autor. Uma pena o falecimento. Vou adicionar na minha listinha :3
    bjs
    www.horadaleitur.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  20. Olá Yvens, tudo bem?

    Eu comecei a ler Gabriel justamente por Cien Años de Soledad, numa péssima edição da Debolsillo. Acho que foi justamente por isso que não consegui levar a leitura adiante e permaneci sem entender o que significava esse tal realismo mágico criado por ele. Espero um dia comprar uma baita edição fodona!!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  21. oi
    não conhecia o autor,por isso ainda não li nada dele
    mas com esse post me interessei pelos livros e pretendo ler em breve ;)
    bjs

    ResponderExcluir
  22. Oeeee Yvens,ainda não li nada do Gabriel,mas parece vale à pena gosto muito desses posts que envolvem pesquisa,legal saber um pouco mais da história dele. Enfim,abraço!

    ResponderExcluir