[FILMES] MELHORES FILMES DE 2001: A SOCIEDADE DO ANO E INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL - Saga Literária

Novidades

sexta-feira, fevereiro 26, 2016

[FILMES] MELHORES FILMES DE 2001: A SOCIEDADE DO ANO E INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

E ai pessoal, tudo bem? Hoje vamos continuar com a seleção dos 2 melhores filmes, os selecionados do ano de 2001 são: O Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel e A.I. Inteligência Artificial.


O SENHOR DOS ANÉIS: A SOCIEDADE DO ANEL

Um dos filmes mais aguardados do início da década passada, talvez o mais aguardado, baseado na obra de Tolkien, "A Sociedade Do Anel" é o primeiro volume da trilogia do Senhor dos Anéis, trata-se de um filme sem precedentes no gênero fantasia, pela magnitude dos cenários, pelas diversas raças presentes, como Hobbits, Elfos, Humanos, Anão, Orcs e outros, aliando-se ao fato de ter sido reduzida em 3 horas uma obra literária rica em detalhes, ou 9 horas no total se for considerar como uma obra única, já que o Senhor dos Anéis são divididos em três filmes de 3 horas.

A história do filme se passa no continente denominado de terra-média, este é habitado por inúmeros seres fantásticos, temos como personagem principal o hobbit Frodo Bolseiro, sobrinho de Bilbo Bolseiro dos filmes e livro "O Hobbit".

Frodo com seus amigos hobbit's e a companhia do anel, formado por Aragorn, Boromir, Legolas, Gimli e Gandalf, partem em uma jornada épica, uma aventura para destruir o um anel que Frodo herdou.


INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL


Inteligência Artificial, filme idealizado por Stanley Kubrick, dirigido e produzido por Steven Spilberg que recebeu a oferta para dirigir o filme do próprio Kubrick, adaptando a história para o cinema e apresentando ao mundo uma obra marcante quando se trata de IA.

O filme se passa no futuro e mostra as tensas relações entre robôs e humanos, tem como enfoque a família Swinton. Eles possuem um "filho adotivo", o robô David, que é amado por sua mãe, mas nem tanto pelo irmão, que é humano. A lida de forma magistral com as questões éticas envolvendo a IA, a humanidade presente nas máquinas, bem como as consequências dos desastres ambientes e sociais no planeta Terra.

A direção de arte oscila entre o degradante e luxuoso, algo ressaltado pela fotografia, que oscila entre tons sombrios e alegres. Inteligência Artificial consegue ser uma obra rica em conteúdo, assim como no aspecto técnico.

Por Yvens Castro.

Um comentário: