[BIBLIOTECA AZUL] ÚLTIMOS LANÇAMENTOS - Saga Literária

Novidades

domingo, fevereiro 07, 2016

[BIBLIOTECA AZUL] ÚLTIMOS LANÇAMENTOS

E ai pessoal, tudo bem? Esses dias fiquei surpreso, quando o carteiro tocou a campainha fui ver o que era e fique surpreso, também feliz com o fato de receber um pacote da Editora Globo. Logo após assinar a confirmação de recebimento ou entrega, subi correndo as escadas do apartamento para abrir a embalagem, fiquei super feliz, pois nesta veio livros de um autor que amo.




Ao abrir a embalagem me deparo com dois livros de Aldous Huxley e um do Samuel Beckett, lançamentos e um sequer está mercado. Fiquei extramente feliz com esses presentes, sinal de que a Biblioteca Azul (Globo Livros) viu algum valor no trabalho feito pela Saga Literária.




A Situação Humana: O eterno esforço do homem, tal qual um trabalho hercúleo, em dar uma ordem e constante significação ao mundo que habita. Com essa frase poderíamos sintetizar o pensamento de Aldous Huxley, talvez um dos autores mais festejados da Biblioteca Azul, da Globo Livros, nestas palestras proferidas no ano de 1959, na Universidade de Santa Barbara, nos Estados Unidos.

E é nesta relação com o mundo que reside a tentativa de conciliação com ele. Dar ordem, encaixar, entender, ajustar os ponteiros. Fundamentar e balizar, em termos filosóficos e sociais, o espírito do tempo a novas gerações, trazer luz aos problemas de uma época e examinar as potencialidades do mundo moderno, tal como ele é ou tal como ele exige que seja.

A Situação Humana continua sendo um trabalho filosófico de primeiro porte: os insights do autor para o futuro nos transportam no tempo e nos fazem refletir sobre o que ainda queremos, o que ainda precisamos, o que ainda falta.

Trata-se de uma leitura obrigatória tanto para o entusiasta de Huxley que ainda não conhece a obra como para quem já teve a oportunidade de ler no passado e busca uma avaliação espiritual a partir do referente que, mesmo invisível, é o mais confiável: o tempo.


As Portas da Percepção e Céu e Inferno: Um dos livros mais conhecidos de Aldous Huxley, "As Portas da Percepção" influenciou gerações ao detalhar o efeito das drogas sobre os sentidos do escritor. Publicado pela primeira vez em 1954, o livro antecipou as experiências psicodélicas que marcaram os escritores da geração Beat e o rock n' roll na década de 1960. A edição da Biblioteca Azul traz "As portas da percepção e céu e inferno! em novas traduções e posfácio do neurocientista Sidarta Ribeiro sobre a morte de Huxley.



Com a inteligência característica de sua prosa, Huxley fala sobre suas expectativas ao usar mescalina e descreve suas sensações e pensamentos ao observar objetos cotidianos e ao ouvir música. O escritor conclui que os sentidos servem como um filtro, de forma que as pessoas percebam o necessário para garantir sua sobrevivência, sem contemplar nuances e detalhes da realidade.



Huxley também divaga sobre o tempo, as religiões e sobre como a alteração da consciência é usada como uma maneira de alcançar a transcendência. O texto continua provocativo e relevante, o que faz de "As portas da percepção" uma das obras que marcaram o século XX.

Achei esse livro particularmente extremamente bonito, o trabalho de arte e design foi primoroso. A obra tem notas de rodapé, posfácio por Sidarta Ribeiro, uma relação com as diversas obras de Aldous Huxley publicada pela Biblioteca Azul, além de sumário de apêndices. Essa obra conta com dois textos, "As Portas da Percepção" publicado em 1954 e "Céu e Inferno" publicado em 1956.

Ossos De Eco: Em Setembro de 1933, o editor Charles Prentice escreve a Samuel Beckett dizendo que publicaria o livro de contos More Pricks Than Kicks e pedindo mais um conto. O escritor concordou, embora tivesse matado o protagonista ao final do livro. Ossos de Eco narra o que acontece a Belacqua após sua morte, em uma região etérea na qual encontra personagens como a prostitua Zaborovna Privet, o gigante Gall D'Artemísia e o violador de sepulturas Mick Doyle. Recusado pelo editor, o conto permaneceu inédito por mais de 80 anos e chega ao Brasil pela Biblioteca Azul.



Escrito a partir de trechos não aproveitados de outras histórias, Ossos de Eco é um novelo de fragmentos, citações, alusões e reminiscências articulados nos diálogos afiados entre os personagens. Balacqua se percebe "pós-mundo" fumando um charuto, encontra Zaborovna se envolve com ela. mas sem habilidade para o envolvimento amoroso, se despede dela. O protagonista conhece Lord Gall, um nobre impotente que corre o risco de perder suas terras caso não gere filhos, por isso lhe pede que engravide sua esposa. Mike Doyle surge durante uma conversa entre Gall e Belacqua e o ladrão de túmulos e morto fazem uma aposta sobre o que encontrariam ao abrir a sepultura. 

Além de anotações e comentários sobre o texto, a edição da Biblioteca Azul inclui cartas de Charles Prentice a Beckett durante a edição de Mora Pricks Than Kicks. Incompreendido quando foi escrito, Ossos de Eco é marcado pelo humor. Se a linguagem de Beckett é rebuscada, lembrando James Joyce, isso não impede que o texto rebaixe tudo e trate a existência, a morte e o que pode existir depois dela como algo risível. 

Facebook: Saga Literária
Instagram: Saga Literária

Publicação: Yvens Castro




12 comentários:

  1. Olá

    Nossa é muito legal recebe livros,quando você não está esperando, não conhecia o autor e nem os livros, achei as propostas interessantes,mesmo não sendo um tipo de livro,que estou acostumada a ler.


    Bjss

    ResponderExcluir
  2. Yvens, sou louca para ler algo da biblioteca azul.
    Nunca li nada do Aldous, mas sempre escuto falar muito bem.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  3. Ei, tudo bem?
    Adoro quando recebo essas surpresas dos carteiros, realmente nos deixam mais felizes. Eu nunca li nada do Huxley, mas sou muito curiosa com seus escritos, e essas edições me dão mais vontade ainda de lê-los. Aproveite as leituras.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura

    ResponderExcluir
  4. Adoro receber livros de surpresa também, amo ser surpreendida com bons livros. Leituras bem diferentes e interessantes que tu tens nas mãos, espero que goste das leituras.

    bjs

    ResponderExcluir
  5. Oiee ^^
    Confesso que ainda não conhecia nenhum dos três livros *-* A editora realmente caprichou nas diagramações, hein? Gostei bastante das fotos que você colocou na resenha, e também de como falou das premissas dos livros. Não é bem um gênero que eu gosto de ler, mas fiquei curiosa para conhecer "As Portas da Percepção e Céu e Inferno".
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Gostei das obras, normalmente não faria meu tipo de leitura, mas estou curiosa para conferir suas resenhas. É muito bom receber livros sem esperar, né? rs
    beijo
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  7. Com respeito aos livros cult mas da globo livros só curto o selo globo alt.rs bjs Tay

    ResponderExcluir
  8. Oi Yvens,

    A sensação de receber estes pacotes das editoras é maravilhosa e quando é de um autor/autores que simplesmente amamos a vibração é ainda maior. Sabia que fiquei contagiada com a sua felicidade? Hahaha.

    Boa leitura e aguardo as resenhas.

    Bjo
    Tânia Bueno
    www.facesdaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  9. Conheci Beckett na faculdade de teatro e sou apaixonada por seus textos, então o que mais me chamou a atenção foi Ossos de eco que com certeza entrou na lista.
    Receber livros de surpresa é tão bom, não é mesmo?
    Beijinhos,
    Lica

    ResponderExcluir
  10. Olá Yvens,
    Rapaz, que tesouros vc ganhou. Apesar de nunca ter lido Aldous, sei que seus livros influenciaram gerações e estão entre os clássicos da literatura. E fiquei muito interessado em ler essa obra de Beckett. Parabéns.
    um abraço,

    Antonio Henrique Fernandes
    www.navioerrante.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Uau, presentaços, hein? Todas obras das quais ouvi muito falar, embora não tenha lido. Parabéns e mais sucesso pela frente :)

    ResponderExcluir
  12. Oi Yvens, há muito tempo tenho vontade de ler qualquer obra do Huxley, mas ainda não tive oportunidade e também não sei por qual começar. Ossos do Eco ainda não foi publicado no Brasil né? Parece ser interessante, quem sabe comece por esse? haha
    Bjs!

    ResponderExcluir