[RESENHA #14] A SITUAÇÃO HUMANA - ALDOUS HUXLEY - Saga Literária

Novidades

terça-feira, fevereiro 16, 2016

[RESENHA #14] A SITUAÇÃO HUMANA - ALDOUS HUXLEY

Título: A Situação Humana
Autor: Aldous Huxley
Editora: Biblioteca Azul (Globo Livros)
Ano: 2016
Páginas: 294

Sinopse: O eterno esforço do homem, tal qual um trabalho hercúleo, em dar uma ordem e constante significação ao mundo que habita. Com esta frase poderíamos sintetizar o pensamento de Aldous Huxley, talvez um dos autores mais festejados da Biblioteca Azul, da Globo Livros, nestas palestras proferidas no ano de 1959, na Universidade de Santa Barbara, nos Estados Unidos.

E é nesta relação com o mundo que reside a tentativa de conciliação com ele. Dar ordem, encaixar, entender, ajustar os ponteiros. Fundamentar e balizar, em termos filosóficos e sociais, o espírito do tempo a novas gerações, trazer luz aos problemas de uma época e examinar as potencialidades do mundo moderno, tal como ele é ou tal como ele exige que seja.

Resenha: Em "A Situação Humana" nos iremos deparar com palestras, conferências de Aldous Huxley, famoso escritor e pensador, que ficou mundialmente conhecido pela obra "Admirável Mundo Novo". Huxley aborda e discorre sobre diversos assuntos, temas como a educação integrada inicialmente analisada por seu avô T. H. Huxley se faz presente. Diversas temáticas são abordadas como "O homem e seu planeta", "O Futuro do mundo", "O homem e a religião", "A vida individual do homem" e ainda alguns outros tópicos, assuntos.

Essa série de conferências, palestras, foram realizadas na Universidade da Califórnia em Santa Barbara, foi um curso realizado em duas partes, em um primeiro momento ocorreu entre os meses de fevereiro e maio, posteriormente entre setembro e dezembro do ano de 1959, o tema foi "A Situação Humana".

Em tais conferências, Huxley utilizou-se de fundamentos biológicos, sociais e filosóficos, abordando o estado do planeta, a população, hereditariedade relacionada ao ambiente, discorrendo sobre o indivíduo e suas potencialidades.

Os capítulos nessa obra são divididos por temas, ricos em detalhes,  abordando diversos aspectos da humanidade. Huxley se mostra um homem convicto de suas ideias, não limitava-se em um conhecimento apenas, não pretendia dominar determinado conteúdo, mas sim expandir o seu horizonte de conhecimentos, abrangendo diversas áreas. Assim como seu avô T. H. Huxley, Aldous foi contra a especialização exacerbada no ambiente acadêmico, algo que considerava um suicídio para a existência, foi favorável para a criação de pontes que possibilitassem a conexão e interação de conhecimentos. 


Ainda é possível ver nessa obra, uma análise de Huxley sobre a parte comportamental, psicológica causada pela guerra fria, sobre a corrida armamentista que ocorreu no eixo URSS e EUA. Huxley aborda aspectos e ideais inerentes ao período, defendia uma espécie de idealismo realista ou realismo idealista, que viria oferecer alguma proposição sensata para o conflito, de modo que abolisse o terror nessa relação ocorrida no eixo.

Aldous Huxley também nos traz "O problema da natureza humana", faz um debate e relaciona a vida individual e pública, histórica, fazendo indagações como "quem somos exatamente?", "que tipo de criatura é o ser humano?".

Apesar desta obra conter palestras que ocorreram em 1959, consegue ser muito atual devido aos temas como individualismo, a relação homem e religião, o fato de nossas vidas estarem ligadas ao passado, aos erros que por gerações continuam se repetindo através dos tempos.

Essa obra é muito rica, Huxley por diversas vezes utiliza-se de passagens e estudos de Homero, Descartes, Sto. Agostinho, Hipócrates, assim como o estudo do Behavorismo, Huxley ainda aprofunda os estudos bebendo em fontes como a teologia, filosofia, história, ciência e religião, além de diversos outros pensadores como forma de enriquecer o debate, os temas e suas teses apresentadas nas palestras realizadas em 1959.


Em relação ao trabalho da Biblioteca Azul, posso dizer que a edição é muito linda, possui papel pólen, possui orelhas com informações, a lombada é firme, tem índice remissivo, notas, a tradução está muito boa, um trabalho muito bem feito, nos proporcionando essa nova edição.

Por Yvens Castro.

26 comentários:

  1. Um livro interessante para quem gosta de algo mais complexo. Te confesso que não iria ler esse livro. Gosto de ler algo diferente e ás vezes mais profundo, mas algo relacionado a palestras me deixa um pouco cansada.

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  2. Olá!

    Pra quem gosta de relatos, esse livro é excelente. Não costumo ler esse gênero, mas a pedida é boa para quem quer entender a mente humana.

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Eu concordo com o autor sobre o pensamento em rede, no caso, você coloca no texto como: ‘foi favorável para a criação de pontes que possibilitassem a conexão e interação de conhecimentos.’ Frijot Capra, outro autor notável, discorre com excelência sobre o assunto. Impressionante como o Aldous Huxley está sempre atual. Não tenho esse livro, mas já coloquei me minha lista de compras.

    ResponderExcluir
  4. Oi, ainda não li nenhum livro do gênero, mas sempre tive vontade. Gostei da indicação, talvez o leia.

    http://mysecretworldbells.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi!

    Apesar de saber que, caso eu leia, terei algumas dificuldades, fiquei bastante curiosa para conhecer essa obra.

    Historiar

    ResponderExcluir
  6. Olá Yvens!
    Amei a indicação... O livro parece ser espetacular...
    Adorei ainda mais qdo vc citou que tráz uma análise psicológica do contexto da Guerra Fria.. Adoro td sobre esse período =]

    Sua resenha tb está excelente..
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  7. "Quem somos exatamente?" Ainda nem sei o que somos... Huxley tem uma genialidade que não da pra negar, suas abordagens mesclando elementos de diversos campos e com amplas reflexões/discussões são incríveis- e ótimo material de estudo pra quem quer aprender mais sobre a vida humana e a sociedade.

    ResponderExcluir
  8. Olá Yvens
    Tenho muita vontade de Ler Admirável Mundo Novo, mas não sei se leria esse em específico, até gosto destas visões sobre a natureza humana, mas sei lá, depois de um tempo acaba virando um 'achismo' e acabo me irritando uma hora ou outra, porque eu gosto de ter minhas próprias opiniões.
    Quem sabe mais para frente ;)
    Beijos

    www.poyozodance.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    O livro parece super interessantes, principalmente para aquelas pessoas que gostam das coisas mais complexas! Não costumo ler livros desse gênero mas me interessei bastante pelo livro!

    Vitória,
    www.vicio-de-leitura.com

    ResponderExcluir
  10. Nunca li nada do autor. Mas ele escreve coisas bem complexas mesmo né! Quero começar com admirável mundo novo, depois me aventuro pelos outros.
    Bjus

    ResponderExcluir
  11. Oie! Confesso que não conhecia a obra nem seu criador e, no início da resenha, até achei que não iria me interessar, mas conforme fui lendo e quando fiquei sabendo sobre o estudo psicológico a respeito da guerra fria fiquei empolgada para iniciar leitura e conhecer todos os estudos realizados Huxley. Suas fotografias do exemplar ficaram ótimas. A editora fez um bom trabalho *-*

    Beijos,
    Fernanda F. Goulart,
    Império Imaginário.

    ResponderExcluir
  12. Oiiie
    Bela resenha e preciso muito ler algo do autor, em sinto um et por não ter feito ainda haha muito interessante o enredo do livro

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi, Yvens
    Sem dúvidas um livro realmente muito rico. Não sei se leria, mas achei interessante. Minha professora de literatura indicou uma outra obra dele, 'Admirável mundo novo', que eu já deveria ter lido há tempos kkk Talvez eu comece por ela, pra depois partir para um trabalho mais teórico dele. Fiquei curioso para ler sobre essa mania que o homem do século XXI tem em se especializar cada vez mais em uma só coisa. De certa forma ele expande seu conhecimento, mas acaba se limitando também.

    Abraço,
    João Victor - De cabeça para baixo | All POP Stuff

    ResponderExcluir
  14. Yvens, vejo muita gente falando bem da obra do autor, mas sinceramente não parece ser o tipo de leitura que me chama atenção.
    Então acho que não leria.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Do Huxley, já tinha lido o mais famoso, Admirável Mundo Novo. Esse parece ser um livro muito rico e que traz reflexões, nada de leitura light, imagino. Só fiquei com um pouco de preguiça pela quantidade de filósofos que foram citados, mas ainda assim vou colocar na minha lista de leituras futuras.
    Parabéns!

    Mayara | Sobre Livros e Outras Coisas

    ResponderExcluir
  16. Olá,
    Adorei conhecer esse livro. Me interessou muito essa leitura! :D
    www.prateleirasemfim.com.br

    ResponderExcluir
  17. Não gosto de tramas tão complexas assim, o livro realmente não me atraiu, mas para quem curte deve ser uma leitura excelente!
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  18. Oieeee, tudo bem? Eu acho interessantíssimo esse tipo de estudo mas te confesso que acho complexo demais. Não seria uma leitura fluída pelo menos pra mim. Já ouvi falar de admiravel mundo novo, e embora nao tenha lido, acho que deve ser uma leitura super valida para seres pensantes por natureza. Pensadores e filósofos vão se deleitar, mas não faz a minha.bjoss.

    http://www.porredelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Oieeee, tudo bem? Eu acho interessantíssimo esse tipo de estudo mas te confesso que acho complexo demais. Não seria uma leitura fluída pelo menos pra mim. Já ouvi falar de admiravel mundo novo, e embora nao tenha lido, acho que deve ser uma leitura super valida para seres pensantes por natureza. Pensadores e filósofos vão se deleitar, mas não faz a minha.bjoss.

    http://www.porredelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  20. Oiiii tudo bem?

    Eu achei super interessante o livro, mas confesso que não leria ele, até curto de vez em quando ler ele algo mais complexo, masss achei esse complexo de mais rsrsrs

    Bjos

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. oi
    não gosto de livros assim,mas quem sabe,talvez um dia eu leia.
    recomendo para quem gosta de ler um livro mais complexo,de relatos.
    adorei a resenha!
    bjs

    ResponderExcluir
  22. Olá, tudo bom? Sua resenha ficou muito bem escrita e a capa desse livro me chamou muito a atenção, mas o enredo não chamou minha atenção, não é uma obra que faz meu gênero literário. Muito complexo, sabe como é? rs

    Beijos!
    Entre Livros e Personagens

    ResponderExcluir
  23. Olá Yvens!
    Eu gosto muito de Huxley, vou estudá-lo no semestre que vem, muito provavelmente, mas sei já conheço algumas obras e tentei no mês passada fazer algumas análises sobre a escrita dele. Gosto muito dos contextos nos quais ele insere os próprios pensamentos; isso se deve sobretudo aos autores que ele admira, todos muito bons.
    Parabéns pela resenha!
    bjs
    http://umavidaliteraria1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Não conhecia o autor mas a obra me parece interessantíssima e rica. Não é uma leitura para o momento mas curti a sua exposição do livro.

    ResponderExcluir
  25. Parece mesmo ser uma leitura bem rica e bem densa também, com certeza se tivesse em mãos logo estaria lendo. Parabéns pela resenha! Beijos

    ResponderExcluir
  26. Yvens, tive um remember de história e filosofia agora lendo sua resenha haha! Que livro interessante! Apesar de ter escolhido a área das biológicas, sempre gostei dessas matérias e desses assuntos relacionados ao homem e tudo que ele usufrui, toda categoria social que ele pertence. O autor é um clássico, e acho essa leitura muito válida. Bjs!

    ResponderExcluir