24/03/2016

[RESENHA #33] NO CORAÇÃO DO MAR - CHARLOTTE ROGAN

Título: No Coração do Mar
Autor: Charlotte Rogan
Editora: Intrínseca
Páginas: 240
Ano: 2013
ISBN: 9788580573541
Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse: Finalista do prêmio do The Guardian para livros estreantes, o romance de Charlotte Rogan foi eleito um dos melhores livros de 2012 pelos jornais The Guardian, The Independent e The Globe and Mail.

No verão de 1914, a Europa está à beira da guerra, mas o futuro de Grace parece caminhar para um destino seguro enquanto ela e o marido navegam rumo a Nova York. No entanto, uma misteriosa explosão afunda o navio e Grace se vê confinada em um barco salva-vidas com outras trinta e oito pessoas. À medida que o clima piora, os passageiros são forçados a escolher lados em uma disputa por poder. Durante três semanas, os sobreviventes planejam, esquematizam, disseminam intrigas e confortam uns aos outros enquanto suas mais profundas convicções sobre humanidade e divindade são postas em xeque.

Resenha: Charlotte Rogna em sua obra nos traz lembranças de Grace Winter, uma mulher que sobreviveu ao naufrágio do navio Empress Alexandra, bem como o período de 21 dias até ser encontrada. A autora nos apresenta uma nova face do ser humano, sobre o que  é certo e o que é errado quando a morte é iminente.

Grace junto o seu marido Henry embarcam no navio Empress Alexandra, tendo como destino a America, eles visam fugir da primeira guerra mundial. Porém, no decorrer da viagem ocorre um problema no navio, algo que vai mudar o destino de diversas pessoas. Dentre os passageiros do navio destaca-se o Sr Hardie, Hannah, Mary Ann e Srª Grant, sendo personagens relevantes na história.

"Exite o risco da inundação no barco. Vocês mesmos talvez vejam isso, dependendo de quanto tempo ficarmos aqui." p. 23.

No decorrer da trama somos apresentados para outros personagens, alguns revelantes como citados acima, como Sra. Grant, que aos poucos ganha a confiança dos passageiros, também temos Mary Ann uma jovem casada que torna-se “amiga” de Grace, além de um diácono que busca trazer tranquilidade nas adversidades que todos enfrentam.

"Achei estranho que já tivesse chegado de novo a minha vez, mas como ninguém se manifestou, dirigi-me para a dianteira do barco e enfiei-me sob os cobertores com o cheio de mofo. Acho que não cheguei a dormir, apenas deixei meus pensamentos à deriva, mergulhando ainda mais dentro de mim." p. 121.

A protagonista Grace, narra o período de 21 dias turbulentos através de um diário, assim ela nos traz diversos detalhes em que enfrentou adversidades, dificuldades inimagináveis, como acontecimentos importantes, limitações enfrentadas, situações em que está diante da fome, do frio, rachas, discórdias e conflitos. Aliás isso não é um spoiler, pois no início da história, temos essa informação que é colocada ao nosso conhecimento. 

Opinião: Esse é um livro relativamente pequeno, são 240 páginas, com uma leitura rápida, não é um livro denso, que se apega de forma íntima ao detalhamento. É uma obra de drama e apesar do cenário de sobrevivência, não é um relato pesado, não são apresentadas situações exageradas. 

Charlotte Rogan nos proporciona uma boa história, uma boa leitura, em certos momentos um pouco cansativa, mas nada que atrapalhe o andamento da leitura. A trama tem embates e diversos aspectos psicológicos devido as situações que os personagens enfrentam, e isso foi algo que gostei, o aspecto comportamental.

A Intrínseca fez um trabalho maravilhoso na capa, é extremamente bonita, além disso a diagramação está muito boa, o livro possui orelhas, prólogo, epílogo, notas da autora e a história é dividia em quatro capítulos. O papel de miolo é pólen soft e da capa é cartão supremo alta alvura.

Por Mayara Frossard.

3 comentários:

  1. Oi
    olha o Livro não faz bem o meu gênero seria aquele tipo de livro que só pegaria se fosse um presente pq eu mesma nunca pensaria nele para mim.
    A sua resenha está ótimo falando dos pontos bons e os momentos em que a leitura não foi tão boa (odeio quando o livro arrasta). Parabéns

    ResponderExcluir
  2. Oi, Mayara! Sua resenha apresentou pontos interessantes sobre o livro, não conhecia ele e a história me parece pouco original, no entanto, acho que ele entraria na lista de livros que eu leria por conta da capa, que, aliás, é azul e eu amo azul *-*
    Beijinhos da Mady

    ResponderExcluir
  3. Ótima resenha, Mayara!
    A temática é bastante interessante e por ele ser curto é uma ótima indicação para fechar o mês...
    Amei a capa =]

    Bjo
    Coordenadas Literárias

    ResponderExcluir

INSTAGRAM

Publicações Recentes

recentposts

Publicações Populares