[RESENHA #22] A NOITE DOS MORTOS VIVOS E A VOLTA DOS MORTOS VIVOS - JOHN RUSSO - Saga Literária

Novidades

quinta-feira, março 10, 2016

[RESENHA #22] A NOITE DOS MORTOS VIVOS E A VOLTA DOS MORTOS VIVOS - JOHN RUSSO

Título: A Noite Dos Mortos Vivos e A Volta Dos Mortos Vivos
Autor: John Russo
Editora: Darkside Books
Páginas: 320
Ano: 2014
ISBN: 9788566636215
Onde Comprar: Livraria da Folha

Sinopse: A Darkside desenterra mais um clássico do terror e vai direto na fonte: A Noite dos Mortos-Vivos, considerado uma das maiores obras-primas do gênero e um livro obrigatório para os fãs de Thw Walking Dead, Resident Evil, Orgulho e Preconceito Zumbi e tudo aquilo que englobe os carismáticos comedores de cérebros.

Se hoje os zumbis estão em alta é porque, em 1968, George Rome e John Russo se reuniram para escrever o roteiro de A Noite dos Mortos Vivos e mudar a história do cinema. O filme revolucionou o mito sobre as criaturas que voltavam do além: as supertições vodus das velhas produções B deram lugar à epidemia de fome canibal nas ruas norte-americanas. Criaturas similares já haviam aparecido antes nas telonas, mas foi em A Noite dos Mortos-Vivos a primeira vez em que foram retratados como uma praga devoradora de carne humana.

O próprio John Russo (que também atua no clássico de 1968 como um zumbi) adaptou a história do filme neste romance que a Darkside traz para o Brasil. A Noite dos Mortos-Vivos inclui ainda uma surpresa para os leitores: o texto integral da sequência do clássico, que nunca chegou a ser filmada, chamada de A Volta dos Mortos-Vivos (não vai confundir com a comédia trash de 1985, que também contou com Russo no time de roteiristas). Depois de 45 anos, finalmente é publicado no Brasil o romance do filme que marcou gerações.

Resenha: Em A Noite dos Mortos-Vivos, somos apresentados aos irmãos Barbara e Johnny, eles estão em um cemitério visitando o túmulo do pai quando Johnny é atacado de forma inesperada, matando-o de uma forma canibal, levando sua irmã ao desespero. Barbara foge, em dado momento encontra refúgio na fazenda dos Miller, uma casa no meio do nada, onde acaba se juntando a um grupo de sobreviventes. A maior parte do livro foca na luta pela vida, pela sobrevivência do grupo, enquanto esperam que o resgate deles aconteça.

"Pense em todas as pessoas que já viveram e morreram e que nunca mais verão as árvores, a grama ou o sol. Tudo parece tão breve, tão... inútil, não é? Viver um pouquinho e depois morrer? Tudo parece resultar em nada. Ainda assim, de certa forma, é fácil invejar os mortos. Eles estão além da vida, além da morte." p. 17.

Em A Volta dos Mortos-Vivos, Russo traz uma história que ocorre 10 anos após a primeira epidemia. Após um acidente de ônibus em que não houve nenhum sobrevivente, os mortos começa a "ressuscitar" depois de um certo tempo no necrotério. Nessa obra o autor nos faz revisitar a fazenda dos Miller, onde novos membros habitam o local: Bret Miller e suas três filhas, Ann, Sue e Karen. Nessa história, a sociedade parece ter esquecido dos eventos ocorridos dez anos antes, quando os mortos voltaram a vida, sedentos por carne humana. 


Diferente da história anterior, a trama de A Volta dos Mortos Vivos, não foca apenas no cenário da fazenda, mas também em outros cenários, que são utilizados para a carnificina. Temos aproveitadores e estupradores surgindo durante o cenário caótico, comprovando a fragilidade das pessoas, especialmente quando se trata de situações de perigo.

"O morto-vivo se ajoelhou sobre a garota inconsciente, enquanto a saliva escorria de seus lábios mortos. Com um lampejo de lascívia nos olhos, ele mordeu a carne macia de seu pescoço e demorou-se ali. Depois suas mãos grosseiras desceram e arrancaram a blusa de seu corpo com um único movimento brutal. O morto-vivo inclinou a cabeça e cravou os dentes nos seios firmes da garota, arrancando e mastigando pedaços de um e depois de outro..." p. 243.


Opinião: Para todos aqueles que gostam de séries, filmes ou livros que envolvam zumbis, esse livro é uma leitura obrigatória, trata-se de um clássico. O autor apesar de ter escrito muito bem A Noite dos Mortos Vivos, me deu a sensação de uma trama mais desenvolvida em A Volta dos Mortos Vivos.

Em ambas as histórias, a leitura flui, prende nossa atenção, o autor consegue nos transportar para aquele clima de terror, suspense e sobrevivência. Além disso os personagens são bem construídos e trabalhados.

Tenho a edição clássica da Darkside Books, formato brochura, com um acabamento bem requintado, com um certo luxo, trata-se de uma linda edição, possui orelhas, folhas amareladas, além de um lindo trabalho de arte na capa.

Por Yvens Castro.

11 comentários:

  1. Hey,
    Já ouvi falar muito da Noite dos Mortos vivos.
    não sei se iria conseguir ler um livro desses. Já tenho certo medo de filmes de terror (assisto com alguém junto), mas ler me parece bem mais real sabe?
    Acho que se eu me deparasse com essa situação teria um treco.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah Helana, eu ainda acho os filmes piores, sei lá, me transmitem mais medo do que lendo, mas é uma obra fantástica!

      Excluir
  2. Eu tenho esse livro e é incrível essa ideia de trazer o filme para o livro. Já havia assistido o filme, então já tinha toda noção da história, porém não assisti Psicose e fizeram um livro dele também, então lerei primeiro para depois assistir e ver qual será minha experiência.
    https://nerdbookblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  3. As edições da Dark Side são sempre muito maravilhosas. Esse é o meu tipo de livro, não sei porque ainda não li, mas vou providenciar isso rsrsrsrs. Ótima resenha ;)

    ResponderExcluir
  4. Oie
    sou louca para ler e assistir mas ainda não tive tempo ou oportunidade, essa edição é linda e sua resenha está ótima viu?

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Esse é o tipo de livro que eu corro léguas.
    Sou muito medrosa e não consigo ler esse tipo de livro.
    Passo.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  6. Recordo do filme, mas ainda não tive a oportunidade de ler o livro, as edições da editora são sempre muito bonitas. Acho uma leitura válida para apreciadores do gênero, mas também um bom começo para quem quer se arriscar.

    ResponderExcluir
  7. Já assisti ao filme e adorei, adoro tramas de zumbis/terror. Ainda não li o livro, mas meu noivo leu e adorou, então sei que vou gostar também. Achei bacana o livro unir essas duas partes da trama, já que a continuação nunca foi filmada.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  8. Olá adoro essas edições da DarkSide, comprei esse livro no final do ano passado e estou doida pra começar a leitura, pena que tenho alguns na frente ainda.

    Adorei a resenha, ficou ótima!

    Beijokas da Quel ¬¬
    Literaleitura

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Estou apavorada só de ver as fotos, imagina de ler o livro.
    Me lembro vagamente desse filme, mas medrosa como sou, eu obviamente nunca assisti. O livro está com uma edição muito bonita, mas mesmo assim eu passo.
    Bjs!
    Quem Lê, Sabe Porquê

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bem?
    Definitivamente este livro não é pra mim. Motivo? Tenho pavor de zumbis!!
    Bjs

    ResponderExcluir