[RESENHA #30] NUNCA DESISTA DOS SEUS SONHOS - AUGUSTO CURY - Saga Literária

Novidades

domingo, março 20, 2016

[RESENHA #30] NUNCA DESISTA DOS SEUS SONHOS - AUGUSTO CURY

Título: Nunca Desista de Seus Sonhos
Autor: Augusto Cury
Editora: Sextante
Ano: 2004
Páginas: 154

Sinopse: Nunca desista de seus sonhos já vendeu mais de 2,3 milhões de livros no Brasil.
Augusto Cury é considerado o autor brasileiro mais lido da atualidade.

“Precisamos perseguir nossos mais belos sonhos. Desistir é uma palavra que tem que ser eliminada do dicionário de quem sonha e deseja conquistar. Não se esqueça de que você vai falhar 100% das vezes em que não tentar, vai perder 100% das vezes em que não procurar, vai estacionar 100% das vezes em que não ousar caminhar.” – Augusto Cury.

Com 25 milhões de livros vendidos sobre temas como crescimento pessoal, inteligência e qualidade de vida, o psiquiatra Augusto Cury debruça-se aqui sobre nossa capacidade de sonhar e quanto ela é fundamental na realização de nossos projetos de vida.

Os sonhos são como uma bússola, indicando os caminhos que seguiremos e as metas que queremos alcançar. São eles que nos impulsionam, nos fortalecem e nos permitem crescer. Se os sonhos são pequenos, nossas possibilidades de sucesso também serão limitadas. Desistir dos sonhos é abrir mão da felicidade, porque quem não persegue seus objetivos está condenado a fracassar 100% das vezes.

Analisando a trajetória vitoriosa de grandes sonhadores, como Jesus Cristo, Abraham Lincoln e Martin Luther King, Cury nos faz repensar nossa vida e nos inspira a não deixar nossos sonhos morrerem.

Resenha: Esse é um dos vários livros do Psicólogo Augusto Cury e o primeiro que li dele, aliás algo que ocorreu duas vezes. Em "Nunca desista de seus sonhos" o autor utiliza-se de figuras carismáticas como Jesus Cristo, Abraham Lincoln e Martin Luther King para dar exemplos da superação e fomentar nossa capacidade de sonhar.

"A vida sem sonhos é como um céu sem estrelas....sem sonhos, a vida é como uma manhã sem orvalhos, seca e árida." p. 27

O autor de “Nunca desista de seus sonhos” l2ança-se sobre nossa capacidade de sonhar, Segundo o autor, os sonhos são o que nos impulsionam, fortalecem e nos  permitem crescer. Se os nossos sonhos são pequenos , nossas  possibilidades de sucesso também serão limitadas. Desistir de sonhar é abrir mão da felicidade, porque quem não persegue seus objetivos está condenado ao fracasso.

Cury nos traz como exemplo Lincoln, que colecionava diversas derrotas, contudo aprendeu a superar estas. As derrotas superadas para Cury não acabam com os sonhos. No caso de Lincoln, mesmo perdendo em inúmeras eleições, ele continuou tentando e em dado momento venceu, tornando-se o 16º presidente dos EUA, servindo de exemplo para inúmeras pessoas.

"Os sonhos são o melhor remédio para curar frustrações." p. 47

Ao no trazer como exemplo Martin Luther King, o autor nos diz que King sonhava em ver brancos e negros juntos. Um de seus discursos, "Eu tenho um sonho", é conhecido até hoje. Infelizmente, a mudança não foi grande. A discriminação e o preconceito diminuíram, mas ainda existem. O sonho de Luther King ainda continua para algumas pessoas.

"Morreu um dos mais fascinantes personagens da história. A bala roçou-lhe os órgãos, destruiu tecidos, produziu hemorragia, mas não estancou seus sonhos." Pág. 75

Opinião: O autor tem uma linguagem simples, a leitura flui, são diversos os exemplos e citações nessa obra de Cury. Além disso o autor busca persuadir o leitor para acreditar nos sonhos, que ele é capaz de realizar o que pretende, desde que lute, acredite e não desista.

Esse é um livro que nos proporciona a oportunidade de refletir um pouco sobre a nossa vida, nossos sonhos, nossas escolhas, e nos ajuda a tentar mudar conceitos, pensamentos, buscando organizá-la melhor, de forma que possamos alcançar nossos sonhos ou ao menos lutar por eles.

Essa é a edição de 2004, a única que tenho, depois disso a sextante lançou outras edições. A edição que tenho possui uma capa muito bonita, a diagramação é muito boa, não vi erros ortográficos ou gramaticais. Esse é um livro que pode ser facilmente encontrado em qualquer livraria.

Por Fernanda Rocha.

25 comentários:

  1. A legião de fãs do Augusto não acaba nunca não é mesmo? Eu porém confesso que não me sinto atraía em nada pelas suas escritas, mas.... Sua resenha me deixou curioso quanto a esse livro. Parabéns.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Oii,
    Eu nunca li nenhuma obra do autor e nem tenho muita vontade, sei que muitaa gente gosta dele, mas eu to do lado oposto hehe. Quem sabe um dia eu leia e não mude minha opnião.

    Abraços!
    http://lendocomobiel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Eu ainda não li nada do Augusto Cury, acho que até porque as leituras mais de autoajuda ainda não poucas na minha listinha. Apesar disso, gostei da sua dica de leitura, porque essa coisa de não desistir dos sonhos e acreditar neles é algo que valorizo. Vou procurar na biblioteca para ler, como o gênero (ainda) não faz parte dos meus gostos literários, acho que para começar vale a pena ler emprestado do que comprá-lo.

    Beijos. ^_^
    www.clubedas6.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi. Eu conheço a escrita do autor e definitivamente, não é para mim, trabalhei dois anos com eventos onde o autor palestrava e definitivamente, as palestras dele também não são para mim.

    ResponderExcluir
  5. Olá Yvens, livros reflexivos é comigo mesmo, eu gosto muito de ler e acho a leitura muito válida, Augusto Cury tem pensamentos fáceis de compreender e que permite o entendimento dos fatos. Sua resenha ta ótima! Bjs

    ResponderExcluir
  6. Eu admiro o trabalho do Augusto e entendo o porquê de as pessoas gostarem dos livros dele, são realmente bastante reflexivos. Mas, não sei, acho que a escrita dele não funciona comigo, não consigo me conectar com o que ele tenta passar aos leitores.

    ResponderExcluir
  7. Oie, tudo bem? Não conheço a escrita do autor e, embora a premissa seja extremamente interessante, confesso ter receio de ler algum livro dele, pois, é muito 8 ou 80 como vejo por aí... ou o público ama ou odeia. Ainda não senti curiosidade suficiente pra ler alguma obra do Cury.

    ResponderExcluir
  8. Hi baby, tudo bem? acredita que apesar de super famoso eu nunca li nada do autor? muitas pessoas o elogiam e tal mas ele não faz muito o meu gênero, não gosto muito de livros desse tipo, porém tenho curiosidade para ler pelo menos uma obra dele, vai que eu gosto né? hehe talvez eu comece por esse já que sua resenha me animou e me fez lembrar dele! (Já o tinha esquecido)

    Lilian Valentim
    http://speakcinema.blogspot.com.br/
    beijinhos

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Eu já li essa obra há muito tempo e gostei bastante dela. É realmente uma auto-ajuda que vem favorecer um ponto de vista mais otimista sobre o que somos capazes de realizar. Às vezes nos sentimos impotentes, mas as coisas podem mudar. Estando vivos, tudo é possível (rs). Gostei de ver que o livro fluiu bem para você. O autor tem mesmo uma linguagem cadenciada.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Oiii, tudo bem?
    Eu só tive oportunidade de ler um livro do Augusto Cury, o Vendedor de Sonhos. Eu realmente me agradei muito da sua resenha e espero ter a oportunidade de ler. A premissa já me envolveu completamente.
    Beijão

    ResponderExcluir
  11. Eu tenho um sério problema com os livros do Cury, talvez zeja a pegada meio auto ajuda que não me atrai, na verdade até me afasta :/ só li 1 livro do autor.
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  12. Olá Fernanda! Minha madrinha, um professora é apaixonada pelo livro Augusto Cury, vive me indicando o autor para ler, pedindo que eu dê uma chance. Coincidentemente a pouco tempo atrás elas me recomendou essa obra.
    Bom, o que tenho para falar é: o que seria do ser humano sem os sonhos? Eles são tudo o que nos move, viver sem eles, se considerar derrotado quando não os alcança, é a mesma coisa que deixar de viver. Ao menos é esse meu pensamento :)

    http://umreinomuitodistante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Esse cara se garante. Adorei sua resenha,mas prefiro lê-la do que a obra em si. Não curto muito auto-ajuda, é o tipo de livro que não me apetece.
    Abraço;

    http://estantelivrainos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Augusto Cury é um dos autores brasileiros que tem uma fama e tanta hein, ainda nao li nada dele, embora tenha uma coleção dele aqui em casa (minha mãe é leitora constante dele) ainda não tive curiosidade para ler. Não sou fã de auto-ajudas, sempre que eu leio acabo ficando com sono.

    Frases, Trechos e Pensamentos

    ResponderExcluir
  15. Hey,
    Apesar do óbvio sucesso que os livros do Augusto Cury e de autores do mesmo nicho obtém, esse não é o tipo de leitura que me atrai. Nas raras vezes que me convenço a começar a leitura não consigo levá-la adiante.
    Beijos,
    Dois Dedos de Prosa

    ResponderExcluir
  16. Olá, tudo bem?
    Eu sempre ouço falar super bem do autor e, apesar deste livro ser super interessante e ter um tema legal, acho que ele não é para mim neste momento, quem sabe no futuro?
    Beijões <3

    ResponderExcluir
  17. Olá!
    Nunca li nenhuma obra de Augusto Cury, não me simpatizo por livros de auto-ajuda. Sei que o livros de Cury tem uma sensibilidade incrível, afinal leio resenhas. Mas, ainda assim não me sinto preparada pra aventurar neste gênero, ja que não me sinto verdadeiramente atraída.
    Abs
    Mi
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
  18. Eu peguei um dos livros dele na livraria e quase comprei, sabe quando te atrai e te faz pensar só de ler um pedacinho!Então, ainda vou adquirir o meu e concordo que os sonhos são a nossa bússola, afinal é lá que surgem meus mais profundos sentimentos. Gostei demais e ainda leio esse livro!Adorei, bjs.

    ResponderExcluir
  19. Oi ^^

    Eu tenho uma certa resistência com livros que beirem a autoajuda.
    Não consigo me focar em obras com esse teor/temática e por este motivo tenho me mantido afastada das publicações deste autor.

    Talvez no futuro eu mude de ideia, já que tenho lido comentários muito bons sobre a escrita do Cury.

    ResponderExcluir
  20. Oi, tudo bem?
    Não leio autoajuda com frequência, mas gosto do gênero e por isso sempre fico animada com alguma dica de leitura. Já li alguns livros do autor e gostei bastante, mas esse ainda não tive oportunidade de ler. Enfim, marquei a dica, porque é sempre bom ler algo assim para me dar um up kkk

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  21. Olá,
    Raramento leio livros de auto-ajuda, mas não curto Cury.
    Mesmo assim acho uma boa indicação para presente.

    http://euinsisto.com.br

    ResponderExcluir
  22. Olá, tudo bem?
    Vejo muitas pessoas falando bem do Augusto Cury, mas eu particularmente nunca li nenhum livro dele.
    Gostei bastante da sua resenha, principalmente por ser o primeiro livro em que você leu do autor.
    Beijos, Larissa (laoliphant.com.br)

    ResponderExcluir
  23. Olaa! Nunca li nenhum livro do Augusto, pra falar a verdade, nunca tinha lido nenhuma resenha de algum livro dele, está é a primeira. Sonhos, tenho muitos e alguns foram realizados e outros ainda não, mas luto por eles e espero conseguir realizar todos, nada na vida se consegue sem esforço.

    Beijão da Lari!
    Brilliant Diamond |Fan Page

    ResponderExcluir
  24. Oie, tudo bem? Os livros do Augusto são incríveis e realmente a linguagem dele é bem simples e fácil de entender. Tenho alguns livros dele aqui em casa e sempre que tenho um tempinho leio novamente. Até já indiquei para o meu namorado, ele também gosta. É importante lutar por nossos sonhos, se não quem vai lutar? Ótima resenha. Beijos, Érika

    - www.queroseralice.com.br -

    ResponderExcluir
  25. augusto cury é um dos autores favoritos da minha mãe, ela tem vários livros dele aqui em casa, nunca me interessei muito nesse tipo de leitura, acho que são junções de várias frases de efeito colocadas num contexto variante, mas acho bacana que esse tipo de leitura faça bem pra algumas pessoas, como minha mãe.

    ResponderExcluir