[RESENHA #18] O PLANETA DOS MACACOS - PIERRE BOULLE - Saga Literária

Novidades

terça-feira, março 01, 2016

[RESENHA #18] O PLANETA DOS MACACOS - PIERRE BOULLE


Título: O Planeta dos Macacos
Autor: Pierre Boulle
Editora: Aleph
Páginas: 216
Ano: 2015
ISBN: 9788576572138
Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse: Em pouco tempo, os desbravadores do espaço descobrem a terrível verdade: nesse mundo, seus pares humanos não passam de bestas selvagens a serviço da espécie dominante... os macacos. Desde as primeiras páginas até o surpreendente final - ainda mais impactante que a famosa cena final do filme de 1968 -, O planeta dos macacos é um romance de tirar o fôlego, temperado com boa dose de sátira. Nele, Boulle revisita algumas das questões mais antigas da humanidade: O que define o homem? O que nos diferencia dos animais? Quem são os verdadeiros inimigos da nossa espécie? Publicado pela primeira vez em 1963, O Planeta dos Macacos, de Pierre Boulle, inspirou uma das mais bem-sucedidas franquias da história do cinema, tendo início no clássico de 1968, estrelado por Chartlon Heston, passando por diversas sequências e chegando às adaptações cinematográficas mais recentes. Com milhões de exemplares vendidos ao redor do mundo, O Planeta dos Macacos é um dos maiores clássicos da ficção científica, imprescindível aos fãs da cultura pop.
Resenha: O livro começa com um casal à bordo de uma nave espacial, na verdade um "veleiro espacial". Esse casal está velejando pelo universo por puro deleite, quando em dado momento visualizam um objeto brilhante, um corpo cintilante de pequeno porte, flutuando à deriva. O casal resolve então aproximar desse objeto e verificar o que era, para surpresa deles era uma garrafa com manuscrito dentro.

O foco da trama então volta-se para o conteúdo do manuscrito, com a narrativa deste sendo feita pelo jornalista Ulysse Mérou e sua chegada ao planeta Soror a bordo de uma "nave cósmica", juntamente com os seus dois companheiros e tripulantes da nave.

Entre os tripulantes temos um gênio da ciência conhecido como professor Antelle, que financiou a construção dessa nave espacial que é capaz de aproximar-se da velocidade da luz. Além do professor, temos o seu discípulo, Arthur Levian, que é um jovem físico.

Ao desembarcarem no planeta Soror os três ficam fascinados com a flaura e a fauna, mas fascinação maior está no fato de descobrirem homens e mulheres no planeta, todavia estes tem comportamentos animalescos, desprovidos de racionalidade.
"- Os povos mais primitivos do nosso mundo possuem uma linguagem. Terminou por dizer. - Esta não fala." p. 34.

Como podem ver por essa fala do professor Antelle, a situação era primitiva. Esse seres não possuem vestimentas, circulam nus, Ulysse e seus companheiros em determinado momento também passam a ficar nessa situação, passando a ficar nus.

Após um pequeno lapso temporal, Ulysse, seus companheiros e esses seres que  fisicamente são humanos, são caçados por Gorilas, com o objetivo de serem utilizados como cobaias para estudos dos Orangotangos e Chimpanzés, que formam as classes de cientistas, os primeiros são meros repetidores e copiadores de livros, manuscritos e estudos, já os Chimpanzés são de fato os pensantes nessa sociedade, aqueles que buscam a pesquisa, o estudo comparativo e a evolução da ciência.

Essa obra nos mostra a evolução dos símios e humanos de forma inversa aquela ocorrida no planeta Terra. Temos ainda essa relação entre humanos e macacos, que também  está ao contrário da ocorrida na Terra, quando os símios são objetos de estudos pelos humanos. 

Pierre Boulle define o seu livro Planeta dos Macacos como um livro apenas de "história", todavia eu consideraria como uma obra de ficção científica, mas além disso uma obra que nos leva à reflexão em dados momentos, acerca da biodiversidade, o respeito para com os outros seres, e também como utilizamos a vida animal como cobaia para obter a "evolução" de determinado segmento da ciência. 

Podem falar que sou louco ou que eu esteja alucinado, mas faço uma analogia dos experimentos símios nos humanos, algo que lembra por exemplo, os experimentos que os nazistas faziam nos judeus em campos de concentração, pois estes últimos eram cobaias, assim como os homens, mulheres e crianças capturadas pelos símios em Soror, os judeus foram capturados pelos alemães nazistas durante a segunda grande guerra mundial.

Pierre Boulle em sua obra detalha o motivo pelo qual os seres humanos estão nesse estágio deplorável, animalesco e sem consciência, assim como detalha a evolução dos símios, de forma bem interessante. Boulle através da sua imaginação e escrita nos traz o papel dos símios na revolução símia.

Com toda sinceridade, achei o livro bem superior ao filme de 1968 e olha que este é uma obra prima, em comparação o livro é mais detalhado, menos corrido, cheio de passagens interessantes e os personagens são bem desenvolvidos, alguns até cativantes como a cientista Zira. 

Boulle nos traz um retrato dos valores e conflitos entre espécies, que visto pela ótica do direito, os valores seriam as culturas, além disso "O Planeta dos Macacos" consegue aliar aventura, ficção científica, romance e crítica social.

Essa obra faz com que a leitura flua, possui uma narrativa fácil, não apresenta maiores dificuldades, consegue envolver e cativar o leitor, conseguiu me fascinar e prendeu minha atenção, recomendo fortemente.

Sobre essa edição, a Editora Aleph fez um trabalho editorial maravilhoso nessa obra, possui ao final entrevista com o autor, o livro possui formato lembrando moleskine, com bordas arredondas, formato compacto, existem notas à edição brasileira, posfácio, cheio de detalhes que enriquecem essa edição.

Por Yvens Castro.

29 comentários:

  1. Sou filha de um fã incondicional desse livro e das adaptações da história. Mesmo assim, não peguei para ler. Mesmo já tendo um blog literário na vida, que durou 4 anos. É mole? Pois é, estou atrasada. Mas amei a resenha, me lembro de saber ainda mais sobre o livro no evento que a Aleph fez na Cultura do Centro. Foi lindo! Agora terei de ler, né? Beijos!

    Carolina Gama

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro é fantástico, foi uma das melhores leituras de 2016 para mim!

      Excluir
  2. Eu já assisti todos os filmes do Planeta dos macacos, é tipo algo que eu não apenas gosto, como eu amo. Eu já vi o livro várias vezes, porém o preço do frete não ajuda. Mas depois dessa resenha eu fiquei desejando esse livro, e eu também acho que é muito mais que um livro de ficção científica.
    https://nerdbookblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei se já comprou, mas vale muito cada $ investido!

      Excluir
  3. Oi *--*

    Quando eu vi essa edição do livro fiquei doida para comprar, ainda mais porque esta bem baratinho. Ainda não o li, mas espero em breve conferir essa maravilha. Fico feliz que tenha achado o livro superior o filme, norma até ahhah, e sempre gostei muito desse enredo pela forma como é explorada as especies, mostrando que sim, o ser humano é uma animal.

    Bjos

    rillismo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A edição é linda, fora a abordagem homem x animal ou nesse caso macacos x homem (animais).

      Excluir
  4. Eu amoo esse livro e essa edição é perfeita!!! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo contigo, também amo e acho foda!

      Excluir
  5. Olá Yvens, mais uma obra que prefiro o filme do que o livro, acho que a leitura não iria render, mas gostei muito da sua resenha foi ela da uma dimensão melhor da história! Gostei muito!
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A leitura rendeu bastante para mim!
      Tanto o livro como o filme são sensacionais, mas o livro leva uma pequena vantagem!

      Excluir
  6. Adoro situações primitivas, acho que o ser ‘humano’ precisa conhecer seres primitivos, quem saber assim consegue oficializar o humano... achei pertinente a relação que você fez das cobaias do livro com os nazistas e judeus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, foi uma analogia, algo que veio na mente.

      Excluir
  7. Todo mundo fala bem desse livro, mas eu confesso que não é uma leitura que eu escolheria pra mim.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um livro excepcional, se tiver oportunidade leia!

      Excluir
  8. Não li o livro e não lembro do filme mas pela resenha dá para perceber que a leitura não deve ser fácil com todos os questionamentos e reflexões. Não sei se conseguiria ler,mas a premissa é muito interessante.

    bjsss

    Apaixonadas por Livros

    ResponderExcluir
  9. Adorei a resenha! Não tinha curiosidade sobre a leitura até ler suas considerações. Não sou grande fã de ficção científica, mas gosto de alguns títulos como Fahrenheit 451. Acho que iria gostar bastante desse também! Seguindo seu blog <3
    Beijos!
    http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Não sabia que o Planeta dos Macacos tinha um livro da história! Muito boa a sua resenha, mas não sei se a leitura ia me prender como te prendeu. Pensando bem, acho que nunca li um livro de ficção científica. Talvez esse seja um bom livro pra tentar :)

    Bjs,

    Cass | www.livroseoutrascoisas.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oi! Tudo bem?

    Eu não curto o filme, não. Não é meu tipo de adaptação... Eu paquero esse livro há muito tempo, pois tenho curiosidade sobre a narrativa. Além disso, a edição é muito linda, né?! Gostei de saber que você acha que a obra é superior ao filme em alguns aspectos.

    Beijos,

    Juliana Garcez | Livros e Flores

    ResponderExcluir
  12. Olá parceiro...adorei sua resenha, mas confesso não ter interesse por essa leitura. Os filmes eu não assisti nenhum, você acredita? Isso se deve pelo simples fato de eu não suportar macacos...kkkkkk

    Beijokas da Quel ¬¬
    Literaleitura

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Esse é um livro que uma hora eu quero ler, outra não quero.
    Não sei o porque, mas ele meio que me divide, pois uma parte de mim quer conhecer melhor a história, mas a outra sabe que eu não vou gostar tanto quanto o esperado.

    Beijos
    http://ummundochamadolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi Yvens!
    Ótima resenha e pontos levantados! Minha mãe amava o Planeta dos Macacos, eu via a série com ela, filmes, adorei quando vi o lançamento caprichado da editora Aleph, só não pude adquirir ainda. Uma pena, pois o que contou na resenha é mais do que esperado e estou mais empolgada ainda para ler. A obra levanta uns pontos que dói quando comparamos ao nosso modo de vida né? Eu queria que houvesse um equilíbrio, mas acho que o ser humano "superior" sempre vai pender para o lado negativo da balança...
    enfim, a edição parece muito bonita e gostei do visual moleskine, não é muito comum, né?
    um abraço!
    Pandora
    Pan's Mind

    ResponderExcluir
  15. Oie,
    Eu nunca vi o filme e nem li este livro. Fiquei instigada pela historia do livro, apesar de não gostar muito de ficção científica, a premissa é interessante. Anotei aqui para ler depois >,<
    Beijos
    Bru, Cantinho da Bruna

    ResponderExcluir
  16. Olá, nossa tua resenha foi super bem construída, e com toda certeza estou a seguir o blog, parabéns.
    Sobre o livro, estou a tempos pensando em comprar, mas até agora nada, com a tua resenha fiquei ainda mais ansiosa, é um mundo totalmente diferente do filme é claro, tem mais detalhes e um universo completamente incrível não é.
    Parabéns novamente.
    kammyriquelme.blogspot.com.br
    Xoxo

    ResponderExcluir
  17. Oi, tudo bem?
    Confesso que até que tenho curiosidade com essa história, mas até hoje não decidi ler nem ver o filme, falta um pouco de ânimo ainda, sabe? Isso porque eu não costumo gostar muito de histórias desse tipo :/ Mas fiquei animada com sua resenha, apesar de não ser algo que eu leria agora, eu pretendo algum dia ler ainda.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  18. Oi!
    Confesso que não sabia da existência desse livro, rs. Gosto bastante dos filmes e tenho até curiosidade para tentar entender melhor a história.
    Mas não vou mentir, a leitura desse livro não me interessou nem um pouco, mesmo a resenha sendo bem escrita como a sua, rs.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  19. Oiee
    Olha ainda não tive a oportunidade de ler ao livro, mas quero muito.
    Já assisti aos filmes tanto o recente, que eu curti bastante e o antigo que eu confesso que tinha medo quando era pequena, hauhauhau
    Beijos

    ResponderExcluir
  20. Oi Yvens, tudo bem?
    Eu vi o filme faz muito tempo e é um clássico. Que bom saber que o livro supera a qualidade do filme e que traz críticas importantes sobre o comportamento do mundo. Eu entendi sua analogia e é algo que assusta, eu tinha um professor de história que falava que a história sempre se repete, o homem nunca aprende. Não vejo a hora de ler, é uma história incrível. Sua resenha ficou ótima!!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Ei, tudo bem?
    Eu nunca vi o filme e conheço bem pouco da história, só agora com o lançamento do livro que tenho tido mais conhecimento sobre o que se trata, e é bem diferente do que imaginei. Estou bem curiosa para conferir de perto essa história e espero gostar bastante quando fizer a leitura. Parece ser aquele tipo de livro feito para refletir-mos.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura

    ResponderExcluir
  22. Oii, tudo bem?
    Eu tenho curiosidade em ler esse livro, é muito interessante uma história onde os animais "comandam" o mundo, e nesse caso com macacos, fica bem mais interessante. A edição é bem linda mesmo, adorei as folhas arrendondas.

    Beijos

    ResponderExcluir