[BIBLIOTECA AZUL] HISTÓRIA DO NOVO SOBRENOME - Saga Literária

Novidades

sexta-feira, abril 01, 2016

[BIBLIOTECA AZUL] HISTÓRIA DO NOVO SOBRENOME

Título: História do Novo Sobrenome
Autor: Elena Ferrante
Editora: Biblioteca Azul
Páginas: 472
Ano: 2016
Onde Comprar: Amazon - Globo Livros

Sinopse: Elena Ferrante, pseudônimo da consagrada escritora italiana de A amiga genial, lançará no Brasil, pela Biblioteca Azul, o segundo volume da tetralogia napolitana. Recentemente indicada ao Man Booker Prize 2016 por Story of the Lost Child, último livro da série, a autora, firme na decisão de não revelar sua real identidade, se tornou um fenômeno literário mundial após a publicação, em 2011, do primeiro dos quatro romances que formam a saga ambientada na Nápoles do pós-guerra.    

Best-sellers nos Estados Unidos e na Europa, as obras de Ferrante contam a história da forte ligação das amigas Elena Greco, narradora da história, e de Rafaella Cerullo, mais conhecida como Lila, percorrendo todas as fases da vida das duas, nascidas e crescidas no subúrbio de Nápoles, nos anos de 1950. Após o repentino desaparecimento de Lila, aos 66 anos, Lenu repassa a vida da amiga, explorando os ecos desta em sua própria existência.

Envolvente e com a costumeira cadência impecável, a narrativa de História do novo sobrenome dá espaço para reflexões profundas a respeito da subjetividade, da sexualidade, do amor e, sobretudo, do papel imposto à jovem mulher em meados do século XX ― contraponto construído entre as duas personagens centrais, às voltas com as restritas possibilidades de escolha, mas ao mesmo tempo surpreendidas pelas descobertas acerca de suas próprias capacidades e seus limites.

Lila, que teve os estudos interrompidos por questões familiares – muito cedo teve que trabalhar com o pai e o irmão, se casou cedo. Lenu, por sua vez, consegue se desvencilhar do destino certo das moças da época e não se casa, mas passa a se preparar para a faculdade, levando consigo as marcas definitivas da complexa relação de amizade com Lila – admiração misturada a identificação.

Os personagens vão ganhando espaço na história, não apenas nos acontecimentos cotidianos relatados por Lenu, como também nos comentários subjetivos da narradora. Lenu, sem poupar de nada o leitor, escancara cenas de casamento, de adultério, de supostas e reais traições dentro de uma amizade, mas também os pequenos momentos em que parece acertar as contas com ela mesma.

Por Mayara Frossard.

3 comentários:

  1. Tô fugindo desse tipo de leitura, definitivamente não estou no momento HAHAHHA
    Mas, de qualquer forma, parece bem interessante, ainda mais por levantar questões acerca desses aspectos e sobre o papel imposto às mulheres - confesso que esse último fato me deixou curiosa.
    ótima resenha, curta e direta HAHAHAHA
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Oi, a premissa do livro não me interessou, achei que não faz o meu estilo e livros desse tipo eu nem leio. Não conhecia a autora e nem a serie de livros e confesso, que os temas abordados no contexto desse livro me deixaram desanimada, não querendo lê-lo. MAs gostei da resenha, expôs bem os pontos relevantes da historia.
    bjus
    http://recantoliterarioeversos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Eu escrevi meu comentário no dia 01, mas acho que tive problemas na minha conexão e ele não foi registrado. Eu gostei muito da história, fiquei encantada com essa obstinação da amiga que tenta reconstruir os passos da amiga que desapareceu para tentar entender o ocorrido. Parece ser um livro forte também, com cenas esmiuçadas, descritas com detalhes sobre todos os aspectos da vida da duas amigas. Você escreve muito bem, sempre que venho aqui gosto das tuas resenhas.

    ResponderExcluir