[RESENHA #53] LARANJA MECÂNICA - ANTHONY BURGESS - Saga Literária

Novidades

sexta-feira, maio 20, 2016

[RESENHA #53] LARANJA MECÂNICA - ANTHONY BURGESS

Título: Laranja Mecânica
Autor: Anthony Burgess
Editora: Aleph
Paginas: 200
Ano: 2004
ISBN:8576570033
Onde Comprar: Amazon - Saraiva


Sinopse: Narrada pelo protagonista, o adolescente Alex, esta brilhante e perturbadora história cria uma sociedade futurista em que a violência atinge proporções gigantescas e provoca uma reposta igualmente agressiva de um governo totalitário. A estranha linguagem utilizada por Alex - soberbamente engendrada pelo autor - empresta uma dimensão quase lírica ao texto. Ao lado de '1984', de George Orwell, e 'Admirável Mundo Novo', de Aldous Huxley, 'Laranja Mecânica' é um dos ícones literários da alienação pós-industrial que caracterizou o século XX. Adaptado com maestria para o cinema em 1972 por Stanley Kubrick, é uma obra marcante: depois da sua leitura, você jamais será o mesmo. Agora em nova tradução brasileira.

Resenha

Yvens Castro | Saga Literária

Não é atoa que a sinopse declara que o livro fala de uma sociedade futurista, pois, esse futuro chegou. Laranja mecânica é o retrato de nossa sociedade atual, fala abertamente sobre: Violência, estupro, confusão sentimental, amizades perdidas e caminhos sem volta, e uma infinidade de escolhas que a vida nos impõe.


Você pode ler a nossa análise sobre laranja mecânica, clicando aqui.

O que mais me impressiona neste livro é o contexto histórico e como tudo acontece tão naturalmente, como tudo flui tão perfeitamente, levando em conta que é um livro de 1962 que recebeu pouquíssimas adaptações, e foi através dessa magnífica obra pela qual Anthony Burgess ficou conhecido, mesmo tendo escrito outros nomes de sucesso e de grande importância para a nossa literatura.

Alex é um jovem que vive uma carência emocional extremamente forte e isso a todo tempo fica em evidência, o que o faz ir buscar um alguém fora de sua casa para suprir aquilo o que ele não tem com os pais - nem tão futurista assim, não? - Abandonar os estudos, e sair espancando todo mundo para se sentir melhor? Realmente estamos falando de um sociopata muito carismático e com traços de uma leve depressão.


Mas ainda sim os vários problemas que surgem na vida de Alex, ele ainda sai por cima, mesmo depois dos vários acontecimentos que poderiam ter acabado com ele. 


Alex também tinha três melhores amigos, sendo eles: Pete, Georgie e Dim. Juntamente, todos eles faziam parte de uma gangue que tinha hábitos e rituais um tanto curiosos... Sair para espancar pessoa, fazer desordem, estuprar.


Obviamente o básico do livro é retratado na descrição: Apenas um jovem com problemas de relacionamentos familiares e sociais, afinal ele não tinha relacionamento de filho - de fato - com os pais, e nem outros amigos, além dos da gangue, o que complicara sua vida futuramente.



Minhas Impressões



Yvens Castro | Saga Literária

Se você já conhecia Anthony Burgess e uma de suas obras, você não deve estar surpreso em relação a escrita, o enredo e todas as características agregadas e abordadas pelo próprio em Laranja mecânica.

Laranja mecânica é um livro repleto de gírias desconhecidas, por serem gírias utilizadas em na Russia. A grande maioria das pessoas pode ter problemas em ler o livro e perder algumas partes interessantes justamente por consta das gírias que são constantes durante o enredo. Porém, a editora Aleph, cuidou de mais este problema: Existem algumas páginas no final, glossário, que abordam todas as palavras do livro que não puderam ou não foram traduzidas para que o leitor possa consultar sem medo, sem precisar estar conectado á internet todas as vezes que não souber o significado de alguma palavra.


A sequência de acontecimentos é maravilhosa e feita de uma forma fantástica. Anthony Burgess com toda certeza deixou um legado para o seu nome com esta obra. Os sentimentos e a forma como a vida da grande cidade é descrito é incrível.


O livro não retrata apenas do cotidiano futurista, ele também aborda o dia-a-dia de cidades grandes que são atordoados por adolescentes, jovens que são cada dia mais levados pela criminalidade - e me arrisco até dizer, depressão.


Se você não costuma ler os avisos ou as páginas que antecedem a obra, você irá perder alguns conselhos precisos que a própria editora Aleph oferece. Nesta nova tradução que foi impressa pela editora e lançada no ano de 2004, tem algumas das gírias traduzidas, e os critérios adotados pela editora para a tradução das mesmas. 


O próprio livro tem características bem... Peculiares, e se mostra bem fiel ao seu nome: Estranho. As figuras, imagens e toda a obra dentro do livro é confusa, mas tudo isso não é algo ruim para se abordar, muito pelo contrário - Deixa a leitura ainda mais fantástica do que o normal.



Yvens Castro | Saga Literária


Considerações: A editora Aleph tem mais pontos ao seu favor nesta publicação, do que contra. Só o fato de decidirem republicar uma obra tão maravilhosa como laranja mecânica, é um ponto positivo á se destacar. A unica coisa que não me agradou em momento algum (e isso em qualquer livro) é a textura da capa que é toda brochura (capa fraca, do tipo cartolina), bem sensível mesmo, e ao final da leitura, a capa sempre fica semi-aberta. E isso deixa qualquer um com raiva não é? Embora o livro tenha e dê para se ter uma pegada ótima com ele, por que ele tem 21 cm, um ótimo tamanho para se considerar a capa.






Por: Vitor Lessa

Nenhum comentário:

Postar um comentário