[RESENHA #71] O CORAÇÃO DO CÃO NEGRO (CONTOS DO CÃO NEGRO - VOLUME 1) - CESAR ALCÁZAR e FRED RUBIM - Saga Literária

Novidades

quinta-feira, junho 23, 2016

[RESENHA #71] O CORAÇÃO DO CÃO NEGRO (CONTOS DO CÃO NEGRO - VOLUME 1) - CESAR ALCÁZAR e FRED RUBIM

Título: O Coração do Cão Negro (Contos do Cão Negro - Volume 1)
Autor: Cesar Alcázar e Fred Rubim
Editora: Avec
Páginas: 64
Ano: 2016
ISBN: 9788567901558
Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse: Anrath, o mercenário irlandês conhecido como o Cão Negro de Clontarf, é um homem atormentado. Nascido gaélico, foi criado entre os Vikings. O destino fez dele um renegado, um guerreiro condenado a vagar entre duas culturas sem pertencer a nenhuma.
Contratado pelo misterioso Inglês para encontrar o medalhão chamado Coração de Tadg, Anrath é envolvido em uma trama de vingança e traição que o levará direto para as mãos de Ild Vuur, o viking, e o fará confrontar horrores além do espaço e do tempo.

Resenha: Em "O Coração do Cão Negro" somos levados para a Irlanda do século XI, precisamente o ano de 1022. No início da história tomamos conhecimento de um grupo de cavaleiros andando em um terreno pedregoso, o que nos leva a crer se tratar de uma região montanhosa. 


Nesse lugar ocorre um encontro por acaso entre o grupo de cavaleiros e um homem que em princípio é desconhecido de todos, e este ao ver o grupo os condena, pois eles estavam violando sepulturas.

"Rouba a sepultura de uma druida traz má, sorte amigos." p. 5.

O misterioso homem acaba impedindo o grupo, na verdade um dos homens do bando o reconhece como o Cão Negro e o seu nome é Anrath, este na verdade foi contrato por um "inglês" para recuperar uma relíquia que está em uma tumba e perdida tem muito tempo, foi onde ele encontrou com os cavaleiros acima citado.

"Pessoas como nós não têm amigos na terra. Você nasceu gaélico, mas foi criado pelos vikings. Eu sou considerada uma bruxa. Minha companhia é a deusa, a sua é a morte." p. 12.

No decorrer da trama vemos que Anrath foi criado pelo vikings, conviveu e viveu entre eles por bastante tempo. O seu passado é contado para nós durante a aventura e vemos que o dito "inglês" queria muito mais de Anrath do que o medalhão, levando Anrath a fazer com que o seu caminho encontrasse com dos seus antigos companheiros vikings.

"Após Clontarf, perceber enfim que a vida era frágil demais, Vand então contou para Vlur que desejava ir embora comigo." p. 31.

Diante de diversos acontecimentos presentes na trama, vemos que o Cão Negro precisa reencontrar o seu passado e com isso precisará acertar alguns dos problemas que foram enterrados, bem como dívidas que parecem ser impagáveis, Anrath então precisará enfrentar deuses e homens para viver.

Opinião: A obra "O Coração do Cão Negro" me surpreendeu, pois ao mesmo tempo que é simples, com pouco texto, demonstra ser uma obra que tem um desenvolvimento excelente. Adorei o fato de presenciar um pouco da mitologia nórdica, esse período do domínio dos Vikings na região da ilha da Irlanda, bem como as referências da literatura, como Lovercraft e Robert E. Howard.
Eu particularmente não sou especialista ou um bom entendedor de HQ's, mas tenho de confessar que achei os desenhos incríveis e tomei conhecimento que esse é o primeiro trabalho do ilustrador Fred Rubim em uma HQ. 
Sobre a parte física, achei o formato muito bom, a capa ficou muito legal, a diagramação está muito boa e o material é de alta qualidade. Super recomendo a HQ e estou ansioso para ler as continuações.

Book Trailer
Por Yvens Castro

Nenhum comentário:

Postar um comentário