31/10/2016

[ENTREVISTA #06] CONVERSAMOS COM ANDREW PYPER

Olá pessoal, o clima é de Halloween, estamos no dia 31 de Outubro e é com grande alegria que anunciamos nossa quinta entrevista, sendo que é a terceira internacional da Saga Literária. Hoje a estrela é Andrew Pyper, autor super elogiado, inclusive por aquele que é considerado por muito a estrela maior dos livros de suspense e terror (Stephen King). Confira abaixo a entrevista.

1. Andrew Pyper, primeiro, eu gostaria de agradecer pela oportunidade e entrevista. Segundo, para aqueles que não te conhecem. Quem é Andrew Pyper?

AP: Eu sou autor de sete romances. O Demonologista foi o meu primeiro best-seller no Canadá (onde eu moro) e em diversos territórios estrangeiros, incluindo o Brasil. O Demonologista está sendo desenvolvido pela ImageMovers (empresa produtora de Robert Zemecki’s) e Universal Pictures. O Demonologista foi o vencedor do Prêmio ITN (Escritores Internacionais de Thrillers) em 2014 como melhor romance. 

Entre os meus romances anteriores, Lost Girls ganhou o Prêmio Arthur Ellis, foi escolhido  pelo New York Times como o livro notável do ano e apareceu em ambos os New York Times (EUA e Reino Unido/UK) na lista de best-seller, e eu o estou adaptando para a televisão com a Lin Pictures e WBTV.

2. Andrew, em O Demonologista nós temos David Ullman como personagem principal, ele é um professor de literatura, especializado no clássico de John Milton, conhecido como Paradise Lost (Paraíso Perdido). Qual era a sua familiaridade com o texto antes de escrever O Demonologista?

AP: Eu lembro de ter lido Paradise Lost bem rápido antes de um exame (prova) na universidade. O livro não me causou uma grande impressão no momento além do seu personagem principal, Satanás. Satã de Milton é tão simpático e contemporâneo em muitas formas, eu lembro da caracterização quando comecei a pensar sobre o Demonologista, e quando voltei para o poema, eu vi como ele poderia desempenhar um papel maior na história.
3. David é um estudioso da demonologia, mas ao mesmo tempo é cético em sua vida pessoal. Quanto de você tem no personagem?

AP: David e eu temos algumas coisas em comum, mas também somos diferentes (fico feliz em dizer) em alguns aspectos cruciais. Eu tenho uma filha, por exemplo. E eu também sou cético por natureza (embora eu procure manter a mente aberta, particularmente quando se trata do sobrenatural, que procuro estudar). Mas David é afligido pela depressão, algo que não sou. Eu também não tenho dificuldades em partilhar os meus sentimentos mais profundos.

4. Falando sobre Os Condenados. Você poderia nos contar um pouco sobre os gêmeos Asheley e Danny?

AP: Asheley e Danny são gêmeos fraternos, e estão mais perto do que a maioria dos gêmeos. Mas a proximidade nem sempre é uma coisa boa. Isso é o que eu queria explorar em Os Condenados, como as conexões podem ser positivas, mas quando você está apegado a alguém que é uma força escura, também pode puxá-lo para baixo, te levando para a escuridão. 

5. O Demonologista foi elogiado por diversos autores. Como você vê isto?  

AP: Eu sempre me sinto honrado quando um colega que respeito diz coisas incentivadoras sobre o meu trabalho. Ser escritor é uma existência solitária, cheia de dúvidas. Então, quando um escritor, mas também um leitor, diz que você está fazendo algo de valor, ele joga a sua dúvida para longe. Por um tempo, de qualquer forma.
6. O que te motivou a se tornar escritor? Quais autores serviram de inspiração? 
AP: Eu amo contar histórias, e sempre fiquei motivado com mitologia, recriando ela, invertendo ela, fazendo dos mitos minha própria criação. Quanto aos autores que eu admiro, é uma longa lista. Mas os nomes de Alice Munro, Stephen King e Henry James imediatamente vêm à minha mente.

7. Onde e quando você prefere escrever?

AP: Eu trabalho em um pequeno escritório no terceiro andar da casa onde moro com a minha família. A minha rotina é como a maioria das pessoas, levanto, vou tomar café e trabalhar. A única diferença é que eu fico de pijama e só tomo banho tarde.

8. Andrew, você está trabalhando em algum projeto nesse momento?

AP: Há sempre algumas coisas em movimento, para fazer. Agora eu estou fazendo as edições finais do meu próximo livro, que será lançado em Inglês no próximo ano (e no Brasil logo depois disso, eu acredito). Eu também estou trabalhando em um par de adaptações dos meus livros para a televisão, que eu espero ver em algum tempo nas telas.
9. Como você vê sua relação de proximidade com os fãs brasileiros? Quando você virá ao Brasil?

AP: Meu número de leitores no Brasil é, de longe, o maior e mais participativo de qualquer lugar no mundo. Eu recebo tantas mensagens postivas, e os leitores fazem tantas coisas criativas usando meus livros, projetando suas próprias capas, escrevendo em blogs pessoais. É muito comovente. Estou imensamente grato por ter encontrado um público tão incrível. Quanto à visita ao Brasil, eu adoraria! Estou esperando por um convite, e se vier, eu vou aceitar.

10. Andrew, obrigado novamente pela atenção e oportunidade. Qual mensagem você pode deixar para os seus fãs do Brasil?

AP: Eu amo vocês, caras! Obrigado!

37 comentários:

  1. Uau, que oportunidade maravilhosa poder entrevistar um autor estrangeiro. A entrevista ficou incrível! Já tinha visto os livros de Andrew pelas livrarias e sou louca para ler Os condenados, mas não o conhecia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Amanda, então aproveite, pois tem entrevista com o sueco Anders de la Motte e com o americano Mark Lawrence também!

      Excluir
  2. Nossa que demais! Fico muito feliz que tenha conseguido entrevistar esse autor... Eu também quero entrevistar alguns autores internacionais, mas falta oportunidade, mas parabéns pela entrevista.

    Atenciosamente Um baixinho nos Livros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Marcio, fiquei bem feliz também!
      Aproveite e confira as entrevistas que realizei com o Anders de la Motte e Mark Lawrence!

      Excluir
  3. Olá!
    Que bacana a entrevista e que simpático o escritor, tinha uma outra imagem dele.
    Eu preciso reler O Demonologista, acabei não entendendo o final. Acho que misturei com Milton e fiz a maior confusão. Tanto que vou reler os dois. rs
    Amei! Parabéns e sucesso! Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marcia!
      O Andrew foi bem atencioso e solícito, adorei entrevistar ele. Muito gente boa!

      Excluir
  4. Oi conheço o autor, li o livro O Demonologista, apesar de não ter apreciado tanto, gostei bastante da entrevista e quero ler Os Condenados. Gostei da relação dele com o personagem. Muito bom trabalhar de pijama rsrsrsrsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Achei bem divertido, já imaginou trabalhar em casa e de pijama?

      Excluir
  5. Que resenha incrível!!!
    Já ouvi falar do livro, mas ainda não tive a oportunidade de lê-lo.
    O autor é muito simpático e inteligente!!!
    Beijos

    http://blog-myselfhere.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade foi uma entrevista e não resenha!

      Excluir
    2. Desculpa Yves, acabei confundindo as palavras.
      Bom, de qualquer forma, a entrevista ficou muito boa!

      Excluir
  6. Oi Yves.

    Que entrevista incrivel! Eu preciso ler os dois livros O Dermonologista e Os Condenados, pois além de ter um enredo interessante, as capas são fantásticas para quem curte terror. Bom demais!

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, os livros são muito bons e com essa entrevista serve de incentivo para lerem!

      Excluir
  7. Adorei a entrevista. Já li Os Condenados, mas estava adiando a leitura de O Demonologista por ter visto várias opiniões negativas. Agora fiquei com mais vontade de lê-lo!

    ResponderExcluir
  8. Esse cara entrou na minha lista de: autores oara ler até a lista de supermercado. Haha e ele é super simpático e tem umas respostas maravilhosas hein? Entre Os Condenados e o Demonologista, ainda fico com o segundo. É uma leitura muito forte!
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito simpático mesmo, adorei entrevistá-lo!

      Excluir
  9. Olá, tudo bem?
    Antes de tudo, parabéns pela entrevista! Deve ter sido uma honra muito grande ter a oportunidade de conversar um pouco com o Andrew. Li há pouco tempo O Demonologista e adorei, o autor realmente me conseguiu cativar pelo clima tenso e perturbador do livro. Andrew se tornou um daqueles autores que sempre ficarei de olho para ver quando lançará novos trabalhos! Muito bacana também ele mencionar o Brasil com tanto carinho, espero que um dia possa realmente passar por aqui e nos conceder uma tarde de autógrafos, quem sabe! :)

    Um abraço!
    Débora
    http://amorlivronico.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu adorei realizar a entrevista com ele Débora, o cara é super gente boa e atencioso!

      Excluir
  10. Yvens, como vai?
    Eu tenho tanta curiosidade em realizar a leitura desses livros que você nem imagina, fiquei encantada com as questões e esse autor é um querido por responder tudinho!
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, o Andrew respondeu até mais do que eu esperava, pois nunca espero que os autores vão responder todas minhas perguntas auahuahua

      Excluir
  11. Olá,
    Ainda não li nenhum dos livros de Andrew, mas estou bem curiosa.
    Adorei saber um pouco mais sobre o autor e suas obras e ando percebendo nas várias entrevistas que ando vendo que os personagens sempre carregam consigo algumas características de seus criadores e que com ele não foi diferente.
    Ansiosa para saber qual é esse novo projeto e espero que não demore muito a vir para o Brasil.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, acho interessante colocar um pouco de si no personagem, alguma característica!

      Excluir
  12. Oi Yves, tudo bem?
    Parabéns pela entrevista, adorei as perguntas que selecionou. Não li nenhum livro do Andrew e confesso que foi pelo fato de ter me deparado com algumas resenhas negativas e ao ler a sua entrevista me senti curiosa para conferir algum livro dele. Ele é bem carismático pelo que percebi e adorei a comparação que ele fez entre ele e o personagem. Acredito que os fãs do livro o receberão de braços aberto no Brasil.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, o Andrew é bem carismático. O Demonologista que foi mais criticado, mesmo assim as notas ainda são boas no skoob!

      Excluir
  13. Eita que da hora poder entrevistar o Andrew! Cara que oportunidade incrivel!!! Parabens!!! ele parece ser bem simpatico! Adorei! Adorei as perguntas e com certeza vou ler O Demonologista e o Paradise Lost tbm ahahahha gostei mto das suas perguntas e as respostas dele tbm, queria eu poder ficar de pijama o dia td aiushaiuhsahsu
    bjs Dana - Feed your Head

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Dani, fui massa mesmo, curti muito!
      Aproveita e confira as entrevistas com Mark Lawrence e Anders de la Motte!

      Excluir
  14. Helloo, tudo numa nice?!
    Eu não conhecia o autor, mas já tinha visto os seus livros. A entrevista ficou boa e o autor é bem legal e carismático. Nossa, eu curti. Sonho da vida é trabalhar de pijama ahahaha.
    Não sabia que os leitores brasileiros eram assim tão fãs dele. É sempre legal ver todo esse apoio.
    Beijin...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Alana. Sim, conheço vários leitores brasileiros que curtem seu trabalho!

      Excluir
  15. Oi, que entrevista incrivel, que massa poder entrevistar um autor estrangeiro, deve ser gratificante, ainda por cima sendo um autor em alta. Gostei de de conhecer o autor e saber mais dele. Que venham mais entrevistas assim.
    bjus

    ResponderExcluir
  16. Olá! Primeiramente, parabéns ao blog por entrevistar um autor estrangeiro tão famoso!!! Bacana o que ele fala sobre os irmãos de "Os condenados". Espero que ele venha logo ao Brasil, que alguém o convide rápido!!! Adorei a entrevista, desejo ainda mais sucesso ao blog!!!

    Beijos!
    Karla Samira
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Olha que chique, entrevista internacional! rs
    Eu não tive a oportunidade de ler nenhum dos dois livros do autor ainda mas é claro que já os vi por aí e fiquei bastante interessada.
    Gostei da sua entrevista e o autor foi muito simpático. Tomara que possa mesmo um dia vir pra cá.
    beijo

    ResponderExcluir
  18. Gente, mas que lacre! Parabéns pela entrevista, que oportunidade incrível.
    Nunca li nada do autor, mas MORRO de vontade :/

    ResponderExcluir
  19. Primeiro, parabéns pela entrevista!!!
    Acho essas postagens bem legais, mas quando são internacionais são ainda mais interessantes já que não são tão comuns.
    Eu fiquei bem curiosa com os livros, mesmo eles não sendo o meu estilo. E ao saber um pouco mais do autor fiquei ainda mais interessada e com vontade de arriscar a leitura (mesmo com um certo receio já que sou bem medrosa...rs).
    Parabéns pela entrevista!!!
    Ficou ótima :)
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  20. Oie
    muito legal sua entrevista, os livros parecem ser bem legais e ainda não conhecia nenhum mesmo assim boa dica e desejo sucesso as publicações

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Olá,
    Muito legal a entrevista. Eu acompanho o autor pelo twitter e realmente já tinha visto ele mencionar sobre os fãs no Brasil. Espero em breve mais coisas dele!

    http://euinsisto.com.br

    ResponderExcluir
  22. Achei muito legal você ter a oportunidade de conversar com o autor. Não conhecia muito do trabalho dele, então ler a entrevista foi muito interessante.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir

INSTAGRAM

Publicações Recentes

recentposts

Publicações Populares