07/10/2016

[RESENHA #127] O JOGO (THE GAME #1) - ANDERS DE LA MOTTE


Título: O Jogo (The Game #1)
Autor: Anders de la Motte
Editora: Darkside Books
Páginas: 272
Ano: 2015
ISBN: 9788566636512
Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse: Você quer jogar? É só um jogo. Isso é o que pensa Henrik “H. P.” Peterson, protagonista da Trilogia The Game, ao aceitar um convite anônimo, via celular, para participar de missões inusitadas pelas ruas de Estocolmo. Mas a cada tarefa cumprida, e devidamente compartilhada na rede, ele tem a sensação de que a brincadeira está ficando séria demais. Será paranoia? Ou será que HP está realmemte caindo numa poderosa rede de intrigas, com conexões que poderiam chegar aos responsáveis pelo assassinato do primeiro ministro sueco em 1986 ou até mesmo aos ataques do 11 de setembro? Quem afinal está por trás desse jogo? Você tem coragem de investigar?

Então você precisa ler (O Jogo), primeiro livro da Trilogia The Game, de Anders de la Motte. Uma saga eletrizante que combina a escola sueca de suspense (vide Stieg Larsson) com o vazamento de informações no mundo pós Edward Snowden. Anders de la Motte é um ex-policial e diretor de segurança de informação de uma das maiores companhias de TI do mundo. Está desenvolvendo uma série para a TV americana com o produtor executivo de Homeland e 24 Horas.

A Trilogia The Game conta a história de HP, o pequeno trambiqueiro que está só contando o tempo necessário para largar o subemprego e voltar a receber o seguro social. A outra jogadora é a detetive Rebecca Normén, recém promovida para o grupo de elite do Serviço de Segurança sueco. Enquanto sua carreira decola quase por acaso, mensagens anônimas deixam claro que segredos do seu passado não estão tão bem guardados assim. Fenômeno em diversos países, a Trilogia The Game é surpreendente, divertida e assustadora na medida certa. Um thriller dos tempos de hoje, onde tudo o que acontece numa tela touchscreen já não pode mais ser considerado virtual.

Resenha: The Game: O Jogo Começa Agora é o primeiro volume da trilogia The Game do autor do ex-policial e chefe de segurança de TI, o autor sueco Anders de la Motte, o livro foi publicado originalmente em 2010. A história se passa principalmente na Suécia e vamos acompanhar dois irmãos.

VOCÊ QUER JOGAR?
  SIM            NÃO

Nesse primeiro volume o autor nos apresenta os protagonistas Henrik "HP" Petterson e sua irmã Rebecca Normén. A história foca um pouco mais em HP, pois é ele quem vai participar do Jogo. Mas o que é o jogo? O jogo na verdade são missões atribuídas ao jogador, que caso consiga cumprir, ganha uma pontuação em um ranking de jogadores, além é claro de recompensas monetárias.

HP é um homem por volta dos 30 anos, tem grandes problemas para ter responsabilidade, gosta de fazer uso de substâncias alucinógenas como por exemplo maconha ou pílulas. HP é ainda um homem instável, não tem namorada, não constituiu família, praticamente não tem amigos e vive de pequenos furtos.

Rebecca Normén é a irmã de HP, mais velha que o próprio, passou por momentos traumáticos na vida, se mostra insegura em se tratando de relacionamentos, principalmente longos, devido um amor conturbado. Na infância sempre protegeu HP do próprio pai, que era um tanto severo. Rebecca ingressou e fez carreira na polícia sueca, o que levou ela a ingressar em uma força de elite, mais especificamente no serviço de segurança, que é responsável principalmente pela proteção de figuras políticas, sejam da Suécia ou estrangeiras.

O livro se inicia basicamente com HP em uma estação de trem, utilizando de seus artifícios para não pagar a passagem, ticket. Nesse trem ele encontra um celular dando "bobeira" e resolve pegá-lo para fazer uma grana fácil, porém em certo momento ele começa a receber mensagens perguntando se ele quer participar de um jogo, onde fica aparecendo as respostas Sim ou Não.

"Isso é legal pra caralho, HP sorriu para si mesmo enquanto clicava o Sim. Muito Missão Impossível - tudo o que faltava era a voz seca e o telefone virando fumaça." p. 23.

HP após receber muitas mensagens e é claro uma mensagem que o surpreende, ele decide então com esse celular prateado de um design totalmente novo, participar desse jogo, algo que muda completamente a sua vida. No decorrer da leitura vemos que as missões vão aumentando de nível, assim como os valores monetários que ele recebe devido o grau de dificuldade das mesmas.

"Jesus, que porra de explosão gigante! Mesmo que tivesse atirado vários flashbangs no Counterstrike, lido sobre os efeitos dele na internet ou mesmo tendo visto vídeos no YouTube com a M84 em ação, nada fazia justiça ao estrago feito por aquela pequena lata maldita." p. 75.

Em certo momento, após concluir uma missão, tudo muda para HP, pois ele quebra um regra extremamente importante e com isso ele passa a ser caçado, ser pressionado de diversas formas, algo que vai incluir até mesmo a sua irmã, que por sinal, vai ter que lidar com esse desequilíbrio e sumiços constantes do irmão Henrik. E uma figura vai despertar curiosidade e temores em HP, é o Mestre do Jogo, mas quem é ele?

Opinião: The Game é um livro que adquiri esse ano de 2016, expandindo a minha coleção de livros da Darkside Books, mas entre os motivos além da beleza e o fato da Caveirinha estar entre minhas editoras favoritas é pela temática, é por ser uma obra que consegue mesclar suspense, ação, aventura e investigação.
O Jogo é o primeiro livro da trilogia do autor sueco Anders de la Motte e se passa na Suécia, isso foi algo extremamente positivo ao meu ver, pois pude conhecer um pouco de Estocolmo e da cultura sueca, acrescente-se isso ao fato do autor nos levar para fazer um tour pela cidade.
Anders durante a narrativa não deixa de fazer uma crítica à sociedade atual, com diversas citações e referências à cultura pop, filmes, aplicativos de internet e alimentos das redes de fast foods.

Sobre os personagens, de um lado temos HP que é egocêntrico e descomprometido, que literalmente "caga e anda" para as coisas. Ele busca a fama, prazeres sexuais e também adoro beber ou utilizar drogas. Do outro lado temos sua irmã Rebecca Normén, workaholic e adepta aos exercícios físicos, mas emocionalmente fragilizada e que se mostra em diversos momentos individualista.
Anders de la Motte criou uma trama intensa, com um enredo bem tralhado e uma narrativa que te envolve, O Jogo é uma obra que foge da mesmice, pois o autor consegue criar momentos de tensão e também momentos cômicos. Não é um livro raso ou simples, mas sim um livro que aborda diversos aspectos sociais e tecnológicos, sem deixar de lado aspectos como violência e sexo.
A Darkside Books fez um excelente trabalho, o projeto gráfico, a capa dura, a diagramação, as folhas amareladas e os marcadores ficaram sensacionais. A Caveirinha mais uma vez demonstra todo o seu esmero e carinho através de O Jogo, trazendo um lindo livro para os seus leitores. Super recomendo a leitura desse primeiro volume.

Você quer jogar?

2 comentários:

INSTAGRAM

Publicações Recentes

recentposts

Publicações Populares