04/11/2016

[RESENHA #140] HISTÓRIA ZERO - WILLIAM GIBSON


Título: História Zero (Blue Ant #3)
Autor: William Gibson
Editora: Aleph
Tradução: Fábio Fernandes
Páginas: 514
Ano: 2015
ISBN: 9788576571858
Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse: “História Zero”, assim como em Reconhecimento de Padrões e Território Fantasma, explora o lado mais sombrio do marketing e o cenário conturbado do pós-11 de setembro e da crise global de 2008. A nova meta do ambicioso Hubertus Bigend é controlar o fornecimento de uniformes militares nos Estados Unidos e se valer da crescente influência desse estilo no mercado mainstream. Para tanto, ele busca aliciar o criador anônimo de uma obscura e desejada marca de roupas que virou febre entre consumidores do mundo inteiro. A ex-roqueira e jornalista Hollis Henry está praticamente falida. A contragosto, ela aceita a proposta do bilionário belga para rastrear e identificar o misterioso designer. Nessa missão, Hollis contará com a ajuda de Milgrim, um tradutor ex-viciado em drogas cuja drástica reabilitação fora bancada pelo próprio Bigend. Mas o trabalho de ambos chama a atenção de concorrentes indesejados, dando início a uma delirante perseguição que acaba envolvendo um agente do governo norte-americano, o intrépido namorado de Hollis e até mesmo o ex-baterista de sua antiga banda.

Resenha: História Zero foi escrito por William Gibson, este é o último volume da trilogia Blue Ant, que tem Reconhecimento de Padrões e é seguido por Territórip Fantasma. 


Em História Zero temos novamente o personagem Hubertus Bigend, um ricaço extramente curioso, que deseja dominar uma determinada área do setor industrial têxtil. Para isso, Bigend está em busca de um tecido especial, contido em uma jaqueta que poderá lhe dar o controle da fabricação de uniformes militares nos EUA.

Hubertus Bigend contrata algumas pessoas bem distintas, uma delas é a ex-roqueira e jornalista Hollis Henry, que receber a missão de descobrir quem é o responsável pela criação de tal tecido.

"O sal da terra nunca lhe diz que é sal da terra. As pessoas que caem em armadilhas não sabem disso." p. 72.

Nessa empreitada, Hollis Henry a ex-roqueira da antiga banda The Curfew, enquanto tenta descobrir quem fabricou a jaqueta misteriosa, terá a ajuda de Milgrim, um tradutor russo e ex-viciado em drogas, todo largado e zen, que apresenta alguns rompantes de paranoia. 

Milgrim recebeu o apoio de Bigend, que financiou a sua recuperação na luta contra as drogas, porém ele sofre com algumas recaídas e picos de ansiedade. Milgrim auxiliando Hollis, parte em busca para descobrir quem desenhou uma calça para os militares norte-americanos.

"- Mas nem todos segredos são informações que pessoas estão tentando esconder. Alguns segredos são informações que estão ali, mas que as pessoas não podem ter." p. 224.

O autor nos leva em uma jornada através do mundo da moda, marketing, tráfico internacional e material militar, onde acompanhamos diversos personagens.

Opinião: William Gibson apresenta uma obra profundamente descritiva no que tange aos ambientes ou objetos, isso para quem não está acostumado pode ser um pouco cansativo. A escrita de Gibson continua excelente, isso é uma das grandes qualidades da obra, porém em certos momentos deixou História Zero em um ritmo mais lento.
O autor criou diversos personagens, muitos incríveis e bem construídos, nos apresentando personagens conturbados, exagerados, enigmáticos e sobretudo humanos. Esses personagens são bem reais, com o autor realizando abordagens sobre suas perdas, dores, motivações e principalmente neuroses. O autor nos cria a sensação de termos sido inseridos na trama, conhecendo assim os personagens "pessoalmente". 
A trama tem muito de Reconhecimento de Padrões no campo da tecnologia e propagandas, com análises sobre o impacto dessas na sociedade, influenciando o ser humano como indivíduo.
História Zero é uma obra cheia de mistérios, perseguições e investigações, além é claro de abordar o mundo da moda. Gostei bastante da trilogia Blue Ant e as abordagens feitas pelo autor sobre a sociedade do século XXI. Recomendo a leitura dessa obra, assim como da trilogia para você que deseja algo novo.
Primeiramente quero deixar meu agradecimento para a Editora Aleph por me enviar a trilogia. Segundo, a edição está muito bem feita, uma capa simples, mas ao mesmo tempo sofisticada. Assim como as outras edições, fiquei com a sensação de que a capa é levemente aveludada. O livro possui orelhas, fontes confortáveis e folhas amareladas. Falar da qualidade dos livros da Editora Aleph é chover no molhado.

30 comentários:

  1. Nossa, que inveja! Eu quero pra ontem! Amei essa capa e sua resenha! Confesso que eu não conhecia os livros, mas vou tentar comprar assim que possível!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro é muito bom e sua temática bem atual!
      Se for possível pode adquirir sem medo. Confira no site da Saraiva, lembro que era o local com o melhor preço quando pesquisei!

      Excluir
  2. Olá.
    Não sabia que era trilogia, vou procurar a coleção completa.
    Gostei da sua resenha.
    beijos.

    meumundosecreto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Vanessa, pode procurar sem medo a trilogia, que é boa mesmo!

      Excluir
  3. Olá, Yvens!
    Excelente resenha. Venho de uma cidade têxtil do interior de São Paulo, então, para mim é um pouco bizarro ver uma trama envolvendo esse universo que me é tão familiar. Contudo, faz sentido quando você aborda o lado psicológico dessa indústria e o poder de influenciar comportamento e consumo.
    Realmente não me incomodo com livros descritivos, até gosto.
    Beijos!
    Gatita&Cia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Tatiana,

      eu te digo que esse livro é bem descritivo e reflexivo, é uma boa pedida.
      Bjuss

      Excluir
  4. Conheço alguns livros do autor, como Neuromancer e Mona Lisa Overdrive, mas infelizmente não tive a oportunidade de ler eles. Não conhecia essa trilogia e fiquei muito interessado em saber mais sobre através dessa sua resenha. E, para variar, a Aleph fazendo belas capas para os seus livros. Parabéns pela resenha, Yvens.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marcelo,

      a trilogia em questão "Blue Ant" não é tão conhecida como a de Neuromancer, mas é muito boa. Obrigado pelo elogio e a Aleph arrebenta!

      Excluir
  5. Olá,

    Embora conheça o autor, não sabia da existência dessa obra, gostei bastante do enredo e foge um pouco do gênero literário que costumo ler, mas ainda assim é um bocado interessante. Futuramente pretendo dar uma chance.

    Abraços,
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Vivianne, de fato a trilogia "Blue Ant" é super interessante!
      Abraços!

      Excluir
  6. Oiii Yvens, tudo bem?
    Você sempre arrasando nas resenhas né amigo, fiquei apaixonada por essas fotos e eu indicaria esse livro para alguns amigos, pois não é um gênero totalmente que me agrada.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Morgana, tudo bem?
      Obrigado pelos elogios, fico feliz com esse reconhecimento!
      Abraços!

      Excluir
  7. Olá!
    Nunca tinha ouvido falar desse livro, para ser sincera. Mas confesso que também não é meu tipo de leitura, não sei dizer bem o porquê, mas não me atraiu, rs. Flores no Outono 

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Alexia,
      isso é uma pena, pois o autor nos tira da zona de conforto!

      Excluir
  8. Olá Yvens, tudo bem? Tenho que começar essa comentário com uma avaliação sobre a sua resenha: UAU acho incrível a forma como você escreve e as imagens são sempre lindas. O livro parece muito bom não conhecia ainda, mas vou adicionar a minha lista de leitura. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Faby, fico muito feliz que tenha gostado da resenha, obrigado pelos elogios!
      O livro é muito bom, pode adicionar sem medo na sua lista de leituras!
      Bjuss

      Excluir
  9. realmente, a Aleph é uma editora que preza bem pela qualidade de seus títulos... impossível não elogiar sempre *-*
    apesar da narrativa se meio lenta em alguns momentos, pretendo ler... na verdade quero conhecer a trilogia e não será esse detalhe que vai me fazer ficar sem concluir a história ^^
    bj...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Maria, tudo bem?
      Concordo contigo, a Aleph preza pela qualidade no seu catálogo, não é uma editora que lança diversas obras ao ano como outras ou mesmo apesar dos projetos gráficos, o foco não é a beleza dos livros e sim o conteúdo!
      Bjuss

      Excluir
  10. Não conhecia a trilogia, mas me interessei bastante, e pretendo lê-la um dia! Gostei muito da sua resenha. Dica anotada! Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Mayara, fico feliz que tenha despertado sua curiosidade!
      Abraço!

      Excluir
  11. Olá, bem instigante essa trilogia, tem vários elementos que gosto em um livro. Sua opinião sobre ele me deixou bem curiosa, uma coisa que gostei tbm foram as capas. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Danielle, de fato a trilogia é muito instigante e rica em detalhes!
      Bjus

      Excluir
  12. Oi1
    Não conhecia a trilogia, mas achei a trama muito diferente do que eu estou acostumado a ver no mercado editorial. Adorei a resenha, e as edições estão realmente lindas.

    Abraços
    http://www.mundoinvertido.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gustavo, obrigado pelos elogios. As edições apesar da "simplicidade", são muito bonitas!
      Abraço!

      Excluir
  13. Olá, tudo bem?
    Não conhecia está trilogia, ama-me pareceu ser bem intensa, daquelas que só largamos depois de ler tudo e ainda ficamos com uma bela ressaca literária.
    Gostei muito da sua resenha!
    Beijos, Larissa (laoliphant.com.br)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Larissa,

      essa trilogia é muito intensa mesmo, é das boas!
      Obrigado pelo elogio!
      Bjus

      Excluir
  14. A editora é o máximo, mas este não é um livro cujo gênero me atrai. Beijos e parabéns pelo post!

    Carolina Gama

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Blog Ensaiando,

      eu amo a Editora Aleph, está sem sombra de dúvida entre as favoritas!
      Bjus

      Excluir
  15. Oii, tudo bem?
    Eu sou apaixonada por livros com fatos históricos e ainda mais quando tem uma história bem construida, então provavelmente eu ai gostar muito desse livro. Não sabia que era uma trilogia.
    Abraços Mary do blog Leituras da Mary

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Mary,
      esse é um livro bem construído, com elementos históricos importantes.
      Abraços!

      Excluir

INSTAGRAM

Publicações Recentes

recentposts

Publicações Populares