27/12/2016

[RESENHA #153] SELVA BRASIL - ROBERTO DE SOUSA CAUSO


Título: Selva Brasil
Autor: Roberto de Sousa Causo
Editora: Draco
Páginas: 83
Ano: 2010
ASIN: B008TW1EA6
Onde Comprar: Amazon

Sinopse: Esta é uma história alternativa que imagina como seria o Brasil vinte anos depois da invasão militar brasileira das Guianas, na Fronteira Norte, segundo os planos megalomaníacos do Presidente Jânio Quadros. Simultaneamente, a Argentina invadiu as Ilhas Malvinas, no Atlântico Sul. Contudo, uma coalizão formada pelos países atingidos pela ação militar brasileira – Inglaterra, França e Holanda – e os Estados Unidos contra-atacaram e empurraram os soldados brasileiros de volta, ficando com um bom pedaço da Amazônia Brasileira. Desde então instalou-se um conflito permanente na região, com o Brasil e aliados latino-americanos lutando para retomar o território perdido e manter sob controle uma guerrilha patrocinada por aqueles países do Primeiro Mundo. É um Brasil completamente diferente do nosso, contido política e economicamente por esse conflito perpétuo, e com gerações de jovens brasileiros comprometidas com o conflito. Amparada por uma pesquisa cuidadosa, Selva Brasil acompanha um grupo de soldados que – ao seguir para um ponto anônimo do Amapá, na fronteira com a Guiana Francesa, onde devem substituir uma outra unidade do Exército Brasileiro – se depara com desertores e com um plano secreto para romper as regras de engajamento que limitam o conflito na região. Ao mesmo tempo, esses homens são confrontados com um estranho experimento militar que, indo além dos parâmetros do seu projeto, pode ter aberto um portal entre essa realidade paralela e a nossa.

Resenha: Em Selva Brasil, a história ocorre vinte anos após uma tentativa de invasão nas Guianas, pelo governo brasileiro. Vamos acompanhar o personagem Roberto de Souza, que leva o nome do autor e a diferença nos nomes fica apenas por conta das letras "s" e "z".

Nessa realidade alternativa, temos Jânio Quadros um presidente com características megalomaníacas, que em 1962 levou a cabo o plano de invadir as Guianas, algo que foi contra as posições de países como EUA e França. Diante de tal invasão, as Guianas contaram com os apoios dos países anteriormente citados, bem como dos britânicos.

"Nosso pelotão viajava há pelo menos quarenta horas - quarenta horas sem banho, comendo ração enlatada e com a barba por fazer. Só mesmo naqueles velhos filmes americanos é que os caras conseguem ficar perfeitamente barbeados numa guerra."

Após repelirem os brasileiros, essa aliança acabou por invadir e ocupar o território brasileiro na Amazônia, o que desencadeou uma longa guerra. Os soldados das forças armadas brasileiras precisaram enfrentar de forma contínua guerrilheiros e mercenários. Mas o Brasil não está só nessa guerra, pois tem o apoio de outras nações sul-americanas, o que incluí a Argentina, cujas tropas durante os conflitos, conquistou as Ilhas Malvinas.

Após passar 20 anos, um grupo de soldados é mandado para substituir outro grupo, e com isso, voltarem a luta para retomar as terras perdidas. Entre diversos conflitos e emboscadas, esses soldados encontram desertores, que estão contrabandeando as riquezas do país para outros países, o que só piora toda a situação. Como se não bastassem os conflitos, em algum lugar no rio Amazonas, os soldados desse novo grupo, acabam por descobrir um portal para outra dimensão, paralela a nossa.

Opinião: Selva Brasil é uma grata surpresa, pois consegue mesclar elementos de aventura, guerra e ficção científica. O autor traz uma obra eletrizante, apresentando uma linguagem informal, repleta de gírias militares, o que torna a história mais real.

É interessante a abordagem feita pelo autor no campo militar, como a utilização de armas russas pelos soldados brasileiros no mundo paralelo. Existem alterações geopolíticas, geográficas, contudo essas são citadas de passagem. Ainda podemos notar a abordagem feita pelo autor sobre John Kennedy, líder político dos EUA na década de 60, o não envolvimento dos EUA no Vietnã e até que ponto a União Soviética existiu.

Outros aspectos são abordados nesse mundo paralelo, como a não subordinação do Corpo de Bombeiros à Policía Militar, a política e cultura brasileira após o governo de Jânio Quadros. 

O autor nos leva para o campo da reflexão, levantando questionamentos sobre a história do Brasil, bem como da América Latina. A ênfase da trama nos leva para pensar sobre nossas próprias decisões, sobre o quanto as decisões coletivas com ou sem nossa participação, podem afetar, ditar nossa dia a dia.

Selva Brasil foi lido na versão e-book, cedido gentilmente pela Editora Draco, confesso que gostei bem da leitura, que se mostrou bem fluída, apresentando personagens bem construídos, além de temas interessantes como política, guerra e realidade alternativa. Recomendo a obra, principalmente para quem gosta de ficção científica. 

4 comentários:

  1. Realmente parece ser um livro e tanto, acho bem legal quando autores criam uma historia a partir de "E Se.." Com certeza, ele entrará para minha lista de leituras.

    Abraços

    Resenha Jogador Nº1
    {Des}Construindo o Verbo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro realmente me surpreendeu, gostei bem!

      Excluir
  2. Muito obrigado pela resenha, Yvens. Fico feliz que tenha gostado. Numa ambientação semelhante (a Amazônia) a Draco também tem de minha autoria o livro "Terra Verde", com mais ou menos o mesmo tamanho. "Terra Verde" foi um dos cinco ganhadores do III Festival Universitário de Literatura, promovido pela revista "Livro Aberto" e pela Xerox do Brasil.
    Eu deixo o meu agradecimento público à Draco, por investir na divulgação de "Selva Brasil".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Roberto, gostei sim!
      O livro de fato é muito bom!
      Abraço!

      Excluir

INSTAGRAM

Publicações Recentes

recentposts

Publicações Populares