[ENTREVISTA #08] CONVERSAMOS COM RÔ MIERLING - Saga Literária

Novidades

quinta-feira, fevereiro 02, 2017

[ENTREVISTA #08] CONVERSAMOS COM RÔ MIERLING

Olá pessoal, é com grande orgulho que compartilhamos com vocês essa entrevista realizada com a Rosana Mierling, autora Gaúcha, escritora, roteirista e antologista. Rô recentemente teve "Diário de Uma Escrava" obra de grande sucesso no Wattpad, publicada pela Darkside Books.

1. Olá Rô, tudo bem? Você poderia fazer uma breve apresentação para os leitores da Saga Literária quem é Rosana Mierling?

RM:
Escritora, gaúcha, mãe, leitora, cristã. Meio paranoica, meio antissocial, cheia de pensamentos que orbitam entre a luz e a escuridão.

2. Quando começou a sua paixão pelos livros?

RM:
Eu tinha 9 anos, e trocava meu dinheiro da merenda por gibis. Depois passei a ler "romances de banca", comprados com dinheiro que eu ganhava de pequenas tarefas domésticas. Em seguida conheci Agatha Christie, eu tinha 11 anos e descobri a literatura policial, o suspense, e me aprofundei no gênero. A leitura mudou minha vida, me tirou de crises e me livrou da insanidade.

3. Pode nos contar como e quando começou a escrever suas obras?

RM: Comecei a escrever ajudando um amigo a fazer um artigo científico, em seguida passei a ajudar professores a pesquisar conteúdos para seu livros, depois comecei a redigir discursos, elaborar conteúdo para outros autores, passando a ser ghost writer. Em 2010 comecei a escrever para mim mesma e assim surgiu a minha escrita particular.

4. Você sempre escreveu terror psicológico? Já escreveu outros gêneros?

RM:
Já escrevi diversos gêneros, inclusive tenho um livro de poesia. Mas o terror psicológico é meu preferido.

5. Existe algum processo ou método que você adota para escrever? Você escreve em algum ambiente específico?

RM:
Prefiro escrever na madrugada, no silêncio.
6. O que você pode nos dizer sobre Diário de uma Escrava? O que podemos esperar da sua obra?

RM:
É uma obra cruel, real, forte e visceral. Um livro feito para o Wattpad, com uma metodologia e técnica de escrita mais "leve" sem amarras, de forma que alcance todos os públicos para a mensagem do livro ir mais longe.

7. Como surgiu a oportunidade de publicar o seu livro pela Darkside Books?

RM:
Fui contatada pelo editor geral e depois de algumas conversas, resolvemos que iriamos levar Diário de uma Escrava ao livro físico.

8. Qual é o sentimento de ter o seu livro publicado pela Darkside Books?

RM:
Especial.

9. Como você vê o mercado para obras de thriller e terror no cenário nacional? Existe muito preconceito por parte das editoras, leitores ou livrarias?

RM:
Um pouco, já existiu mais, hoje grandes nomes nacionais abre os caminhos atraindo cada vez mais leitores e mostrando que esse gênero tem muito a oferecer em matéria de entretenimento.

10. Cite alguns dos seus autores favoritos.

RM:
Stephen King, Carlos Eduardo Novaes, Ilana Casoy, Ruth Rendell, Patricia Highsmith, J. D. Salinger e outros.
11. Poderia citar alguns dos seus livros favoritos?

RM:
Escuridão total sem estrelas, Mistérios do Aquem, O Livro das Crueldades, Revival, O apanhador no campo de centeio.

12. Por fim, agradeço pela oportunidade e o tempo que nos cedeu. Gostaria de deixar alguma mensagem para os leitores da Saga Literária?

RM:
Leia, muito e sempre, de tudo um pouco, todos terão algo a te oferecer. Agradeço muito, grande beijo.

10 comentários:

  1. Gente, que inspirador! Sempre acho o máximo quando uma autora independente tem reconhecimento. Não conhecia a obra nem a autora, mas com certeza vou conferir!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Yvens!
    Eu sou apaixonada pelas edições da Darkside e fiquei muito feliz e surpresa quando soube que esse livro era de uma autora nacional. Já li resenhas muito positivas a respeito e outras nem tanto, mas tenho muita vontade de ler o livro. Muito bom saber um pouco mais sobre a Rô e conhecer o percurso dela.

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  3. Olá!

    Verdade, o mercado tem aceito melhor a literatura nacional. Quanto autor top entre as referências da Rô, show.

    Confesso que a temática abordada em Diário me deixa receosa, quem sabe um dia.

    Bom, muito legal a entfevista.

    Beijo.
    Ana.

    ResponderExcluir
  4. Fiquei super feliz quando soube que a Darkside iria publicar a obra da Rô. Agora que comprar o livro e conferir toda a narrativa, pois li umas resenhas que apontava vários pontos negativos de Diário de uma escrava. Observando as respostas, vejo que ela é bem objetiva com as palavras.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Eu ainda não li o livro da Rô mas sei o quanto a obra é real e o quanto nos abre os olhos para uma questão que todos sabem mas que poucos comentam. Eu não tive estômago para ler, mas fico feliz com o alcance que a obra vem tendo. Gostei da entrevista e a autora, como sempre, é muito direta nas respostas e isso é muito bom.

    ResponderExcluir
  6. Oie, tudo bom? Meus parabéns pela ótima entrevista! Adorei saber mais dessa autora, que parece ser uma pessoa super interessante!!! Não tenho tanta curiosidade para ler o livro no momento, mas quero fazer isso um dia para entender melhor todas as críticas positivas e negativas que já li sobre ele.
    Beijos!
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bem?
    Já tinha visto o livro da autora, mas confesso que não me interessei. Principalmente depois que soube o final hahaha.
    Mas achei muito interessante a entrevista e saber um pouco sobre como foi a jornada dela como escritora. É bom ver que há cada vez mais espaço para os autores nacionais.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem? Nossa não sabia que a autora é brasileira, fiquei surpresa e achei mega legal. Confesso que o tema que ela trabalha não é do meu interesse, afinal tenho muito medo de terror, mas a entrevista foi bem light e adorei saber mais sobre ela <3
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Senti que ela tinha algumas respostas meio robóticas haha Recebi o livro da Darkside, mas não consegui ler. Li varias resenhas e todas elas me mostraram que eu não conseguiria completar a leitura :/
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  10. Olá :)
    Pude perceber que a autora é muito séria e direta, hein. Não sei se simpatizei. kkk
    Mas realmente, a escrita de Diários de Uma Escrava é simples e fluída, fácil de entender e não tem complicação alguma.
    Espero ver outros livros da autora nesse mundo literário.
    Abraços.

    ResponderExcluir