14/02/2017

[RESENHA #176] DIÁRIO DE UM EXORCISTA - RENATO SIQUEIRA E LUCIANO MILICI


Título: Diário De Um Exorcista
Autor: Renato Siqueira e Luciano Milici
Editora: Generale (Évora)
Páginas: 256
Ano: 2013
ISBN: 9788563993724
Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse: Desde muito jovem, Lucas é atormentado por inimigos sobrenaturais cruéis e impiedosos. Quando uma tragédia familiar inexplicável abala sua família, o menino desperta para a mais importante e desafiadora missão que um ser humano pode enfrentar, uma luta sem fim contra o inimigo maior do homem e de Deus: o próprio Diabo. 

Passada nas décadas de 1950 e 1960, a história (baseada em fatos reais) do padre Lucas Vidal - um dos maiores exorcistas da América Latina - é contada em seus mais aterrorizantes e inacreditáveis detalhes. Do rigoroso e pouco ortodoxo treinamento às mais difíceis batalhas contra demônios, possessos e outras entidades sobrenaturais, a trajetória de Lucas e dos irmãos Biaggio contra seres profanos aterroriza o mais cético dos leitores que vai perceber, aos poucos, que além de as criaturas das trevas ganharem mais força a cada ataque, as mais perigosas têm um objetivo único: destruir os padres exorcistas.

Resenha: Diário de um Exorcista é baseada em fatos reais e aborda a vida do Padre Lucas Vidal. A história inicia-se quando Lucas ainda era criança e sequer pensava em se tornar padre. Com apenas 12 anos, criado em uma família muito religiosa na cidade de Santa Bárbara das Graças (nome fictício), no interior de São Paulo, Lucas era um garoto normal e feliz, até que em certa noite estranhos acontecimentos começam a rondar sua família.

"− Meu nome é Lucas. Padre Lucas Vidal. Sou um padre especialista em exorcismos. O único do Brasil autorizado pelo Vaticano e um dos cinco servos de Cristos da América Latina com carta branca e total liberdade para encarar o maior inimigo da humanidade com todas as armas possíveis. Minha profissão é incomum. Para os crentes, sou a salvação. Para os descrentes, uma farsa. Nasci no dia 28 de abril de 1942, no interior de São Paulo, em uma pequena cidade chamada Santa Bárbara das Graças." p. 9.

Em certa oportunidade Jonas, o pai de Lucas começa agir de modo estranho e vários fatos sobrenaturais passam a acompanhar Lucas, que ouve vozes e sussurros que o chamam, o garoto também começa a ter visões macabras e vê uma coruja de olhos negros que o observa.

Apresentando dificuldades em crer que as visões e experiências vividas não passavam de obras da sua imaginação, Lucas acaba por se encontrar em um caminho sem voltar, quando uma misteriosa mulher fala para ele se afastar do que outrora fora seu pai, ressaltando que um ritual havia condenado Jonas e toda a sua família.

Pouco tempo após o estranho comentário da misteriosa mulher, uma tragédia ocorre na família de Lucas, ocasionando um choque enorme em todos e após essa dramática ocorrência na família, Lucas decide se tornar padre. Durante alguns anos, a vida de sacerdócio ocorre com total devoção e tranquilidade, com o tempo, Lucas conquista sua própria paróquia, mudando-se para São Paulo, com 27 anos.

Em São Paulo, Lucas continua tendo suas visões, mas de certa forma elas aparecem com mais força e em dada oportunidade ele recebe a ligação do Padre José, que no passado foi seu professor e o ajudou a se tornar padre. É por meio desse encontro que surge a oportunidade de Lucas tornar-se exorcista, sendo treinado em momentos distintos pelos irmãos Pedro e Thomas Biaggio.

"Encontrei pessoas completamente subjugadas por seres infernais que viviam como marionetes espalhando a desgraça e rendendo-se aos maus conselhos. Assassinos que se diziam induzidos por vozes, homens que atuavam com preconceito e discriminação crendo falsamente estarem agindo em nome do Senhor, mas que apenas cumpriam as regras de Lúcifer. Cheguei a desmascarar falsos exorcistas e religiosos que promoviam curas enganosas em parceria com os próprios demônios que infligiam as tais doenças e tribulações nas vítimas. Foram dias sufocantes e, paradoxalmente, libertadores, nos quais – além de atendermos a chamados de vítimas de possessão – também investigávamos por nós mesmos casos intrigantes." p. 125.

Após conhecer os irmãos, a vida do Padre Lucas muda totalmente, pois ele se dedica aos estudos para se tornar um exorcista, precisando enfrentar diversos desafios e dificuldades, que trazem à tona o seu passado que se entrelaça com o seu presente e sua fé é testada em diversos momentos.

Opinião: Primeiramente quero agradecer a Editora Évora pelo livro que nos foi cedido por meio da parceria. Falando sobre Diário de um Exorcista, a obra me envolveu, adorei a leitura, que por sinal fluiu muito bem, eu li a obra em um final de semana, isso levando em conta que tive compromissos, então não fiquei direto em casa.
Os autores durante a leitura me deixavam curioso sobre os desdobramentos, sobre o que iria ocorrer no desenrolar da história. Achei muito legal demonstrar as dificuldades da época, como por exemplo as dificuldades em comunicação e para a locomoção, algo comum nas décadas de 50 e 60. Os cenários e personagens são bem trabalhados e descritos, algo que considerei bem positivo.
Destaco que no início de cada capítulo existe uma passagem bíblica, relacionada com demônios, são versículos bíblicos, seja do antigo ou novo testamento. Particularmente não achei a narrativa pesada, porém passa longe de ser leve, em alguns momentos fiquei incomodado com alguns fatos.
Para aqueles leitores que não estão habituados com leituras que envolvam o sobrenatural, entidades demoníacas e exorcismos, é bem provável que vá causar algum receio ou mal-estar durante a leitura, pois a obra apesar de ter sua pegada de "ficção", tem o seu realismo. 
Por fim, a edição está muito legal, a Generale (Ed. Évora) caprichou nessa capa, que retrata o clima e a pegada eletrizante da obra. O livro vem em folhas amareladas, fonte em tamanho confortável e existe notas explicativas no rodapé quando se faz necessário. O livro ainda acompanha algumas imagens e curiosidades relacionadas ao filme.

11 comentários:

  1. Oii
    Andei pesquisando e vários livros foram lançados com essa temática o que é bom por que eu adoro. Gostei bastante da resenha, mas tenho sérios problemas com ambientações no Brasil, acho que acostumei com autores estrangeiros. Ainda assim vou ler o livros, parece valer super a pena.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Quando li o título já pensei "Ai que medonho", ai você vem come dizer que é baseado em fatos reais. Definitivamente este livro não é para mim ~sou super medrosa~ mas confesso que fiquei um tanto curiosa sobre a vida do padre exorcista, ainda mais por se tratar de um tema que muitas pessoas não acreditam ser real, eu mesma tenho lá minhas dúvidas, mas eu provavelmente ficaria por muita noites sem dormir. =(

    Vícios e Literatura

    ResponderExcluir
  3. Oi, Yvens!
    Tenho visto tantos livros abordando esse assunto... O interesse pelo sobrenatural sempre existiu, mas parece estar mais forte agora. Eu nunca li nenhum livro que falasse de exorcistas e coisas do tipo, mas já assisti a alguns filmes e, apesar de ter meu lado medroso, a curiosidade fala mais alto. Não sabia da existência desse livro e gostei de saber que é baseado em fatos reais, acho que deixa tudo com um clima ainda mais assustador.

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  4. Eu não tenho coragem para ler nada do tipo, a capa já me dá um medo tremendo e pela sua resenha eu vejo que não conseguiria nem ficar com o livro na mesma casa que eu kkkk Gostei de ver a sua opinião sobre a obra.

    ResponderExcluir
  5. Oiie! Pois é, sou uma leitora muito medrosa, mas pela resenha me parece ser um livro riquíssimo, para qualquer fã do gênero querer realmente conferir.

    Adorei a resenha!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  6. Olá Yvens, tudo bem?
    Vou deixar a dica passar, apenas pelo fato de que meu curto o genero. Sou bastante medrosa e não me arriscaria nessa leitura. Mas deu para perceber pela sua resenha que é uma leitura maravilhosa, por isso apesar de não anotar a sua dica,vou passar para alguns amigos que curtem esse tipo de leitura. Beijos. Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  7. Oiee!!
    Nossa!! A sua resenha me deixou um pouco agoniada... rsrsrrs
    Não costumo ler obras desse gênero. Gosto de leituras mais leves e essa, como você mesmo destacou, não é. Se você que já tá acostumado com esse tipo de leitura fixou incomodado com alguns fatos, imagina eu... rsrsrs
    Enfim, sua resenha me deixou a sensação que pra quem gosta desse tipo de leitura, O diário de um exorcista, é uma boa pedida.
    Eu, passarei a dica... rsrsrs
    Bjo

    ResponderExcluir
  8. já quero. falou em demônios,exorcismo e afins já fico mega empolgada pra ler KKKKKKKKKKKKK
    e pior que tenho medo, mas só leio de madrugada esse tipo de coisa...
    já vai pra lista de recomendações que preciso ler... o mais intrigante é ela se passar no Brasil e baseada em fatos reais...

    bjs, Yvens ;)

    ResponderExcluir
  9. Oi
    eu não conhecia esse livro, pra ser honesta não achei tão extraordinário, mesmo assim, leria, pois o assunto desperta curiosidade.

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem? Conhecia já o livro, porém como é de praxe, odeio qualquer leitura que tenha no meio terror/suspense/que dê medo. Não é que odeio, é que simplesmente morro de medo e não consigo, nunca, finalizar a leitura haha Acho que essa será uma ótima dica para quem curte, comigo, fica no futuro hhehe Ótima resenha!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Olá.
    Esse livro me dá medo só de olhar a capa e li sua resenha com muito receio de não dormir de noite, porque esse é um tema que eu evito a todo custo, já que eu sou muito medrosa. Mesmo.
    Mas que bom que foi uma leitura rápida para você e que gostou do livro.
    Abraços.

    ResponderExcluir

INSTAGRAM

Publicações Recentes

recentposts

Publicações Populares