23/02/2017

[RESENHA #184] SHERLOCK HOLMES: CONTOS (VOLUME II) PARTE I - SIR ARTHUR CONAN DOYLE


Título: Sherlock Holmes: Contos (Volume II)
Autor: Sir Arthur Conan Doyle
Editora: Martin Claret
Páginas: 1326
Ano: 2014
ISBN: 9788544000236
Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse: O detetive mais famoso do mundo retorna em uma edição especial indispensável. Este volume contém os contos escritos por Sir Arthur Conan Doyle que guardam algumas de suas histórias mais famosas e queridas: As aventuras de Sherlock Holmes, Memórias de Sherlock Holmes, A volta de Sherlock Holmes, O último adeus de Sherlock Holmes e Os arquivos de Sherlock Holmes. Além disso, o volume possui ilustrações originais de Sidney Paget e outros artistas. Uma edição indispensável para todo fã.

Resenha: A presente obra reúne algumas histórias sobre Sherlock Holmes, o detetive mais famoso de todos os tempos. Os contos foram escritos por Sir Arthur Conan Doyle e vamos acompanhar As Aventuras de Sherlock Holmes, Memórias de Sherlock Holmes, A volta de Sherlock Holmes, O último Aadeus de Sherlock Holmes e Os arquivos de Sherlock Holmes.

AS AVENTURAS DE SHERLOCK HOLMES

O primeiro de cinco livros inseridos na obra, retrata As Aventuras de Sherlock Holmes que é composta por 12 contos em que conhecemos diversas aventuras e investigações do famoso detetive. Devido aos inúmeros contos optei por selecionar aqueles que mais gostei.

O primeiro conto é Um Escândalo na Boêmia onde acompanhamos a história do Rei da Boêmia, que na sua juventude conheceu Irene Adler, porém cinco anos após o término da relação, ele iria se casar com a filha do Rei da Escandinávia, todavia o seu passado volta para atormentá-lo.

"- Os fatos, em poucas palavras, são os seguintes: há mais ou menos cinco anos, numa longa visita que fiz a Varsóvia, conheci uma aventureira famosa, Irene Adler. O senhor já deve ter ouvido esse nome." p. 19.

O Rei da Boêmia encontra-se em apuros, pois vem sofrendo diversas chantagens da Irene Adler, que o ameaça, levando a possibilidade de divulgar uma foto em que comprovaria a relação ocorrida entre ambos no passado e diante dessa situação, ele acaba pedindo ajuda ao detetive Sherlock Holmes, para que possa seguir adianta no casamento.

A Liga dos Cabeças Vermelhas é o terceiro conto e nos apresenta a história do Sr. Wilson, um homem ruivo, dono de uma casa de penhores, que acaba descobrindo um anúncio sobre uma sociedade conhecida como a Liga dos Cabeças Vermelhas, onde apenas homens ruivos podem fazer parte e ele é claro acaba fazendo parte dela.

"Como os senhores podem ver; meus cabelos são de uma tonalidade muito acentuada. Pareceu-me então que, se houvesse um concurso, eu teria mais chances que qualquer outro." p. 63.

Porém, um dia a liga é dissolvida de forma misteriosa, sem qualquer explicação e ninguém tinha ouvido falar dela. Diante das pontas soltas, Holmes entra no caso com a ajuda de seu fiel amigo Dr. Watson para assim determinar quais foram as reais intenções do anúncio e da liga.


O quarto conto é O Mistério do Vale Boscombe e nessa história Sherlock Holmes é chamado com urgência, devendo ir para o Oeste da Inglaeterra onde vai investigar o assassinato de um fazendeiro, chamado Charles McCarthy. 

"O Vale Boscombe é um distrito rural situado perto de Ross, no condado de Hereford." p. 84

Por meio de investigações policiais, concluíram que Charles McCarthy morreu logo após uma discussão com o seu filho James McCarthy, o que levou seu filho a ser indiciado pelo assassinato. O jovem acabou sendo preso e não resistiu a prisão, a polícia deu o caso como encerrado, mas Holmes, não convencido e acreditado na inocência do jovem herdeiro, resolve investigar a morte de Charles e inocentar o James.

O Homem do Lábio Torcido é o sexto conto de As Aventuras de Sherlock Holmes. Nessa trama vamos acompanhar o desespero da Sra. Saint-Clair ao ver o seu marido em um prédio aparentemente suspeito, bem como o seu desaparecimento e possível morte. 

A pedido da Sra. Saint-Clair, Holmes começa a investigar o sumiço do Sr. Saint-Clair, um homem honrado, pai e bom marido, que foi visto pela última vez na janela do segundo andar daquele mesmo prédio em que a Sra. Saint-Clair o viu entrar de forma assustada.

Durante a investigação, tomamos conhecimento que foram encontradas no mesmo prédio, apenas as roupas do marido, escondidas em um canto, com resquícios de sangue. A polícia local o deu como morto, porém um dia após o suposto crime a esposa recebe uma carta do marido. São mistérios que Holmes precisa desvendar.

MEMÓRIAS DE SHERLOCK HOLMES

Esse é o segundo livro dos cinco presentes na obra Contos da Martin Claret. Memórias de Sherlock Holmes foi publicado originalmente em 1892 e Sir Arthur Conan Doyle nos apresenta 11 contos, por meio dos quais continuamos a acompanhar as aventuras e investigações do famoso detetive.

O Esplendor de Prata é o primeiro conto e o título refere-se ao nome de um cavalo campeão, que poucos dias antes de começar uma grande uma corrida, na Copa Wessex, desaparece e o seu treinador John Straker é assassinado. Holmes então é contratado para descobrir o paradeiro do cavalo, líder na casa de apostas, tendo em vista que sua ausência desperta grande interesse.

"Então os principais fatos do caso, despojados de todas as suposições e expressos de maneira tão clara quanto possível. Vou recapitular agora a atuação da polícia para desvendá-lo." p. 306.

Watson parte para a cena do crime em King's Pyland onde encontra com Holmes, lá ele faz um resumo para Watson, sobre tudo o que havia lido nos jornais. Em King's Pyland, ambos são recepcionados pelo inspetor Gregory e pelo Coronel Ross. Corre no ar que o verdadeiro responsável pelos crimes era Fitzroy Simpson, que esteve nos estábulos na noite que antecedeu o assassinato e o desaparecimento do cavalo campeão. O caso parecia concluído, até que Holmes antes de ir embora marca um encontro com o dono do Esplendor de Prata.

O Ritual de Musgrave é o quinto conto das Memórias de Sherlock Holmes e vamos conhecer o relato de um dos primeiros casos enfrentados pelo detetive. Isso ocorreu quando um amigo de faculdade, chamado Reginald Musgrave, abalado pela morte do pai, procura Holmes para que ele descubra o real motivo do desaparecimento da sua caseira e de seu mordomo, que pouco antes de desaparecer, foi flagrado vasculhando uma gaveta no escritório da família.

"Nunca senti tão grande frêmito de decepção, Watson. Por um momento, pareceu-me que eu devia ter cometido algum erro radical em meus cálculos." p. 397.

Holmes no decorrer da investigação, descobre um papel que revela ser uma espécie de mapa, em forma de palavras e instruções, que o leva a descobrir uma câmara secreta. Nesse local Holmes acaba por descobrir um cadáver e uma possível ligação da empregada com o corpo. As investigações ainda levam Holmes a descobrir alguns metais e moedas de ouro.

Em O Enigma de Reigate, a trama nos demonstra Holmes convalescido devido um trabalho no continente que lhe exigiu muito de suas energias, por isso, ele e Watson vão para o campo, com o intuito de descansar, recuperar as forças. Porém, na localidade onde se estabelecem, algumas coisas estranhas começam a acontecer, como um roubo em uma propriedade vizinha e também a morte violenta de um cocheiro. Holmes se vê envolto, no meio de investigações, analisando todas as pistas e pessoas. 

Opinião: Nessa resenha eu optei por demonstrar alguns contos dos livros As Aventuras de Sherlock Holmes e As Memórias de Sherlock Holmes, isso pelo simples fato da obra conter cinco livros, dessa forma, devido a complexidade e inúmeros contos, escolhi alguns que mais se destacaram ao meu ver.
Sir Arthur Conan Doyle apresenta uma escrita atemporal, extremamente fluída e envolvente, o autor prendeu a minha atenção do início ao fim na grande maioria dos contos apresentados e foram no total 23 contos  que ocupam por volta de 530 páginas das 1322 do livro. As histórias são relativamente curtas, detalhadas, bem divertidas e repletas de mistérios, além disso é prazeroso acompanhar desde a descoberta de um caso até o momento de sua solução e nisso acompanhamos os métodos utilizados por Sherlock Holmes.
Todos os contos apresentados por Sir Arthur Conan Doyle são de alto nível, outro ponto positivo é o fato de que o leitor pode apreciar diariamente alguma nova trama, sem que te atrapalhe em suas tarefas cotidianas ou mesmo outras leituras. 
Destaco o livro As Aventuras de Sherlock Holmes o primeiro dos cinco presentes na obra Contos, pois é uma ótima oportunidade para quem quer conhecer o famoso detetive e enveredar-se nesse mundo da literatura policial. Super recomendo a leitura de Sherlock Holmes: Contos para todos que gostam de literatura policial, para aqueles que não conhecem ou mesmo os que já conhecem um pouco do famoso detetive.
A edição está belíssima, um verdadeiro luxo. A capa é dura e o material da capa nos lembra um couro, além disso é toda detalhada, com letras na cor dourada. O livro está no formato 23 x 16, acompanha marcador em fita de cetim. A obra conta com folhas bem amareladas, nos lembrando um livro antigo e ainda existem diversas ilustrações originais de Sidney Paget e outros artistas.

9 comentários:

  1. Conheço o livro, é muito bom e a edição é sensacional, a minha, dei para uma amiga que tinha mais apreço que eu para as histórias de Sherlock, uma professora, que faria melhor uso que eu. O Enigma de Reigate foi o conto que mais curti quando li, lembro-me.

    ResponderExcluir
  2. Embora esse seja o meu gênero literário preferido, eu nunca li nada de Sherlock Holmes, mas morro de vontade. Tenho certeza que é uma leitura muito bom e pretendo realizar algum dia.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Yvens! Que edição maravilhosa! Eu adoro livros de investigação e tenho um carinho especial por detetives "clássicos", como o Sherlock Holmes e o Poirot. Poder acompanhar o caso desde o início, passando pelos métodos e chegando na conclusão deve ser uma delícia!

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  4. Gente, que livro enorme O.O acho que preferiria que ele fosse dividido mesmo, ta grande demais kkkk mas ta bem bonito.
    Eu li Um Estudo em Vermelho quando estava na 7ª série e achei incrível, a história, a forma como o Sherlock investigava. E quando cheguei na metade do livro, aconteceu tantas reviravoltas, eu me apaixonei pelo autor ali.
    Não li todos os livros dele ainda por falta de oportunidade, mas um dia termino de ler toda a coleção <3

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Adoro o Sherlock porém nunca li uma obra exclusiva. Vinha há bastante tempo querendo comprar. Não sabia que tinha um livro de contos, mas achei um box bem bacana pra comprar. Espero me encantar pois me atrai bastante todo esse enredo de investigação e mistérios.
    Gostei bastante dessa obra e de sua considerações fiquei também com vontade de ler. Vou procurar pra futuras aquisições.

    Beijos!

    Camila de Moraea.

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem?
    Gente que dica maravilhosa. Nunca li nada do Sherlock, mas claro já ouvi falar muito e já assisti filmes, animações... Concordo com você essa edição está maravilhosa e a obra é realmente muito boa. Uma aquisição que vale muito a pena. Amei a dica e a sua resenha. Parabéns. Beijos

    ResponderExcluir
  7. Esta edição está linda! Acabei ganhando alguns livros com contos do Sherlock, por isso, alguns que você citou aqui eu já li, como O Homem do Lábio Torcido E Liga dos Cabeça Vermelha. Gostei de ambos e imagino a qualidade dos outros que eu ainda não li.
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem?

    Que edição! Está tão caprichada, dá para notar todo o cuidado e a dedicação da editora para com essa obra.
    Quanto aos contos, acho que eu iria curtir. Confesso que nunca li as histórias de Sherlock Holmes, mas tenho vontade. XD

    Beijo!

    ResponderExcluir
  9. Que máximo! Não conhecia essa edição e já me apaixonei por ela! Adoro Conan Doyle, ele é fantástico! Essa edição é para colecionador, perfeita! Espero poder adicionar a minha estante em breve!

    ResponderExcluir

INSTAGRAM

Publicações Recentes

recentposts

Publicações Populares