[RESENHA #195] ETÉREO - ALLISON RDS - Saga Literária

Novidades

terça-feira, março 07, 2017

[RESENHA #195] ETÉREO - ALLISON RDS


Título: Etéreo
Autor: Allison Rds
Editora: Pendragon
Páginas: 310
Ano: 2016
ISBN: 9788569782179
Onde Comprar: Pendragon

Sinopse: Fevereiro de 2012... Uma equipe de pesquisadores brasileiros descobre uma misteriosa pirâmide em plena Antártica, a bióloga Luna e o geólogo André ficam fascinados com todas as possibilidades de descobertas de uma nova civilização até então desconhecida pela humanidade. O que André não imagina é que Luna faz parte de uma milenar organização que busca os segredos e poderes que a nova descoberta pode trazer.

Ao mesmo tempo, as mentes de Darius, um general do exército persa e de Iaret, uma poderosa sacerdotisa egípcia, são despertadas em pleno século 21, onde se veem cassados por Naviid e Layla, dois antigos inimigos que percorreram os séculos em busca dos conhecimentos e dos poderes do deus escriba Toth...

Etéreo é um livro de ficção que se passa em três momentos distintos: Em 2012 no Brasil; Em 523 antes de Cristo em plena guerra no Egito do faraó Psamético III contra o império persa do rei Cambises II e novamente no Brasil em 2015. Concluindo alianças entre homens e deuses e finalizando guerras pessoais que duraram mais de três mil anos...

Resenha: A trama em Etéreo inicia-se em fevereiro de 2012 e somos apresentados para uma dupla de pesquisadores brasileiros, André e Luna, que descobrem algo inimaginável, uma incrível pirâmide localizada na Antártica.  O que André não sabe é que Luna faz parte de uma grande organização milenar, liderada pela feiticeira Layla, que está em busca de um segredo contido justamente dentro dessa pirâmide.


"André já vivia na Antártica a tempo suficiente para conseguir orientar-se em meio ao deserto de gelo, mas com a ajuda dos equipamentos de orientação seria muito mais rápido e imensamente mais preciso em conseguir ajuda [...]" p. 21

Tomamos conhecimento que em tal pirâmide descoberta por André e Luna, fora construída por Toth, um antigo deus egípcio que era ao mesmo tempo um escriba. A construção da pirâmide teve por objetivo proteger a Terra e isso se dá em conjunto com outras 12 pirâmides que forma uma grande rede.

Em paralelo a tal acontecimento e descoberta, Darius e Iaret são despertados no Brasil, em pleno século 21. Iaret é uma poderosa sacerdotisa de Toth, mas que em determinado momento não se lembra do seu passado ou quem realmente é. Por outro lado temos Darius, que outrora foi um general dos imortais, nata do temível exército persa. 

No decorrer da trama, vemos que Darius e Iaret possuem como inimigos Naviid e Layla, que é a feiticeira de Cambises e utiliza-se da magia negra que foi concebida pelo deus das trevas conhecido como Arimã, além disso Layla era seguidora do antigo imperador Persa.

"Uma sensação estranha, era frio e sombrio, como uma tristeza profunda e escura, levantara-se e deixara que Darius confortasse Iaret em sua viagem ao desconhecido [...]" p. 91

Vamos acompanhando a história desses personagens ao longo de um grande lapso temporal, iniciando no século VI a.c., indo até o ano de 2015. Nesse período perseguições foram realizadas por Naviid e Laya ao longo dos séculos em face a Darius e sua protegida Iaret.

Opinião: Etéreo foi o primeiro livro que li da Editora Pendragon, a obra solicitei por meio da parceria com a editora. Confesso que a solicitação foi feita pela capa que muito me agradou e também por ter visto alguns comentários positivos sobre a obra. Outra coisa que me intrigou e despertou em ler Etéreo, foi o fato do autor abordar a mitologia egípcia.
A obra tem vários narradores, algo que achei particularmente interessante, pois visualizamos sob óticas diferentes. Outro aspecto positivo refere-se ao fato que a história é contada em anos diferentes, de 2012 o autor nos leva para o ano de 523 antes de Cristo e nos transporta por último para o ano de 2015. Essa jogada temporal é bem legal e nos permite entende os aspectos e nuances da trama.
A história e personagens foram bem construídos, assim como os cenários que o autor nos apresenta. Allison nos apresenta uma obra com diversos momentos de ação e muitas batalhas. É uma obra que tem sua dose de violência. Um aspecto muito importante é o fato dos capítulos serem curtos, o que proporciona um dinamismo maior para a obra. Indico Etéreo para todos que gostam de literatura nacional e fantasia.
Em se tratando da edição. A capa está muito bonita e retrata a história. A diagramação ficou ótima, são raros os erros de revisão. As folhas são amareladas. A edição possui orelhas e informações sobre o autor. A Editora Pendragon está de parabéns.

Um comentário:

  1. Olá
    Esse livro é viciante. Eu me envolvi muito com a história. Gostei muito de sua resenha. Me refrescou coisas que não me recordava direito.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir