13/03/2017

[RESENHA #198] A GAROTA DE TREZE - LILIAN REIS


Título: A Garota de Treze
Autora: Lilian Reis
Editora: Mundo Uno
Páginas: 220
Ano: 2016
IBSN: 9788567218045
Onde Comprar: Americanas - Saraiva

Sinopse: Oi, meu nome é Luce. Odeio ter treze anos, ser chamada de pirralha e não ser popular, mas, Acima De Tudo, odeio nunca ter sido beijada! Só tenho uma amiga de verdade, a Rafa, e um amigo apaixonado que tenta de todas as formas chamar minha atenção, o Bruno. Ele é pra lá de fofo, mas não gosto de garotos tão novos, entende? Minha vida sem graça começou a mudar quando botei os olhos no vocalista de uma nova banda. Nossa. Que gato! Eu já queria fazer aulas de violão, mas, depois que ouvi o carinha, decidi me matricular. Quase caí dura quando descobri que ele era o professor! Pelamordideus! Além de atencioso, paciente e lindo, tocava MUITO! Fiquei maluca por ele, tão maluca que decidi trapacear. Eu só não imaginava que as consequências seriam tão desastrosas!

Resenha: A Garota de Treze é um romance juvenil que desperta boas lembranças de nossa adolescência e nos transporta para uma época de nossos primeiros amores e decepções.

Lucinda ou Luce como gosta de ser chamada é uma adolescente de treze anos que odeia sua recém-idade, porque afirma juntamente com sua melhor amiga Rafa que nessa época – dos Treze aos Quinze – não acontece nada de novo e principalmente, os garotos não dão atenção a elas, porque são muito novas e desengonçadas, além de serem proibidas por seus pais de frequentarem os lugares mais badalados e descolados da cidade. Um saco! como diria Rafa.

Luce é filha de pais separados. Seu pai se casara novamente e de quebra lhe dera uma meia-irmã que adora se exibir e lembrar a jovem que ela é sufocada e superprotegida por sua mãe que sempre a alerta das crueldades do mundo e fundamentalmente da esperta dos meninos. Sua mãe namora o doutor Alexandre que é um homem forte e centrado que tenta lidar com dois filhos que são rebeldes sem causa.

Luce e Rafa estudam no ESM juntamente com Bruno que é o garoto mais fofo e inteligente que ambas conhecem e completamente apaixonado por Luce que só desconfia disso quando ganha uma correntinha com um pingente de coração que deixa claro o sentimento que seu amigo nutre por ela. Os três são unidos desde a infância, já que moram todos no mesmo condomínio numa cidade próxima de Belo Horizonte – MG e sempre ajudam uns aos outros quando os problemas surgem.

"[...] Uma vez ouvi alguém dizer que as meninas amadurecem mais rápido do que os meninos. E é verdade, sabia? Na minha sala, tem um monte desses moleques que só tem tamanho. O cérebro deles é do tamanho do caroço de uma azeitona." p. 15

A vida de Luce começa a mudar radicalmente quando ela e Rafa decidem arrumar uma namorada para Bruno. Elas não querem que ele fique magoado com um amor não correspondido e começam a dar uma de “cúpidas” que decidem juntar ele e Camila, uma menina magrinha e da turma das “Descoladas” que adoravam fazer bullying com elas. O único problema essa estratégia é que Bruno não quer Camila e sim Luce.

Paralelo a isso, Luce se matricula nas aulas de violão e se surpreende ao ver quem será seu professor. É o vocalista da banda que tocou na sua escola e que para variar é lindo e muito talentoso. Ele se chama Noah e tem dezoito anos. Ela se encanta pelo rapaz de primeira. É fisgada pelo primeiro amor e ele acaba também se apaixonando por ela.

Vocês pensam que seriam apenas rosas nessa história? Claro que não. Toda rosa tem espinho e como a vida adora brincar com os seres humanos e Luce acaba caindo nessa pegadinha do Destino. Como ela tem treze anos, ela decide mentir que tem dezesseis anos, porque com a maquiagem que usa – escondida da mãe – acaba aparentando ser mais velha e também por causa do seu tamanho – alta, magra e de cabelos cacheados claros e olhos verdes – e assim começam seu relacionamento.

Muitos desastres vão acontecendo, como uma quebra de amizade, a descoberta da verdadeira identidade de Noah e claro a confusão de mentiras de Luce em relação sua idade.

"[...] Está só precisando enfrentar as consequências de suas atitudes, e o nome disso é crescer! Portanto, seja educada e pare de ironizar! Sorria um pouco! Eu já disse que essa fase ruim, que você arrumou sozinha para si mesma, vai passar." p. 203

Será que Luce conseguirá ficar com Noah quando ele descobrir sua verdadeira idade? Você acha correto uma adolescente namorar com um rapaz maior de idade? Você já mentiu por amor?

Opinião:  Primeiramente, Luce é muito dramática e reclamadora. Tudo para ela é o fim do mundo. Não compreende que tudo tem seu tempo e momento certo para acontecer. Nenhuma fase deve ser pulada, porque não poderemos mais retornar para ela e isso pode causar consequências graves no nosso amadurecimento e aprendizado para a vida. Algumas vezes tive vontade de sacudir ela para perceber que a mãe dela também merece ser feliz e casar com quem quiser sem ter que pensar que é mãe e abdicar tudo por causa da filha. Antes de ser mãe, toda mulher é um ser humano que tem sonhos e desejos.
Rafa é mais descomplicada e compreende melhor a vida e suas ironias. Por mais que ela tenha incentivado a insanidade de Luce em se envolver com um rapaz mais velho que ela, Rafa acaba sendo mais madura e dona de um bom senso grande. Ela não perde o controle e consegue enxergar os acontecimentos sem o romantismo dos livros e isso a torna mais fria e direta.

A mãe de Luce é receosa com o crescimento da filha, porque fez escolhas tolas e impensadas na sua adolescência que não deseja que sua filha passe pelo mesmo e consequentemente a torna mais protetora e “linha dura”, porém é compreensiva e amorosa com Luce em todos os momentos, principalmente quando o coração da menina é machucado e cai de seus contos de fadas influenciados pelo sue vício por romances.
Outro personagem destaque aqui é Bruno. Ele é maduro e cheio de bom senso mesmo sendo novinho. É apaixonado por Luce e deixa isso claro sempre. Sente-se mal quando é enganado por ela e pela Rafa e isso afeta seu relacionamento com elas, porém seu sentimento por Luce acaba fazendo que as perdoe sem demora.

Noah é um rebelde sem causa para mim e detestei-o em diversos momentos. É injusto em seus julgamentos, principalmente com seu pai que tenta educa-lo e lidar com o filho que descobriu a pouco tempo ter. Ele só se torna agradável depois do choque que sofre com a descoberta da idade da Luce que claro faria qualquer rapaz surtar, porque poderia ser acusado de pedófilo.

A história é bem clichê adolescente, mas os fatos e as complicações dos personagens acabam conquistando os leitores e deixando curiosos para saber qual será o final desse drama adolescente divertido e bem “novela mexicana”.
A capa do livro é perfeita para o enredo, porque lembra os momentos que Luce ligava para Rafa – que mora do lado dela rs – para conversarem ou chorarem juntas. As folhas amarelas, a fonte agradável e a bonequinha fofa que aparece no começo de todo capítulo completam esse livro gostoso para uma leitura doce e que lembra nossos tempos de adolescentes. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

INSTAGRAM

Publicações Recentes

recentposts

Publicações Populares