[CRÍTICA] COLHEITA MALDITA (1984) - Saga Literária

Novidades

quinta-feira, agosto 17, 2017

[CRÍTICA] COLHEITA MALDITA (1984)

É hora de mais uma crítica envolvendo filmes que foram adaptados dos livros daquele que é considerado o mestre do terror moderno, Stephen King. Dessa vez, decidi falar sobre o filme Colheita Maldita, baseado em um conto do autor e que acabou sendo um pouco diferente do original. Dirigido pelo desconhecido Fritz Kiersch, o filme contou com a bela Linda Hamilton (Sarah Connor de O Exterminador do Futuro) e Peter Horton nos papéis principais.

A história em Colheita Maldita (1984) tem início com um rápido flashback de três anos antes, quando na cidade de Gatlin em Nebraska, um grupo de crianças assassina brutalmente todos os adultos em uma lanchonete, ataque esse liderado por Isaac Chroner (John Franklin) um pastor mirim e seu capanga, o violento Malachai (Courtney Gains). Isaac e Malachai comandam uma seita pagã que venera um ser sobrenatural conhecido como Aquele Que Caminha Por Trás da Plantação. Essa seita é formada apenas por crianças e utiliza do sacrifício de adultos, irrigando com o sangue destes os campos de milharais que cerca a cidade.
O filme volta ao tempo presente e acompanhamos o casal Dr. Burton Stanton (Peter Horton) e sua namorada Vicky (Linda Hamilton) de Seattle que estão viajando pelo interior dos Estados Unidos. Enquanto está dirigindo, Burton tem um momento de distração ao tentar se localizar em um mapa e é nesse momento que ele atropela o garoto Joseph (Jonas Marlowe), que tentava fugir da seita demoníaca ao atravessar o milharal para a estrada. Porém, ao analisar o acidente e averiguar a criança, o doutor Burton descobre que Joseph já portava um ferimento mortal no pescoço, ocasionado por um golpe de faca.

Dr. Burton resolve denunciar o assassinato do garoto e parte para a cidade de Gatlin, que não está nos mapas oficiais, indo contra aos conselhos de um velho mecânico e proprietário de um posto de gasolina localizado à beira da estrada que disse para o casal procurar ajuda na cidade de Hemingford, distante 30 kms, mas segura. 
Em Gatlin, o casal encontra uma cidade deserta, completamente abandonada e a contragosto de Vicky, eles começam a vasculhar o local. Lá, o casal descobre a garotinha Sarah (Anne Marie McEvoy), brincando sozinha em uma casa abandonada. A criança apresenta um poder de premonição, manifestando suas visões através de desenhos, é nesse momento que o perigo começa a se tornar real para o Vicky e Burton.

Opinião: Colheita Maldita é um filme relevante no gênero terror e está na primeira leva de histórias escritas por Stephen King que foram adaptadas para o cinema. É interessante acompanhar o casal em uma cidade fantasma, abandonada e devastada pelo tempo, nos transmitindo um clima depressivo e de solidão, além do mais nos passa a sensação de que o casal está sendo observado constantemente. Outro fato interessante é a utilização em massa de crianças e adolescentes no filme, tendo em vista que mais de 90% da película só tem os personagens Dr. Burton e Vicky como adultos, isso por ser um filme de suspense e terror psicológico.

As crianças em princípio passam a impressão de serem inocentes, contudo estão longe de serem assim, pois elas utilizam todos os tipos de armas perfurocortantes ou contundentes, como fações, foices, machados, cutelos ou martelo. O filme tem um ótimo roteiro, a ideia é muito boa, porém o desenvolvimento é razoável, mas isso podemos relevar, pois o elenco é repleto de atores mirins, não sendo possível falar que as atuações são espetaculares. Quero ressaltar as atuações de Isaac e Malachai, pois conseguem passar um clima maquiavélico ao filme. O cenário é muito bonito e a trilha sonora ficou muito boa. No geral Colheita Maldita é um filme razoável, porém, gostei de assistir e conhecer outra adaptação dos contos e romance do autor Stephen King.

7 comentários:

  1. Resenha muito boa. Colheita Maldita deixa você com aquela sensação de incomodo nervoso enquanto assiste, mesmo sendo um filme de baixo orçamento (como a maioria das histórias do King que foram filmadas nesta época). Uma história boa sempre mantém seu impacto!

    ResponderExcluir
  2. Colheita maldita é um dos filmes que mais gosto de assistir, creio que seja porque foi um dos primeiros filmes com terror que assisti na infância e desde então continuo a amá-lo incondicionalmente, ótima dica.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Hey, Yvens!

    Eu me lembro de ter assistido a esse filme na minha adolescência, e gostado bastante. Depois disso eu nunca mais assisti. Preciso assistir novamente pra ver se minha opinião sobre ele continua a mesma. No entanto, tive a leve impressão de que seu post é melhor do que a lembrança que eu tenho do filme... ahahahaha. Não sei. Quando eu assistir novamente, volto pra te contar. :D

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Estou chocada com essa premissa. Mas se os adultos fazem coisas escabrosas, crianças e adolescentes também podem fazer. Ainda não li o conto nem vi o filme, mas depois do seu post é algo que vou considerar.

    ResponderExcluir
  5. Clássico! Clássico, clássico, clássico. Recomendo que assistam porque é realmente bacana. Bom, se vocês gostam do gênero como eu. Beijos e sucesso! Ótimo post.

    Carolina Gama

    ResponderExcluir
  6. Oie
    aaah quero muito ver, alias, tudo que é desse autor me interessa e sempre ouço falar bem do filme, parece ser realmente um grande clássico e adorei sua resenha sobre

    beijos
    http://www.prismaliterario.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Eu gosto bastante desse filme. Acho horrível essa coisa de crianças do mal, crianças assustadoras, crianças em filmes/livros de terror. É algo que sempre assusta e funciona bem.

    ;*

    ResponderExcluir