[CRÍTICA] A TORRE NEGRA - Saga Literária

Novidades

sexta-feira, agosto 25, 2017

[CRÍTICA] A TORRE NEGRA

Para aqueles que ainda não sabem, A Torre Negra é um série composta por oito livros e foi escrita por Stephen King que é considerado o mestre do terror moderno. A série conta com mais de 4.000 páginas repleta de magia, fantasia, faroeste e robôs, assim pode ser considerada um enorme desafio para qualquer diretor e roteirista que tente adaptar o mundo de Roland de Eld para o cinema ou para a TV. O projeto ficou alguns anos engavetado até que o diretor Nikolaj Arcel em conjunto com o roteirista e produtor Akiva Goldsman conseguiram encarar esse enorme desafio para levar este filme ao telespectador. 

Em "A Torre Negra" conhecemos Jake Chambers (Tom Taylor, da série "The Last Kindgom" onde interpretou o jovem Uhtred de Bebbanburg), um garoto nova iorquino de apenas catorze anos que constantemente tem alguns sonhos envolvendo monstros, outros mundos e diversas crianças que são aprisionadas por um misterioso homem vestido todo de preto (Matthew McConaughey). Essas crianças são capturadas e utilizadas para destruir uma gigantesca torre que visa proteger o mundo. 

Esses sonhos recorrentes começaram a se manifestar logo após Jake perder o seu pai e sua mãe de forma traumática. As pessoas ao redor de Jake acreditam que esses sonhos são na verdade relacionados ao trauma sofrido pelo garoto, sendo um efeito colateral. Contudo, em certo momento Jake percebe que os seus sonhos estão relacionados a algo maior, por isso ele resolve partir em busca de outro personagem de seus sonhos, um misterioso pistoleiro que ele acredita ser o único que pode ajudá-lo em acabar com o homem de preto e seus planos.
Em busca por respostas, Jake acaba utilizando algumas pistas que ele reuniu em seus desenhos e, em certo momento, encontra um portal, porém ao entrar nesse portal, ele acaba cruzando uma barreira entre o seu mundo e um mundo totalmente novo. Nesse local, o garoto acaba encontrando Roland, o último pistoleiro ainda vivo que busca uma vingança contra o Homem de Preto.

Opinião: A Torre Negra é uma mescla de gêneros e tem alguns momentos engraçados, mas também um pouco de terror, drama, aventura e muita ação. Apesar de apresentar boas ideias, a história não se inicia com Roland, mas com o garoto Jake Chambers em sua jornada inicial na Terra. Aos poucos o diretor nos apresenta os pontos principais do filme, como a importância da torre em relação ao destino da humanidade.
O filme mostra-se confuso em alguns momentos, pois fica claro que tentaram aproveitar e reunir as características dos diversos livros da série em um filme com duração de apenas uma hora e trinta e cinco minutos. Como eu disse acima, o filme tem boas ideias, um bom conceito, mas tudo é apresentado de forma rápida, sendo difícil para o telespectador ficar envolvido na película. Para agravar a situação, em diversos momentos questões e problemas diversos são demonstrados sem ao menos ter ocorrido uma correta contextualização.
Para aqueles que nunca leram A Torre Negra, o conceito de "Pistoleiro" não fica claro, pois esse é visto como um herói, alguém a ser respeitado e temido, mas quem tem o primeiro contato com essa figura poderá ficar perdido. Outro aspecto negativo do filme é que a história dos pistoleiros não é contada. É possível que o filme acabe agradando mais aqueles que já conhecem a Saga Literária do que aqueles que estão tendo o primeiro contato com esse universo através do filme.

Achei positivo o fato do diretor e os quatro roteiristas explorarem o fantástico, bem como trabalhar as diferenças entre os dois protagonistas, demonstrando as perdas, os dramas e objetivos de cada um. Os efeitos visuais são bem legais, a trilha sonora ficou muito boa e também curti os figurinos. Achei legal os easter eggs que estão no filme, isso são segredos escondidos que remetem aos personagens criados por Stephen King em outros livros.
A Torre Negra acaba sendo um filme para aqueles que querem algo sem muitas pretensões e uma aventura leve, tendo em vista que os personagens e as ideias foram mal executadas. Por fim, fica claro que A Torre Negra não traz nenhum impacto e nada de novo. Faça como eu fiz quando fui assistir Rei Arthur: A Lenda da Espada, assista sem maiores pretensões e se desligando das lendas arturianas. Tente desligar-se do universo criado por Stephen King, aproveite o filme e talvez a sua experiência seja melhor do que a minha, pois no final das contas, o filme foi razoável para mim.

21 comentários:

  1. Não conhecia essa saga, mas parece ser legal, mas se você já ficou confusa to até com medo hahha.
    um beijo
    www.reflexobrilhante.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. OII!!
    O Stephen King é um escritor maravilhoso, ja li essa saga que excelente. o filme ainda não vi, mas estou super ansiosa ;)
    bjo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Joana!
      Concordo contigo sobre Stephen King, ele é um escritor maravilhoso e a saga da Torre Negra é muito boa!
      Bjs

      Excluir
  3. Nunca ouvi falar nessa saga, mas parece ser interessante...Vou procurar saber melhor...Valew pela dica...Sucesso...

    ResponderExcluir
  4. Ainda não tinha ouvido falar do filme Torre Negra, mas quando se trata do escritor Stephen King dá bastante curiosidade. Mas pena que você achou o filme confuso detesto ver filmes que deixam a gente um pouco confusa, mas valeu a dica, bjs.

    ResponderExcluir
  5. ola tudo bem ? eu nao conhecia os livros e nem o filme que pena que nao gostou do filme é ruim quando ficamos confusos
    Blog ♥ Coisas da Vida

    ResponderExcluir
  6. Fiquei curiosa pelos 8 livros, eu ainda não conhecia essa série.

    ResponderExcluir
  7. Hey, Yvens!

    Eu ainda não li "A Torre Negra", mas quero muito!
    Por isso ainda não tenho intenção de ver o filme, pois sempre prefiro ler primeiro.
    Já vi muitas pessoas elogiando a série e sei que vou gostar muito quando começar a ler.
    Mas que pena que o filme não alcançou as expectativas esperadas. No entanto, para quem não leu a série e teve um primeiro contato com a história com o filme, acredito que ele será a porta por onde muitas pessoas passarão em direção à leitura, não? :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Hey!
    Eu não li a obra e nem sabia da existência do filme, particularmente não sou fã do King, mas acabei me interessando pelo filme, vou ver se encontro por aqui e assistir.

    ResponderExcluir
  9. Sou suspeita pra falar de Stephen King, porque sou fascinada em muitas obras dele. Inclusive acabei de assistir a primeira temporada de "O nevoeiro" que foi inspirada em uma de suas obras. Não conhecia essa saga, mas percebe-se que é uma história bem intrigante.

    ResponderExcluir
  10. Oie
    uau belas palavras e critica no geral. Parece ser um filme interessante de se ver apesar de eu focar em outros gêneros mas ainda assim me bateu uma certa curiosidade, bela dica

    beijos
    http://www.prismaliterario.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Não vou negar que nunca li nada do autor da história, não me vejo lendo, mas quando vi o trailer pela primeira vez desse filme fiquei com uma leve curiosidade. Por ser uma adaptação eu nunca espero muito, pois bem sabemos como elas são tratadas. Porém, gostei de conhecer sua opinião antes de assistir ao filme.

    ResponderExcluir
  12. Para começa eu nem sabia que era um livro, então já fiquei interessada em lê-lo rs eu vi o trailler e fiquei curiosa pelo filme, mas confesso que com sua avaliação não sei se assisto primeiro ou se antes leio os livros rs

    ResponderExcluir
  13. Não é o tipo de filme que gosto.. e considerando a sua conclusão.. acho que não indicaria. hahaha
    Resenha bem elaborada! parabéns, beijos!

    ResponderExcluir
  14. Stephen King é mestre nesse segmento e todos os livros dele acabam ganhando boas adaptações para o cinema. Nunca li nenhum livro dessa série, mas vou conferir assim que puder. De qualquer forma, acho que vou acabar vendo o filme antes. Abraços e parabéns pelo post!

    ResponderExcluir
  15. É mto triste ir assistir um filme com tantas expectativas e acabar se decepcionando com ele, já passei por isso. Não conhecia essa história mas gostei bastante de saber um pouco sobre ela.

    ResponderExcluir
  16. Oi, tudo bem? Vi o trailer do filme e fiquei bem curiosa para assistir. Confesso que não sabia que era desenvolvido a partir de um livro, ainda mais do Stephen King. Acredito que se eles tivessem seguido a mesma lógica de Harry Potter talvez desse certo. Para cada livro um filme diferente, assim manteria a curiosidade dos fãs. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  17. UAU!!! Desconhecia esse série de livros. Deve ser fascinante. E, realmente passar uma séria de livros com cerca de 4000 página para um pequeno filme não pode mesmo dar certo. Qualquer filme, já por si, fica sempre aquém das expetativas (quando lemos o livro antes). Ao reduzir ele dessa forma, fica sempre aquele vazio...
    BeijinhoBom
    Paula Cardoso
    Magia nas Palavras ♥

    ResponderExcluir
  18. Olá, tudo bem?

    Uma pena que o filme não corresponda a série de livros. Tornar-se muito complicado quando tenta-se colocar tanta história em apenas algumas linhas, fica a sensação de que foi executado de forma errada e tudo que ficou mal feito ao fim. Mesmo assim, fiquei curiosa para assistir o filme, espero fazer isto em breve!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  19. Olá,
    Com certeza foi uma grande missão para os roteiristas essa adaptação.
    Ainda não tive nenhum contato com a saga, mas tenho muita vontade por querer conferir toda essa mescla de gêneros que o King consegue no decorrer dos volumes.
    Confesso que não pretendo assistir ao filme no momento e fico triste por saber que infelizmente ele foi razoável e deixou muitas pontas sem serem explicadas ou abordadas.

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir