ROCCO LANÇA NOVA EDIÇÃO DE VULGO GRACE DA MARGARET ATWOOD - Saga Literária

Novidades

quinta-feira, agosto 31, 2017

ROCCO LANÇA NOVA EDIÇÃO DE VULGO GRACE DA MARGARET ATWOOD

A Editora Rocco está relançado alguns livros da premiada escritora canadense Margaret Atwood, autora da conhecida obra distópica O Conto da Aia que contou com um novo e bonito projeto gráfico. Agora em setembro é a vez do livro Vulgo Grace, que em breve será transformado em série pela Netflix, chegar às livrarias.

Em Vulgo Grace é retratado um caso real que ocorreu no Canadá por volta da década de 1840, o livro contará a trajetória de Grace Marks, uma criada que foi condenada à prisão perpétua por ajudar a assassinar o patrão, Thomas Kinnear, e a governanta Nancy Montgomery.

A trama apresentada por Margaret Atwood inicia-se em 1859, quando a protagonista Grace Marks encontra-se presa, bem como James McDermott que foi condenado pelas mortes, há muito fora enforcado. Grace devido ao bom comportamento na prisão, trabalha durante o dia na casa do governador da penitenciária na cidade de Toronto do século XIX com costumes bastante tradicionais.

Sinopse: Depois de O conto da aia, que deu origem à prestigiada série The handmaid’s tale e alcançou o status de bestseller mais de 30 anos após a publicação original, outro romance de Margaret Atwood vai ganhar as telas, desta vez pela Netflix, e volta às prateleiras com nova capa pela Rocco. Inspirado num caso real, Vulgo Grace conta a trajetória de Grace Marks, uma criada condenada à prisão perpétua por ter ajudado a assassinar o patrão e a governanta da casa onde trabalhava, na Toronto do século XIX. Com uma narrativa repleta de sutilezas que revelam um pouco da personalidade e do passado da personagem, estimulando o leitor a formar sua própria opinião sobre ela, Atwood guarda as respostas definitivas para o fim. Afinal, o que teria levado Grace Marks a cometer o crime? Ou será que ela estaria sendo vitima de uma injustiça? Leia um pequeno trecho da obra clicando Aqui.

Para comprar, acesse o link Amazon.

Nenhum comentário:

Postar um comentário