[RESENHA #345] A GRANDE ILUSÃO - HARLAN COBEN - Saga Literária

Novidades

quinta-feira, outubro 26, 2017

[RESENHA #345] A GRANDE ILUSÃO - HARLAN COBEN


Título: A Grande Ilusão
Autor: Harlan Coben
Editora: Arqueiro
Páginas: 304
Ano: 2017
ISBN: 9788580417234
Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse: Maya Stern é uma ex-piloto de operações especiais que voltou recentemente da guerra. Um dia, ela vê uma imagem impensável capturada pela câmera escondida em sua casa: a filha de 2 anos brincando com Joe, seu falecido marido, brutalmente assassinado duas semanas antes. 
Tentando manter a sanidade, Maya começa a investigar, mas todas as descobertas só levantam mais dúvidas. Conforme os dias passam, ela percebe que não sabe mais em quem confiar, até que se vê diante da mais importante pergunta: é possível acreditar em tudo o que vemos com os próprios olhos, mesmo quando é algo que desejamos desesperadamente? Para encontrar a resposta, Maya precisará lidar com os segredos profundos e as mentiras de seu passado antes de encarar a inacreditável verdade sobre seu marido – e sobre si mesma. 

Resenha: Em A Grande Ilusão temos como protagonista Maya Stern, uma ex-militar piloto de helicópteros que durante algum tempo serviu o exército norte-americano na região do Oriente Médio. Contudo, Maya foi dispensada após cometer um erro que teve como desdobramento a morte de civis. Poucos meses depois, a vida recusa a dar uma trégua para Maya, pois ela acaba perdendo a irmã, brutalmente assassinada e também o marido, Joe Burkett, morto em um suposto assalto.

"Maya usava uma roupa preta, tal como condizia às viúvas enlutadas. Sob o sol inclemente, por vezes sentia-se de volta ao deserto em que havia passado tantos meses. Nem  sequer ouvia os clichês proferidos pelo pastor da família. Olhava vagamente para a escola do outro lado da rua." p. 7.

Maya está no pior momento da sua vida, contudo algo inusitado acontece, ela flagra uma cena que não poderia acontecer; ao verificar as gravações de uma câmera de segurança oculta na sala de sua casa, ela vê a imagem do marido brincando com a filha deles de dois anos. Porém, essa imagem aparece duas semanas após a morte de Joe. Esse fato acaba levantando suspeitas sobre o que de fato aconteceu e Maya fica imaginando se alguém está tentando pregar uma peça nela ou se é apenas alguma alucinação, já que sofre com um Transtorno de Estresse Pós-Traumático e simplesmente abandonou a terapia.
Com o passar do tempo novos fatos no mínimos estranhos acontecem. Pessoas da confiança de Maya começam a agir de forma diferente e novas informações sobre a morte da irmã e do marido começam a surgir. Maya é uma mulher forte e destemida, e fica imaginando se o marido realmente está vivo e armou tudo ou se ele realmente morreu. A militar reformada quer descobrir o que de fato aconteceu e se alguma pessoa à sua volta tem relação com as duas mortes e qual é o papel de cada uma delas em cada caso.

"O efeito do spray se revelou bem mais duradouro do que o imaginado e ela, agora, sentia o peito arder de raiva tanto quanto os olhos ardiam com a pimenta. Ficara completamente incapacitada por uns bons dez minutos, vulnerável ao inimigo e, isso, era inaceitável. Assim que a dor começou a ceder, ela recuperou o fôlego, enxaguou os olhos na pia e lavou o rosto com detergente de cozinha, ainda brava consigo mesma." p. 61.

Em meio a uma grande e intricada rede de verdades e mentiras, Maya vai precisar descobrir quem está falando a verdade e quem está mentindo, quem está tentando manipular ela ou não. Enquanto luta para passar a verdade a limpo, Maya tem outro grande problema para enfrentar, pois a segurança da sua filha está abalada e ela fica em perigo, é nesse ponto que ela vai precisar considerar que todos são uma ameaça enquanto busca solucionar de uma vez por todas esses mistérios que não a deixam em paz.
Opinião: Narrado em terceira pessoa e contando com uma trama muito bem elaborada, Harlan Coben nos apresenta em A Grande Ilusão personagens intrigantes em um enredo repleto de intrigas e mistérios. Harlan é simplesmente incrível, ele é um grande mestre quando se propõe a nos enganar, pois quando achamos que sabemos algo da história, na verdade não sabemos de nada. A trama é tão intensa que a leitura flui muito bem, sendo difícil se afastar dela. A Grande Ilusão é um livro sem grandes reflexões, foi escrito para você sentar, ler e aproveitar, mas pode preparar os seus nervos pois a trama é cheia de reviravoltas. Recomendo muito essa leitura!
Sobre a Edição: A Editora Arqueiro fez um trabalho impecável. A revisão e a diagramação estão bem feitas e conta com bom espaçamento.  A topologia está em tamanho agradável e as folhas são amareladas. A capa condiz com o enredo e segue um certo padrão das demais edições do autor. No geral a edição ficou muito boa e deixo meus parabéns para a editora.
Sobre o Autor: Harlan Coben nascido em 4 de janeiro de 1962 é um autor norte-americano vindo de uma família judia da cidade de Newark, Nova Jersey. Coben foi criado e educado em Livingston, Nova Jersey, com o amigo da família de infância e futuro político Chris Christie. Estudou Ciência Política na Amherst College e foi membro da Psi Upsilon Fraternidade com o Autor Dan Brown. Aos vinte e seis anos, teve seu primeiro livro aceito, mas logo depois de publicar dois suspenses independentes na década de 1990 (Fingir de Morto, 1990 e Cura Milagrosa, 1991), ele decidiu por uma mudança de direção e criou uma série de suspenses com seu personagem Myron Bolitar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário