[RESENHA #346] TODOS OS PÁSSAROS NO CÉU - CHARLIE JANE ANDERS - Saga Literária

Novidades

quinta-feira, outubro 26, 2017

[RESENHA #346] TODOS OS PÁSSAROS NO CÉU - CHARLIE JANE ANDERS


Título: Todos Os Pássaros No Céu
Autora: Charlie Jane Anders
Editora: Morro Branco
Páginas: 480

Ano: 2017
ISBN: 9788592795214
Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse:
 Desde pequenos, Patrícia e Laurence tinham formas diferentes – e às vezes opostas – de enxergar o mundo. Patrícia podia falar com animais e se transformar em pássaros. Laurence construía supercomputadores e máquinas do tempo de dois segundos. Enquanto tentavam sobreviver ao pesadelo interminável da escola, seu isolamento se transformou em uma amizade cautelosa. Até que circunstâncias misteriosas os separam para sempre. Ou assim eles pensavam. Dez anos depois, ambos se reencontram em São Francisco. O mundo está prestes a implodir. Patrícia é formada em uma secreta escola de magia, e Laurence é um cientista tentando salvar a humanidade. A medida que os dois se reconectam, se veem levados a lados opostos em uma guerra entre ciência e magia. E o destino do mundo depende dos dois. Provavelmente. Uma profunda, mágica e divertida análise sobre a vida, o amor e o apocalipse. 

Resenha: Charlie Jane começa a trama nos apresentando Patrícia, uma garotinha de seis anos que encontra um pássaro ferido e o coloca em seu pequeno balde na tentativa de cuidar dele. É nesse momento da infância que ela vive uma experiência no mínimo inusitada, pois o pássaro começa a falar com ela. Não satisfeita com essa novidade, Patrícia ao passear por uma floresta começa a entender outros pássaros e a se comunicar com eles, algo que faz com que a sua ligação com a natureza só aumente, além disso ela é considerada uma bruxa pelos pássaros.

"Quando Patricia tinha seis anos, encontrou um pássaro ferido. O pardal debatia-se sobre uma pilha de folhas vermelhas e molhadas no vão entre duas raízes, mexendo a asa esmagada. Piando, em um tom quase alto demais para Patricia ouvir. Ela fitou o olho do pardal, envolto por uma faixa escura, e viu seu medo. Não só medo, mas também sofrimento [...]" p. 13.
Passado seis anos, Patrícia convive com o bullying que sofre constantemente dos seus colegas de escola que a consideram uma garota esquisita. É na escola que ela convive com Laurence, um garoto pequeno para sua idade, considerado nerd e que tem fortes inclinações para a ciência e tecnologia, tendo inclusive elaborado uma máquina do tempo de dois segundos. Patrícia e Laurence são pessoas completamente opostas, enquanto uma ama a natureza o outro ama a ciência.

Apesar da grande diferença entre eles, Patrícia e Laurence possuem algumas coisas em comum, eles levam uma vida à margem de suas famílias e dos amigos, que por vezes não lhes dão a necessária e devida atenção e, em outros momentos, suas existências são simplesmente ignoradas e ainda sofrem com bullying. Quando os caminhos de Patrícia e Laurence se cruzam na escola, surge uma amizade baseada no apoio e acabam servindo de sustentação um para o outro na busca por uma vida, no mínimo, normal.

"Laurence não ficava por aí sentindo pena de si mesmo, ele agia. Ela nunca havia conhecido alguém como ele antes. E, nesse meio-tempo, o que Patrícia conseguia fazer com seus supostos poderes mágicos? Nada. Ela era totalmente inútil." p. 59.

Laurence e Patrícia acabam vivenciando juntos uma experiência que iria marcar para sempre suas vidas. Já adulta, Patrícia se torna uma feiticeira que procura ajudar as pessoas que estão com dificuldades, mas busca fazer isso sem chamar muita atenção. Laurence, por sua vez, está próximo de concluir uma grandiosa máquina que é capaz de criar um buraco de minhoca que levará pessoas para outro planeta. Contudo, quando Laurence e Patrícia se reencontram em São Francisco, o mundo está prestas a implodir e caberá a eles salvar a humanidade em meio ao prenúncio de uma era apocalíptica.
Opinião: Dividido em quatro partes, Todos os Pássaros no Céu conta a história de Laurence e Patrícia, mostrando as idas e vidas, encontros e desencontros dessa dupla, envolvendo magia e ciência. Charlie Jane traz uma grande história envolvendo amor, amizade e sobre a necessidade de compreender o próximo. É interessante acompanhar o desenvolvimento de Laurence que vai aos poucos ganhando espaço no mundo da tecnologia e também, acompanhar o convívio entre ele e Patrícia, além do surgimento da amizade e da paixão.
O enredo apresenta como pano de fundo o embate entre a razão e a emoção, a ciência contra a magia. Charlie Jane conduz de forma brilhante a trama, demonstrando ao leitor que os opostos não apenas se atraem como também podem conviver em uma equilibrada harmonia, algo que faz toda a diferença para a sociedade. Todos os Pássaros no Céu é um livro cativante, envolvente e surpreendente, com uma linguagem simples e prazerosa que consegue nos conquistar já nas primeiras páginas. Charlie consegue mesclar ficção científica com fantasia e romance de uma forma muito bem elaborada.

Todos os Pássaros no Céu é uma viagem para o autoconhecimento, pois os protagonistas assim como nós, em determinado momento da vida, encontram-se pedidos e lutam para ter o seu lugar no mundo. O livro de Charlie Jane ganhou prêmios importantes, como o Nebula na categoria de melhor romance e o Locus Award como melhor livro de fantasia e ainda foi finalista no prêmio Hugo de ficção científica. Essa é uma leitura imperdível!
Sobre a Edição: O projeto gráfico está simplesmente fenomenal e a Editora Morro Branco nos apresenta essa lindíssima edição que me surpreendeu com os diversos detalhes. A capa é extremamente linda e repleta de pássaros que ao toque passa a sensação de serem emborrachados. O livro foi impresso em papel pólen soft (são folhas amareladas), os capítulos são relativamente curtos, o tamanho da fonte e o espaçamento estão confortáveis. Ao início de cada um dos quatro livros existe uma arte e também conta com a presença de folhas pretas.
Sobre a Autora: Charlie Jane Anders é uma escritora norte-americana e venceu algum dos maiores prêmios de ficção científica mundial, incluindo o Hugo, Nebula, Locus e Emperor Norton Award, recebeu também um Lambda Literary Award na categoria melhor romance transgênero. Charlie fundou o io9, um dos mais prestigiados sites sobre ficção científica, ciência e fantasia. A autora tornou-se uma personagem em um livro de Star Trek.

Nenhum comentário:

Postar um comentário