[RESENHA #349] OPALA - JENNIFER L ARMENTROUT - Saga Literária

Novidades

domingo, novembro 05, 2017

[RESENHA #349] OPALA - JENNIFER L ARMENTROUT


Título: Opala (Saga Lúx #3)
Autora: Jennifer Armentrout
Editora: Valentina
Páginas: 416
Ano: 2017
ISBN: 9788558890397
Onde Comprar:
 Amazon - Saraiva 

Sinopse: Ninguém é igual ao Daemon Black. Quando ele prometeu que iria provar seus sentimentos por mim, não estava brincando. Nunca mais vou duvidar dele. E agora que conseguimos finalmente aparar nossas arestas, bem... Tem rolado muita combustão espontânea. Mas nem mesmo ele pode proteger a família dos perigos de tentarem libertar aqueles que amam. Depois de tudo o que aconteceu, já não sou mais a mesma Katy. Tornei-me uma pessoa diferente... E não sei bem o que isso vai significar no final. Quanto mais nos aproximamos da verdade e nos colocamos no caminho da organização secreta responsável por torturar e testar os híbridos, mais me dou conta de que não existe limite para o que sou capaz de fazer. A morte de um ente querido continua afetando a todos, a ajuda surge do lugar mais improvável, e nossos amigos irão se tornar nossos piores inimigos, mas não podemos voltar atrás. Mesmo que com isso estejamos arriscando destruir nosso mundo para sempre. Juntos somos fortes... e eles sabem disso. 

Resenha: Dawson está de volta, mas já não é o mesmo. Daemon, Katy e todos os Luxen sabem que ele irá fugir para tentar salvar Beth. É só uma questão de tempo. Enquanto Daemon tenta impedí-lo de fazer uma besteira e ser pego de novo, Katy precisa lidar com sua amizade desfeita com a Dee e o reaparecimento de Blake, que parece ter informações para ajudar a resgatar a Beth - se eles ajudarem-no a resgatar Chris, seu amigo Luxen. É aí que entra Luc, um novo híbrido que parece saber demais sobre o DOD e Deadalus e que cobrará caro para dar as informações que eles precisam.

"Lutar contra o desejo instintivo de dar uma lição nele foi extremamente difícil. Tanto meu lado humano quanto o outro, o que quer que ele fosse, desejavam acessar esse poder e usá-lo - explorá-lo. Era como flexionar um músculo adormecido. Lembrei da sensação extasiante do poder e de sua liberação." p. 40.
Opala é o terceiro livro da Saga Lux, começa quase imediatamente após os eventos eletrizantes de Ônix. Katy e Daemon são agora um casal sem vírgulas. Estão fortes e firmes, mas toda hora têm que lidar com algo diferente. Após Katy ficar presa na jaula de ônix e ter quase perdido a voz no processo de tanto gritar de dor, Daemon parece ter ficado muito mais protetor quanto a ela. Já Dee parece culpá-la pela morte de Adam, já que foram as escolhas de Katy de não contar a ela sobre o que estava ocorrendo que os levou até os eventos da morte dele. Sem a amiga, Katy precisa lidar com o retorno de Blake e sua ajuda cheia de ressalvas, tentar ajudar Dawson a resgatar a Beth, afinal esse é o único jeito de mantê-lo a salvo; tentar proteger sua mãe e se preocupar com o iminente retorno de Will.

"Minha garganta apertou. Havia uma mancha em minha alma, gelada e sombria. Eu podia não ter matado o Adam, mas era em parte responsável pela morte dele. Era quase cúmplice. As pessoas cometem erros o tempo todo, mas em geral eles não provocam a morte de alguém. Os meus provocaram." p. 130.
Opinião: Assim como os outros dois livros da saga, Opala tem uma narrativa rápida, fluida e cheia de ação. Katy e Daemon estão o tempo todo com a cabeça ocupada com algum problema para resolver. A casa da Katy vira praticamente uma zona de guerra. Aliás, Katy agora é uma híbrida completa e começa a sentir a mudança em sua mente. Daemon tenta frear tanto o instinto assassino que desperta em Katy, quanto o vingativo de Dee.

As tramas vão ficando mais complexas, envolvendo mais personagens e intenções, e a história de Katy - que parecia super crepusculesca nos primeiros capítulos de Obsidiana - se finca como um dos melhores romances sobrenaturais que já li. Nesse terceiro livro conhecemos mais dos Luxen e dos agentes envolvidos com eles, além de sermos apresentados a um novo elemento que pode mudar tudo - a pedra Opala.
O relacionamento dos protagonistas agora está mais bonito e sério. A torce muito mais do que no primeiro livro, a gente sofre e se derreta toda! Entre tentar salvar basicamente todo mundo, eles precisam achar tempo de estar juntos e se descobrir como casal e como um só - afinal agora eles são ligados ''geneticamente''. Os núcleos secundários são bem utilizados novamente, com personagens que têm suas próprias histórias e significações. O adicional mais legal da vez é Luc, o híbrido fodão cheio de ambiguidades. Mal posso esperar para ver o que mais ele pode fazer.

Em resumo, Opala é mais um livro viciante da Jennifer, que não deixa nada a desejar em comparação com seus antecessores. A narrativa é gostosa, com uma história bem escrita e cheia de elementos próprios que a tornam muito original, apesar dos clichês. O clímax do livro é novamente um sacode no leitor, fazendo-nos DE NOVO, ficar doidos para ler a sequência. Eu não consigo aceitar que terei que esperar o próximo lançamentooo. Tô loucaaa! Armentrout realmente sabe como manter um leitor fiel. Lux é aquela saga pra chamar de ''minha''. Venha você também se apaixonar pelo Deamon pelos aliens!
Sobre a Edição: A Valentina realizou um  belo trabalho, a edição está impecável. A capa é novamente sedutora e que combina com a relação dos protagonistas, a edição não apresenta erros de revisão, conta com folhas amareladas e lindos detalhes na diagramação. Tudo muito caprichado e com muito amor! Um lindo exemplar de se ter.

Sobre a Autora: Best-seller internacional com mais de 1 milhão de livros vendidos e número 1 da lista do New York Times, Jennifer L. Armentrout vive em Martinsburg, West Virginia. Quando não está concentrada escrevendo, ela passa o tempo lendo, assistindo a filmes B de zumbi e curtindo ao lado do marido e do seu jack russell, Loki. O sonho de virar uma escritora começou na aula de álgebra. Ela passava a maior parte do tempo escrevendo contos – o que explica as péssimas notas em matemática. Jennifer é autora de paranormais para jovens, ficção científica e fantasia. Obsidiana (1º livro da Saga LUX) foi vendido para o cinema, enquanto Covenant será transformada em série de TV. Um de seus livros, Não Olhe para Trás, foi escolhido em 2014 a melhor ficção para jovens pela Young Adult Library Services Association (YALSA). Jennifer também escreve romances adultos contemporâneos e paranormais, usando o pseudônimo de J. Lynn. P.S.: Lembram que a Katy também é blogueira literária? Pois então. O blog dela existe de verdade! Acesse o Katys Krazy Obsession.

Nenhum comentário:

Postar um comentário