[RESENHA #358] TIMESTORM - TRILOGIA TEMPEST - VOLUME 03 - JULIE CROSS - Saga Literária

Novidades

quarta-feira, novembro 15, 2017

[RESENHA #358] TIMESTORM - TRILOGIA TEMPEST - VOLUME 03 - JULIE CROSS

Título: Timestorm
Autor: Julie Cross
Editora: Jangada
Páginas: 368
Ano: 2014
ISBN: 9788564850712
Onde comprar: Amazon - Saraiva - BOX: Saraiva

Sinopse: A batalha entre o Tempest e o Eyewall, as duas divisões da CIA que combatem as ameaças relacionadas a viagens no tempo, chega a uma conclusão chocante neste último livro da trilogia Tempest. Agora, a busca pela sobrevivência estende os limites da história, tanto no passado quanto no futuro, e o mundo que Jackson Meyer conhecia se torna um lugar marcado para sempre pelos efeitos nocivos das viagens no tempo. Após escapar das garras da morte, depois de sua mais longa viagem, ele constata que precisa deter os experimentos de Thomas e do Dr. Ludwig na sede do Eyewall. O que se inicia como um plano de fuga torna-se uma guerra entre o tempo e a humanidade, entre o livre arbítrio e a paz.

Resenha: Jackson Meyer está vivo. Depois de tudo o que passou e a armadilha que foi armada para ele, é basicamente um milagre que esteja vivo. Mas está. Por sorte, para onde ele foi transportado havia um médico, Grayson e não fosse isso, Jackson estaria morto. Cinco dias desacordado e uma grande cicatriz no peito, esse foi o saldo do salto que o deixou preso a um [possível] futuro terrível para a humanidade. Jackson, seu pai e sua irmã Cortney, Holly, Blake, Grayson, Emily, Mason, Sasha e Lonnie, estavam presos em 3200 em um tipo de experimento social, onde não podiam, inclusive, tentar viajar no tempo, pois estavam em uma bolha elétrica que impedia qualquer tipo de deslocamento no tempo. 

"Quando acordei do meu sono induzido, Courtney tinha ido embora e Holly estava sentada numa cadeira ao lado da minha cama, com os joelhos encostados no peito e os braços em torno das pernas. Os olhos estavam vidrados no monitor à minha direita, mas ela piscou rapidamente e bocejou." p. 13.

Jackson não entendia o porquê deles não terem sido mortos, pois ali eles tinham tudo que precisavam para sobreviverem. Mas teve certeza de que aquilo era algum tipo de experimento, quando o gás da memória foi solto naquela atmosfera afetando todos eles. Após ter passado o efeito, todos eles se reuniam em uma fogueira para falarem do que tinham presenciado com o gás. Mas nem todos se sentiam bem com aquilo e não participavam.
Blake foi um dos primeiros agentes do tempo e inclusive trabalhou com Thomas no passado. E foi por ele, através e um chip de memória que ele havia escondido em seu corpo sob a pele, que Jackson e Holly, acabam descobrindo mais coisas sobre o Eyewall, Tempest e os IDTs.

"Grayson tirou meu arquivo de memória original, colocou um falso atrás da minha orelha e então escondeu o verdadeiro. Eu precisava me lembrar do que aconteceu. Ter esses pensamentos comigo o tempo todo apenas por precaução. Com os outros, eu contei a eles a minha história. Mas quero te mostrar isto em vez de só contar a minha história, para que o nosso mundo e o lugar de onde viemos faça mais sentido para você." p. 29.

Jackson acaba se aprofundando nos métodos de Thomas e também do Dr. Ludwig. Também descobre que talvez tenha uma saída daquele lugar, pois naquele futuro tão distante, a Eyewall mantinha sua sede bem próximo deles, mas somente um agente da Eyewall teria acesso ao prédio onde eles estavam localizados e aí é que entraria a única agente que tinha passado para o lado do Tempest: Holly.

"Prendi a respiração, o coração batendo nos ouvidos quando Holly pressionou suas impressões digitais na caixa acinzentada, aceitando que a luz vermelha escaneasse suas pupilas. Blake teve a honra de cruzar a linha primeiro e, quando ele a atravessou, todos ao mesmo tempo soltamos o ar preso nos pulmões. Eu fui o segundo da fila." p. 193.
Com o plano elaborado, bastava o dia certo para coloca-lo em prática e assim o fizeram, mas o custa foi bastante alto para o grupo de viajantes. Com a volta de quase todos para 2009, uma grande surpresa pega todos os sobreviventes de 3200 de supresa: O mundo que eles conheciam havia sido infectado com um vírus chamado Deludere e dizimado a população do mundo. Porém, existia uma forma de fazer com que tudo voltasse ao normal. mas Jackson teria que pagar com sua própria vida, caso não encontrassem outra maneira salvar o mundo.
Opinião: A terceira e última parte da trilogia Tempest, Timestorm, nos mostra como foi a origem de algumas coisas como do Tempest, Eyewall, como o pai de Jackson foi parar nisso tudo e também temos revelações vindas da mãe dele e Cortney. Além disso tudo, vemos o desenrolar de personagens como Blake, que era um dos primeiros viajantes do tempo e teve sua vida alterada por causa de uma das agentes do Tempest. Julie Cross, nos prepara para uma aventura cheia de reviravoltas e descobertas surpreendentes. Mesmo quando os personagens estão presos no ano de 3200, nos vemos arrebatados pela história que é contada através das memórias guardadas de Blake, um personagem que não tem como não se afeiçoar. Holly acaba tendo sua personalidade mantida como em Vortex, onde ela acaba sendo conduzida a se tornar uma agente do Eyewall, embasado em uma mentira, que eu deixo para vocês descobrirem qual é.
Timestorm é uma ótima conclusão de uma trilogia que não deixa você parado um minuto sequer. Como disse lá no começo, em Tempest, fiquei surpreso com a qualidade da escrita e da história, que mesmo tendo como elemento principal a viagem no tempo, muitas vezes complexa, foi bastante tranquilo acompanhar toda a parte científica da trama, mesmo porque sempre foi explicada de uma forma a ficar fácil sua compreensão. A trilogia Tempest na verdade é uma história de amor entre Jackson e Holly, que mostra até onde alguém vai pela felicidade do outro. É muito bacana ver a evolução do personagem de Jackson que era apenas um garoto rico que tinha uma namorada descolada e que por acaso acaba descobrindo que pode viajar no tempo e se tornar em um agente altamente treinado de uma divisão da CIA. Gostei bastante dessa trama e vai ficar a saudade de todos os personagens que abrilhantaram essa grande história. 
A autora Julie Cross também escreveu uma pequena história que antecede os três livros, chamada "O Amanha é Agora", que foi publicada também pela editora Jangada, mas somente no formato digital. A boa notícia é que gratuita e pode ser baixada no site da Amazon, clicando aqui, ou pelo sita da Saraiva, clicando aqui.
Meu queridos leitores, como sempre digo de um livro que vale realmente a pena ler, Timestorm de Julie Cross, último livro da Trilogia Tempest e publicado pela editora Jangada é I.M.P.E.R.D.Í.V.E.L.



Sobre a Edição: A editora Jangada apresentou uma edição em brochura do livro Timestorm, seguindo os mesmos parâmetros de Tempest e Vortex. Com uma capa bonita e condizente com a história, o livro também conta com papel amarelado, fonte bastante agradável e uma arte em cada capítulo iniciado na trama. Agradeço imensamente o Grupo Pensamento, através do selo Jangada o envio da trilogia, pois foi realmente muito gratificante a leitura.

Sobre a autora: Julie Cross é uma escritora norte-americana, mais conhecida por escrever a série de livros best-seller Tempest. Autora de vários outros romances Young Adults, atualmente, vive em Illinois com seu marido e três filhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário