[RESENHA #393] ENTRE AS ESTRELAS - KATIE KHAN - Saga Literária

Novidades

Home Top Ad

Post Top Ad

quarta-feira, janeiro 03, 2018

[RESENHA #393] ENTRE AS ESTRELAS - KATIE KHAN

Título: Entre as estrelas
Autora: Katie Khan
Editora: Bertrand Brasil
Páginas: 280
Ano: 2017
ISBN: 9788528621815
Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse: Nada na Terra poderá separá-los. Um romance futurista surpreendente sobre o impacto do primeiro amor e como nossas escolhas podem mudar o destino de todos ao nosso redor Num futuro não muito distante, após a aniquilação dos Estados Unidos e do Oriente Médio, a Europa nada mais é que uma utopia na qual, a cada três anos, a população se muda para uma nova comunidade multicultural. Em um desses paraísos, Max conhece Carys, e é amor à primeira vista. Ele logo percebe que Carys é a pessoa com quem deseja passar o resto da vida — uma decisão impossível nesse novo mundo. Conforme o relacionamento dos dois se desenvolve, a conexão entre o tempo deles na Terra e o dilema atual no espaço vai sendo revelado. À deriva entre as estrelas, com apenas noventa minutos de oxigênio, eles concluem que só um deles tem a chance de sobreviver. Mas quem? 


Resenha: Em um futuro não muito distante o mundo foi devastado por uma enorme guerra nuclear entre os Estados Unidos e o Oriente Médio, continentes são apagados do mapa, os EUA é aniquilado e apenas o continente Europeu conseguiu sobreviver a essa enorme catástrofe, porém atualmente é chamada de Europia. Algumas regras na sociedade mudaram, agora ninguém é obrigado a ter uma família até estar com 35 anos de idade, o indivíduo pode viver da maneira que desejar, pode trabalhar com o que quiser e não será incomodado ou julgado por isso, o ser humano é exclusivamente responsável por suas atitudes.

Nesse novo mundo a tecnologia é altamente avançada, as brigas ocasionadas por diferenças raciais não ocorrem mais. A Europia foi dividida e cada pessoa deve passar 3 anos em cada Voivoda (grandes regiões), após esse período ocorre uma rotação e as pessoas devem mudar para outra Voivoda, para uma nova região. Essa política ocorre para que os indivíduos não fiquem ligados e estabelecidos a apenas um lugar. É por meio dessas mudanças que os caminhos de Max e Carys encontram-se nessa nova sociedade que beira a perfeição, pois eles apaixonam-se um pelo outro, porém antes da idade correta para isso.
Esse problema que Max e Carys precisam enfrentar para ficarem unidos decorre da captura, a Regras de Casais. Essa regra determina que ninguém poderá estabelecer uma parceria civil ou casar, não pode ter um relacionamento sério antes dos 35 anos. Carys e Max estão na casa dos vinte e poucos anos que se encontram nessa rotação de indivíduos. Max pertence a uma as famílias que fundaram a Europia, pessoas que acreditam fielmente nas regras, já Carys deseja de Max uma demonstração de compromisso, algo que ele tem dificuldades em dar.

"Max olha ao redor, mas não há nada ali: nada além do ilimitado universo negro à sua esquerda e da Terra suspensa em um tecnicolor glorioso à direita. Ele se estica para pegar o pé de Carys. Seus dedos roçam a bota antes de ele sair girando, afastando-se, sem conseguir parar." p. 7.

Querendo dar uma demonstração do seu amor por ela, ele não se apresenta aos pais e solicita ao governo da Europia que seja isento da Regras de Casais, algo que é concedido pelo governo. Em contrapartida, o governo determina que o casal faça uma corrida de julgamento, servindo como voluntários para um missão espacial através de um campo de asteroides que misteriosamente cercou a Terra desde a antiga guerra nuclear, porém o que eles não sabem é que suas vidas correm perigo.
"− Acho que a luta faz parte da natureza humana, mesmo num mundo perfeito. Os homens das cavernas lutavam para encontrar comida e abrigo. Mais recentemente, a raça humana lutava em guerras. E quanto a nós? Ficamos deprimidos quando fazemos um comentário idiota no MenteColetiva. Já temos o suficiente, então não há nada pelo que lutar. Isso nos torna infelizes." p. 182.

Opinião: Entre as Estrelas é o livro de estreia da autora londrina Katie Kahn e ela nos leva além de apenas uma história de romance. A trama é instigante e em certos momentos angustiante. A autora trata de conflitos ideológicos em uma nova sociedade e também dos dilemas e anseios dos protagonistas, eu fiquei emocionada com os dramas e escolhas que os protagonistas precisaram enfrentar. Carys e Max formam um casal divertido e amoroso, em diversos momentos me peguei torcendo para que tudo desse certo para eles.

A autora nos passa a mensagem que devemos ser humanos com o próximo, devemos respeitar as pessoas e todas as diferenças, mas também é necessário praticar pequenos gestos de humildade, de amor e carinho com o nosso semelhante, algo que está ficando escasso com o passar do tempo em nossa sociedade. Essa é uma história poderosa, rica e envolvente, a autora utiliza do romance e ficção científica como elementos em sua trama. O mais legal é que a autora alterna a história entre o passado e presente, entre as lembranças do casal até o momento em que estão perdidos entre as estrelas e restam apenas 90 minutos de oxigênio para eles. Entre as Estrelas foi um livro que me encantou e espero ter a oportunidade de ler mais livros da autora.
Sobre a Edição: A Bertrand Brasil (Grupo Editorial Record) fez uma bela edição, a capa ficou linda, contém diversos detalhes e está diretamente ligada a história. A editora arrasou, as folhas são amareladas, as fontes estão confortáveis e a revisão ficou impecável.
Sobre a Autora: Katie Khan é uma escritora de Londres, cuja primeiro livro, Entre as Estrelas, já foi publicado em vinte e quatro países internacionalmente e traduzida para vinte e uma línguas. O livro está sendo adaptada em um filme pelos produtores Dan Cohen e Shawn Levy (Arrival / Stranger Things). Katie é fã de histórias de amor, ela passou 10 anos trabalhando em editorial e tecnologia on-line, incluindo 4 anos como Chefe de Digital na Paramount Pictures.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad