[RESENHA #404] A TORRE DO TERROR - JENNIFER MCMAHON - Saga Literária

Novidades

quinta-feira, janeiro 18, 2018

[RESENHA #404] A TORRE DO TERROR - JENNIFER MCMAHON



Título: A Torre do Terror
Autora: Jennifer McMahon

Editora: Record
Páginas: 378
Ano: 2017
ISBN: 9788501109736
Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse: 
Um segredo macabro habita o Hotel da Torre. Nos anos 1950, o Hotel da Torre, com seus 28 quartos, era a maior atração da pequena Londres, em Vermont. Hoje está abandonado, vivo apenas na memória de três mulheres — as irmãs Piper e Margot e sua amiga, Amy Slater, filha da família que o administrava. Elas costumavam brincar lá quando pequenas, até o dia em que as brincadeiras desenterraram algo macabro e sinistro do passado dos Slater — algo que determinou o fim da amizade de Piper e Margot com Amy. Com o passar dos anos, as irmãs fizeram tudo o que puderam para deixar o episódio para trás e seguir com a vida; Piper mora na Califórnia, enquanto Margot dedica-se à família e a estudar a história local. Até que um dia Piper recebe uma ligação de Margot em pânico: Amy e sua família estão mortos, supostamente pelas mãos da própria Amy. Só que, antes de morrer, Amy deixou escrita uma mensagem que as irmãs sabem ser direcionada a elas: '29 quartos'. De repente, Margot e Piper são forçadas a revisitar aquele verão fatídico em que encontraram uma mala e cartas que pertenceram a Sylvie Slater, tia de Amy, desaparecida na adolescência. 

Resenha: O ano é 1955 e a grande atração de Londres, pequena cidade localizada no estado de Vermont (EUA) é o Hotel da Torre. Com os seus 28 quartos constantemente lotados, o Hotel está em seu auge, o estabelecimento é administrado por um jovem casal que está preocupado com a chegada do "progresso", a construção de uma rodovia ameaça interromper a chegada dos turistas no local, pois o Hotel da Torre não seria mais o ponto de parada deles. Convivendo com essa preocupação, a família vive a sua rotina diária, é nesse núcleo familiar que conhecemos as irmãs Sylvie e Rose, elas ajudam nas tarefas diárias da casa e do hotel, servem como entretenimento para os hóspedes hipnotizando as galinhas.

"Olha para a foto, a velha cópia em preto e branco que guardou consigo por todos esses anos, escondida na gaveta de sua mesinha de cabeceira. De tão manuseada, acabou ficando amassada e desbotada, com um dos cantos desgastado." p. 9.


Sylvie é a mais velha das duas garotas, também é a mais bela, ela é apaixonada pela sétima arte (cinema), sonha em ser atriz e alcançar o estrelato em Hollywood. Rose é um pouco distinta, é conhecida por apresentar uma imaginação extremamente fértil e, por vezes bem assustadora. Os pais das meninas acreditam que a relação por vezes conflituosa entre as irmãs é algo normal, eles afirmam que o fato de Rose implicar constantemente com Sylvie nada mais é do que uma forma de chamar a atenção da irmã mais velha, porém Rose é de fato uma criança no mínimo estranha. Ela tem o hábito de andar pelo Hotel utilizando vestidos maltrapilhos e rasgados, constantemente é vista com os cabelos totalmente bagunçados e a sua melhor amiga é uma vaca. 

Rose começa a lembrar das histórias que a sua avó contava sobre monstros que disfarçavam de pessoas normais e Sylvie acredita que Rose está com sérios problemas. O que Sylvie não sabe é que Rose também está preocupada e ela imagina que a sua irmã mais velha esteja escondendo algum segredo. Enquanto isso, a torre que foi construída foi recebendo cada vez menos visitantes, cercada de mistério, ninguém sabia o que de fato acontecia por lá. As coisas começam a ir mal para a família, até que um certo dia Sylvie desaparece e deixa apenas um bilhete dizendo que iria viver os seus sonhos, porém nunca mais entrou em contato com os seus pais ou sua irmã.
Estamos em 1989, o Hotel da Torre foi completamente esquecido e está praticamente caindo aos pedaços, mas não está inabitado. Amy filha de Rose mora no hotel com a sua avó, esta é uma mulher assombrada pelo passado, pelo desaparecimento de sua filha Sylvie, precisa conviver com a dor dessa perda. Entra em cena Piper e Margot, são duas irmãs e novas na cidade, são também amigas de Amy e mesmo curiosas sobre a história da família de Amy, elas sabem que não devem perguntar sobre o passado, mas em especial sobre Rose que aparentemente é uma mulher descontrolada, viciada em bebida e que nunca está por perto de sua filha.

"Ela saltou e saiu patinando até o fundo da piscina vazia, as rodinhas do patins sacolejando no concreto azul descascado e cheio de buracos. Margot, que só tinha 10 anos, sempre perdia a paciência com a brincadeira de verdade ou consequência quando as coisas ficavam boas, sobre beijos e paixonites [...]" p. 77.

As adolescentes Amy, Piper e Margot resolvem aproveitar o tempo livre que possuem para andarem, perambularem pelo hotel em meio os segredos e confissões que compartilham, entre elas o primeiro beijo que ocorre entre Amy e o seu colega de escola Jason. O trio resolve explorar a fundo o hotel, as meninas empregam uma aventura para saber que havia algo no hotel relacionado ao desaparecimento da Sylvie. Tudo começa a mudar quando elas descobrem uma mala antiga na torre abandonada e a existência sobre um 29º quarto no local, algo até então desconhecido. Esse quarto é um lugar assustador, elas encontram uma boa quantidade de esqueletos no local e essa experiência acaba esfriando a amizade entre elas.
"Rose fitou a rua por um instante, correndo os olhos pela multidão sob a garoa. Do outro lado, em meio aos estranhos que se acotovelavam, estava uma figura familiar: o pai delas, com seu casaco preto comprido e o chapéu inclinado na cabeça." p. 125.

Chegamos em 2013, Piper vive na Califórnia e nunca esqueceu da experiência que teve no Hotel da Torre, daquele verão terrível que acabou com a amizade e a inocência daquelas três adolescentes. Porém, o inesperado acontece e Piper fica surpreendida quando recebe um telefonema de sua irmã Margot, dizendo que Amy está morta, como matou a sua própria família no antigo Hotel da Torre, incluindo o marido e o seu filho. Amy deixou uma foto com um recado para suas antigas amigas, dizendo apenas "29 quartos". Margot deseja que Piper investigue a morte da antiga amiga, pois acredita que a morte esteja relacionada ao que aconteceu com elas no passado e evitar que mais estragos possam ser feitos.
Opinião: Eu não conhecia a autora Jennifer McMahon e essa primeira oportunidade de ter contato com a escrita dela foi muito boa. A autora nos conduz por uma trama repleta de suspense e segredos, a sua narrativa é muito boa, a leitura é fluida e a cada nova página um novo mistério é inserido pela autora. A primeira vez que li a sinopse eu não criei grandes expectativas, mas isso foi bom, porque fiquei surpreendida por esse excelente suspense que li em pouco mais de dois dias. A autora nos apresenta um cenário propício e típico de históricas macabras, pois o Hotel é localizado à beira de uma rodovia em uma pequena cidade, o que me lembrou a série Bates Motel.

A autora realiza descrições dignas de filmes de terror, eu achei todo o enredo bem competente e plausível para receber uma adaptação cinematográfica, tamanho é o realismo dessas descrições que me senti inserida na trama. Os mistérios apresentados são bem construídos e amarrados, a autora não deixa fios soltos e em alguns momentos chega a embaralhar a percepção do leitor. Outro ponto positivo é que parte da história ocorre nas terras da Nova Inglaterra, região de importância histórica nos EUA e que engloba os estados de Connecticut, Maine, Massachussetts, New Hampshire, Rhode Island e Vermont. Esses estados são utilizados como ambientação e base para muitos livros e filmes de terror. Jennifer apresenta uma trama complexa, perturbadora e envolvente, a autora simplesmente me conquistou!
Sobre a Edição: A capa de A Torre Negra é sombria e tem um ar de mistério, combina com o conteúdo do livro. O título e o nome da autora estão em alto-relevo. As folhas são levemente amareladas, a fonte, espaçamento e margem ficaram de bom tamanho. No geral ficou muito boa a edição.
Sobre a Autora: Jennifer McMahon nasceu em Hartford (Connecticut) em 1968 e cresceu na casa da avó. É formada na Goddard College em 1991, em seguida estudou poesia por um ano no MFA no Programa de Escrita em Vermont College. Deixou seu último trabalho em 2000 para trabalhar como escritora em tempo integral. Em 2004, deu à luz a uma filha, Zella. Atualmente vive em uma antiga casa vitoriana em Montpelier, Vermont.

16 comentários:

  1. Esse livro é muito bom, o fato da autora traçar uma trama que envolve a família e tantos anos se passando no suspense é bem intrigante.
    Preciso resenhar ele no meu blog e até agora me fala palavras para descreve-lo. Teve uma partes que me deu até um certo medo.
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  2. A capa do livro ja me chamou atenção e é linda demais, gostei bastante da temática da obra, é um gênero que curto muito, dica anotada para leitura posterior!

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bem? Eu estou lendo um suspense também e estou simplesmente amando, com certeza lerei mais livros como este. Amei o livro. Beijos

    ResponderExcluir
  4. Não é nada o meu género de leitura, se eu lesse isso não iria conseguir dormir :P só de ler um pouco dessa resenha já achei meio perturbador eheh

    MRS. MARGOT

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    Terror e suspense andam juntos no meu coração hahaha
    Adorei a indicação desse livro, nunca tinha visto ele por aí mas já quero ler pra ontem, principalmente por você ter citado que parece que estamos em um filme de terror #ADORO
    Dica anotada!

    ResponderExcluir
  6. Parece um ótimo suspense, fiquei muito curiosa para conhecer o desfecho da história, gostei também de ser ambientado num hotel, deixa um clima bem misterioso.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  7. Olá
    Eu não sou acostumada a ler livros de terror e suspense e até admito que isso é uma falha minha como leitora, esse livro me parece ser ótimo, só pela sinopse eu já fiquei toda curiosa.. Vou anotar ele nas leituras de 2018! Beijs

    Florescendo Livros

    ResponderExcluir
  8. Oiie!

    Não costumo ler muito do gênero de terror por ter um certo medinho hahaha Mas estou tentando entrar mais nesse meio e quem sabe essa seja uma boa leitura :)

    Dica anotada!

    Bjs
    http://leelerblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Bela dica, obrigada pela recomendação. Gostei de ver sua opinião sobre ele. E que bom que foi uma leitura que lhe surpreendeu. São as melhores não é?

    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Eu ainda não conhecia esse título, mas gostei muito da sua resenha. Fiquei muito contente por o livro conter descrições dignas de terror, eu adoro quando encontro isso nos livros. Por ser uma amante do gênero, vou super anotar a dica.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Que coisa! Quando comecei a ler sua descrição da história nem imaginava o que viria a seguir e os mistérios do 29º quarto. Fiquei intrigada. Dica anotada.
    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Ai gente, amo um bom suspense e agora fiquei curiosa pra saber o que acarretou essa morte e sumiço e o que tem nesse quarto pelo amor de Deus. Quero pra ontem!

    ResponderExcluir
  13. Oi, tudo bem?
    Eu vi a capa desse livro quando foi lançado, mas confesso que não tenho intenção de ler. Eu fujo de livros e filmes de terror, e, por mais que esse tenha um bom enredo, já sei que não é o tipo de leitura que me agrada.
    No entanto, fico feliz que este seu primeiro contato com a escrita da autora tenha sido tão bom e que a leitura tenha sido tão envolvente. Para quem gosta de livros de terror, acredito que seja mesmo uma ótima indicação.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Oi, tudo bem?
    Nunca tinha ouvido falar desse livro, mas ao ler a sinopse e a resenha, fiquei com uma sensação de familiaridade muito grande, será que existe algum filme baseado nele?
    Fiquei muito curiosa a respeito do final também, com certeza irei lê-lo!

    ResponderExcluir
  15. Fiquei bem interesse em ler esse livro menina, gosto de tudo que envolva o terror e que nos prenda em todos os capítulos, gostei muito de saber a sua opinião e tenho certeza que irei adorar ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Parece ser um prato cheio de muitos mistérios né? Eu senti uma pegada de Agatha Christie aí... hahaha mas me deixou muito curiosa pra ler, de fato

    ResponderExcluir