[RESENHA #429] A GAROTA NO GELO - ROBERT BRYNDZA - Saga Literária

Breaking

sábado, 3 de março de 2018

[RESENHA #429] A GAROTA NO GELO - ROBERT BRYNDZA



Título: A Garota no Gelo (Detetive Erika Foster #1)
Autor: Robert Bryndza
Editora: Gutenberg
Páginas: 336
Ano: 2016
ISBN: 9788582354049
Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse: 
Seus olhos estão arregalados... Seus lábios estão entreabertos... Seu corpo está congelado... Mas ela não é a única. Quando um jovem rapaz encontra o corpo de uma mulher debaixo de uma grossa placa de gelo em um parque ao sul de Londres, a detetive Erika Foster é chamada para liderar a investigação de assassinato. A vítima, uma jovem e bela socialite, parecia ter a vida perfeita. Mas quando Erika começa a cavar mais fundo, vai ligando os pontos entre esse crime e a morte de três prostitutas, todas encontradas estranguladas, com as mãos amarradas, em águas geladas nos arredores de Londres. Que segredos obscuros a garota no gelo esconde? Quanto mais Erika está perto de descobrir a verdade, mais o assassino se aproxima dela. Com a carreira pendurada por um fio depois da morte de seu marido em sua última investigação, Erika deve agora confrontar seus próprios demônios, bem como um assassino mais letal do que qualquer outro que já enfrentou antes. 

Resenha: A Garota no Gelo é o primeiro livro da série Detetive Erika Foster e o primeiro romance policial escrito pelo autor britânico Robert Bryndza. Logo no prólogo o autor nos apresenta um caso, a morte de Andrea Douglas-Brown, filha de Sir Simon Douglas-Brwon, uma importante figura política em Londres. A socialite é encontrada em um lago congelado e essa morte acaba gerando uma grande repercussão, bem como uma investigação policial que tem tudo para abalar as estruturas da capital inglesa.

"Então ele viu. Exatamente debaixo de onde tinha agachado estava o rosto de uma garota. Seus inchados e leitosos olhos castanhos inexpressivos encaravam-no. Uma mecha emaranhada de cabelo escuro estava fundida ao gelo. Um peixe passou nadando lentamente com o rabo roçando os lábios da garota, que, abertos, davam a impressão de que ela estava prestes a falar." p. 15.

É nesse momento que entra em cena Erika Foster, ela é uma policial de meia idade, uma detetive que foi afastada de suas funções, pois alguns meses antes Foster fracassou em uma missão importante e cinco policias perderam suas vidas, incluindo o marido de Erika. A detetive é tirada do limbo e convocada para reassumir o posto de Detetive Inspetora Chefe com o objetivo de conduzir as investigações desse crime que envolve uma poderosa família. Erika precisa enfrentar diversas dificuldades, uma delas é sobre uma de suas informantes que é assassinada após deixar um recado relatando ter informações importantes.
"Quando Erika desligou o celular, estava formigando por causa da atitude de Marsh. Se tinha uma coisa que ela desprezava no Reino Unido era o sistema de classes. Mesmo em uma investigação de assassinato, parecia que Marsh queria que a família tivesse algum tipo de tratamento VIP." p. 34.

Enquanto a detetive corre em busca de informações e pistas, Sir Simon Douglas-Brown apresenta uma conduta no mínimo estranha, ele não apresenta muito interesse em descobrir a identidade do assassino, não demonstra uma vontade em descobrir o que aconteceu com Andrea e, por isso, ele acaba utilizando da sua influência para interferir algumas vezes na investigação. Em alguns momentos Erika precisa enfrentar a família de Andrea, pois ela levanta algumas insinuações que a família não gosta. Não bastasse o desinteresse da família de Simon e as interferências, em uma coletiva, Erika toma uma decisão que gera o seu afastamento das investigações.

"- Prostitutas sujas e pobres do Leste Europeu encontradas mortas; ok, merdas acontecem. Jovem filha de nobre milionário encontrada estrangulada..." p. 172.

Mesmo com todas dificuldades e afastada, Erika segue obstinada e determinada em saber o que aconteceu com Andrea, ela não fica abalada com os obstáculos e adversidades que surgem em seu caminho. Erika acaba contando com o apoio de Moss e Peterson, dois policiais que estavam acompanhando ela. Ela também conta com a ajuda de um legista e em certo momento ela acaba descobrindo que algumas prostitutas foram mortas de forma igual à Andrea e sua informante, agora ela precisa descobrir o que essas mulheres possuem em comum para descobrir a identidade desse serial killer.

"Os detalhes do caso cresciam e se emaranhavam na cabeça de Érika como uma gigantesca cama de gato. Em algum lugar havia um elo perdido, algo que pudesse ligar o homem que tentou matar Erika a todas as outras mortes." p. 232.
Opinião: A trama de "A Garota no Gelo" é narrada em terceira pessoa e conta com uma narrativa inteligente e eletrizante. Essa foi uma leitura rápida e envolvente, o livro é muito bem escrito por Bryndza e em certos momentos parecia que eu estava assistindo um filme ou série policial, isso é muito positivo, pois me deu uma bela visão do caso. Erika é uma protagonista forte, mesmo com todas as dificuldades que enfrentou não ficou abalada, não desistiu de descobrir a verdade. 

Os outros personagens também foram bem construídos, os personagens secundários são importantes e possuem participações revelantes no desenvolvimento da história. Robert Bryndza consegue equilibrar o seu livro com doses de suspense, tensão psicológica e ação, ele conseguiu me deixar imaginando sobre o que iria ocorrer no final da trama por meio das pistas que deixou. Eu adoro thrillers, romances policiais e posso dizer tranquilamente que adorei "A Garota no Gelo" e esse primeiro contato com a escrita de Bryndza, mal posso esperar para ler "Uma Sombra na Escuridão", segundo volume da série. Deixo meu agradecimento à Editora Gutenberg por me enviar esse livraço! Super recomendo essa leitura!
Sobre a Edição: A Editora Gutenberg está de parabéns, a capa ficou incrível, possui aplicação de verniz no título e tem tudo a ver com a trama. A diagramação ficou impecável, as folhas foram impressas em papel Off-White (são amareladas), a revisão ficou muito boa, não encontrei erros. O espaçamento e a fonte ficaram confortáveis. O livro possui 320 páginas distribuídas em 83 capítulo e isso ajudou em muito na leitura.
Sobre o Autor: Robert Bryndza nasceu no Reino Unido e já morou nos Estados Unidos e no Canadá; Ele é o autor do best-seller internacional "A menina no gelo", o primeiro livro na série detetive Erika Foster. "Uma Sombra na escuridão" e "Sob águas escuras" são o segundo e terceiro livro da série. Além de escrever romance policial, Robert publicou uma série best-seller de romances de comédia romântica.

15 comentários:

  1. Oi tudo bem? Já tinha ouvido falar desse livro e cada vez que leio uma resenha me cobro, preciso ler logo! Parabéns pela resenha e estou ansiosa para ler. Obrigado pela dica, bjs!

    ResponderExcluir
  2. Esse é um do gêneros que eu amo.

    O enredo tem uma receita simples: uma moça rica e bonita é assassinada e a família usa o seu dinheiro e influência para manipular a investigação, enquanto que a detetive passa por problemas pessoais e não é totalmente levada a sério. Apesar de ter essa história meio clichê, a forma como o autor a descreveu faz com que o leitor leia do início ao fim.

    O início do livro é um pouco arrastado, mas após passar pelos capítulos iniciais, a leitura é agradável e o leitor junta-se a Andrea para identificar o assassino.


    Beijos.
    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?
    Quero dizer que amei suas fotos, elas ficaram muito lindas!
    Eu já ouvi falar muito sobre esse livro, mas, ainda não consegui fazer a leitura dele. Gostei da sua resenha, eu amo thrillers e também séries policiais, por isso acho que vou gostar desse livro.

    Beijos e Abraços VIVI
    http://vickyalmeida.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Já tinha visto algo sobre esse livro, mas acho que nunca tinha lido uma resenha completa. Gostei de saber mais sobre essa história e quero lê-la para saber se é mesmo tão empolgante assim =)

    ResponderExcluir
  5. Bonitas fotos! Tenho lido bastante sobre este livro, muito popular de há uns meses para cá, mas não creio que vá ler :)

    ResponderExcluir
  6. Olá! Tudo bom?
    Esse livro foi o meu primeiro contato com o autor também, e eu adorei a história. Eu amo thrillers, e esse consegue envolver o leitor do início ao fim. Já estou com o segundo volume na estante, e preciso achar um tempinho para iniciar a leitura, espero que seja tão bom quanto este.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  7. Mulheres de meia idade resolvendo casos de assassinato são meu ponto fraco no mundo das séries! Eu simplesmente me encanto com séries assim, então um livro como esse com certeza será uma leitura maravilhosa para mim! Obrigada pela dica!!

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem? Participei de um clube da Gutenberg onde comentaram sobre o mesmo, e vejo que MUITAS pessoas gostam dele, principalmente os fãs do gênero. Não é muito minha praia confesso, no entanto quem sabe quando eu tenha coragem de ler o tema eu arrisque ele. Ótima resenha!
    Beijos,
    https://diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Chateada pq amo esse gênero e acompanhei o lançamento do livro, mas ainda não tive a oportunidade de ler =/ Quero muito

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  10. Estou louca para ler, pois adoro este gênero, ainda mais Quando é bem escrito que conseguimos imaginar o texto em um filme é/ou série.
    Bjs Rose

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem? Não conhecia o livro, porque não acompanho muito a editora, mas a trama me interessou. Apesar de eu não me animar muito com o gênero literário, identifiquei o preconceito contra a mulher (rebaixando as prostitutas), e espero que o autor tenha tratado isso como uma crítica. Achei bem diferente também - pra não falar aleluia, irmãos hahaha - o fato de a protagonista não ser uma mulher jovem. Acho que a literatura ainda carece e muito de protagonistas femininas além do óbvio. Gostei muito da dica, vou procurar promoções hehe.

    Love, Nina.
    www.ninaeuma.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Eu estou muito animada para conhecer essa leitura. Sou fã desse gênero e me parece que o Robert domina com maestria o suspensa. Gosto muito das publicações da Editora Gutenberg e a capa está muito bonita.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  13. Adoro livros nesse estilo, fico super tensa durante a investigação mas quando sou recompensada com um bom desfecho tudo vale a pena, principalmente quando o enredo inclui uma protagonista forte como essa. Esse livro chamou minha atenção desde o lançamento, espero ter logo a oportunidade de ler.

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Já li várias resenhas desse livro e ele parece envolver uma boa carga de adrenalina misturada com estratégia da investigação. Já faz tempo que está na minha lista de desejados.
    Bjs
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  15. gosto de capítulos curtos em livros de suspense e afins pq me deixam mais absorta na leitura... fiquei a fim de ler esse desde que vi o lançamento... a protagonista parece ser do tipo de personagem que eu vou gostar...
    bjs ^^

    ResponderExcluir