[RESENHA #477] A CASA DOS PESADELOS - MARCOS DEBRITO - Saga Literária

Novidades

Home Top Ad

Post Top Ad

quarta-feira, maio 23, 2018

[RESENHA #477] A CASA DOS PESADELOS - MARCOS DEBRITO


Título: A Casa dos Pesadelos
Autor: Marcos DeBrito

Editora: Faro Editorial
Páginas: 144

Ano: 2018
ISBN: 9788595810099
Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse: Dez anos depois de estar cara a cara com aquela assombração, Tiago finalmente concorda em voltar à mesma casa para visitar sua avó. Agora adolescente, ele pretende provar para si mesmo, que a terrível imagem que o aterrorizara nas madrugadas por tanto tempo, não passava de uma criação tenebrosa da infância. Mas, ao chegar no casarão, o jovem se depara com o misterioso quarto de seu falecido avô, agora mantido fechado, e tratado como espaço proibido. As restrições com relação ao aposento, as sensações e barulhos no meio da noite logo alimentam nele a suspeita de que algo terrível habita o local. Tomado por uma estranha coragem e desejo de ver-se finalmente livre do medo, tudo que o rapaz deseja é descobrir o que há por trás daquela porta. Então, o pesadelo toma novo impulso quando a figura sombria da infância mostra-se real novamente... mas, desta vez, ela quer atacar o seu irmão mais novo. Determinado a impedir que o caçula passe por terror semelhante, Tiago, mesmo apavorado, decide enfrentar a criatura. E o que descobre expõe terríveis segredos do passado que ninguém poderia imaginar.


Resenha: A Casa dos Pesadelos é o último lançamento do autor Marcos DeBrito e foi publicado recentemente pela Faro Editorial. O livro traz a história dos irmãos Bruno e Tiago, uma criança e um adolescente. Thiago é um adolescente estereotipado, é considerado chato e mal educado, ele vive ouvindo músicas com fones de ouvidos e mal dá atenção para a sua mãe. Já o seu irmão Bruno é um garotinho doce e ingênuo. Bruno e Thiago estão de férias e para aproveitar esse momento, Laura, a mãe deles resolve levar os dois para  passearem e ficar algum tempo da casa da avó materna, Célia. Contudo, Tiago é um adolescente de dezesseis anos que guarda uma lembrança ruim do tempo em que ficou na casa da sua avó dez anos antes.

"Fazia silêncio dentro do veículo que atravessava uma rodovia vicinal do interior, após longas horas de estrada. Eram poucas as avarias no asfalto, marcado apenas por pequenas rachaduras, porém o carro sacolejava como se estivesse passando as rodas em uma trilha esburacada de terra." p. 11.

Naquele período, Tiago teve uma experiência traumática, ele com apenas  seis alega ter visto uma assombração, algo que marcou completamente a sua vida, porém nunca deram crédito para ele, algo que acabou levando o jovem a passar por tratamentos com psicólogos desde então. Com o indesejado retorno para a casa da avó, Tiago passa a demonstrar um comportamento arredio e inquieto, ele viaja à contragosto para o local, mas  ele vê que esse retorno pode ser uma grande oportunidade para enfrentar os fantasmas do passado e assim eliminar de uma vez por todas qualquer trauma ocasionado na fatídica noite em que viu a assombração.

"Tiago permaneceu sentado no colchão, mirando o breu a sua frente. O aposento sombrio o arrostava a distância, no empenho de lhe abalar a valentia, mas ele estava comprometido. Disposto a não fraquejar, respirou fundo e abraçou a missão de sentinela noturna." p. 83.

Ao chegar na casa da avó, Tiago mostra-se arredio e rebelde com avó que busca uma aproximação e demonstra carinho e afeto pelo mesmo, mas a grande felicidade de Célia é Bruno ou Bruninho, o neto que ainda não conhecia. Célia tenta agradar os netos, mas somente Bruno que cai nas graças da avó, Tiago sempre mantém distante da avó e isso é algo que passa a incomodar a idosa, gerando inclusive diversas críticas ao comportamento do neto. Ao cair da noite, Tiago volta a ficar temeroso e qualquer barulho é motivo de susto e temor para ele, porém é quando o seu irmão alega ter visto uma assombração, uma criatura horrenda da calada da noite é que os pesadelos voltam à tona e Bruno passa a ser também desacreditado. Tiago toma uma decisão e resolve proteger Bruno do mesmo destino de qualquer forma enquanto busca desvendar o mistério do quarto trancado e o que de fato o aterrorizou dez anos antes.
Opinião: A Casa dos Pesadelos foi uma leitura extremamente rápida, eu li em poucas horas, trata-se de um livro de terror e suspense ambientado em uma casa, algo bem clássico. O terror adotado por DeBrito é um terror psicológico, pois vemos Thiago precisando lidar com os fantasmas do passado, algo que mexeu profundamente com a sua formação e ele sequer sabe se de fato aquela assombração era algo real ou fruto da sua imaginação, mas foi algo que moldou profundamente o seu comportamento e trouxe diversas inseguranças e medos para ele.

A trama é curta e o autor consegue envolver o leitor através desse clima de suspense, terror e mistério. Eu senti que faltou aprofundar mais nos personagens, mas isso não é algo que diminua a qualidade do livro, é apenas algo pessoal. DeBrito retrata um tema muito importante no enredo, algo que não posso revelar, pois pode entregar grande parte da história. Gostei do livro, achei grande parte da trama bem legal e recomendo a leitura. O ponto negativo ao meu ver é justamente o final, existe uma reviravolta, porém não foi algo que eu esperava e é por isso que não curti o final (algo estritamente pessoal, eu imaginei algo diferente), tirando isso é um bom livro, a leitura fluiu muito bem. Recomendo "A Casa dos Pesadelos" para quem gosta de suspense e terror psicológico.
Sobre a Edição: A Faro Editora realizou um grande trabalho, a capa ficou muito legal e condiz com o enredo, com a trama apresentada. Ao todo são sete capítulos, algo que contribuiu para a leitura fluir bem. As folhas são espessas e de qualidade, alguns capítulos contam com algumas folhas alaranjas, achei isso o máximo, ficou muito bonito. Ao longo do livro nos deparamos com diversas ilustrações bem sinistro. A revisão ficou ótima, a diagramação está muito boa, o livro ficou caprichado. Deixo meus parabéns para a Faro Editorial pelo trabalho apresentado.
Sobre o Autor: Marcos DeBrito nasceu em Florianópolis e mudou-se para São Paulo em 1998 para estudar cinema. Formado pela FAAP, é diretor e roteirista. Seu curta-metragem Vídeo sobre tela, de 2001, ganhou o prêmio especial do júri no Festival de Gramado. À sombra da lua é seu primeiro romance. DeBrito já publicou "O Escravo de Capela" e "A Casa dos Pesadelos" pela Faro Editorial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad