[RESENHA #495] A POÇÃO PERDIDA - DIÁRIO DE UMA GAROTA ALQUIMISTA 02 - AMY ALWARD - Saga Literária

Novidades

Home Top Ad

Post Top Ad

Post Top Ad

Responsive Ads Here

quarta-feira, julho 04, 2018

[RESENHA #495] A POÇÃO PERDIDA - DIÁRIO DE UMA GAROTA ALQUIMISTA 02 - AMY ALWARD

Título: A Poção Perdida - Diário de uma Garota Alquimista 02
Autor: Amy Alward
Editora: Jangada [Grupo Pensamento]
Tradução: Denise de Carvalho Rocha
Páginas: 448
Ano: 2017
ISBN: 9788555390951
Onde comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse: Depois de vencer a Caçada Selvagem, salvando a Princesa Evelyn, a vida de Sam Kemi mudou completamente! Com uma avalanche de entrevistas na TV, o trabalho na loja de poções da família e os preparativos para acompanhar a Princesa - sua nova melhor amiga - numa grande viagem internacional, tudo parece estar indo muito bem, até que de repente não está mais... Alguém adulterou a mente do avô de Sam para tentar descobrir a fórmula da Aqua Vitae, uma poção capaz de curar qualquer doença e que estava perdida entre as páginas de um antigo diários da família Kemi. Sem suas memórias e precioso conhecimento, seu avô está cada vez mais perdido e confuso. E, conforme o tempo passa, seu estado só vai piorando. Agora, Sam precisa encontrar a receita perdida da poção mais poderosa do mundo, aquela que as pessoas matariam para pôs as mãos, e também tentar trazer as memórias do seu avô de volta. Trocando vestidos, príncipes e palácios por dragões, centauros e cavernas, Sam começa a aventura mais importante e perigosa de sua vida - na qual tudo pode acontecer!

Resenha: A vida de Samantha Kemi tinha virado de ponta cabeça depois de toda a aventura e perigos da Caçada Selvagem. Sam havia se tornado uma celebridade tanto por ter ganho a grande competição e por ter salvado a princesa da morte certa. Agora Sam se via nas fofocas dos grupos de internet, na televisão, nas revistas; ela era a sensação do momento. Mas as coisas sempre têm ficar um pouco difíceis para Sam. Em um programa de TV local, Sam é entrevistada, juntamente com Zain e a Princesa Evelyn e acaba falando mais do que deveria em um momento de raiva. 
Mas é a princesa que consegue salvar o dia, pois todos estão empolgados com a Tour Real, onde a princesa vai escolher seu noivo e deixar todos os moradores de Nova mais felizes. Mas o que poucos sabem é que Evelyn mal consegue controlar seu poder, pois ela é considerada a mais talentosa dentre a realeza. Por isso, Sam e Zain, estão ajudando-a com uma poção para que ela não perca seu controle, pois se isso acontecer, pode ser fatal para todos no reino de Nova.

"A poção que estamos tentando preparar é tão única quanto a pessoa para quem está sendo feita, tão original que nem tem nome ainda. Um verdadeiro desafio, para dizer o mínimo." p. 24.

Quando volta para casa, Sam encontra uma multidão na frente da loja da família Kemi. Isso até seria muito bom se não fosse pelo motivo errado. Aquela multidão era resultado da grande burrada que Sam tinha dito ao vivo no programa de TV mais cedo. Todos ali só queriam uma coisa: Aqua Vitae.

Reza a lenda que a poção Aqua Vitae pode curar toda e qualquer doença que seu usuário tiver, seja mental ou física, porém, caso seja possível sua criação, o alquimista que a preparar perde toda sua habilidade com poções e, às vezes, até a própria vida. Por isso era uma lenda. Mas, agora todos pensavam que os Kemi estavam escondendo-a todos esses anos e isso não era nada bom.
Esse não seria o único problema que Sam teria que enfrentar por causa daquela entrevista e da poção Aqua Vitae, pois após alguns dias, seu avô sofre uma queda na rua, mas Sam percebe algo familiar quando encontra seu Ostanes caído. Aparentemente bem, Ostanes volta para loja, que está bastante cheia, e retoma seu local de trabalho preparando as poções para seus clientes, mas Sam percebe que algo está errado quando descobre que as poções de seu avô estão erradas.

"Meu coração imediatamente afunda até o estômago. Todas essas poções, esses remédios estão errados! Eu olho no relógio. Deve fazer só meia hora desde que eu trouxe as novas poções do meu avô. Quantas foram entregues? Quantas..." p. 73. 

Já no hospital, descobrem que Ostanes teve parte de suas lembranças roubadas e assim, Sam, se lembra do que soou familiar quando encontrou seu avô na rua: Emília Thoth. Então, como se já não bastasse, Sam tinha mais um problema nas mãos para resolver. Resumindo: Sam teria que preparar uma poção mais forte para a princesa, ir atrás da mítica poção Aqua Vitae para salvar seu avô e agora também ter que deter a nefasta Emília Thoth, que tem como objetivo se apossar do reinado de Nova e, aparentemente, da poção perdida. Claro que para conseguir resolver tudo isso, Sam precisaria apenas encontrar o diário de sua avó. Até que seria fácil, se ele não estivesse perdido há anos e ninguém tivesse uma única pista sequer de seu paradeiro. E para ajudar mais ainda, o tempo era curto, muito curto. 
Opinião: Foi muito bom estar de volta a Nova e rever Samantha Kemi e todos que fizeram parte da primeira aventura, A Poção Secreta. Nessa nova empreitada, as coisas ficaram bem tensas para Sam, Zain e a princesa Evelyn. Toda a magia do primeiro livro, foi novamente distribuída pelas páginas de A Poção Perdida de uma forma muito bem balanceada, onde podemos encontrar aventura, drama, romance e muita, mas muita ação.

Sempre disse que a série Diário de um garota alquimista, apesar de ser direcionado para o público mais jovem, nunca foi um livro de romance e sim uma série de aventura com pitadas de romance adolescente, e isso se repete nesse novo volume da trilogia, pois Amy Alward é uma escritora de mão cheia e soube dosar os limites, onde mostra como é a vida de meninos e meninas de 16 anos de uma forma que ficou bastante agradável para os leitores de qualquer idade. Por isso mesmo, gostei tanto dessa série que provoca tanto prazer em seus leitores.

Como anteriormente, todos os personagens são cativantes em seus respectivos papéis, sejam os mocinhos, que são vários ou os vilões, que são poucos mas destemidos em suas maldades e seus desejos nefastos. Também foi muito bacana ver o crescimento dos personagens entre um livro e outro, principalmente o de Sam, que teve um amadurecimento mais notável do que seus companheiros de aventuras. Claro que, sendo uma adolescente com é, seus medos ainda continuam lá assim como suas inseguranças, mas a autora proporcionou aquela dose de "ter que fazer ou ter que fazer" na trama, que acabou levando ao amadurecimento da personagem principal, mesmo ela não se dando conta disso muitas vezes.
Outra coisa bacana na história é a continuidade do romance entre Sam e Zain, dois opostos que se atraíram, se apaixonaram de verdade e, mesmo contra todas as possibilidades, resolveram que poderiam ir em frente para aproveitarem o que de bom havia entre eles.

Alward, nessa trilogia, vem explorando a fórmula "problema-caça solução-resolução" em seus livros, mas de uma maneira que acabou não ficando maçante para os leitores, pois apesar da fórmula ser a mesma, a autora incorpora, em meio a toda a aventura e romance, alguns problemas inerentes ao adolescentes que estão em crescimento e acabam com responsabilidades muito maiores das que deveriam suportar nessa bela fase da vida.

É muito baca ver a camaradagem entre os personagens do lado bom da história, se desenvolver a cada problema apresentado, mostrando que o laço da amizade se fortifica a cada dia na vida de Sam, seus amigos e familiares. É realmente muito legal ver isso na trama toda.

Com toda essa gama de variações de situações enfrentadas por Sam e os seus, a autora ainda teve tempo de nos dar um presente, mesmo que breve, mas um presente bem bacana: DRAGÕES, isso mesmo gente, DRAGÕES!! [e outro ser mítico que eu deixo para vocês descobrirem]. Só por isso já deixa a impressão de que A Poção Perdida - Diário de uma garota alquimista II, publicado pela editora Jangada, É SIM, MAIS QUE IMPERDÍVEL.
Sobre a edição: Mais uma vez a editora Jangada acertou na escolha de manter a capa original do livro, pois não tem como dizer que ela não é menos que lindíssima. A diagramação segue igual ao primeiro livro com fontes agradáveis, papel amarelado e caracterizações com pequenas ilustrações a cada início de capítulo. Nada mais que perfeito. Deixo aqui meus agradecimentos à editora Jangada pelo envio do livro, que me proporcionou horas de imenso divertimento.


Sobre a autora: Amy Alward é uma autora inglesa e editora freelancer que se mudou para o Canadá aos 11 anos e descobriu seu talento para escrever e se tornar diretora editorial de uma grande editora de livros infantis. Em 2013, assinando como Amy McCulloch, foi apontada pela revista Bookseller como uma estrela em ascensão na cena literária. Seu romance de estreia, The Oathbreaker's Shadow, foi indicado em 2014 para o Prêmio Branford Boase na categoria melhor livro de estreia da literatura juvenil do Reino Unido. [Orelha do livro].

2 comentários:

  1. Me interessei pela história, estou até com os 2 primeiros ebooks. preciso do terceiro hahaahah.
    Pretendo ler todos.. :)

    ResponderExcluir
  2. Aline, tenho certeza que vai gostar. Beijos e obrigado.

    ResponderExcluir

Post Bottom Ad