[RESENHA #498] SUBMISSA - MAYA BANKS - Saga Literária

Breaking

terça-feira, 10 de julho de 2018

[RESENHA #498] SUBMISSA - MAYA BANKS



Título: Submissa (The Enforcers #1)
Autora: Maya Banks

Tradução: Isabela NoronhaEditora: Gutenberg
Páginas: 321
Ano: 2017
ISBN: 
9788582354483
Onde Comprar: Amazon - Saraiva


Sinopse: Eles não seguem as regras. Eles FAZEM as regras. 

Uma nova série que vai mexer com você da cabeça aos pés. Poder, sedução, dinheiro, submissão, dominação, dor e prazer… Nesse jogo que está prestes a começar, o amor não entra nas regras. Será que você está preparada? 

Evangeline nunca soube o que é viver no luxo, pois sempre teve que trabalhar duro para ajudar os pais e conseguir sobreviver em Nova York. Típica garota do interior, sente-se deslocada em meio à metrópole e percebe que ingenuidade e sinceridade, que sempre foram suas características mais marcantes, são vistas como defeitos pelos nova-iorquinos e, principalmente, por seu ex-namorado que a seduziu e a abandonou. Ele se apossa do que quer, sem remorso e sem culpa. 

Drake Donovan é um magnata do entretenimento e um dos milionários mais cobiçados do mundo. Ele e seus “irmãos” ergueram um império em Nova York, e o seu maior empreendimento é a badaladíssima Impulse, a casa noturna mais exclusiva da cidade. Acostumado a ter todos na palma da mão, Drake sente seu inabalável mundo balançar quando vê uma jovem com ar angelical e inocente perdida em sua boate. Quem era aquela garota? Ele não tem ideia, mas de uma coisa tem certeza: ela será dele!

Ela não sabe se é capaz de dar o que ele deseja.

Incentivada pelas amigas, ir sozinha à Impulse parece o plano perfeito para Evangeline se vingar do ex-namorado canalha. Mas o que está prestes a acontecer vai mudar sua vida para sempre. Uma proposta… Uma tentadora oportunidade de ter tudo aquilo que nem em sonhos ela imaginaria possível. O preço? Submissão total e completa. 

Resenha: Escrito por Maya Banks, Submissa é o primeiro livro da trilogia Enforcers e vamos conhecer Evangeline e Drake, duas pessoas com vidas completamente opostas. Evangeline é uma mulher do interior, esforçada e trabalhadora ela veio de uma família humilde, ela abdicou dos seus sonhos e  mudou-se para uma cidade maior em busca de emprego para ajudar os seus pais. O seu pai sofreu um acidente que o impede de trabalhar e sua mãe permanece em casa para cuidar dele, assim eles contam com a ajuda de sua filha. Drake é um milionário lindo e controlador,  ele tem um passado misterioso e é cercado de homens lindos que trabalham para ele, esses homens são fiéis e  completamente misteriosos.

"Este lugar é para pessoas bonitas. Ate as pessoas que trabalham aqui são lindas. Todo mundo é perfeito. E então lá estava eu, sobrando que nem jiló no prato de criança. As pessoas na fila, lá fora, sabiam que eu pertencia a este lugar [...]" p. 32.
Para conseguir economizar e ajudar em casa a jovem Evangeline divide um apartamento com suas amigas que ela considera como irmãs, ela também priva-se dos pequenos prazeres da vida como comprar roupas novas ou mesmo sair para lanchar. Não bastasse ter que enfrentar diversas dificuldades em sua vida, a jovem foi humilhada por seu ex-namorado Eddie que simplesmente a usou, tirou a sua virgindade e espalhou aos quatro ventos que ela parecia um boneco de neve na cama. Totalmente devastada, Evangeline recebe a ajuda de suas amigas para recuperar a sua dignidade, elas a incentivam a passar a noite na boate Impulse e esfregar na cara do seu ex que está bem. Ela só não contava que seu ex era muito pior do que imaginava.

É na boate que Drake Donovan, o homem rico e sedutor, estava vigiando Evangeline pelo sistema de segurança da boate e para evitar uma situação perigosa para a jovem ele acaba intervindo e a leva até sua sala. Drake se encanta com a pureza dela. Ele fica excitado por ela não ter a mínima noção do poder dos seus lábios rosados, do seus cabelos dourados e do seu corpo curvilíneo e, claro, em pouquíssimo tempo decide que vai resolver todo e qualquer problemas financeiro que ela tem na vida em troca dela se entregar totalmente para ele na cama (e vários outros lugares).  A partir daí, começa uma relação de sedução e obsessão que vai mudar as vidas deles.

"Por uma noite maravilhosa, o tempo tinha parado, e ele tinha visto o céu pela primeira vez em sua vida. Tinha sentido uma paz diferente de tudo o que havia experimentado, e tinha vivido como era ser envolvido pelas asas de um anjo." p. 256.
Opinião: Eu preciso começar dizendo que não consegui me conectar com o livro em nenhum nível. Infelizmente foi uma leitura maçante e desacreditada desde o início e vou dizer motivo. Evangeline é uma protagonista igual a todas as outras: jovem, linda, precisando ajudar os pais e ela não tem um pingo de noção de quão sedutora é e acaba se fechando por ter sido humilhada por algum babaca. Tem amigas que são claramente muito melhor resolvidas que ela e que dão uns conselhos bem fracos, mas são as únicas que agem como alguém da vida real agiria.

Outro ponto negativo são as cenas em que Drake e Evangeline se econtram, são cenas artificiais e sem sentido. Apesar da narrativa acertar em usar os pontos de vista dos dois protagonistas, a autora não soube colocar nem um pouquinho de carisma em nenhum dos dois. Eles são genéricos e sem personalidade, basicamente fique com a impressão que a autora os criou única e exclusivamente para serem instrumentos de um livro hot.

Toda a ''história'' se passa na luta de Evangeline em aceitar ser uma bonequinha de luxo ou não e acho que já deu disso desde Anastasia Steele. Evangeline se muda pro apartamento dele, ele paga suas contas, ajuda suas amigas, manda dinheiro pros seus pais, compra suas roupas... está mais do que claro que ele ganhou. É cansativo ver os embates dela. Seria muito mais interessante ver uma jornada de libertação. Além disso, tem umas cenas entre Evangeline e suas amigas que me deram vontade de socar ela e a autora: sério que as amigas ficam de erradas por tentarem defendê-la do que era claramente uma péssima ideia?
E, claro, temos Drake se apaixonando pela garota do nada, sem nenhuma explicação plausível para essa mudança de coração e comportamento, fazendo parecer que a garota virgem (nessa caso recém-ex-virgem e despedaçada) consegue consertar um sedutor  inveterado. Já deu, né? 

Para fazer a leitura valer a pena temos os personagens secundários, os irmãos de Drake e capangas. Esses sim mereciam mais ''tempo em cena'' e espero que tenham seus próprios livros para se desenvolverem. Mas infelizmente a jornada de Evangeline e Drake não em envolveu nem um pouco.
Sobre a Edição: A edição está bem legal, a Editora Gutenberg apresentou um belo trabalho em relação à diagramação e layout. A revisão está boa, a fonte e espaçamento ficaram confortáveis. Eu adorei a capa, essa combinação de cores ficou muito boa.
Sobre a Autora: É autora best-seller #1 do USA Today e do The New York Times. Ela já lançou mais de 50 títulos, em várias séries de muito sucesso, que já foram publicados em 25 países e venderam mais de 2 milhões de exemplares, sendo uma das mais bem-sucedidas autoras da atualidade nos gêneros em que escreve: romances eróticos, contemporâneos, históricos e de suspense.

Ela mora no sul dos Estados Unidos com o marido, três filhos e seus muitos animais de estimação. É uma ávida leitora de romances e adora falar deles com seus fãs e amigos. Adora viajar pelo mundo e interagir com seus leitores nas redes sociais, nas quais é bem presente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário