[CRÍTICA] UM CONTRATEMPO - Saga Literária

Novidades

Home Top Ad

Post Top Ad

Post Top Ad

Responsive Ads Here

segunda-feira, agosto 20, 2018

[CRÍTICA] UM CONTRATEMPO

Eu particularmente gosto muito de filmes de suspense, mistérios e assassinato e confesso que não conhecia Um Contratempo; filme dirigido e roteirizado pelo espanhol Oriol Paulo. Um Contratempo foi lançado em 2016 e está disponível no serviço de streaming Netflix. Na película acompanhamos a vida de Adrián Doria (Mario Casas), um jovem homem de negócios que está em plena ascensão, ele literalmente é bem-sucedido em seus negócios. Casado e pai de uma filha, Adrián tem outra mulher, a fotógrafa Laura (Bárbara Lennie) que assim como ele é infiel em seu casamento.

Logo no início da película vemos Adrián sendo acusado de um assassinato e ele logo jura não ser o responsável pelo homicídio como tudo leva a crer. Devido ao seu poderio financeiro ele consegue contratar a melhor advogada de defesa da Espanha, trata-se de Virginia Goodman (Ana Wagener) que nunca perdeu um caso e aceita defender Adrián como o último caso de sua carreira. Mas Adrián tem apenas algumas horas para contar todos os detalhes do dia em que esteve com Laura e foi apontado como o culpado do crime para que a sua advogado tente convence o júri.

Adrián não está envolvido em apenas um crime, não está envolvido apenas no assassinato de Laura, ele acaba se envolvendo em um acidente após ter um encontro amoroso com a sua amante. Adrián e Laura estavam em um casa isolada, em um local remoto e decidem voltar para suas casas. Enquanto estava dirigindo, Adrián acaba tendo uma discussão com Laura sobre a sua vontade de romper a relação com ela e disperso ele acaba perdendo a direção quando um cervo atravessa a pista, colidindo com outro carro. O casal não sofre qualquer ferimento, mas o outro carro acaba batendo e ao verificarem dão conta que um jovem acaba morrendo no local. Laura tenta ligar para a polícia, mas logo é surpreendida por Adrián que a impede de realizar a ligação, pois o caso deles virá a tona.

Enquanto pensam o que vão fazer com o carro e o jovem, eles são surpreendidos naquela estrada deserta por outro motorista que tenta ajudá-los, mas logo é dispensado e segue viagem. O casal acredita que a melhor forma de permanecerem ocultos é dar "um jeito" no carro e naquele corpo. Eles não podem deixar tudo como está e segundo Laura a melhor forma de permanecerem ilesos é ocultar o corpo e o carro. Essa tarefa fica por conta de Adrián e Laura tenta sair do local do acidente, mas o carro não funciona e nesse momento ela recebe ajuda, tendo o seu carro rebocado. Desse momento em diante apenas podemos esperar diversas reviravoltas.
Opinião: Um Contratempo é um filme espanhol, não é uma mega produção e por isso acaba passando despercebido par aos telespectadores. Eu mesmo estou mais acostumado a assistir produções norte-americanas e o cinema europeu acaba ficando em segundo plano. Em tempos de megas produções e filmes rasos que servem apenas para o mero divertimento e sem levar o telespectador para o campo da reflexão como os filmes de super-heróis, Um Contratempo destaca-se por ser um filme bem construído e estruturado, conta com ótimas atuações e consegue fugir dos clichês do gênero. Maria Casas destaca-se pelas expressões de psicopata que dá ao personagem Adrián, mas que toma a cena por várias vezes é Bárbara Lennie, pois Laura é uma personagem extremamente intensa, caprichando na "expressividade".
Oriol Paulo utiliza a todo momento de flashbacks para contar a história, bem como de uma cinematografia mais escurecida. As cenas são frias e dão um forte clima de suspense e mistério no ar, aliás o clima no filme é tenso e permeado de reviravoltas, isso faz com que criemos a todo momento diversas hipóteses e teorias. Oriol demonstra como o ser humano pode ser doentio, como o homem pode e faz de tudo para manter o poder, o dinheiro e seu status social. Ele também aborda temas como a possessão no relacionamento, a relação extraconjugal e o fato de muitas vezes pensarmos apenas em nós mesmos. Eu adorei esse filme e super recomendo para você que quer um filme bem trabalhado, mas principalmente para você que adora suspense e mistérios.

9 comentários:

  1. Depois de A Casa de Papel comecei a dar mais atenção às obras de outros povos e só tenho colhidos frutos bons. Acredito que com Um Contratempo não será diferente. Uma história com suspense e mistério me leva a altas imaginações, ainda mais com essa pegada psicopata que você citou, vou correndo assistir!
    Abraços! 😊

    ResponderExcluir
  2. Olá! Gosto bastante de filmes assim, desses que prendem mesmo e te faz querer saber todo o desfecho. Vou procurar para ver.

    Memento Mori

    ResponderExcluir
  3. Olá! Não conhecia o filme, e por gostar muito de suspenses e mistérios, anotei a dica! Embora não concorde com você sobre isso do cinema estar voltado para filmes menos densos e reflexivos, acredito que é só procurar que você encontra muitos filmes profundos! O cinema fora da esfera norte americana é muito rico! Tenho encontrado muitas produções espanholas, alemãs e as francesas, que são uma mina de ouro, tem também filmes argentinos que eu tenho apreciado muito.. Enfim, obrigada pela dica!

    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com

    ResponderExcluir
  4. Eu ameeei esse filme, achei bem inteligente!
    Bjs
    https://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oie amore,

    Sendo bem sincera é bem difícil eu parar pra ver algum filme, raras são as excessões...
    Esse ainda não conhecia, mas não é um gênero que eu curta.
    Passo a dica hoje!

    Beijokas!
    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
  6. Olá
    Gostei do enrendo do filme e já vou por na minha lista da Netflix Eu vejo bastante filmes que não são aquela mega produção até independentes eu assisto, claro que tem alguns que é perda de tempo, mas já fui bastante surpreendida
    Valeu pela dica. Bjs

    ResponderExcluir
  7. Eu não sou a maior fã de filmes de suspense, pelo simples fato de que não assisto muitos filmes mesmo kkkkkk sou 90% dos livros =D
    Mas achei muito legal sua resenha e o ponto que mais me chamou a atenção foi o fato dessa ser uma produção espanhola, parece que os espanhóis estão mesmo ganhando o mundo. Isso é muito legal! Dica anotada =)

    ResponderExcluir
  8. Amei a resenha! Ele já entrou para a minha lista na Netflix!
    Parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
  9. Eu adorei a sua critica e adicionei na minha lista <3
    Pretendo da uma chance ainda essa semana =D

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir

Post Bottom Ad