[RESENHA #524] A PARTE QUE FALTA ENCONTRA O GRANDE O - SHEL SILVERSTEIN - Saga Literária

Breaking

terça-feira, 21 de agosto de 2018

[RESENHA #524] A PARTE QUE FALTA ENCONTRA O GRANDE O - SHEL SILVERSTEIN


Título: A Parte Que Falta Encontra o Grande O
Autor: Shel Silverstein
Tradução: Alípio Correia de Franca Neto
Editora: Compainha das Letrinhas
Páginas: 120
Ano: 2018
ISBN: 9788574068268
Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse: Na continuação do clássico A parte que falta, Shel Silverstein reflete com sua poesia singela e emocionante sobre amor-próprio e completude. Um livro infantil para todas as idades. A parte que falta está em busca de alguém para completar. Após ser abandonada pelo ser circular, ela aguarda um par perfeito em que possa se encaixar. Ela quer conhecer o mundo, e precisa de alguém que a faça rolar. Mas muitos seres não sabem nada sobre encaixe, outros já têm partes demais e alguns não sabem nada de nada. A parte que falta até encontra um encaixe perfeito, mas sua jornada juntos dura muito pouco. Até que ela se depara com o Grande O, um ser completo, que rola sozinho, e que pode dar a ela um ensinamento que mudará seu modo de enxergar a vida. Nesta história, leitores de todas as idades vão refletir junto com a parte que falta sobre como podemos nos transformar e descobrir como evoluir nosso amor-próprio. Afinal, será que não podemos todos rolar por nós mesmos em nossas jornadas?

Resenha: Escrito por Shel Silverstein, A Parte Que Falta Encontra o Grande O foi publicado pela Companhia das Letrinhas, selo voltado para literatura infantil que faz parte do Grupo Companhia das Letras. Esse livro é uma continuação de A Parte Que Falta, mas pode ser lida de forma independente. O livro continua narradando a busca pela Parte que falta e nossa personagem está buscando uma parte para completar. O Ser Circular consegue encontrar a parte que faltava nele, mas o problema é que essa parte não queria pertencer a ninguém e deseja apenas ser livre.
A pequena parte faltando está triste, ela encontra-se novamente sozinha e depois de separar-se do Ser Circular, ela percebe que precisa de alguém para se encaixar, ela não quer ficar sozinha, mas quer encontrar uma parte que realmente a queira, uma parte em que possa se encaixar perfeitamente. Essa parte fazia de tudo para ser notada e queria que encontrar alguém que estivesse disposta a tenta se completar, mas a sua situação estava bem difícil.

Ela toma uma decisão e inicia uma busca, ela começa a procurar por uma parte em que possa se encaixar. Diversos candidatos aparecem no seu caminho: uns eram muito pequenos, outros grande demais e alguns estavam com partes faltando, desses ela queria distância. Durante a sua busca, a Parte que Falta acaba encontrando com o Grande O. Ele é feliz e sozinho, é também considerado um ser completo, mas é ele quem vai ajudar à Parte com um valioso ensinamento que vai fazer com que ela reveja os seus conceitos.
Opinião: Esse é um livrinho que me deixou de queixo caído, fiquei surpreendida com a profundidade da leitura, Silverstein nos deixa várias reflexões, entre elas a de que em certas fases de nossas vidas estamos procurando por algo para nos completar, estamos em busca de alguém, mas muitas vezes temos que olhar para dentro de nós e podemos ser felizes sozinhos, podemos ser completos sozinhos sem essa necessidade desenfreada de buscar por algo ou alguém. Essa imposição e necessidade de achar a sua metade é algo cultural, algo que a sociedade nos impõe. Por meio de uma narrativa leve e repleta de sentimentos o autor nos faz refletir sobre a vida de uma forma geral. Essa é uma leitura que vai mexer com o seu emocional. Fica a dica!
Sobre a Edição: A Companhia das Letrinhas merece os parabéns por essa edição incrível, o livro segue a linha de A Parte Que Falta, os traços e gravuras utilizados são simples e ao mesmo tempo incríveis. A edição é em capa dura, as letras estão em bom tamanho, boa revisão, ilustrações simples e folhas brancas. Você pode pensar que a edição é simples e despretensiosa, mas na verdade é uma bela e caprichada edição.
Sobre o Autor: Sheldon Allain Silverstein nasceu em 1930, na cidade de Chicago, nos Estados Unidos. Em 1961, estreou com o romance Uncle Shelby’s ABZ Book, que despertou a curiosidade de um editor de livros infantis. Dois anos depois, Silverstein lançaria sua primeira publicação para crianças, Leocádio, o leão que mandava bala. Desde então, não parou de escrever. Muitos de seus livros foram traduzidos em dezenas de países. Clique aqui para saber mais sobre o autor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário