[RESENHA #557] O GUIA DO CAVALHEIRO PARA O VÍCIO E A VIRTUDE - MACKENZI LEE - Saga Literária

Novidades

Home Top Ad

Post Top Ad

Post Top Ad

Responsive Ads Here

quinta-feira, outubro 11, 2018

[RESENHA #557] O GUIA DO CAVALHEIRO PARA O VÍCIO E A VIRTUDE - MACKENZI LEE

Título: O Guia do Cavalheiro para o Vício e a Virtude
Autora: Mackenzi Lee
Tradução: Mariana Kohnert
Editora: Galera Record
Páginas: 434
Ano: 2018
ISBN: 9788501114235
Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse: 
Henry 'Monty' Montague nasceu e foi criado para ser um cavalheiro, mas nunca foi domado. Os melhores internatos da Inglaterra e a constante desaprovação do pai não conseguiram conter nenhuma das suas paixões – jogos de azar, álcool e dividir a cama com mulheres e homens.
Mas agora sua busca constante por uma vida cheia de prazeres e vícios está em risco. O pai quer que ele tome conta dos negócios da família. Mas antes Monty vai partir em seu Grand Tour pela Europa, com a irmã mais nova, Felicity, e o melhor amigo, Percy – por quem ele mantém uma paixão inconsequente e impossível. Monty decide fazer desta última escapada uma festa hedonista e flertar com Percy de Paris a Roma. Mas quando uma de suas decisões imprudentes transforma a viagem em uma angustiante caçada através da Europa, isso faz com que ele questione tudo o que conhece, incluindo sua relação com o garoto que ele adora.

Resenha: O Guia do Cavalheiro para o Vício e a Virtude foi divulgado no mochilão da Record, e desde então tornou-se um dos livros mais desejados e aguardados do catálogo da Galera Record. Para a nossa surpresa recebemos um exemplar do livro por meio do V. I. B (Very Important Book), um clube em que alguns parceiros do Grupo Editorial Record recebem os livros antes mesmo de serem oficialmente publicados e para quem não sabe esse livro foi publicado nesse mês de Setembro.

Escrito pela autora estadunidense Mackenzi Lee, a história aqui ocorre durante o século XVII e tem como foco a vida do "cavalheiro" britânico Henry Montague, mais conhecido como Monty, ele é um jovem que sofreu durante a sua vida com o controle e a influência de seu pai, mas ele nunca conseguiu de fato controlar totalmente o filho, sendo um rebelde, Monty apenas tem algumas poucas preocupações como: beber, jogar e arrumar parceiros sexuais, sejam eles homens ou mulheres. Mas a sua vida de luxúria está com os dias contados quando o seu pai lhe dá um ultimato para tomar frente dos negócios da família.
"Na manhã em que devemos partir para nosso Grand Tour do Continente, acordo na cama ao lado de Percy. Por um momento desorientador, não fica claro se dormimos juntos ou se apenas dormimos juntos." p. 13.

Antes de assumir o controle dos negócios, Monty decide realizar uma viagem de despedida e curtir os últimos momentos de luxúria com muitas festas, bebedeiras e se possível encontros amorosos e para alcançar os seus objetivos e somente após concluir esses seus desejos que ele pretende começar a criar juízo e ter responsabilidade. Monty resolve viajar pela Europa, mas o jovem não está sozinho nessa jornada, tendo em vista que ele conta com a companhia da sua irmã mais nova, Felicity e seu grande amigo, Percy, um negro que é filho de um nobre inglês e que sofre com a intolerância e discriminação, mas é por ele que Monty nutre profundos e secretos sentimentos.

"Quando chegamos, o café da manhã está posto na sala de jantar e os empregados já se dispersaram. A luz nebulosa do sol da manhã tremula da varanda, entrando pelas portas francesas escancaradas e fazendo com que as cortinas de renda esvoacem para dentro conforme o vendo bate. Os arabescos pintados de dourado brilham, reluzindo sob o calor da luz." p. 20.

Tudo que os três desejam é encontrar alguns dias de diversão, mas não é isso que encontram pelo caminho, pois ao apresentar um comportamento imprudente e tomar decisões dúbias, Monty passa a ser caçado pela Europa e a viagem que era para ser somente alegria e diversão, transforma-se em algo completamente angustiante. É a partir desse momento que o protagonista passa a questionar tudo o que sabe e conhece, inclusive a sua relação com Percy.

"Faço um esforço louvável para ignorar Percy durante os dias seguintes. Ele também mantém distância - não consigo decidir se está me evitando ou apenas me dando espaço para me acalmar [...]" p. 58.
Opinião: O Guia do Cavalheiro para O Vício e A Virtude foi uma grata surpresa para mim já que até o mochilão da Record eu não conhecia o livro e muito menos a autora. Eu amei conhecer a vida de Henry através de seus olhos, todo o terror que precisou conviver com as atitudes e decisões tomadas por seu pai. Ainda que Henry é um libertino e tenha aproveitado a vida de diversas formas, ele carrega diversos demônios em suas costas e muitos desses demônios estão diretamente ligados a sua sexualidade, já que para a sua época ele era uma pessoa com mente aberta e não era bem visto pela sociedade o fato dele gostar de homens e mulheres, de ser um bissexual.

Mackenzi Lee apresenta uma história envolvente e atraente, também conta com um ótimo senso de humor e isso ocorre através de Henry, que é uma pessoa hilária e sarcástica. O Guia do Cavalheiro para O Vício e A Virtude é simplesmente uma história apaixonante, inspiradora e cativante, a autora retrata diversos temas, mas destaco a amizade e as descobertas. Esse é um grande romance de época. Amei conhecer a escrita da autora e ainda mais ao ler esse belo livro. Esse livro faz parte da série Montague Siblings e vai receber uma adaptação para a TV. Fica a dica!
Sobre a Edição: A Galera Record apresentou um belo trabalho, a edição está linda e impecável. Apesar de ser uma prova, a edição conta com mapa, folhas levemente amareladas e conta com uma boa gramatura, já a capa conta com alguns de detalhes e tem tudo a ver com a trama.
Sobre a Autora: Mackenzi Lee obteve seu bacharelado em História (durante o qual ela fez o seu próprio Grand Tour pela Europa) e é Mestre em Escrita para crianças e jovens adultos pelo Simmons College. Ela ama Coca zero, pullovers e Star Wars. Em um dia perfeito, ela pode ser encontrada aproveitando os três. Ela atualmente chama Boston de lar. Você pode encontrá-la no Twitter @themackenzilee ou acessando www.mackenzilee.com.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad