[RESENHA #558] TUDO AQUILO QUE NOS SEPARA - ROSIE WALSH - Saga Literária

Novidades

Home Top Ad

Post Top Ad

Post Top Ad

Responsive Ads Here

sábado, outubro 13, 2018

[RESENHA #558] TUDO AQUILO QUE NOS SEPARA - ROSIE WALSH



Título: Tudo Aquilo Que Nos Separa
Autora: Rosie Walsh
Tradução: Márcio El-Jaick

Editora: Record
Páginas: 336
Ano: 2018

ISBN: 9788501113771
Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse: Sete dias perfeitos e então ele desapareceu. Imagine a seguinte situação: você conhece um homem, vocês passam sete dias maravilhosos juntos, e você fica apaixonada. E o que é melhor: o sentimento é recíproco. Você nunca teve tanta certeza de algo na vida. Então, quando ele parte numa viagem de férias agendada há muito tempo e promete te ligar para o aeroporto, você não tem nenhum motivo para duvidar disso. Mas ele não liga. Seus amigos dizem que você deve desencanar, que deve esquecer o cara, mas você sabe que eles estão errados. Eles não sabem de nada. Algo de ruim deve ter acontecido, deve haver um motivo sério para explicar o silêncio dele. O que você faz quando finalmente descobre que tem razão? Que existe um motivo — e que esse motivo é a única coisa que vocês não compartilharam um com o outro? A verdade.


Resenha: Recebemos no último mês mais um livro pelo clube VIB (Very Important Book) do Grupo Editorial Record e dessa vez foi um livro que me chamou muita atenção pela linda capa e pelo título sugestivo: Tudo aquilo que nos separa e o livro foi escrito pela autora britânica Rosie Walsh. Tudo começa quando há dezenove anos, Sarah Mackey sofreu um grande baque na sua vida, e precisou enfrentar uma perda horrível, mas ela não saiu ilesa, pois as consequências emocionais dessa perda foram devastadoras. Sarah teve uma adolescência conturbada, mas seus pais sempre respeitaram o espaço de Sarah, sempre respeitaram todos os problemas que ela apresentou e mesmo quando quis largar tudo e mudar para Los Angeles ainda nova, eles não condenaram essa decisão.

"Faz exatamente dezenove anos desde aquela manhã luminosa em que nos despedimos com um sorriso. Jamais houve dúvida de que nos veríamos de novo, houve?" p. 11.
Querendo recomeçar a vida, Sarah precisou sair de Gloucestershire (Inglaterra) e partiu rumo aos Estados Unidos onde tentou a sorte na cidade de Los Angeles, onde um dos seus melhores amigos de infância já vivia, Tommy. Ela vê que essa mudança poderá ser benéfica, já que o passado pode ficar enterrado juntamente com os seus traumas. Com o passar do tempo essa decisão se mostra acertada. É na nova cidade que ela conhece o seu futuro e ex-marido Reuben e funda uma ONG de palhaços-doutores. Mas por dezenove anos Sarah retorna anualmente ao seu antigo lar e o seu retorno ocorre justamente no período em que ocorreu a tragédia que marcou profundamente a sua vida.

"Estava um forno o dia em que conheci Eddie David. Os campos pareciam derreter, os pássaros se mantinham enfurnados nos galhos das árvores imóveis, as abelhas voavam tontas de calor." p. 36.

Um grande problema surge em sua viagem, pois o destino lhe reservou uma surpresa: Eddie David. Foi em sua última viagem para a Inglaterra que ela conhece Eddie e a conexão entre eles é imediata. Recém-divorciada, Sarah fica profundamente envolvida por esse homem, mas isso era a última coisa que ela queria que acontecesse. Ela se entrega de braços abertos para Eddie e eles passam sete dias apaixonantes juntinhos até que chega o momento em que precisam se despedir, pois ele precisa viajar para a Espanha e ela precisa retornar logo logo os Estados Unidos e Eddie faz uma promessa, ele voltaria a ligar para ela, mas nunca ligou.

"Eu deveria estar moída. Morta de cansaço e provavelmente de ressaca, sem a menor vontade de acordar antes do meio-dia. Mas acordei às sete horas da manhã sentindo que poderia abraçar o mundo." p. 87.

Completamente devastada, Sarah levantou a possibilidade de Eddie ter sofrido algum tipo de acidente e em busca de detalhes sobre o paradeiro dele resolveu pesquisar em suas redes sociais se tinha alguma movimentação, algum publicação que desse alguma pista sobre o seu paradeiro, mas ela nada encontrou e ele não respondia as suas mensagens e muito menos retornava as suas ligações. Sarah imaginou que ele poderia não querer mais vê-la e isso doía nela, mas ainda assim resolveu seguir em frente e determinada em descobrir o que havia acontecido com ele. Enquanto isso todos diziam para ela ficar longe dele e nesse meio tempo entre as investigações algumas coisas estranhas começam a acontecer, alguém vive ligando para ela e ao atender o telefonema, ninguém responde. Com muito custo ela fica sabendo que ele está vivo, mas que não deseja vê-la mais, só que ela quer saber o motivo.
Opinião: Eu não sabia muito o que esperar do livro, pois recebemos uma prova antecipada e eu em especial não sabia nada sobre o livro, mas como eu disse anteriormente a capa e o título me despertaram muita atenção e curiosidade. A leitura de Tudo Aquilo Que Nos Separa se desenvolveu bem, fiquei envolvida e impactada pela história. É complicado acompanhar toda a perda e sofrimento que Eddie e Sarah precisam enfrentar ao longo de suas vidas, mas também  é muito bom ver como eles superaram todas as adversidades e conseguiram a redenção. Eles são personagens bem elaborados e desenvolvidos, tornam a trama mais palpável e real, são pessoas que poderíamos encontrar tranquilamente em nossos ciclos sociais ou mesmo na rua e que possuem seus defeitos e suas qualidades. 

Tudo Aquilo Que Nos Separa é um livro maravilhoso, tem um enredo denso e bem construído, além disso é uma leitura super envolvente e fiquei tão boba que não queria parar de ler, ficava ansiosa para descobrir o que iria acontecer na história; sobretudo é um livro tocante. Em suma, Rosie Walsh nos apresenta um linda e surpreendente história de amor. Recomendo esse livro para todos os tipos de leitores, eu amei essa leitura e esse livro é lindo!
Sobre a Edição: Nós recebemos uma edição não finalizada e apesar de ser uma prova a edição está bem caprichada, as páginas são amareladas e a diagramação ficou bem agradável. A capa ficou linda e me chamou atenção tão logo estive com o livro em mãos.
Sobre a Autora: Rosie Walsh já viajou o mundo inteiro e morou em diversas partes dele, trabalhando como produtora e roteirista de documentários. Tudo Aquilo Que Nos Separa é seu primeiro livro em que não assina sob um pseudônimo. Ela mora em Bristol, na Inglaterra, com o companheiro e o filho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad