[RESENHA #543] POEIRA LUNAR - ARTHUR C. CLARKE - Saga Literária

Breaking

segunda-feira, 17 de setembro de 2018

[RESENHA #543] POEIRA LUNAR - ARTHUR C. CLARKE


Título: Poiera Lunar
Autor: Arthur C. Clarke
Tradução: Daniel Lühmann
Editora: Aleph
Páginas: 304
Ano: 2018
ISBN: 9788576574057
Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse: NUM MUNDO CONHECIDO PELO HOMEM HÁ APENAS UMA VIDA, a MORTE ESPREITAVA SOB MIL DISFARCES INOCENTES. No futuro, a Lua, esse astro que atraiu e encantou a humanidade desde os primórdios, se torna um destino turístico. Seus mares nunca antes navegados, compostos por um depósito de poeira que permaneceu intocado e imóvel ao longo de milhões de anos, passam a ser desbravados por uma nave de cruzeiro com tecnologia de ponta: a Selene. Mas o espaço, apesar de nossos avanços científicos, continua sendo um ambiente arriscado, indômito e cheio de armadilhas. O que parecia um simples passeio turístico se torna uma perigosa aventura quando a Selene, com vinte passageiros a bordo, naufraga em poeira no Mar da Sede. Sem comunicação ou meios de voltar à superfície, o pequeno grupo fica preso, e os turistas, junto a dois tripulantes e um experiente astronauta, se tornam um microcosmo da sociedade. Enquanto aguarda o resgate, o capitão da Selene precisa lidar com as ansiedades de seus passageiros e, ao mesmo tempo, tomar difíceis decisões que podem significar a vida ou a morte para cada um dos náufragos.


Resenha: Escrito por Arthur C. Clarke e publicado originalmente em 1961 (antes da missão Apolo 11) e lançado agora em 2008 pela Editora Aleph, a história de Poeira Lunar (A Fall Of Moondust) ocorre em um futuro próximo quando a humanidade conseguiu por fim colonizar a Lua. Essa população que habita a Lua pouco conhece sobre o planeta Terra e os seus usos e costumes. Mas os terráqueos e até mesmo moradores de outros planetas são bem-vindos na Lua que se torna um destino turístico para um grupo seleto de pessoas afortunadas. A principal atividade para os turistas da terra é a famosa travessia pelos mares lunares que são compostos por uma poeira extremamente fina que se comporta quase como um líquido.

"Ser capitão da única embarcação na Lua era uma distinção que Pat Harris apreciava. Enquanto os passageiros se apresentavam a borda da Selene, disputando os lugares nas janelas, ele imaginava que tipo de viagem seria dessa vez [...]" p. 11.

Aqui acompanhamos a história de Pat Harris, capitão da Selene, uma nave cruzeiro que desbrava essa rota turística levando consigo os ricos habitantes da Terra. Harris conduz os turistas apresentando as atrações oferecidas pela rota enquanto "surfa" nesse mar de poeira. Era apenas mais uma viagem de rotina para o capitão Pat Harris, porém o inimaginável ocorre, uma cratera se abre e engole a nave. Eles ficam naufragados em plena poeira no Mar da Sede e para piorar a situação a nave fica sem comunicação e também não tem ao seu dispor qualquer forma de voltar para a superfície.

"Nas isoladas estações de comunicações de controle de tráfego, Face Terrestre Norte, uma memória eletrônica se agitava irrequieta. O horário era apenas um segundo após as 20 horas no fuso GMT: um padrão de pulsos que deveria chegar automaticamente a cada hora tinha falhado em se manifestar." p. 31.

Agora o capitão Pat Harris precisa enfrentar diversas dificuldades e problemas apresentados pela tripulação. Ele precisa unir todos para conseguirem sobreviver em meio as dificuldades, o que inclui o risco de morrerem pelo calor não dissipado do casco da nave e até mesmo por intoxicação à exposição de dióxido de carbono. Harris precisa encontrar um ponto de equilíbrio e harmonia entre os seus tripulantes enquanto espera pela salvação. Em meio a essa luta para resgatar os náufragos, surge o jornalista Maurice Spenser que vê nessa tragédia a matéria e oportunidade da sua vida e por isso ele se empenha em acompanhar todo o processo de resgate.
Opinião: Arthur C. Clarke é uma grande autor de ficção científica, não resta dúvidas quanto a isso, mas o que me chama atenção em seus livros é a sua característica em trazer detalhes, informações técnicas e científicas, passando pelo campo da física e química, como também por embates entre cientistas e até mesmo a elaboração do ambiente. Clarke ainda abre espaço para demonstrar o quanto o ser humano pode usar de sua inteligência e intelecto em favor do desenvolvimento e avanço da tecnologia que será utilizada para sanar desafios e problemas, mas também para explorar o universo. Um aspecto interessante que Clarke aborda é o isolamento dos personagens devido ao naufrágio e o quanto essa situação causa impactos psicológicos e físicos. Também demonstra como o ser humano é dependente de seu próximo e o quanto é envolvido e também dependente de sua sociedade.

Basicamente o livro funciona com dois núcleos, de um lado os tripulantes náufragos e do outro os cientistas que precisam enfrentar um grande quebra-cabeça para resgatar os tripulantes. Eles querem salvar as pessoas não por ser algo valoroso ou um ato de coragem, mas pelo simples fato de concluir e vencer esse desafio intelectual. Poeira Lunar não é o livro de maior destaque ou mesmo o melhor livro de Clarke ao meu ver, contudo é uma leitura prazerosa, envolvente e de fácil compreensão. Poeira Lunar é um belo livro de ficção científica e recomendo para quem gosta de aventura e ciência, mas também para quem quer conhecer a escrita do autor.
Sobre a Edição: O projeto gráfico apresentado pela Editora Aleph segue os moldes de outros livros que a editora publicou do autor como: O Fim da Infância, As Fontes do Paraíso e Encontro com Rama. O livro conta com 31 capítulos que possuem entre 8 e 10 páginas em média. A revisão ficou ótima, as folhas são amareladas, a fonte está de bom tamanho e o espaçamento ficou confortável.
Sobre o Autor: Arthur Charles Clarke, mais conhecido como Arthur C. Clarke foi um escritor britânico, autor de obras de divulgação científica e de ficção científica como o conto The Sentinel, que deu origem ao filme 2001: Uma Odisséia no Espaço e a premiada série Encontro com Rama.

7 comentários:

  1. Oi! Eu não sou uma leitora muito fã de ficção e não tenho vergonha de dizer que as vezes livros assim são bem cansativos pra mim. São tantos termos de física e ciência, que na grande maioria das vezes parece que eu estou lendo um livro didático, não uma ficção. Neste livro o que me chamou a atenção foi o fato da nave ficar ' a deriva ' nesse mar de poeira, e gostaria de conhecer a visão futurista do autor onde têm essas viagens no espaço, a lua é visitada, e se conhece a terra por lembranças. Isso me interessou. Enfim, agradeço a dica!

    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com ♥

    ResponderExcluir
  2. Oi Yvens,
    Eu gosto do gênero, mas costumo ler livros mais "lights" dele, pois sinto que não estou preparada para ler um livro dessa magnitude. Acho muito legal o fato de o autor inserir questões científicas e dividir a trama em dois núcleos.
    A proposta de Poeira Lunar despertou muito minha curiosidade e vou anotar a dica, mas acho que não vou ler tão cedo, preciso me preparar rs.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Eu gosto do gênero e também do autor , li dele Encontro com Rama o que me levou a ler mais dois rs
    Mas já tem um tempo , esse ainda não li e foi ótima a lembrança, mas acredito que a maioria vou encontrar em sebos.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi Yvens, tudo bem?

    Esse ano tenho lido mais livros de ficção científica e tenho me apaixonado pelas obras, então, de cara esse enredo já me fisgou. Parece ser um enredo muito bem pensado e inteligente, e saber que é envolvente me deixa mais animada para realizar a leitura. Gosto quando tratam de questões científicas e essa divisão da narrativa entre os náufragos e os que tentam resgatá-los é interessante, pois mostra os dois lados da moeda. Dica anotada e espero ler em breve!

    beijos!

    ResponderExcluir
  5. Olá, achei super interessante isso de a nave ficar presa nessa poeira lunar que até parece líquida, deve ser incrível ler sobre a situação dos personagens presos a espera de resgate. Estou mesmo querendo ler mais ficção científica e já fiquei curiosa pra ler esse livro.

    http://petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Olá amore,

    Não conhecia o livro.
    Tem um enredo bem interessante até, mais não é o que estou querendo ler no momento.
    A temática não me atraiu não.
    Passo a dica, obrigada amore!

    Beijokas!
    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem?
    Achei a capa interessante mas mal li a sinopse percebi que não seria um livro para mim. A sua resenha me fez perceber que talvez fosse interessante, mas que não seria para mim. Pessoas à espera de regate, mesmo quando é em filmes, me deixa muito ansiosa.
    Beijinhos
    www.fofocas-literarias.blogspot.pt

    ResponderExcluir