[RESENHA #588] INTERNATIONAL GUY - AUDREY CARLAN


Título: International Guy (International Guy #1)
Autora: Audrey Carlan
Tradução: Sandra Martha Dolinsky
Editora: Verus
Páginas: 378
Ano: 2018
ISBN: 9788576867005

Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse: Mesma autora da série A Garota do Calendário, que vendeu mais de 670 mil exemplares no Brasil. International Guy é a agência de Parker Ellis, um dos maiores especialistas do mundo em vida e amor, que tem como missão ajudar as mulheres em questões tão diversas quanto se sentir sexy e poderosas, aprender a administrar um império empresarial ou conquistar o homem dos seus sonhos. Parker e seus dois sócios atendem mulheres ricas do mundo todo, como atrizes de Hollywood, membros da realeza e CEOs de multinacionais bilionárias. E, às vezes, eles não podem evitar que as coisas esquentem e vão parar na cama de suas clientes. Literalmente. Parker adora sua vida de playboy e não está procurando compromisso. Afinal, há um mundo inteiro à sua frente: os negócios o levam de Paris a Milão, de Berlim ao Rio de Janeiro. Mas, conforme ele pula de cidade em cidade ― e de cama em cama ―, é possível que acabe encontrando mais que sexo ao longo do caminho... Neste primeiro volume, a International Guy vai a Paris para ajudar uma jovem herdeira a assumir o controle da própria vida. A próxima parada é Nova York, onde a atriz mais badalada do momento precisa reencontrar a paixão pela profissão. A viagem termina em Copenhague, com uma princesa que está jogando sujo para escapar do destino. 


Resenha: Escrito por Audrey Carlan, International Guy é uma série composta por 12 livros ambientados cada um em uma cidade, totalizando 12 cidades. Porém, a Verus Editora decidiu publicar de cara três histórias nesse primeiro volume e somos levados pelas cidades de Paris, Nova York e Copenhague. International Guy é uma empresa que atende diversos clientes ao redor do mundo e a empresa é conduzida por Boo (Bogart) Montgomery, Parker Ellis e Royce Sterling. Cada um dos integrantes atua em uma área espécifica e por isso conseguem realizar atendimentos personalizados. Boo é conhecido como "O Mago do Amor". Rocye Sterling por outro lado atua para dar um banho de loja e trabalhar a autoestima dos clientes. Por fim, temos Parker Ellis, esse é conhecido como "O Mago dos Sonhos" e ele é o foco principal em International Guy.

O trio de amigos consultores recebem um desafio, eles são contratados para prestar assessoria a uma CEO de um grande império em Paris. O Grupo Rollando (empresa que domina o mercado de perfumes da França) perdeu o seu homem de négocios e agora tudo ficou sob a responsabilidade de Sophie Rolland, mas a herdeira do Grupo Rolland não é uma mulher de negócios e ela precisa da ajuda do trio da International Guy, pois ela está completamente perdida na empresa da família e não sabe o que deve fazer no comando da empresa. O Grupo Rolland é também a primeira grande empresa que a International Guy tem como cliente.
"Eu amo as mulheres. Jovens. Velhas. Altas ou baixas. Do tipo nerd e intelectual até os mulherões sensuais - não sou exigente. Me dê corpos esguios ou curvas com carne para pegar... Cite o tipo que quiser, que eu já toquei, beijei e fodi todas as variedades. Os filósofos dizem que todo mundo na Terra tem um dom, algo único em cada um. O meu dom: eu entendo as mulheres. Parker Ellis é meu nome, e eu sou um sortudo filho da puta." p. 9.

Boo, Parker e Royce trabalham em conjunto para ajudar Sophie a estar à altura do Grupo Rolland e para isso cuidam do seu visual, autoestima e confiança, mas também como ela pode gerir os negócios da melhor forma possível. Aos poucos, Sophie melhora as suas habilidades e aspectos comportamentais e adota um visual mais clean e empresarial. Com o passar do tempo surge entre Parker e Sophie uma química. Porém, o principal nome da International Guy sabe que criar uma relação com a sua cliente pode ser prejudicial para ambos e até mesmo gerar uma baita confusão. Mas Parke e Sophie entram em acordo e decidem manter um relacionamento enquanto os outros integrantes da International permanecem em Paris.

"Normalmente me orgulho de ser bom em recordar nomes, especialmente de mulheres bonitas. Enquanto reviro os papéis em cima da mesa, não entendo por que não tenho a ficha de candidatura dessa garota nem consigo encontrar seu currículo. A cena é frustrante, para dizer o mínimo. Eu não costumo esquecer reuniões, e certamente não programa nada para antes do meio-dia de uma segunda-feira." p. 133.

Em Nova York surge outra oportunidade para a empresa International Guy e Parker tem como clinte Skyler Paiga, uma renomada atriz americana por quem ele sempre nutriu admiração e sentimentos desde a primeira vez que ele a viu nas telinhas. Esse é um trabalho que gera interesse em Parker, além do mais é um trabalho de exclusividade. Parker tem um grande problema para solucionar, pois Skylar perdeu todo o desejo de atuar e isso está impactando no seu trabalho e na sua vida. Aos poucos Parker consegue mudar a vida da atriz e faz com que Skylar passe a viver um pouco a vida e para conseguir isso os dois passam a andar e passear por Nova York disfarçados, só que surge entre eles uma grande atração sexual, algo que serve para dificultar ainda mais o trabalho de Parker.

Na cidade de Copenhague o sedutor "mago dos sonhos" precisa ajudar a nobreza, ele foi contratado para acompanhar e ajudar a princesa Christina que foi escolhida pelo príncipe do país como a sua noiva, mas Christina está apresentando um comportamento que está aquém do que é esperado para a sua nova condição e por isso está chamando a atenção de todos e principalmente da imprensa ao utilizar roupas provocantes, mas também por ficar fora de casa até altas horas da madrugada, algo que não condiz e que não é aceitável pela monarquia dinamarquesa e essas atitudes só demonstram o quanto ela quer boicotar o próprio casamento com o príncipe dinamarquês.
Opinião: International Guy é composto por três livros e todas as três histórias são leves e divertidas. Os três livros são dinâmicos e de rápida leitura, são bem legais e gostei de cada um deles. Os personagens são bem construídos, mas o protagonista (Parker Ellis) é apaixonante e carismático, ficamos ligados com ele rapidamente. A interação de Parker com os sócios funciona bem, além disso eles também são atraentes e inteligentes. Parker Ellis é um verdadeiro playboy, envolve as mulheres facilmente e não quer nenhum compromisso, pois vive viajando e pulando de cidade em cidade enquanto acumula experiências amorosas.

Audrey Carlan coloco como foco principal as mulheres, elas são clientes da International Guy e cada uma tem algum tipo de problema para solucionar, cada uma precisa transformar algo em suas vidas e Parker sabe como aproveitar da fragilidade, sabe como explorar uma mulher. Copenhague de todas as três tramas/livros é a minha favorita, pois a personagem é extremamente alegre e contagiante e a história tem uma carga de dramaticidade. International Guy é um livro que vai te envolver, é um livro que você pode ler em um final de semana tranquilamente e vai se divertir. Eu fiquei surpreendida com a qualidade dos livros. Fica a dica!
Sobre a Edição: A Verus arrasou na edição, a capa é linda e as cores chamam atenão. A diagramação ficou muito boa, as folhas são amareladas e a revisão ficou ótima. A fonte está com tamanho agradável e o espaçamento ficou confortável. O projeto gráficou ficou impecável!
Sobre a Autora: Audrey Carlan é uma autora best-seller do New York Times, USA Today e do Wall Street Journal. Alguns de seus trabalhos incluem as séries Falling e Calendar Girl (no Brasil, "A Garota do Calendário", pelo Grupo Editorial Record, sob o selo Verus).

Postar um comentário

0 Comentários