[RESENHA #619] COLEÇÃO FOLHA PINTORES PARA CRIANÇAS - VOL. 05: MICHELANGELO - Saga Literária

Novidades

2 de março de 2019

[RESENHA #619] COLEÇÃO FOLHA PINTORES PARA CRIANÇAS - VOL. 05: MICHELANGELO

Título: Coleção Folha Pintores para Crianças
Artista: Michelangelo
Autora: Isabel Zambujal
Ilustrações: Júlio Vanzeler
Editora: Folha de São Paulo
Páginas: 32
Ano: 2019
ISBN: 9788581934198
Onde Comprar: Coleção Completa/em lote/individual

Sinopse: Com textos leves e divertidos, e ricamente ilustrados, as crianças terão contato com as produções dos grandes mestres, do renascentismo à arte moderna, como Da Vinci, Renoir, Van Gogh e Picasso. A arte brasileira também é contemplada por grandes nomes, como Tarsila do Amaral e Candido Portinari. Ao fim de cada volume, há atividades de desenho para que as crianças se expressem com linhas, formas e cores, além de uma série de jogos que desafiam o leitor. Sendo assim, esta coleção não só estimula o imaginário e a criatividade dos pequenos, mas também apresenta a vida e a obra de grandes pintores de maneira didática e lúdica.

Resenha: Bastou uma pose de Laura para Lucas se lembrar de um artista, começar a pincelar e pronto: Lá vão eles para o mundo de Michelangelo di Lodovico Buonarroti Simoni, mas conhecido apenas por Michelangelo, o escultor, arquiteto, pintor e poeta italiano. Laura e Lucas, foram parar no ano de 1498, quando um cardeal francês encomendava uma escultura da Virgem para a Capela dos Reis da França, a Pietà, uma das mais famosas esculturas do mundo, já deixando as crianças boquiabertas tamanha beleza.


Michelangelo foi o segundo de cinco filhos de uma família nobre de Florença, inicialmente, os pais de Michelangelo queriam que o filho seguisse a carreira política ou do direito, mas o garoto tinha outro destino. Quando era criança, quase morreu de uma doença infecciosa que levou um de seus irmãos, o que o marcou de uma forma positiva por ter sobrevivido. Acreditando ter sido uma ajuda de Deus, talvez suas obras futuras fossem um obrigado pela segunda chance de viver.

O talento já era bastante aflorado no jovem Michelangelo e aos vinte anos já havia criado um quadro absolutamente incrível, "The Manchester Madonna", mas que ficou inacabado. Seu pai, vendo o talento do filho, contratou os melhores mestres em gramática, latim e matemática, mas o garoto só desejava desenhar e pintar.



Aos treze anos conseguiu que sua família o matriculasse em um dos melhores ateliês de Florença, o dos irmãos Davide e Domenico Ghirlandaio; e logo já foi "descoberto", tamanho seu talento, quando lhe ofereceram um contrato de três anos para ganhar um salário de 24 florins de ouro, uma fortuna para um jovem artista. Dois anos depois, foi convidado para fazer parte do grupo de artistas da corte de Lourenço II de Médici, um poderoso banqueiro e amante das artes.

Nossas crianças descobrem que entre os anos de 1501 e 1504, Michelangelo se dedicou a uma de suas magníficas esculturas: Davi, que representava o herói bíblico momentos antes de lutar contra Golias. Mas mesmo com todo talento e sucesso, Michelangelo também teve alguns reveses, como o cancelamento pelo papa Júlio II de uma encomenda de quarenta estátuas, e isso depois de Michelangelo passar oito meses escolhendo a matéria prima em Carrara. Isso o deixou furioso, tanto que saiu de Roma. Mas, ele acabou voltando.


Sim, Michelangelo voltou, pois apesar das diferenças entre ele e o papa Júlio II, esse último sabia de todo o talento que aquele artista era dotado e foi justamente por essa razão que o papa encomendou, uma das mais famosas e belas obras de arte de todos os tempos, o afresco do teto da Capela Sistina, no Vaticano. E assim Laura e Lucas ficaram sabendo dessas e outras curiosidades desse tão talentoso pintor, escultor, poeta e arquiteto.


Sobre a edição: A Coleção Folha Pintores para Crianças é formada por 30 volumes semanais no formato 24x18,5, capa dura, com miolo em papel Couché e totalmente ilustrado e com algumas reproduções de cada artista por volume. A lombada no final da coleção forma uma ilustração de Laura e Lucas, os "hosts" de toda essa viagem artística. Também, no final de cada volume, existem atividades lúdicas para a criançada se divertir com o artista referenciado. Realmente, uma coleção que vale cada centavo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Páginas