[RESENHA #632] ALÉM DO PLANETA SILENCIOSO - C. S. LEWIS - Saga Literária

Novidades

11 de abril de 2019

[RESENHA #632] ALÉM DO PLANETA SILENCIOSO - C. S. LEWIS



Título: Além do planeta silencioso - Trilogia cósmica #1
Autor: C. S. Lewis
Tradução: Carlos Caldas

Editora: HarperCollins Brasil
Páginas: 224
Acabamento: Capa dura
Ano: 2019
ISBN: 9788578609115
Onde Comprar: Amazon - Saraiva

Sinopse: 
A Trilogia Cósmica criada por Lewis é resultado de uma aposta entre ele e seu grande amigo J.R.R. Tolkien. Segundo relatos, os temas foram decididos no cara ou coroa; Lewis ficou com viagem no espaço, e Tolkien com viagem no tempo. Tolkien acabou não cumprindo a aposta, enquanto Lewis não parou em um só livro. A famosa amizade entre os dois foi eternizada pela criação do personagem principal, Elwin Ransom, professor e filólogo, assim como Tolkien. Nessas aventuras de Dr. Ransom pelo espaço encontramos criaturas mágicas, um mundo de encantos, batalhas épicas e revelações de verdades transcendentes. 

Resenha: Tudo inicia quando Ransom, um pacato professor universitário, filólogo e pesquisador das faculdades de Cambridge resolve dar uma de mochileiro e começa sua viagem a pé de Nadderby em direção a Sterk (ambas cidades do interior da Inglaterra). Com a noite chegando, Ransom precisa encontrar uma pousada e após andar cerca de três quilômetros, avista uma luz adiante. Ao se aproximar do local, percebe que encontrou um chalé, e para sua surpresa, uma mulher sai correndo apressadamente do local quase colidindo com ele, pois ela acreditava que Ransom fosse outra pessoa (Harry). Aflita, a mulher pede ajuda ao professor para ir com ela até a "Casa Alta", local onde Harry trabalha.

"As últimas gostas da chuva forte mal tinham acabado de cair quando o Caminhante guardou o mapa no bolso, ajustou sua mochila mais confortavelmente sobre seus ombros cansados, saiu de debaixo do abrigo de uma enorme castanheira e foi para o meio da estrada [...]" p. 7.

Ransom, acreditando que poderia encontrar um lugar para descansar e também ajudar a mulher, resolveu acompanha-lá. Quando chegou ao local indicado, viu que tudo estava trancado e resolveu transpor o portão. Sem quaisquer respostas, ele decidiu esperar para ver se havia alguma movimentação no local e para a sua surpresa, começa a ouvir alguns barulhos. Ele vê pessoas lutando ou disputando algum tipo de jogo e gritando muito. Ransom não queria qualquer tipo de aventura, mas decide verificar o que estava acontecendo naquele lugar e encontra Harry chorando engalfinhado com outros homens.

Entre esses homens está Devine, um ex-colega de Ransom que vê uma ótima oportunidade com o aparecimento do velho companheiro. Devine oferece abrigo para Ransom que está sem local para dormir, contudo esse convite é repleto de segundas intenções. Antes de entender o que estava acontecendo ao seu redor, o professor perde a consciência após ser drogado. Ao acordar, descobre que foi vítima de um sequestro arranjado por Devine e seu comparsa, um cientista chamado Weston. Agora ele se encontra dentro de uma nave espacial a dezenas de milhares de quilômetros da Terra em direção a um planeta chamado Malacandra (Marte) e ele mal sabe as profundas mudanças que essa viagem forçada vai causar em sua vida.
Opinião: Em Além do Planeta Silencioso, C. S. Lewis lança mão de uma narrativa que mescla o lirismo com a retórica, o que me deixou bastante fascinado. Lewis nos apresenta uma história extremamente fluía, com uma escrita ágil e uma trama bem elaborada mesclando elementos fantásticos com um pouco daqueles encontrados na ficção científica como viagens pelo espaço e seres extraterrestres que diferem do ser humano na aparência, mas que apresentam inteligência e racionalidade. Lewis é certeiro ao elaborar esse universo maravilhoso, ou melhor, um planeta maravilhoso que é Malacandra, que apresenta uma flora e fauna diversificadas em suas mais diversas cores e formas, algo que não foge muito do planeta que conhecemos e vivemos chamado Terra.

Lewis leva ao leitor um livro que tem alguns momentos de suspense, bem como momentos dramáticos, mas que fica caracterizado por apresentar diversos diálogos filosóficos acerca da natureza humana e sobre Deus, mas também sobre quem é o verdadeiro inimigo da humanidade. O autor trabalha diversos temas importantes e nos leva a refletir sobre as nossas escolhas, condutas e reações, bem como sobre o lado egoísta e ganancioso que o ser humano por vezes apresenta. Lewis também tece duras críticas ao cientificismo, uma concepção filosófica que afirmava a superioridade da ciência sobre as outras formas de compreensão humana da realidade.

Além do Planeta Silencioso é considerado uma das obras-primas da literatura inglesa e ainda que tenha esse título ou classificação, talvez possa não conquistar ou encantar em um primeiro momento os leitores que ficaram fascinados com "As Crônicas de Nárnia", tendo em vista que esse último é caracterizado pela aventura e fábulas, mas também que tem por vezes a forte e cativante presença do leão Aslam. Contudo, a Trilogia Cósmica nos oferece outra perspectiva sobre a escrita e imaginação frutífera do renomado britânico que ainda faz questionamentos sobre a moral e ética, algo que é marca registrada em seus livros.

Eu simplesmente recomendo essa leitura, pois Lewis nos apresenta uma história envolvente, repleta de revelações e descobertas, mas principalmente contendo diversas lições que muitos poderão carregar para suas vidas. Além do Planeta Silencioso foi publicado originalmente em 1938, mas acabou se tornando um livro atemporal que trata de assuntos ainda considerados atuais e, só por isso, já merece a atenção dos leitores e leitoras que gostam de uma ótima literatura. 
Por fim, quero destacar o belo trabalho feito pela HarperCollins Brasil, que nos presenteia com uma edição, além de muito bonita, em capa dura, com folhas amareladas e ótima diagramação, além de alguns outros belos detalhas, o que só reforça ainda mais o comprometimento da HarperCollins com seus exigentes leitores, fazendo com que Além do Planeta Silencioso valha cada centavo investido.
Sobre o Autor: Clive Staples Lewis nasceu na Irlanda, em 1898. Em 1954, tornou-se professor de Literatura Medieval e Renascentista em Cambridge. Foi ateu durante muitos anos e se converteu em 1929. Essa experiência o ajudou a entender não somente a indiferença como também a indisposição de aceitar a religião. Suas obras são conhecidas por milhões de pessoas no mundo inteiro. A abolição do homem, Cartas de um diabo a seu aprendiz, Cristianismo puro e simples e Os quatro amores são apenas alguns de seus bestsellers. Escreveu também livros de ficção científica, de crítica literária e para crianças. Entre estes estão As Crônicas de Nárnia, sucesso mundial absoluto. C. S. Lewis morreu em 1963, em sua casa em Oxford.

4 comentários:

  1. Uau! Fiquei com muita curiosidade de conhecer a obra principalmente pelos pontos tratados, tudo o que a humanidade precisa é ser provocada a reflexões quanto aos atos que praticam, estamos nos destruindo, precisamos ter acesso a esse lado obscuro e fazer o impossível para que ele não cause um caos ainda maior a todos nós.

    Ótima sugestão!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. oi!
    Adoro os livros do Lewis,descreve com maestria a aventura de Ranson no misterioso planeta chamado Malacandra. Sua escrita torna-se poética ao relatar o espaço físico da paisagem e as indagações da personagem principal,uma obra com o apelo filosófico e marcante bem marcante...

    ResponderExcluir
  3. Nunca li CLW, mas pela tua resenha fiquei curiosissima! Apesar de não curtir muito esses enredos com esse tipo de ficção, o mistério em torno do sequestro de Ramson me deixou intrigada! hahaha Vou guardar a dica!

    ResponderExcluir
  4. Oi, Yvens! Caramba, já li alguns livros de Nárnia, mas não sabia que o autor também tinha lançado ficção científica. Fiquei fascinada pela sua resenha, mesmo não sendo um gênero que eu curta tanto, acho que é uma leitura mais que válida.
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir

Páginas