[RESENHA #677] BLACKSAD VOL. 1 - JUAN DÍAZ CANALES

Sinopse: Neste livro somos apresentados ao protagonista da série, John Blacksad, um gato preto que trabalha como investigador particular. Em um cenário de filme noir dos anos 1950, esse detetive deve solucionar assassinatos misteriosos e enfrentar gangsteres perigosos. 

Resenha: Ambientado nos Estados Unidos da década de 50, a história começa quando o guarda-costas e detetive particular, John Blacksad (um gato preto), é convocado para fazer o reconhecimento de uma vítima. Ao chegar no local do crime, Blacksad descobre que a vítima era seu antigo amor, Natália Wilford, uma estrela de cinema.

Natália foi brutalmente assassinada em seu próprio apartamento, e apesar de Blacksad não ter contato com ela há anos, ele fica intimamente perturbado com essa morte e para piorar todo o cenário, o responsável por esse crime está solto pelas ruas da cidade. Determinado a encontrar o criminoso, Blacksad inicia uma investigação e começa a interrogar pessoas que ele acredita ter algum tipo de conhecimento que possa solucionar e esclarecer o crime.

O primeiro suspeito da lista elaborada pelo detetive é ninguém menos que o último "affair" da atriz, um roteirista de cinema chamado Leon Kronski, o problema é que ele está desaparecido. A investigação começa a tomar um rumo perigoso para Blacksad, pois o Comissário Smirnov tenta abafar o caso por pressão e ordem que recebeu de uma figura muito influente. Ainda assim, o Comissário acredita que isso não é certo, que tem algo muito errado nesse assassinato e pede para que o detetive Blacksad continue suas investigações enquanto ele, Smirnov, vai dar toda a cobertura que for possível.

Opinião: Blacksad: Um lugar entre as sombras é o primeiro volume de uma série de quadrinhos que até o momento conta com cinco volumes publicados pela editora SESI-SP. A primeira coisa que chamou atenção foi a belíssima arte e o estilo noir de Guarnid, mas também fiquei fascinado como os autores usaram o antropomorfismo na elaboração da história, pois aqui os animais possuem características e aspectos humanos, algo que me agradou bastante.

Aliás, cada um dos personagens ou animais pensantes apresenta suas próprias características e personalidades, não é algo uniforme e sim distinto. Por outro lado, as espécies de animais quase que possuem uma destinação ou função única, tendo em vista que os cães e raposas são tidos como policiais, ratos e répteis como bandidos e capangas, há dessa forma uma função para cada uma das espécies apresentadas.

Eu gostei bem dessa primeira experiência com o estilo noir de Guarnid e com o roteiro de tirar o fôlego de Canales, pois a hq ficou bem equilibrada, a leitura fluiu muito bem e eles conseguiram captar de forma impecável o clima da década de 50. Essa hq me surpreendeu de forma extremamente positiva e mal posso esperar para ler os próximos volumes dessa série que tem tudo para ser magnífica.



Juan Díaz Canales: Artista de quadrinhos espanhol e diretor de animação, conhecido como o co-criador de Blacksad, nascido em 1972. Em tenra idade, Juan Díaz Canales se interessou por quadrinhos e sua criação, que progrediu e se ampliou para incluir filmes de animação. Na idade de 18 anos, ele entrou em uma escola de animação. Em 1996 fundou, junto com outros três artistas, uma empresa chamada Tridente Animation. Com isso, ele trabalhou com empresas europeias e americanas, fornecendo enredos e roteiros para quadrinhos e filmes de animação, além de dirigir séries animadas de televisão e filmes de animação. Durante este período, ele conheceu Juanjo Guarnido , com quem Canales decidiu criar quadrinhos baseados em torno de um investigador particular, Blacksad.

Juanjo Guarnido: É um ilustrador espanhol e co-autor da série de quadrinhos Blacksad, nascido em 1969. Guarnido colaborou em vários fanzines e produziu trabalhos para a Marvel Comics. Infelizmente, o pequeno tamanho do mercado espanhol obrigou-o a recorrer a outros meios de ganhar a vida. Em 1990, ele deixou Granada e se mudou para Madri, onde trabalhou em uma série de TV por três anos. Lá ele conheceu Juan Díaz Canales, com quem ele discutiu a produção de quadrinhos. Em 1993, Guarnido candidatou-se a um emprego no Walt Disney Studios em Montreuil, na França, e consequentemente mudou-se para Paris. Ele foi o principal animador do jaguar do filme da Disney, Tarzan.

Ficha técnica:
Título: Blacksad Vol. 1
Autor: Juan Díaz Canales
Ilustrador: Juanjo Guarnido
Tradução: Miguel Del Castillo
Editora: SESI-SP

Páginas: 56
Ano: 2017
ISBN: 9788550404837
Onde Comprar: Amazon


Postar um comentário

16 Comentários

  1. Olá...
    Adorei sua resenha!
    Gostei de saber que cada um dos personagens ou animais pensantes apresenta suas próprias características e personalidades e isso sem dúvida deixa a história muito mais enriquecedora!
    Dica anotada <3
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. oi!
    Eu adorei a dica :) a historia parece ser bem interessante., fiquei bem curiosa ;)

    ResponderExcluir
  3. Eu adorei conhecer esse livro por meio de sua resenha.
    A arte da capa é muito bonita também. Estou ansiosa para ler esta obra! Os personagens são muito interessantes.

    Beijos,
    Pedagogia Criativa

    ResponderExcluir
  4. Excelente resenha! Gostei muito de conhecer o livro através do seu blog.

    Beijo

    www.purestyle.com.br

    ResponderExcluir
  5. Mas que genial! Eu adoro esse tipo de história e fiquei morrendo de curiosidade para ver como esse detetive nada convencional vai fazer para investigar os casos. Achei a capa maravilhosa!

    ResponderExcluir
  6. Só de saber que um gato é o protagonista dessa história, já desejo ler. Essa história deve ser fantástica. Salvei a capa do livro para não errar na hora da compra.

    ResponderExcluir
  7. Já tinha ouvido falar desse quadrinho, mas ainda não dei uma chance para ele na estante. E olha que tem vários elementos que eu gosto como investigação e o clima noir. Quem sabe mais adiante?

    ResponderExcluir
  8. Olá!

    Eu já amo livros com investigações, agora fico imaginando como deve ter sido acompanhar um gato nesse trabalho como investigador, é um tanto curioso!
    Pelas poucas páginas dá para ver que é uma leitura bem rápida, já fiquei curiosa e quero conhecer o enredo do livro!

    www.pactoliterario.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem? Quadrinhos ambientados nos anos 50, com um personagem principal animal com certeza é algo que leria. Não conhecia a obra, mas como tenho cada vez mais me interessado pelas HQ's da SESI, adicionarei mais um na lista. Sabe dizer se todas os volumes foram lançados? Adorei!
    Abraços,
    http://diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi!
    Achei interessante não sei por que mas me lembrei do Gatos de botas. gosto também desse tipo de leitura e com certeza deve ter um suspense bem sutil nele

    ResponderExcluir
  11. Olá! Primeiramente adorei a foto que você fez, super bem composta e criativa! Achei realmente intrigante um gato preto (de verdade) no papel principal do livro e também o fato de cada animal ter sua própria característica. Bem diferente essa leitura, valeu a dica! Beijos! Karla Samira

    ResponderExcluir
  12. Oi, tudo bem? Gosto muito de edições assim diferentes ainda mais quando são HQs. Conheci a editora SESI-SP esse ano e estou achando incrível os títulos publicados por eles. Esse ainda não conhecia mas achei o enredo interessante e fiquei curiosa para ler. Um abraço, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  13. Poxa, curti bastante a premissa da hq, é interessante a forma como os personagens foram criados e o clima de investigação só deixa tudo mais legal de se ler. Dica anotadíssima!!!

    ResponderExcluir
  14. OI!
    Minha primeira impressão é que seria um livro normal com uma sequencia de séries, mas quando você colocou sua opinião fiquei feliz em saber que era Hq, parece ser uma história envolvente, pois adoro mistério e investigação. Agora sobre os personagens ser caracterizados por animais isso é novo para mim, estou empolgada em saber mais sobre a série e mais ainda em conhecer os personagens, parabéns pela resenha me deixou curiosa em conhecer mais da obra, obrigado pela dica. Abraços!

    ResponderExcluir
  15. Não conhecia o livro, mas a premissa já despertou interesse. Um gato investigador? Acho que nunca li nada assim e ainda mais ambientado nos anos 50. É uma preciosidade de livro, né? Dica anotada.

    Beijos,
    www.psamoleitura.com

    ResponderExcluir
  16. Olá, tudo bom?
    Não conhecia nenhum dos volumes desse quadrinho, mas fiquei super curiosa por esse primeiro depois de saber que os animais da história possuem características e aspectos humanos e de uma forma tão bem construída que te agradou bastante. Anotei a dica e espero poder conferir pelo menos o primeiro volume em breve! ♥
    Beijos!

    ResponderExcluir