[RESENHA #686] HARRY POTTER E A CRIANÇA AMALDIÇOADA - J.K. ROWLING, JOHN TIFFANY & JACK THORNE


Sinopse: Sempre foi difícil ser Harry Potter e não é mais fácil agora que ele é um sobrecarregado funcionário do Ministério da Magia, marido e pai de três crianças em idade escolar. Enquanto Harry lida com um passado que se recusa a ficar para trás, seu filho mais novo, Alvo, deve lutar com o peso de um legado de família que ele nunca quis. À medida que passado e presente se fundem de forma ameaçadora, ambos, pai e filho, aprendem uma incômoda verdade: às vezes as trevas vêm de lugares inesperados. 

Resenha: Harry Potter, Hermione e Rony agora são adultos. Têm seus filhos e mais uma vez estão eles na plataforma 9 ¼ para Hogwarts, só que dessa vez não serão eles que irão embarcar, e sim seus filhos.

Alvo Severo Potter, carrega em seu nome o legado de dois dos mais famosos e corajosos bruxos de todos os tempos e para ajudar ainda é filho do bruxo mais famoso da história do mundo dos bruxos: Harry Potter, o bruxo que derrotou Voldemort... duas vezes.


O que poderia ser um facilitador na vida de Alvo, na verdade se torna um fardo que o garoto não parece querer carregar. Não que ele já saiba o que ele quer da vida, mas uma coisa é certa, ele não quer seguir o caminho do famoso pai e as diferenças já começam quando da escolha do Chapéu Seletor e da escolha de seu futuro melhor amigo, Escórpio Malfoy.

Harry e Alvo não conseguem se entender e quando numa noite Alvo escuta uma conversa entre Harry e o pai de Cedrico, as coisas começam a tomar um rumo inesperado. Com a captura de um Vira-tempo, Alvo vê a possibilidade de fazer aquilo o que seu pai nunca conseguiu, salvar Cedrico da morte. Mal sabia ele as consequências de seus atos, mas isso, Alvo iria sentir na pele, assim como seu pai sentiu.

"Por muito tempo pensei que eu não fosse um bom pai porque você não gostava de mim. Só agora percebo que não preciso que você goste de mim, preciso que me obedeça. Porque sou o seu pai e sei o que é melhor. Sinto muito, Alvo. Tem de ser assim." pág.126.



Opinião: Mesmo que você não goste das histórias de Harry Potter, tem que concordar que a franquia foi e ainda é uma das mais valiosas no mundo da literatura infanto-juvenil. Eu mesmo, quando o sucesso de Harry Potter começou achei que não passava de “fogo de palha”. Mero engano. Quando fiz a “grande besteira” de pegar o primeiro livro e dar uma “olhadinha”, vi ali minha “perdição” completa e total “rendição” à J. K. Rowling, tamanha destreza dessa escritora com sua arte em Harry Potter e a Pedra Filosofal.

Muitos anos se passaram, a série foi completada com o sétimo livro e para a surpresa de todos, eis que me aparece o oitavo livro. Mais uma vez a doença do ceticismo me atacou e por muito tempo nem dei bola para esse lançamento. Mais enganos de minha parte e vergonhosamente, depois de tê-lo comprado apenas para a complementação da coleção, pelo fato de ter lido muita coisa ruim e principalmente por ser um roteiro e não um romance, criei coragem e abri a primeira página.


Não preciso nem dizer que assim que comecei a ler o roteiro, imediatamente, fui tomado pela nostalgia do ambiente que Rowling criou em toda a saga de Harry Potter, pois apesar de como disse, ser um roteiro, todas as emoções estavam lá. Ver Harry, Hermione e Rony adultos, com suas responsabilidades e diferenças da vida cotidiana [de bruxos, claro], foi realmente emocionante.

Muitos pensam que por ser um roteiro a leitura ficaria um pouco truncada e por isso mesmo acabei sucumbindo, por um tempo pelo menos, ao receio de começar e ter que parar um livro do universo de Harry Potter, o que foi uma grande besteira de minha parte, por sinal. O que posso dizer é que esse formato logo é adaptado ao nosso olhar e a leitura flui como um romance normal, sem qualquer prejuízo. Mas nada disse seria interessante de se falar se a história por trás de Harry Potter e a Criança Amaldiçoada não se sustentasse.

Não posso dizer que a trama é algo inédito ou mesmo complexa, na verdade é uma história simples e até mesmo previsível, principalmente para quem já está acostumado com o universo de Harry Potter. Mas, na verdade, isso não importa muito para os fãs, pois como disse acima, é muito gratificante saber um pouco mais do que aconteceu depois do final da saga literária de Harry Potter.


A criança amaldiçoada é cheia de nostalgia e mesmo empregando personagens novos e em novos tempos na cronologia do universo HP, supre um pouco a falta que esse universo faz para os fãs, eu inclusive, e penso que se Harry Potter e a Criança Amaldiçoada fosse lançado como um romance criado por J.K. Rowling, não tenho dúvidas que teríamos um sucesso muito maior do que foi e também a abertura de novos caminhos no universo de Harry Potter, o que seria realmente arrebatador.

Enquanto nossa querida J.K. Rowling não realiza o desejo de milhares de fãs pelo mundo, temos que nos contentar com livros que remetem ao seu universo como Harry Potter e a Criança Amaldiçoada e os, também roteiros, da série Animais Fantásticos e Onde Habitam, o que não é exatamente satisfatório, mas supre muito bem aquele “gostinho” do universo HP, além de não deixa-lo desaparecer. Recomendo muito para fãs do universo de Harry Potter, pois A Criança Amaldiçoada vai suprir muito bem a falta que Harry nos faz. IMPERDÍVEL.


Sobre a autora: J.K. Rowling é uma escritora, roteirista e produtora cinematográfica britânica, notória por escrever a série de livros Harry Potter. Os livros ganharam uma popularidade mundial, recebendo múltiplos prêmios e vendendo mais de 500 milhões de cópias. Eles se tornaram a série literária mais vendida da história. A Warner Bros. adaptou os livros para o cinema, fazendo com que os filmes entrassem na lista de filmes de maior bilheteria.

Ficha técnica:
Título: Harry Potter e a Criança Amaldiçoada
Autores: J.K. Rowling, John Tiffany & Jack Thorne
Tradução: Anna Vicentini
Editora: Rocco
Páginas: 352
Ano: 2016
ISBN: 9788532530431
Onde Comprar: Amazon

Postar um comentário

2 Comentários

  1. Não li nenhum livro da coleção, sabe bem como sou enrolada com leitura, rsrs. Gostei da edição, eu particularmente acho capas nesse estilo lindas, a resenha me fez ficar com vontade de ler todos os livros p correr comprar este tbm. :)
    Abraço Jeff!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aline, minha amiga. Jura que não leu Harry Potter? Não sabe o que está perdendo...cooooorrreeeee!! Beijos, muito obrigado e volte mais vezes.

      Excluir