[RESENHA #723] ASCENSÃO - STEPHEN KING


Sinopse: Scott Carey tem muito em que pensar ― o projeto enorme que pegou no trabalho; o casal lésbico que mora na casa ao lado e o cachorro delas, que insiste em fazer as necessidades no seu quintal; e a súbita e inexplicável perda de peso das últimas semanas.

Apesar de não querer ser estudado e examinado, Scott decide compartilhar a questão com seu velho amigo, o dr. Bob Ellis. Afinal, apesar dos números decrescentes na balança, sua aparência continua a mesma ― além disso, seu peso não varia quando está nu ou usando roupas pesadas, quando está de mãos vazias ou carrega algo no colo. Não importa o que ele faça ou coma, Scott está cada vez mais leve ― embora não mais magro ―, e conforme seu peso se aproxima de zero, ele sabe que logo nada vai prendê-lo ao chão. 

Scott não quer se preocupar com o que vem pela frente; ele ainda tem tempo para resolver todas as suas questões antes do Dia Zero, e por que não começar pelas mais difíceis? Por exemplo, encarando o preconceito que suas vizinhas têm sofrido da comunidade ― e dele ― e fazendo o possível para ajudar.

Amizades improváveis, a maratona anual da cidade e a misteriosa condição de Scott são a fórmula para grandes transformações. Incrivelmente alegre e profundamente triste, Ascensão é um verdadeiro antídoto para nossa cultura intolerante. 

Resenha: Com o passar do tempo um grande autor está conquistando cada vez mais espaço entre meus autores(as) favoritos e ele é um grande nome da literatura do terror moderno, Stephen King. Entretanto, apesar de gostar da escrita e livros do autor, estou longe de dominar e conhecer profundamente os universos e personagens desse aclamado autor.

Lançado originalmente em outubro de 2018, Ascensão (Elevation) chegou ao Brasil por meio da Editora Suma (Companhia das Letras) em dezembro de 2019. O rei do terror moderno nos apresenta uma história curta e isso é algo que foge um pouco do padrão do autor que comumente elabora tramas densas e repletas de detalhes. Aqui temos como protagonista Scott Carey, um homem de meia idade recém-divorciado que mora sozinho na pequena e pacata cidade de Castle Rock (Maine). Scott trabalha como programador de websites e tão logo algo estranho começa a acontecer em sua vida, ele é acometido por algo peculiar e no mínimo estranho, a perda de peso.

Scott percebe que diariamente está perdendo peso sem qualquer motivo aparente, isso é agravante, pois mesmo consumindo alimentos calóricos e levando uma vida quase totalmente sedentária, essa súbita perde de peso é algo que chama atenção, mas o alerta é ligado quando ele percebe que não está perdendo sua massa muscular, não há mudanças físicas, o seu visual é o mesmo de sempre e ele usa as mesmas roupas (medidas) de sempre. Contudo, a história na balança é outra...

"Scott Carey bateu na porta da casa no condomínio fechado e Bob Ellis (todo mundo em Highland Acres ainda o chamava de dr. Bob, apesar de ele estar aposentado havia cinco anos) o deixou entrar." p. 7.

Sem encontrar mais explicações para o que está ocorrendo, Scott lembra do seu amigo Bob Ellis, um médico aposentado e é nele que Scott busca ajuda para tentar compreender o que está acontecendo. O grande problema é que Bob não consegue solucionar esse mistério, ele não consegue uma causa, solução ou lógica para o que Scott está enfrentando, pois essa perda de peso sem alterar qualquer aspecto físico é algo novo, além disso, Scott se mostra extremamente disposto, animado e cheio de energia.

"[...] Tem formigas na minha cueca, pensou ele. Além de bicho-carpinteiro no corpo. E ele não estava só subindo os degraus, estava correndo por eles. Fez a mesma coisa umas seis vezes e voltou para o banco, achando interessante perceber que não estava sem fôlego e que sua pulsação só tinha se acelerado de leve." p. 44.

Enquanto precisa lidar com esse mistério em sua vida, Scott também precisa lidar com uma situação um pouco inconveniente, ele tenta se aproximar de um casal de mulheres que chegou há pouco na cidade, Missy e Deirdre. Elas possuem um restaurante de comida mexicana na cidade e estão sofrendo resistência, na verdade elas sofrem com o preconceito de parte da comunidade por seres homossexuais. Diante desse grave problema enfrentado por elas, Scott sente a necessidade de ajustar elas no que for possível, mas ele pretende resolver isso antes que o Dia Zero (data em que não pesará mais nada) chegue.



Opinião: Ascensão não é um livro que segue o padrão do autor, pois não é uma clássica história de suspense, terror ou mesmo voltada para a ficção científica. Há sim um toque de fantástico e mistério na trama, mas a história trata sobretudo de temas como preconceito, intolerância, medos e amizade, tudo muito presente na vida em sociedade. Eu particularmente gosto de livros reflexivos e esse é um, pois temas importantes são tratados nessa história e aqui temos o preconceito voltado para a opção sexual, algo que nos faz afastar do próximo, nos afasta da oportunidade de conhecer boas pessoas em uma vida que passa tão rápido e pode nos proporcionar experiências e lições maravilhosas.

Com toda a sinceridade, Ascensão é um livro singelo e poético, é uma leitura rápida e super envolvente, não há sangue e mortes, características inerentes aos livros do Stephen King, também não é um livro descritivo. Ascensão é um livro que fala sobre o amor, sobre superar o ódio, é sobre viver com dignidade e afastar de nós todos os preconceitos que não nos permitem evoluir como seres humanos.



Sobre o autor:  Stephen King é autor de mais de cinquenta livros best-sellers no mundo inteiro. Os mais recentes incluem Revival, Mr. Mercedes, Escuridão total sem estrelas (vencedor dos prêmios Bram Stoker e British Fantasy), Doutor Sono, Joyland, Sob a redoma (que virou uma série de sucesso na TV ) e Novembro de 63 (que entrou no TOP 10 dos melhores livros de 2011 na lista do New York Times Book Review e ganhou o Los Angeles Times Book Prize na categoria Terror/Thriller e o Best Hardcover Novel Award da Organização International Thriller Writers). Em 2003, King recebeu a medalha de Eminente Contribuição às Letras Americanas da National Book Foundation e, em 2007, foi nomeado Grão-Mestre dos Escritores de Mistério dos Estados Unidos. Ele mora em Bangor, no Maine, com a esposa, a escritora Tabitha King.

Ficha técnica:
Título: Ascensão (Elevation)
Autor: Stephen King
Editora: Suma
Páginas: 144
Ano: 2019
ISBN: 9788556510891
Onde Comprar: Amazon

Postar um comentário

32 Comentários

  1. Stephan King é um autor muitíssimo elogiado, mas nunca tive a oportunidade de conhecer sua escrita. Esse livro dele eu não me lembro de já ter ouvido falar antes, mas há vários que estão nos meus desejados.

    Laura Militão, blog Mais um Capítulo

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem? Uau, esse livro parece ser bem diferente de todos os outros do autor mesmo. Eu só li um livro do King, mas pretendo ler vários outros, e já vou colocar esse na lista, pois fiquei interessada. Adorei a resenha!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  3. Oi Yvens.
    Eu conheço poucas obras do Stephen King, mas sempre gostei dos filmes que foram adaptados. Por isso estou mudando isso e conhecendo as versões literárias das história. Ainda não tinha lido nenhuma resenha sobre este livro e fiquei com muita vontade de lê-lo. Principalmente depois que você mencionou que a história trata de temas como preconceito e intolerância, além do medo. Obrigada pela dica.

    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Eu amo os livros de suspense/terror dele, são os melhores. Mas gosto ainda mais quando ele escreve sobre outros temas e propõe uma reflexão.
    Ainda não tinha visto esse, mas já quero lê-lo.

    ResponderExcluir
  5. Oi Yvens, tudo bem?


    Sua descrição foi muito boa, pois você apresentou os elementos da trama sem "dar spoiler". É uma habilidade rara.

    Tenho certa gratidão para com o Stephen King por ele ter escrito os livros que depois foram usados em Shawshank Redemption e The Shining. Os dois me marcaram muito. No primeiro, me marcou o final ( o reencontro na praia), e no último, me marcou o início (a música de abertura que acho aparovante). Assim, qualquer coisa que ele escreva gera no mínimo curiosidade, e por isso, muito obrigado por compartilhar.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  6. Eu li recentemente O Instituto, confesso que deixei de acompanhar os lançamentos do meu autor favorito por falta de vergonha na cara mesmo kkkkkkkkk
    Mas eu acabei comprando esse livro, mas ainda não li, minha vida de começo de ano tá atribulada kkkk Adorei sua resenha, me deixou com mais vontade ainda de ler!

    ResponderExcluir
  7. Oi Yvens,
    rapaz esse sem a menor dúvida é um livro que foge completamente do estilo do Stephen, começando porque ele não é um livro imenso né? Mas ler a sua resenha mostrou ainda mais diferenças entre esse trabalho do autor com os outros, devo dizer que achei a premissa da história simplesmente incrível, acredito que esse será o primeiro livro do Stephen King que vou ler.
    Em parte do seu texto você cita o preconceito sobre a opção sexual, mas, orientação sexual é a melhor forma de se descrever, afinal, ninguém escolhe ser LGBT e sofrer preconceito não é mesmo?

    Beijos!
    Eita Já Li

    ResponderExcluir
  8. Olá,

    Parece uma obra bem diferente das que estou acostumada do King, mas mesmo assim já fiquei bem interessada. Gostei de saber que a obra traz reflexões, isso é um ponto sempre bem positivo para mim em uma história. Os temas abordados também são mega importantes, só sei que agora já preciso desse livro para ontem! Adorei o post!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. King definitivamente é um autor que eu adoro, apesar de não ter livro muitos livros dele, mas o modo como ele escreve me prende de uma maneira que não sei explicar. Ainda não tive a chance de ler Ascensão, mas definitivamente irei ler na primeira oportunidade que surgir. Abraços

    ResponderExcluir
  10. Olá!

    Pois é, podemos ver que o mestre do terror escreve até livros mais poéticos, uma vez tive a experiência de ler um de fantasia dele, lembro-me que não gostei muito, mas da para ver que o autor diversifica muito nos gêneros.
    Eu fiquei curiosa para saber o motivo dessa perda de peso sem explicação do personagem, desconfiei de algo, mas como você disse que o livro não é voltado para o terror, eu acho que não seja isso. Fica o suspense no ar rs

    www.pactoliterario.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Que o King é um mestre na arte da escrita, isso é inegável, né? Eu ainda não li nada dele, mas pretendo, e essa tua resenha só acrescenta mais um título na minha lista de futuras leituras! Parabéns pelo post!

    ResponderExcluir
  12. Olá!

    Eu simplesmente amo os livros do King e esse parece ser maravilhoso, estou ansioso pra ler desde quando foi anunciado pela Suma, parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
  13. OI!
    Mas um livro de King para minha coleção, esse homem tem uma inteligência fora do comum em criar personagens e enredos diversos e sou uma fã incondicional dele kkk. Fiquei curiosa em saber mais da história e no mistério envolvendo o protagonista com sua perda de peso sem aparência, parabéns pela resenha fiquei instigada e pode ter certeza irei ler esse livro, obrigado pela dica!

    ResponderExcluir
  14. Oi, Yvens.
    Eu tenho uma enorme vontade de ler algum livro do autor, mas como não sou fã de terror, fico sempre enrolando! Mas agora, ao ler a sua resenha e ver que esse é um livro diferente, achei que esse livro pode ser para mim!
    Quem sabe não é a minha chance de ler Stephen King?!
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  15. Olá Yvens,
    Eu acho a escrita do King fantástica, ainda não li esse livro dele, mas já está na lista. Gostei bastante de como descreveu a leitura, parece ser diferente dos outros livro do autor.
    Abraços

    ResponderExcluir
  16. Oi, Yvens! Achei interessante a premissa dessa história, parece que vai além de um mistério. Para quem nunca leu nada do King, parece uma ótima opção. Gostei muito da dica!
    Bjs
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  17. Esse livro não entrou no meu radar e olha que nos últimos tempos tenho ficado ligada no autor. Já anotei aqui e pretendo ler em breve.
    Beijis

    ResponderExcluir
  18. Ainda não li esse livro do Stephen King mas depois de ler a sua resenha já entrou pra minha lista.

    ResponderExcluir
  19. Olá...
    Acredita que nunca li nada do autor??? Pois é, uma vergonha hehehe...
    Gostei de saber que é uma leitura rápida e muito envolvente, logo, acho que talvez resolva conhecer o autor através desse livro!
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  20. Oi Yvens!

    Como a pessoa medrosa e impressinável que sou nunca leio (ou assisto!) nada de terror porque para mim é sinônimo de semanas sem dormir bem, mas tenho certeza de que muitas pessoas vão amar essa dica. É interessante que esse livro seja curto, realmente foge do que o King geralmente publica.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  21. Oi, Yvens! Tudo bem?
    Será que eu finalmente encontrei um livro do King que eu consigo ler? hahaha. Sempre vejo as pessoas elogiando o autor, mas sou muito medrosa, então, sempre passo longe dos livros dele. Porém, sua resenha conseguiu mexer com a minha curiosidade, ainda mais pelos temas que o autor aborda no livro e pelo fato de não ter morte e sangue.
    Adorei sua resenha e vou anotar a dica.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  22. Oii, tudo bem?
    Eu tenho alguns livros do King aqui em casa, mas nunca tive o interesse em ler nenhum deles, mas sempre ouço maravilhas a respeito do autor. Acredito que se fosse escolher um livro do autor para ele seria esse, pois parece mais leve.

    ResponderExcluir
  23. Eu estou na mesma situação. Apesar de gostar de vários trabalhos do autor, estou longe de me aprofundar nas obras dele. Quero ler mais do mestre em 2020 e achei essa capa linda - sem falar que gostei e muito da premissa

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  24. Realmente esse autor e bastante aclamado por seus livros de terror moderno, no entanto confesso que pelo gênero abordado eu acabo por não me interessar pela leitura de suas obras. Fiquei surpresa ao saber que esta história e curta já que como você citou o autor sempre escreve trama densas, cheias de detalhes e enormes. Bom, que você gostou dessa leitura e aproveitou a história. Para quem curte e uma ótima indicação.

    ResponderExcluir
  25. Olá, tudo bom?
    Ano passado passei a ler mais livros do King e adorei saber dessa outra faceta dele. Curti poder conhecer um pouco deste livro que tem um viés um pouco mais reflexivo, sem mortes e sangue, como é costume do autor. Anotei a dica e espero poder ler em breve (ainda mais por ser curtinho rs).
    Ótima resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  26. Eu fiquei muito surpresa por este livro fugir bastante do que geralmente vejo nas histórias do autor (ainda não li nada dele, mas leio muitas resenhas) e que me fazem ter tanto medo de mergulhar em seus livros.

    Confesso que fiquei muito perturbada e curiosa para saber como o protagonista está perdendo peso sem que isso altere nada no seu físico, na sua aparência. É algo tão surreal que eu leria só para saber qual é o motivo!

    Mas também gostei do livro abordar temas tão importantes, como o preconceito, a intolerância que parece aumentar cada vez mais aqui no Brasil, tornando a leitura de uma história assim essencial.

    ResponderExcluir
  27. Stephen King é um autor, apesar de aclamado, que não me convence. Seu estilo de escrita me cansa com facilidade. Já tentei ler mais de uma obra dele e parei antes do fim. Portanto, passo essa dica de leitura adiante!

    ResponderExcluir
  28. Tenho alguns livros do King aqui e este chegou hoje, decidi começar por ele justamente por ser o mais curtinho dentre todos que tenho á mão. Ler sua resenha só me fez ter certeza de que esta é a escolha certa, afinal uma história que aborda temas tão importantes merece de fato toda a minha atenção, espero curtir a leitura.

    Abraços!
    Nosso Mundo Literário

    ResponderExcluir
  29. Oie amore,

    Nunca li nada de SK, mas sempre tenho boas recomendações.
    Esse de verdade não me instigou muito não, mas gostei de sua resenha.
    Obrigada pela dica amore!

    Beijokas!
    www.facedeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
  30. Oi,tudo bem ?

    Confesso que ainda não conferi uma obra de Stephen King, apenas as adaptações. Mas todas as minhas amigas leitoras falam maravilhas de sua escrita envolvente e as características que o autor inclui em suas obras. Gostei bastante de conhecer está pelo seu ponto de vista e com toda certeza é uma ótima indicação. A proposta está bastante atrativa e gostei do fato dele está singelo, assim como poético.

    ResponderExcluir
  31. Só li uma obra do autor até hoje, tenho muita vontade de adquirir ais livros dele porém não sei por onde começar, adorei suas considerações a respeito do livro vou anotar quem sabe começo por aqui!

    ResponderExcluir
  32. Eu preciso ler esse livro justamente por ele ser diferente de tudo que o King já publicou. Tive uma experiência com o autor e até hoje não finalizei. Posso ter escolhido o errado? Provavelmente, mas acaba me empacando a querer ler outros. Diferente desse, que me chamou a atenção já na sinopse e após finalizar a tua resenha, tenho a sensação que irei adorar. Amei a dica <3

    Beijos,
    www.lunaliteraria.com

    ResponderExcluir