[RESENHA #769] FRACTAIS TROPICAIS - VÁRIOS AUTORES


Sinopse: "Esta antologia serve como uma nova prova de que a literatura brasileira é rica e diversa, dona de facetas insuspeitas. Sim, há ficção científica brasileira, e ela é fértil e digna de toda a atenção. Pode ser agrupada em ondas, eixos historicamente delimitados de produção e recepção. Trata-se de uma opção de valia para um primeiro contato, observando que as ondas se interpenetram – caso da produção de André Carneiro, por exemplo, que atravessa boa parte da história da ficção científica brasileira. Para além dos clássicos justamente sacralizados, há uma infinidade de seres estranhos que habitam o difuso limiar entre o conhecido e o desconhecido. Visíveis apenas aos olhares mais atentos, ignorados (às vezes intencionalmente) pela nossa crítica literária, há décadas e décadas caminham entre os brasileiros esses seres que firmam um pé no presente e outro no futuro. Ou um pé no Brasil e outro nas galáxias além. Ou um no mundo palpável e outro nos confins do ciberespaço. Ou... São incontáveis as possibilidades que esses seres podem nos apresentar, pois a ficção científica tende a esgarçar as fronteiras do que conhecemos. Mesmo quando as narrativas são ambientadas nos nossos arredores, algo de diferente se intromete no cotidiano, renovando nosso olhar e ampliando nossa imaginação para possibilidades outras. Esses seres tão estranhos têm muito a mostrar; basta dar a eles a oportunidade de falar – oportunidade que tradicionalmente tem sido negada pelo nosso conservador ambiente literário. Alguns dos mais significativos desses seres mostram seus contos nas páginas de Fractais Tropicais. Se não os conhece, eis aqui um panorama dos autores de ficção científica brasileiros."

Resenha: Organizado por Nelson de Oliveira e publicado em 2018 pela editora SESI-SP, Fractais Tropicais é uma antologia de ficção científica e quero deixar claro que são contos escritos por autores nacionais, ou seja, é uma proposta de representar os autores nacionais com seus principais contos, o que ao meu ver é uma proposta interessante, ainda mais por ter cerca de 30 contos, alguns de autores clássicos e sacramentados no hall da ficção científica nacional e outros nem tanto conhecidos, mas isso aumenta ainda mais a gama de possibilidades de universos e escritas a conhecer.

Metanfetaedro (Alliah): Esse conto nos apresenta um explorador solitário que na verdade é o alter ego do matemático Luca Pacioli, amigo de Leonardo da Vinci. A jornada desse explorador oscila entre o abstrato e o poético, saindo de uma dimensão surreal e visitando outra igualmente surreal. Aqui há uma clara oposição do sujeito contra o universo.

O dia em que Vesúvia descobriu o amor (Octavio Aragão): Aqui o autor narra um amor ímpar ou no mínimo estranho, pois acompanhamos a jornada de uma cidade que tem consciência e que descobre o amor. Contudo, o amor não é pelo seus habitantes ou suas construções, é um amor por outra cidade e essa cidade com vida própria em determinado momento decide se locomover até a cidade amada, mas para chegar até onde queria muitas vidas foram perdidas nessa jornada.

Galimatar (Fábio Fernandes): Ambientado em um futuro distante na cidade de Adis Abeba, nós somos apresentados a Xamanesa e ao Homem Azul, uma contadora de histórias e um ser imortal. Fernandes nos demonstra a relação entre os dois, algo que começa a partir de uma troca de olhares, passando por refeições e até mesmo relações sexuais. Enquanto eles vão explorando o futuro, o passado é relembrado.

Caro senhor Armagedom (Fausto Fawcett): O autor apresenta um conto curioso, pois aqui há uma empresa especializada em criar cenários apocalípticos e ela tem clientes ou fiéis para infindáveis fins do mundo, mas o apocalipse ou o final do mundo nunca acontece e essa é uma escolha extremamente lucrativa para a empresa. Basicamente o armagedom é agendado e não acontece, ou seja, aqui há um calote aos fiés.

Opinião: Talvez muitos não saibam, mas a literatura de ficção científica está entre meus gêneros literários favoritos e por isso vocês podem imaginar a minha alegria ao ter em mãos Fractais Tropicais, pois foi uma oportunidade ímpar de me aprofundar na literatura de ficção científica nacional e através das 496 páginas pude acompanhar o levantamento histórico do gênero a partir de "Ondas" de autores.

Aliás, o livro se divide em três partes, cada uma delas divididas em ondas (são três gerações de escritores) e apresentadas em ordem cronológica inversa, ou seja, a leitura é quase como uma viagem ao passado, ocorre uma volta no tempo em se tratando dos contos, pois um dos contos mais antigo aqui é de 1960. O fato do livro conter contos de muitas décadas atrás até contos de alguns mais recentes é bem interessante, pois abre a oportunidade de conhecer uma infinidade de universos e situações estranhas e interessantes, passando pelo conhecido até o desconhecido. Aqui há um pouco de cyberpunk, ficção científica hard, ficção científica soft, viagem no tempo e diversos outros subgêneros da ficção científica.

O mais interessante do livro não reside no fato de ter tantos contos e tantos subgêneros da ficção, mas sim que apresenta uma pluralidade de vozes, pois são vários autores que através de seus contos compartilham experiências pessoais e suas visões sobre o mundo, criando assim vários mundos e por ser uma obra multifacetada, há inclusive espaço para o humor, algo que vemos em "Caro senhor armagedom".

Quero destacar a beleza da edição da editora SESI-SP, pois a capa é simplesmente deslumbrante e foge um pouco dos clichês do gênero ou mesmo daquelas capas que remetem as revisas pulps norte-americanas da primeira metade do século passado. Eu recomendo a leitura de Fractais Tropicais porque é um livro que vai te tirar da zona de conforto e te levar para mundos inimagináveis, é uma oportunidade de conhecer antigos e novos talentos da literatura nacional, mas também porque vai te fazer refletir com a abordagem de diversos assuntos, sejam eles políticos, sociais ou pessoais.

Ficha técnica:
Título: Fractais Tropicais
Autores: Vários
Editora: SESI-SP
Páginas: 496
Ano: 2018
ISBN: 9788550407630
Onde Comprar: Amazon

Postar um comentário

0 Comentários