[RESENHA #806] RENEGADOS - MARISSA MEYER

 


Sinopse: Os Renegados são um grupo de prodígios – humanos com habilidades extraordinárias – que emergiram das ruínas de uma sociedade colapsada. Foram eles que estabeleceram a paz onde, antes, o caos reinava. Eles continuaram sendo um símbolo de esperança e coragem para todos... exceto para os vilões que foram derrotados por eles. Nova, que faz parte do grupo dos Anarquistas, tem um motivo para odiar os Renegados, e está em uma missão em busca de vingança. Enquanto se aproxima de seu alvo, ela conhece Adrian, um garoto Renegado que acredita na justiça – e em Nova. Mas a lealdade de Nova está com os Anarquistas e há um vilão que tem o poder de acabar com os dois, e em tudo que acreditam. Renegados é a nova história de Marissa Meyer, autora bestseller #1 do New York Times da série Crônicas Lunares, que explora um mundo arriscado de aventura, paixão, perigos e traições.

Resenha: Renegado é o primeiro volume da trilogia que leva o mesmo título. O livro foi escrito pela autora norte americana Marissa Meyer e foi lançado no Brasil pela Editora Rocco. Para quem não sabe, ela escreveu As Crônicas Lunares, uma série distópica (ficção científica) com elementos da literatura jovem adulto (yung adult) e de romance, também publicada da Editora Rocco.

Marissa nos apresenta um mundo totalmente diferente do que conhecemos, pois esse mundo conta com a presença dos prodígios, seres humanos dotados de super dons ou poderes, eles são rejeitados pelos seres humanos normais e inclusive foram por muito tempo perseguidos pelos dons que apresentavam. Entre os prodígios há dois grupos, os Renegados e os Anarquistas. Entre os primeiros destaca-se Adrian, um rapaz que foi adotado pelos líderes do grupo, ele é órfão de uma das maiores heroínas que esse mundo já teve o prazer de conhecer. Adrian é um rapaz que deseja fazer as coisas certas e demonstra um enorme senso de justiça, ainda que para isso precise ir contra as regras e leis que estão vigorando.

Pelo lado dos Anarquistas temos Nova, uma jovem que também tem em sua história uma perda pessoal, pois a sua família integrou os Anarquistas e ela foi criada por esse grupo após seus pais morrerem. Nova foi criada por seu tio Ace Anarquia, um super vilão dotado de poderes especiais que foi o responsável pela destruição da cidade de Galton City. Aliás, essa destruição ocorreu na guerra entre os Renegados e os Anarquistas. Desde a fatídica guerra os Renegados trabalham para trazer paz, tranquilidade e justiça na cidade, e eles representam a mesma diante do resto do mundo. Contudo, inconformados com a perda de espaço e importância, os Anarquistas estão sempre em busca de vingança.

Os dias ruins para Nova parece que nunca tem fim, pois para a sua infelicidade o seu tio Ace Anarquia pereceu nessa grande batalha em Galton City, ele morreu nas mãos dos Renegados. Com uma vida repleta de perdas e dores, Nova está com sede de vingança, e para obter a tão sonhada vingança, ela precisa se infiltrar entre os Renegados. Nova consegue se filiar neles e assim ela passa a ter acesso ao quartel general deles, bem como à diversas informações úteis e valiosas. Com essa mudança de lado, ainda que de forma falsa, Nova passa a questionar a sua lealdade, o que é ou não verdade na história e fatos que até então ela conhecia, pois a verdade é uma questão de percepção e de vida.

A autora deixa claro no enredo que há uma clara divisão entre os Renegados e Anarquistas, de um lado há o "bom" e de outro o "ruim", mas a bem da verdade nem sempre é assim, pois essa percepção de bom e ruim é algo subjetivo e abstrato, pois o que podemos considerar uma conduta boa o outro lado pode considerar sendo algo ruim. Essa percepção também fica claro pelas condutas e pontos de vista dos Renegados e Anarquistas quando um lado analisa o outro.

Ao meu ver os heróis não são tão mocinhos assim e muito menos os vilões são tão maus. Essa dualidade que tais lados me apresentaram também respingam nos moradores de Galton City, poius levando em conta esse aspecto de bom e ruim, as pessoas possuem dificuldades em determinar qual lado devem confiar, pois muitas vezes eles não sabem em quem confiar, ainda mais se levarmos em conta que ambos os lados apresentam vantagens e oportunidades para os moradores da cidade. Eu confesso que é uma tarefa complicada escolher para qual lado deveria torcer, pois todos os dois lados possuem bons argumentos, possuem crenças plausíveis de serem defendidas.

Um aspecto importante e bem positivo na trama são os personagens, pois eles foram bem construídos, são intensos, possuem peculiaridades próprias e é possível você acompanhar suas visões sobre as mudanças, transformações e o que está acontecendo ao redor deles. Nova e Adrian são personagens bem interessantes e completamente distintos, enquanto Nova tem em si uma sede de vingança e muito do que faz é baseado nas emoções, Adrian é um rapaz cauteloso, calculista e pensa muito antes de fazer qualquer coisa, ou seja, ele não é conduzido pelas emoções. Há também muitos personagens secundários que servem para enriquecer ainda mais a trama e isso é algo que gostei bastante.

Esse foi o meu primeiro contato com a escrita da autora e adorei, mal posso esperar para ler os próximos volumes dessa trilogia que muito promete. A escrita da autora é extremamente envolvente, essa é uma história com muita aventura, ação e adrenalina. Em alguns momentos essa história me lembrou um pouco da série The Boys (série que eu particularmente curto). Antes que eu me esqueça, a representatividade é algo que está claro no enredo e isso é algo muito positivo ao meu ver. Essa foi uma leitura maravilhosa e nos leva a questionar sobre diversos temas, principalmente sobre a democracia e liberdade. Super recomendo esse livro!!

Sobre a autora: Marissa Meyer nasceu e mora em Tacoma, Washington, com o marido e dois gatos. Estudou Escrita Criativa na Lutheran University e é apaixonada por contos de fadas desde criança, além de ser fã de muitas coisas nerds (Sailor Moon, Firefly, organizar as estantes por cor…). A série Crônicas Lunares é inspirada nos contos de fadas Cinderela, Chapeuzinho Vermelho, Rapunzel e Branca de Neve.

Ficha técnica:
Título: Renegados
Autora: Marissa Meyer
Tradução: Regiane Winarski
Editora: Rocco
Páginas: 512
Ano: 2020
ISBN: 9788579804885
Onde Comprar: Amazon 

Postar um comentário

0 Comentários