[RESENHA #817] FATE - A SAGA WINX | O CAMINHO DAS FADAS - AVA CORRIGAN

 

Sinopse: Na Escola de Fadas Alfea, os alunos vêm de todo o Outro Mundo para treinar e aprender magia, descobrindo como controlar seus poderes. Dentro do castelo da escola, cinco alunas, completas estranhas umas das outras, se tornam colegas de quarto.

Aisha é atleta e superdotada clássica, cujo controle sobre a água causa inveja nos seus colegas estudantes. Terra é uma benfeitora desajeitada, cujo poder sobre o mundo natural pode subjugar seus rivais inesperadamente. Musa é introvertida e se mantém reservada para que sua mente não seja sobrecarregada pelas emoções das pessoas ao seu redor. Stella é uma princesa de verdade, cujo domínio sobre a luz inspira, mas também intimida. Bloom, é a garota do mundo humano cujo poder sobre o fogo quase destruiu sua família.

Mas quando um antigo mal ressurge do outro lado das paredes do castelo, as cinco adolescentes vão descobrir um segredo tão poderoso, que vai questionar tudo o que sabem sobre o Outro mundo... e até mesmo sobre elas próprias.

Resenha/Opinião: Vou começar essa resenha defendendo o livro, como todo bom leitor, quando precisamos fazer uma comparação entre  livros e vídeos somos completamente tendenciosos a defender nossas queridas páginas. Digo isso com propriedade, nesse caso, porque também assisti a série disponibilizada na Netflix para poder alinhar meus pensamentos sobre a obra.

O que acabou me surpreendendo foi a falta de cenas novas no livro, não que isso seja um grande problema, mas acabei criando uma expectativa de que teria acesso a novos acontecimentos. Ainda sim, continuo defendendo a leitura como melhor meio de conhecer a história da Saga Winx, isso porque durante a narração temos descritos os pensamentos dos personagens e isso faz com que as atitudes tomadas por eles façam mais sentido na leitura do que quando assistimos a série. Por vezes, assistindo aos episódios me peguei confusa sobre as decisões dos personagens, o que não aconteceu na leitura.


Quem cresceu assistindo O clube das Winx, pode acabar se decepcionando um pouco. Não é novidade pra ninguém que apesar de ter fortes referências do desenho original, o live-action feito pela Netflix e consequentemente o livro baseado nele, não retratam fielmente o que já conhecíamos pela animação. Uma quebra de expectativa um pouco incômoda por conta da nostalgia e desejo de ver uma história que fez parte da infância de muitos, inclusive da minha, ser interpretada por atores reais.


A narrativa em si é cheia de clichês adolescentes como rebeldia com os pais, brigas entre amigas, triângulos amorosos e tentativas de autoconhecimento. Bloom, a nossa protagonista é a típica adolescente com o pequeno diferencial de também se descobrir uma fada, e sim, digo descobrir porque até então ela não sabia, e é ai que a autora  começa narrar a história que se passa em tempos modernos, com fadas postando stories no Instagram e utilizando aplicativos de mensagens para a comunicação, nada muito mágico ai como vocês vão perceber. Por conta de um acidente, a personagem é descoberta por outra fada e levada até a escola de Alfea para conhecer e aprender a controlar os seus poderes.

Pesando os prós e contras da leitura, minha avaliação é positiva, a narrativa é leve, envolvente, e serve de um bom entretenimento para quem gosta de livros/séries do gênero. Para o próximo livro, fico na expectativa de conseguir ver um envolvimento maior entre as personagens, laços fortes de amizades e conflitos mais profundos.

Um conselho para os futuros leitores é que recebam Fate – A saga Winx como uma nova narrativa independente da nostalgia que a animação Clube das Winx nos causa. Sem quebra de expectativa fica mais fácil apreciar e degustar essa nova obra.

Ficha técnica:
Título: Fate: a saga Winx – O caminho das fadas
Autor: Ava Corrigan
Tradutor: Fábio Meneses Santos
Editora: Principis
Páginas: 288
Ano: 2021
ISBN: 978-6555524086
Onde Comprar: Amazon

Postar um comentário

0 Comentários