[RESENHA #855] O EXÉRCITO DE CAVALARIA - ISAAC BÁBEL


Sinopse: O Exército de Cavalaria é uma das obras mais pungentes da literatura russa. Nos 36 contos que compõem este livro, Isaac Bábel narra os horrores da Guerra Russo-Polonesa, um dos desdobramentos da revolução bolchevique de 1917. Em meio ao caos e à desumanização do conflito, vemos a natureza corriqueira não apenas da morte, mas também da maldade em suas múltiplas facetas, o que eleva ao máximo a tensão dos personagens e muitas vezes rompe com a esfera de conforto do leitor. Ainda assim, Bábel é capaz de evocar belas imagens que se entremeiam à indignidade da guerra, evocando o lirismo em uma prosa fortalecida no decorrer das décadas por seu potencial revolucionário. Esta edição foi traduzida diretamente do russo por Aurora Fornoni Bernardini e Homero Freitas de Andrade e traz um prefácio inédito do escritor e jornalista Henrique Balbi.

Resenha/Opinião: Escrito por Isaac Bábel, "O exército de cavalaria" é composto por 34 textos (contos) que nos contam seja de forma ficcional ou mesmo real as experiências de Bábel no exército russo, mais especificamente nos governos de Lênin e Stálin durante a guerra da Russa-Polonesa. Durante a Primeira Guerra Mundial o autor serviu como soldado e depois na função de intérprete. Contudo, durante a guerra Russa-Polonesa (1919-1921) ele teve outra função, serviu como um correspondente de guerra, mais especificamente acompanhando o exército da cavalaria.

Ao acompanhar o embate entre a Rússia e Polônia, Bábel nos apresenta de forma breve as motivações dos soldados, as situações desse conflito bélico, as perdas nos campos de batalha, ou seja, os horrores e a violência que estão presente na guerra. Ao longo da leitura autor nos acompanha alguns cenários e situações paradoxais enquanto acompanhamos os soldados da cavalaria vermelha, esses vão surgindo e desaparecendo aos poucos, sem qualquer tipo de aviso.


Durante as narrativas conhecemos alguns personagens interessantes, um deles é Apolek, um artista que é incompreendido por todos, ele tem o hábito de reproduzir pinturas consideradas "sagradas", mas ele acaba utilizando rosto de pessoas comuns, em especial de aldeões. O conto "Uma carta" é um dos primeiros do livro e aqui o narrador nos apresenta uma carta de um companheiro de farda endereçado a sua mãe. A família desse soldado tem uma grande mancha, pois ficou marcada por assassinatos.

É natural que o leitor fique impactado com alguns livros que lê ao longo de sua vida, pois ano após anos conhecemos novos autores, novos mundos e novas culturas, dito isso, muitos de nós elaboramos lista com nossos livros favoritos, livros esses que nos marcaram. Eu ainda não criei uma lista com os livros favoritos da minha vida, mas se um dia eu fizer isso certamente "O exército de cavalaria" vai figurar entre os favoritos. Eu digo isso porque o autor nos apresenta histórias que saltam aos olhos pelos detalhes, pelas descrições e por serem verossímeis aos olhos do leitor, ao menos aos meus olhos isso aconteceu.

Eu gostei profundamente de acompanhar os relatos e memórias do ucraniano Isaac Bábel, gostei de conferir os confrontos que ocorreram após a Revolução Bolchevique, gostei de conferir ainda que brevemente parte da história do leste europeu, pois o autor nos apresenta um registro histórico excepcional e faz isso por meio de uma prosa poética extremamente realista, algo que em certa pedida contrapõe com os cenários, com as paisagens fantásticas que nos apresenta. 


Essa foi uma leitura tocante, não tem como ficar indiferente com o pessimismo de uma guerra, algo que vai na contramão da condição humana. Não tem como não se emocionar com a morte de um inocente ou mesmo se colocar na posição da filha que vê seu pai morrer a sua frente ou até mesmo uma idosa ser maltratada e expulsa do conforto de sua casa, pois são tantas as mazelas cometidas pelo homem durante uma guerra que não há como ficar indiferente.

Em suma, "O exército de cavalaria" foi uma leitura prazerosa, gostei muito da experiência de conhecer a escrita de Isaac Bábel, bem como passear pelos cenários por ele construído, mas também visualizar a guerra Russa-Polonesa. Eu recomendo a leitura dessa obra para todos aqueles que querem desbravar a literatura do leste europeu ou mesmo para aqueles que querem conhecer apenas a escrita de Bábel.


Sobre o autor: 
Isaac Emmanuilovich Babel (em russo: Исаа́к Эммануи́лович Ба́бель; Odessa, Império Russo, 13 de julho de 1894 - Moscou, URSS, 27 de janeiro de 1940) foi um jornalista e escritor soviético, de origem judaica". Apesar de ter sido um idealista defensor do marxismo e leninismo, foi preso, torturado e executado durante o Grande Expurgo de Stalin.

Ficha técnica:
Título: O exército de cavaleria
Autor: Isaac Bábel
Tradução: Aurora Fornoni Bernardini e Homero Freitas de Andrade
Editora: Nova Fronteira
Páginas: 168
Ano: 2021
ISBN: 9786556400259
Onde comprar: Amazon - PlayLivros (Aplique o cupom OURO30 e ganhe 30% de desconto)

Postar um comentário

0 Comentários