[RESENHA #859] A DÁDIVA DO AMOR - MARTIN LUTHER KING JR

 

Sinopse: Chega ao Brasil a coleção clássica de 16 sermões cristãos pregados pelo reverendo Martin Luther King Jr. Entre sua prisão em julho de 1962 e o início de 1963, quando se preparava para o notório movimento pacifista Campanha de Birmingham, dr. King escreveu os sermões de A dádiva do amor. Na época, a injustiça econômica e social também assombrava o mundo. Originalmente escritas para membros da Igreja Batista, estas homilias expressam a maneira cristã de encarar os males sociais. Mais do que isso, elas apresentam diferentes formas de se enfrentar questões pessoais e coletivas que surgem em épocas de turbulência social, desde a amar seus inimigos, ser bom ao próximo até a importância de movimentos políticos não violentos. Juntos, estes textos mostram a força de Martin Luther King como líder religioso e político que, ao fundir os ensinamentos cristãos com consciência social, pregava que o amor é uma força poderosa de mudança.

Resenha/Opinião: Martin Luther King Jr foi e ainda é um dos grandes nomes da humanidade, ele foi um um grande ativista político e lutou pelos direitos civis por meio da não-violência nas décadas de 50 e 60, fez isso inspirado por suas crenças cristãs e também pela postura não violenta de Mahatma Gandhi. King pautou as suas ações no amor e mostrou ao mundo como um cristão deve encarar os problemas sociais e políticos, sobretudo utilizando a Bíblia para demonstrar soluções pacíficas para os problemas e males que afligem a sociedade.


A dádiva do amor foi escrito originalmente entre julho de 1962 e o início de 1963, período em que King esteve preso. O livro conta com 16 sermões e aqui ele nos apresenta a sua caminhada como ativista, a sua trajetória na luta e reinvindicações pelos direitos civis por meio de condutas pacíficas. King teve a sua fé constantemente testada pelos inúmeros desafios que lhe impuseram, mas sempre demonstrando que Deus sempre estava ao seu lado nas batalhas contra as adversidades.

Durante a leitura nós podemos ver que King fala com propriedade e conhecimento sobre assuntos seculares e principalmente sobre a Bíblia de forma magistral. É lindo ver King falar sobre Deus, sobre esse ser onipotente que muitos nos dias de hoje desprezam ou ignoram. King ama Deus, ele serve Deus e o admira. King adota uma postura de retidão, justiça e amor em seus condutas, apresenta uma fé inabalável independente do tamanho da adversidade e barreira que precisa enfrentar. King demonstra uma preocupação real pelas pessoas e pela fé, ele esteve em prisões assustadora, enfrentou situações que muitos desistiriam, mas por meio da fé ele seguiu em frente enfrentando medos, temores, violência e fome, mas nunca perdeu a sua fé em Deus, nunca sentiu-se abandonado.

King lutou pelos direitos civis, mas as suas ideias eram para todos, eram ideias ecumênicas, não visava nenhuma raça específica. Os seus discursos eram para todos, as críticas era para o regime de sua época, mas ele também criticava a "conformidade" e passividade, ele lutava por um ativismo ainda maior de todos e acreditava que o evangelho era a base para a luta ativista.


Eu acredito que estamos precisando de amor mais do que nunca, pois estamos vivendo em tempos de pandemia, período em que boa parte de nós estamos longe dos nossos entes queridos, período em que o medo é uma constante, assim como o luto que está presente em tantas famílias. Nós também precisamos de amor e paz para afastar essas polarizações políticas que estão afastando as pessoas cada vez mais, precisamos de amor para afastar a intolerância e o desrespeito por pensar diferente, tendo em vista que alguns querem impor o seu modo de pensar e ver o mundo para muitos. É necessário ter empatia com o próximo, é necessário respeitar as diferenças, é preciso mais amor para viver em uma sociedade em que muitos acreditam ter a razão e direito, mas nenhuma obrigação.

Em suma, "A dádiva do amor" é um livro maravilhoso e emocionante, essa é uma obra que continua atual, pois prega sobretudo o amor. Os sermões apresentado servem para enfrentarmos questões familiares, pessoais ou mesmo coletivas, surgidas em épocas de turbulência e conflitos sociais ou não. Recomendo a leitura pela quantidade de mensagens positivas que King nos deixou, mas também todos aqueles que apenas conhecem King de forma supercial. Esse livro é simplesmente maravilhoso.


Sobre o autor: O reverendo dr. Martin Luther King Jr. (1929-1968), ganhador do Prêmio Nobel da Paz e arquiteto do movimento pacifista em defesa dos direitos civis, estava entre as figuras mais influentes do século XX. Em 1954, o dr. King se tornou pastor da Igreja Batista da Avenida Dexter, em Montgomery, Alabama, e, em 1960, juntou-se a seu pai como copastor da Igreja Batista Ebenezer, em Atlanta. Um dos maiores oradores da história dos Estados Unidos, King foi autor de vários livros, incluindo Stride Toward Freedom: The Montgomery Story, The Trumpet of Conscience, Why We Can’t Wait e Where Do We Go from Here: Chaos or Community?.

Ficha técnica:
Título: A dádiva do amor
Autor: Martin Luther King Jr
Tradução: Claudio Carina
Editora: Planeta
Páginas: 240
Ano: 2021
ISBN: 9786555351774
Onde comprar: Amazon

Postar um comentário

0 Comentários